Tártaros

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Tártaro, veja Tártaro.

Os tártaros (em tártaro: Tatarlar, no alfabeto cirílico: Татарлар) são um grupo étnico turcomano[1] estimado em 10 milhões de pessoas no fim do século XX.

Tártaros
Tatarlar
Татарлар
Flag of Tatarstan.svg
Bandeira do Tartaristão associada ao grupo
Russian types of Tartar, (i.e., Tatar), women of the Caucasus, Russia-LCCN2001697539.jpg
Mulheres tártaras 1890 e 1900
População total

10 000 000

Regiões com população significativa
 Rússia (incluindo a Crimeia) 5 319 877
 Ucrânia 319 377
 Turquia 175 500
 Uzbequistão 477 875
Cazaquistão 240 000
Línguas
Tártaro, russo
Religiões
islamismo sunita, ateísmo, ortodoxia
Etnia
Povos turcos

A Rússia é o lar da maior parte dos tártaros, com uma população de cerca de 5,5 milhões de pessoas; Turquia, Uzbequistão, Cazaquistão, Ucrânia, Tadjiquistão, Quirguistão, Turcomenistão e Azerbaijão também têm populações de tártaros superiores a 30 mil pessoas.[2]

Os tártaros habitavam originalmente o nordeste do deserto de Gobi, no século V, e, após dominarem, durante o século IX, os citanos, migraram para o sul. No século XIII foram conquistados pelo Império Mongol, liderado por Gengis Khan. Durante o reinado de seu neto, Batu Khan, deslocaram-se para o oeste, levando com eles muitos dos ramos que deram origem aos turcomanos uralo-altaicos em direção às planícies da Rússia.

Mulher tártara do Séc XVIII

Na Europa, foram assimilados por populações locais e seu nome gradualmente foi adotado pelos povos conquistados: quipchaques, kimaques e outros; o mesmo ocorreu com povos que falavam idiomas fino-úgricos e que foram dominados, bem como os últimos habitantes das antigas colônias gregas na Crimeia e povos caucasianos que habitavam o Cáucaso.

Os tártaros siberianos são sobreviventes da população turcomana que habitava a região Uralo-Altaica, misturados até certo ponto com os falantes das línguas urálicas e mongólicas. Mais tarde, cada um destes grupos adotou línguas turcomanas e muitos adotaram o Islã. Os três descendentes étnicos da migração para o oeste realizada originalmente do século XIII são os tártaros do Volga, os tártaros de Lipka e os tártaros da Crimeia.

Os tártaros abrangem um grande espectro de aparências físicas, que vai do mongoloide ao caucasoide ou uma mistura de ambos, e muitos aparentam ter origem asiática.[carece de fontes?]

Os tártaros é uma das 56 etnias oficialmente reconhecidas pela República Popular da China que habitam o seu enorme país.

Referências

  1. «Turkic people definition of Turkic people in the Free Online Encyclopedia». Encyclopedia2.thefreedictionary.com. Consultado em 7 de março de 2011 
  2. Joshua Project. «Tatar Ethnic People in all Countries». Joshua Project. Consultado em 7 de março de 2011 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Tártaros
  Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.