Almeida

município de Portugal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Almeida (desambiguação).

Almeida é um município raiano português pertencente ao distrito da Guarda, na província da Beira Alta, região do Centro (Região das Beiras) e sub-região das Beiras e Serra da Estrela.

Almeida
Município de Portugal
Porta Fortificação Almeida.jpg
Porta da vila fortificada de Almeida

Brasão de Almeida Bandeira de Almeida

Localização de Almeida

Gentílico Almeidense
Área 517,99 km²
População 5 882 hab. (2021)
Densidade populacional 11,4  hab./km²
N.º de freguesias 16
Presidente da
câmara municipal
António José Monteiro Machado (PSD)
Fundação do município
(ou foral)
1296
Região (NUTS II) Centro (Região das Beiras)
Sub-região (NUTS III) Beiras e Serra da Estrela
Distrito Guarda
Província Beira Alta
Orago Nossa Senhora das Neves
Feriado municipal 2 de Julho (Batalha do Coa)
Código postal 6350 / 6355 Almeida
Sítio oficial www.cm-almeida.pt

O município de Almeida tem 517,98 km² de área[1] e 5 882 habitantes (2021),[2] subdividido em 16 freguesias.[3] O município é limitado a norte pelo município de Figueira de Castelo Rodrigo, a leste pela Espanha, a sul pelo Sabugal e a oeste pela Guarda e por Pinhel. O atual município resulta da junção, no século XIX, de três municípios seculares: Almeida, Castelo Bom e Castelo Mendo, cujas antigas sedes são três vilas medievais fortificadas, que são hoje polos de interesse turístico.

A sede deste município, a vila de Almeida, que tem 1 146 habitantes (2021) na respectiva freguesia,[2] é conhecida pela sua fortaleza, que, com a sua forma de estrela de doze pontas, constitui um dos mais espetaculares exemplares europeus dos sistemas defensivos abaluartados do século XVII. A Praça-Forte de Almeida é candidata à categoria de Património Mundial da UNESCO.[4]

LocalizaçãoEditar

Localiza-se no distrito da Guarda, região da Beira Interior, mais concretamente num território designado Terras de Riba-Côa. O seu carácter fronteiriço é bastante notório, uma vez que toda a sua confrontação a leste é com Espanha, constituindo parte da fronteira Portugal-Espanha, mais conhecida por Raia, sendo por isso esta zona também chamada "região arraiana".

Noroeste: Pinhel Norte: Figueira de Castelo Rodrigo Nordeste: Aldea del Obispo (Espanha)
Oeste: Pínzio (Pinhel)   Este: Fontes de Onor (Espanha)
Sudoeste: Castanheira (Guarda) Sul: Sabugal Sudeste: La Alamedilla (Espanha)

HistóriaEditar

D. Fernando de Castela a conquistou aos mouros em 1039, mas voltaria a ser tomada em 1071. Em 1190, D. Sancho I de Portugal a tomou aos mouros, pela bravura de D. Paio Guterres, neto de D. Egas Moniz, que depois desta conquista ficou apelidado de Almeida. Com as intermináveis guerras daquela época ficou Almeida quase arrasada e despovoada. Assim a encontrou D. Dinis pelo que a mudou para o sítio actual fazendo-lhe o Castelo e dando-lhe foral em 1296. D. Manuel amplificou as fortificações e a Vila, e lhe deu Foral Novo, em Santarém, no 1º de Junho de 1510. A 6 Km. de Almeida está a Capela do Mosteiro, que, segundo a tradição, foi igreja de um convento de Templários. D. João II reedificou esta capela, pondo-lhe as Armas de Portugal sobre a Cruz de Aviz de cuja Ordem era Grão Mestre, perdendo o edifício os vestígios da sua muita antiguidade. Aqui nasceu em 20 de Agosto de 1569, o célebre historiador Frei Bernardo de Brito, que estudou em Roma desde criança, e regressou a Portugal, formando-se em teologia pela Universidade de Coimbra em 1606. Cronista-Mor do Reino, da ordem de Cister, faleceu em Almeida a 27 de Fevereiro de 1617. A 11 de Abril de 1811, decorrente da Terceira Invasão Francesa de Portugal, o General Beresford com o Exército Anglo-Luso recuperou a Praça e expulsou pela 3ª e última vez, os Franceses, de Território Português.[5]

A toponímia tem tradução literal do árabe: «Terra Plana», o que faz perfeito sentido visto que o território do município é em grande parte zona planáltica. Atravessando o município de sul para norte, e sendo um dos poucos rios portugueses que corre neste sentido, o rio Côa abre um abrupto vale nessa meseta, dividindo o município em duas partes bem vincadas.

As três vilas medievais do município ocupam posições estratégicas na defesa deste vale- Almeida e Castelo Bom, na margem leste, e Castelo Mendo, na margem ocidental-, historicamente muito disputado e que marcou inclusivamente, até ao Tratado de Alcanizes, a fronteira entre os reinos de Portugal e de Leão.

Panorama da Praça Dr. Casimiro José Matias, no centro histórico de Almeida

A travessia do vale do Côa nunca foi fácil, e, durante séculos, apenas duas pontes permitiram fazê-lo: a Ponte de São Roque, entre Castelo Bom e Mido, e a Ponte Grande, principal acesso à vila de Almeida, e onde foi travada a histórica Batalha da Ponte do Côa, durante as Invasões Francesas. No passado recente, ao lado da Ponte Grande foi construído um novo viaduto. No século XIX, a chegada do caminho-de-ferro levou à construção de uma nova ponte, na zona sul do município, posteriormente substituída no século XX (inaugurada a 27 de março de 1948[6]). Nos anos 80, foi construído o primeiro viaduto sobre o Côa do IP5, sendo, já no século XXI, acrescentado o 2º viaduto da A25. Dos anos 90, é a ponte entre Porto de Ovelha e Malhada Sorda.

PopulaçãoEditar

No município de Almeida há 13 freguesias com menos de 100 habitantes e destas, cinco têm menos de 50 residentes.[7]

Número de habitantes[8]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
Global * 13 346 14 564 16 386 17 031 17 479 15 336 14 860 16 606 17 480 16 107 10 735 10 524 10 040 8 423 7 242
0-14 Anos ** 5 733 5 889 4 611 4 947 5 432 5 553 5 024 3 010 2 291 1 582 926 592
15-24 Anos ** 3 060 3 041 2 765 2 516 2 552 2 892 2 587 1 400 1 620 1 500 964 586
25-64 Anos ** 7 071 7 116 6 505 6 589 7 045 7 351 6 943 4 760 4 542 4 776 4 024 3 391
= ou > 65 Anos ** 993 1 151 1 154 1 199 1 309 1 383 1 553 1 565 2 071 2 182 2 509 2 673

* População residente; ** População presente (1900-1950)

FreguesiasEditar

 
Freguesias do município de Almeida

As 16 freguesias de Almeida são as seguintes:

Freguesias de Almeida
Freguesia População[2] Área
(km²)[1]
Almeida (sede) 1 146 52,42
Amoreira, Parada e Cabreira 307 31,40
Azinhal, Peva e Valverde[9] 261 47,05
Castelo Bom 172 25,04
Castelo Mendo, Ade, Monteperobolso e Mesquitela 205 41,88
Freineda 188 29,24
Freixo 168 17,18
Junça e Naves 172 32,40
Leomil, Mido, Senouras e Aldeia Nova 153 42,42
Malhada Sorda 255 45,77
Malpartida e Vale de Coelha 181 29,01
Miuzela e Porto de Ovelha 279 28,87
Nave de Haver 296 41,13
São Pedro de Rio Seco 154 22,59
Vale da Mula 159 16,46
Vilar Formoso (vila) 1 786 15,14
 
Quotidiano rural em Castelo Mendo

EconomiaEditar

O sector primário é a principal fonte de riqueza do município de Almeida, à semelhança dos municípios limítrofes do interior. Predomina o sector agro-pecuário e produção hortícola em regime de complementaridade a outros rendimentos familiares, destacando-se o minifúndio.

A pecuária engloba cerca de 30 000 bovinos e 10 000 ovinos e caprinos.[10]

Património classificadoEditar

 
Porta da Vila, em Castelo Bom

Monumentos nacionaisEditar

Imóveis de interesse públicoEditar

 
Vila Medieval de Castelo Mendo

Outros monumentos e museusEditar

  • Picadeiro D'el Rey (Almeida)
  • Casamatas/Museu Histórico-Militar de Almeida
  • Quartel das Esquadras (Almeida)
  • Centro de Estudos de Arquitectura Militar de Almeida (CEAMA)
  • Esnoga de Malhada Sorda

Festas e romariasEditar

  • Ade
  1. Festa do Borrego - 1º ou 2º domingo de Fevereiro
  2. Festa de Santa Bárbara (Bienal, Agosto)
  3. Festa de S. João (27 de Dezembro)
  • Aldeia Nova
  1. Festa de Santa Maria Madalena (22 de Junho)
  2. Festa de Santa Bárbara (móvel em Agosto)
  • Almeida
  1. Comemorações do Cerco de Almeida (Agosto)
  2. Festa de Nossa Senhora das Neves (Agosto)
  3. Festa de Nossa Senhora da Barca (Domingo de Pentecostes)
  4. Feriado Municipal (2 Julho)
  • Amoreira
  1. Festa de Santa Bárbara (Móvel, Agosto)
  2. Festa de Nossa Senhora de Fátima (13 de Maio)
  • Azinhal
  1. Festa de S. Sebastião (Agosto)
  2. Festa Tradicional (Segunda feira de Páscoa)
  • Cabreira
  1. Festa de Santa Maria Madalena (22 de Julho)
  2. Festa de Santa Bárbara (Agosto)
  • Castelo Bom e Aldeia de S. Sebastião
  1. S. Sebastião (fim de semana próximo a 20 Janeiro. Anual)
  2. Nossa Senhora dos Remédios (móvel, Agosto)
  3. Santo António (Junho)
  4. Santa Bárbara (Agosto)
  5. Nossa Senhora de Fátima (13 de Maio)
  • Castelo Mendo e Paraizal
  1. Nossa Senhora de Fátima (13 de Maio ou domingo mais próximo)
  2. Santo António (Agosto)
  • Freineda
  1. Santa Eufémia (16 Setembro)
  2. Festa do Bucho (Março)
  • Freixo
  1. Nossa Senhora da Natividade (1ª quinzena de Agosto)
  2. Romaria dia de Páscoa
  3. Romaria no dia do Santíssimo Sacramento
  • Junça
  1. Nossa Senhora do Mosteiro (15 Agosto)
  2. Santo António (Junho)
  3. S. Sebastião (Maio)
  • Leomil e Ansul
  1. Santo António (2ª ou 3ª semana de Agosto)
  2. N. Sra. da Anunciação (25 de Março - feriado local)
  3. N. Sra. da Conceição (2ª ou 3ª semana de Agosto)
  • Malhada Sorda
 
Altar e Imagem de Nossa Senhora da Ajuda
  1. Romaria – Nossa Senhora da Ajuda (5 a 9 de Setembro) - a maior Romaria da Diocese da Guarda, que atrai peregrinos ao Santuário de Nossa Senhora Da Ajuda durante todo o ano
    1. Eucaristia Dominical no Santuário de Nossa Senhora da Ajuda - todos os primeiros domingos de cada mês (salvo exceções de outras festas nessa data)
    2. Festa da Assunção de Nossa Senhora - 15 de Agosto
  2. Festas
    1. São Miguel (última segunda-feira de Maio)
    2. São Sebastião (domingo depois de 20 de Janeiro)
    3. Festa dos Solteiros e Divino Espírito Santo (Pentecostes)
    4. Festa do Senhor (dia de Corpo de Deus)
  3. Cerimónias da Semana Santa
  • Malpartida
  1. N. Sra. das Neves (Agosto)
  2. Santo António (Agosto)
  3. S. Sebastião (Móvel, Agosto)
  4. Santa Bárbara (Maio)
  • Mesquitela
  1. S. Sebastião (20 de Janeiro)
  2. Nossa Senhora dos Enfermos (móvel, Agosto)
  • Mido
  1. S. Roque (16 de Agosto)
  2. Santo António (13 Junho - feriado local)
  3. Nossa Senhora de Fátima (Outubro)
  • Miuzela
  1. S. Sebastião (Móvel, Agosto)
  2. Procissão dos Passos (Corpo de Deus)
  • Monteperobolso
  1. S. Brás (3 de Fevereiro)
  2. Santa Bárbara (Bienal, Agosto)
  3. Festa do Emigrante (Agosto)
  4. Festa anual (Almoço convívio para toda a população)
  5. Festa do S. Martinho (Magusto comunitário)
  6. Festa da Passagem de Ano (Ceia comunitária)
  • Nave de Haver e Poço Velho
  1. Santo António (13 de Junho)
  2. Santíssimo Sacramento (Julho)
  3. Nossa Senhora de Fátima (15 de Agosto)
  4. Santa Bárbara (4 de Dezembro)
  5. Imaculada Conceição (8 Dezembro)
  6. S. Bartolomeu
  • Naves
  1. Santo António (móvel, Agosto)
  • Parada e Pailobo
  1. Santo António (Agosto)
  2. S. Sebastião (Agosto)
  3. Festa das Roscas (25 e 26 de Dezembro)
  • Peva e Aldeia Bela
  1. Santa Maria Madalena (22 de Junho)
  2. Espírito Santo (Dia de Pentecostes)
  3. S. Sebastião (Agosto)
  • Porto de Ovelha e Jardo
  1. Festa do Santíssimo Sacramento (1º Domingo de Junho)
  2. Festa de Santo Amaro (Agosto)
  • São Pedro do Rio Seco
  1. Festa Nossa Senhora do Bom Sucesso (Penúltimo fim-de-semana de Agosto)
  2. Festa S. Pedro (Domingo a seguir ao dia 29 de Junho )
  3. Festa de S. José (Domingo a seguir ao dia 19 de Março)
  4. Festa do Menino (Dia 1 de Janeiro)
  • Senouras
  1. Santa Catarina (25 de Novembro)
  2. Santa Luzia (13 Dezembro)
  • Vale da Mula
  1. Santo António
  2. Nossa Senhora de Fátima (Agosto)
  3. Nossa Senhora da Assunção (Maio)
  4. Nossa Senhora de Lurdes (2º Domingo de Fevereiro)
  • Vale de Coelha
  1. Nossa Senhora da Póvoa (móvel, bienal)
  • Valverde
  1. Nossa Senhora da Graça (1ª quinzena de Maio)
  2. Santo António (bienal, 2ª quinzena de Agosto)
  • Vilar Formoso
  1. Imaculada Conceição (8 Dezembro)
  2. Festa de Nossa Senhora da Paz (15 de Agosto)

GeminaçõesEditar

O município de Almeida é geminado com a seguinte cidade:[11]

Cidadãos ilustresEditar

TransportesEditar

 
A25 - viaduto de Castelo Bom visto da EN16

A vila é servida pela A25, principal auto-estrada de ligação entre Portugal e Espanha que se articula, no território do município de Almeida, com a restante rede viária através de dois nós:

  • Alto de Leomil: serve a zona ocidental do município e a vila de Almeida
  • Vilar Formoso: serve a zona arraiana (oriental) do município e a vila de Vilar Formoso

O município é também servido por uma rede considerável de estradas nacionais:

Em resumo, as distâncias-tempo entre Almeida e as localidades mais próximas:

Dist.

 

Tempo   Dist.  EN  Tempo  EN  Percurso  EN 
Guarda 37 km 25 min 37 km 40 min  N324  +   N16 
Ciudad Rodrigo 42 km 30 min 42 km 40 min  N332  +  N-620 
Figueira de Castelo Rodrigo --- --- 22 km 20 min  N332 
Pinhel --- --- 25 km 25 min  N340  +   N324 
Sabugal --- --- 49 km 50 min  N340  +   N324 
Covilhã 82 km 55 min 83 km 1h20 min  N340  +   N324  +  N16  +   N18 
Distância e tempo a outros pontos importantes do país

Ao nível ferroviário, o município de Almeida é atravessado pela Linha da Beira Alta, sendo servido pela estação de Vilar Formoso e os apeadeiros da Aldeia (na Aldeia de São Sebastião, freguesia de Castelo Bom), Freineda, Castelo Mendo (localizado junto à aldeia de Praizal) e Miuzela. Todas as citadas constituem paragem do serviço Regional (CP) que liga as estações de Vilar Formoso e da Guarda, permitindo transbordo para os Intercidades entre a estação da Guarda e Lisboa, passando por cidades como Coimbra e Santarém. Quem se queira dirigir para norte, nomeadamente para as cidades do Porto, Aveiro, Braga, Guimarães ou Viana do Castelo tem que efetuar transbordo adicional nas estações da Pampilhosa ou Coimbra-B.

A estação de Vilar Formoso é servida ainda pelos serviços internacionais Sud-Express e Lusitânia Comboio Hotel, comboios-hotel que efetuam ligação a Paris e Madrid, efetuando paragens em Ciudad Rodrigo e Salamanca e em cidades como Valladolid, Burgos, Vitória-Gasteiz, San Sebastián e Hendaye, no caso do primeiro; e Ávila no caso do segundo.

PolíticaEditar

Presidentes de CâmaraEditar

Presidentes de Câmara desde a década de 1940, no Estado Novo
  • Rodrigo Teixeira de Almeida (1941-1943)
  • José Cabral de Matos (1943-1944)
  • José Júlio Balcão (1947-1959)
  • José Casimiro Matias (1959-1967)
  • Joaquim Crisóstomo (1967-1974)
Presidentes de Comissões Administrativas após a revolução de 25 de Abril de 1974
  • José Luís de Frias Terreiro (1974-1975)
  • Alberto Vilhena de Carvalho (1975-1976)
Presidentes de Câmara em Democracia
  • António José de Sousa Júnior (1976-1985)
  • José Augusto Limão de Andrade (1985-1989)
  • António José de Sousa Júnior (1989-1993)
  • José da Costa Reis (1993-2005)
  • António Baptista Ribeiro (2005-2017)
  • António José Monteiro Machado (2017- )

Resultados eleitoraisEditar

Eleições autárquicasEditar

Data % V % V % V % V % V
CDS-PP PS PPD/PSD AD PSD-CDS
1976 54,98 3 19,01 1 18,86 1
1979 79,76 5 12,95 -
1982 AD 18,73 1 AD 72,89 4
1985 33,98 2 13,22 - 44,34 3
1989 34,96 2 31,98 2 28,35 1
1993 27,46 1 24,70 1 42,49 3
1997 3,15 - 30,10 1 60,95 4
2001 1,71 - 39,50 2 53,34 3
2005 2,44 - 45,07 2 46,54 3
2009 PPD/PSD 42,40 2 CDS-PP 52,12 3
2013 34,59 2 56,33 3
2017 24,62 1 53,80 4

Eleições legislativasEditar

Data %
CDS PSD PS PCP UDP AD APU/

CDU

FRS PRD PSN B.E. PAN PàF L CH IL
1976 38,01 28,84 18,68 1,42 0,99
1979 AD AD 14,16 APU 0,54 77,13 2,98
1980 FRS 0,43 76,40 3,10 15,09
1983 35,65 32,35 24,21 0,29 2,64
1985 30,04 31,67 17,17 0,63 3,66 9,37
1987 8,18 66,64 15,60 CDU 0,24 1,66 1,06
1991 8,67 63,35 20,04 1,30 0,67 1,55
1995 12,56 43,25 37,89 0,50 1,67 0,92
1999 12,47 40,37 40,21 2,90 0,88
2002 11,35 51,77 29,33 2,76 0,96
2005 8,82 35,78 43,77 2,85 3,01
2009 12,85 38,51 32,34 2,97 7,17
2011 12,40 50,42 23,34 2,97 3,25 0,68
2015 PàF PàF 30,89 4,38 5,87 0,70 48,33 0,29
2019 5,37 36,03 37,04 3,41 6,57 0,92 0,49 1,26 0,46

Imagens de AlmeidaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013». Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28 de novembro de 2013. Arquivado do original (XLS-ZIP) em 9 de dezembro de 2013 
  2. a b c «Resultados preliminares dos Censos 2021». INE. Consultado em 31 de agosto de 2021 
  3. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  4. [1]
  5. Pinho Leal 1873, p. 146-147.
  6. «Linhas Portuguesas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 16 de Abril de 1948. Consultado em 23 de outubro de 2017 
  7. Revista Sábado de 5 de Maio de 2016. Partida, largada, fugida!.
  8. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  9. Diário da República, 1.ª Série, n.º 62, Declaração de Retificação n.º 19/2013, de 28 de março. Acedido a 14/11/2013.
  10. Gazeta Rural n.º 262 (15 de janeiro de 2016), pág. 5.
  11. [2]

BibliografiaEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Definições no Wikcionário
  Citações no Wikiquote
  Imagens e media no Commons
  Categoria no Commons
  Notícias no Wikinotícias
  Guia turístico no Wikivoyage
Municípios do Distrito da Guarda  
Aguiar da Beira Almeida Celorico da Beira Figueira de Castelo Rodrigo Fornos de Algodres Gouveia Guarda Manteigas Mêda Pinhel Sabugal Seia Trancoso Vila Nova de Foz Côa