Tarumã (São Paulo)

município brasileiro no estado de São Paulo

Tarumã é um município brasileiro localizado na região oeste do estado de São Paulo, foi fundado em 1924, se tornou distrito em 1927 e emancipado de Assis em 1° de Janeiro de 1993. Localiza-se a uma latitude 22º44'48″ sul e a uma longitude 50º34'38″ oeste, estando a uma altitude de aproximadamente 440 metros. Possui como principal via de acesso a SP-333 que parte de Assis e vai em direção ao Paraná. Sua população estimada em 2020 (segundo o IBGE) foi de 15.183 habitantes. Sua economia é baseada principalmente na agricultura, porém com grande vocação industrial.

Tarumã
  Município do Brasil  
Vista parcial de Tarumã desde a rodovia SP-333
Vista parcial de Tarumã desde a rodovia SP-333
Símbolos
Bandeira de Tarumã
Bandeira
Brasão de armas de Tarumã
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Cidade do Amanhã"
"Cidade Digital"
Gentílico tarumaense [1]
Localização
Localização de Tarumã em São Paulo
Localização de Tarumã em São Paulo
Mapa de Tarumã
Coordenadas 22° 44' 49" S 50° 34' 37" O
País Brasil
Unidade federativa São Paulo
Região intermediária[2] Região Geográfica Intermediária de Marília
Região imediata[2] Região Geográfica Imediata de Assis
Municípios limítrofes Assis, Cândido Mota, Florínea, Cruzália e Maracaí [3]
Distância até a capital 460 km
História
Fundação 20 de outubro de 1927 (93 anos)
Emancipação 09 de janeiro de 1990 (30 anos)
- de Assis
Aniversário 20 de outubro
Administração
Prefeito(a) Oscar Gozzi (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [4] 303,503 km²
População total (estatísticas IBGE/2020[5]) 15 183 hab.
Densidade 50 hab./km²
Clima Subtropical, quente e úmido
Altitude ~ 440 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[6]) 0,753 alto
PIB (IBGE/2017[7]) R$ 890 297,54 mil
PIB per capita (IBGE/2017[7]) R$ 61 201,45
Sítio https://www.taruma.sp.gov.br/ (Prefeitura)

Em 2016 ocupou a 491º posição no ranking das melhores cidades do Brasil para se viver e a 196º colocação das melhores cidades do estado de São Paulo, segundo o Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal[8].

Em 2017 deu início ao Projeto Tarumã 100 Anos, com o objetivo de aumentar o IDH da cidade da posição 488 (2010) para um dos 10 maiores do país até 2027, quando completa cem anos de da data em que se tornou distrito.[2][3]

A distância rodoviária até a capital do estado é de 460 km.

HistóriaEditar

Tarumã, com o nome primitivo de Vila Lex, foi formada a partir de uma vila fundada por Gilberto Lex. Ele herdou uma grande quantia de terras de seu pai, Mathiae Lex, imigrante alemão que chegou ao Brasil em 1825. Esta propriedade se situava na região de Assis, entre a cabeceira da Fortuna e o Rio Paranapanema. Dessas terras ele escolheu as que se localizavam na cabeceira do rio Tarumã e fez ali sua fazenda a qual deu o nome de fazenda “Dourado Tarumã“. A parte restante de suas terras foram divididas em pequenos lotes que passou a vendê-los a pequenos proprietários que então se estabeleceram nas proximidades da fazenda Lex. A partir desse momento a Vila inicia um progresso passando não só a receber novos moradores como também a primeira igreja e a primeira escola, tudo sob os cuidados de Gilberto Lex.

A vila foi elevada a Distrito de Paz em 1927 e a município em 1993. O primeiro prefeito do município foi Oscar Gozzi, principal nome no processo de emancipação do município de Tarumã, tendo como vice Waldemar Schwarz, pertencente a uma das primeiras famílias a se mudar para a região.

O hino oficial do município é de autoria de Maria Alice Fernandes, cidadã tarumãense que compôs a letra e a melodia do hino, vencedora do concurso em 1996, que contou com participantes da região; dentre os hinos apresentados, o seu foi o escolhido.

EtimologiaEditar

No vocabulário tupi-guarani, a palavra tarumã designa uma árvore silvestre medicinal que tem, em média, de 3 a 10 metros de altura e existia em abundância no local[9], geralmente à margem dos córregos. Ela tem aspecto parecido com o do ipê-roxo e era comum no Vale do Paranapanema, tendo, contudo, sofrido os efeitos da devastação das matas naturais, promovida pela monocultura da cana-de-açúcar. Conta-se que a espécie não se extinguiu por completo graças a um pároco local que trouxera as mudas de Mato Grosso, plantando-as no pátio da Acruta (Associação Comunitária do Centro Rural de Tarumã), onde elas se encontram até hoje, preservadas da extinção. Após a emancipação, muitas outras árvores foram plantadas.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 22º44'48" sul e a uma longitude 50º34'38" oeste, estando a uma altitude de aproximadamenre 440 metros.

RelevoEditar

O relevo do município é plano e suavemente ondulado.

SoloEditar

Constituído 70% por latossolos roxos e 20% por latossolos vermelho-escuros. O restante está dividido entre podzólicos vermelho-amarelo, vermelho-escuro, terra roxa estruturada, solos litólicos e hidromórficos.

HidrografiaEditar

  • Ribeirão Tarumã afluente do rio Paranapanema
  • Ribeirão do Bugio
  • Ribeirão do Dourado
  • Córrego da Aldeia
  • Córrego da Prata
  • Córrego da Paca
  • Córrego da Palmeira
  • Córrego Boa Vista
  • Córrego do Bugiozinho
  • Córrego Santo Antônio
  • Água Bonita
  • Água da Onça

ClimaEditar

O clima de Tarumã é quente e úmido, de características subtropicais, com invernos amenos e verões quentes.

  Temperatura e precipitação média em Tarumã  [10]
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura média °C 26.0 26.0 26.0 24.0 20.0 19.0 19.0 20.0 22.0 24.0 25.0 26.0 23.1
Mínima temperatura média °C 20.0 20.0 19.0 17.0 13.0 11.0 11.0 12.0 14.0 17.0 18.0 20.0 16.0
Máxima temperatura média °C 32.0 31.0 32.0 31.0 27.0 26.0 26.0 29.0 29.0 31.0 32.0 32.0 29.8
Precipitação média mm 221.8 201.1 135.3 86.5 98.0 71.6 47.0 42.4 85.8 119.9 130.8 190.2 1430.4

LimitesEditar

Norte
Assis e Maracaí
Sul
Florínea
Leste
Cândido Mota
Oeste
Cruzália

DemografiaEditar

Os dados da estimativa populacional do IBGE em 2020 afirmam que o município possui 15.183 habitantes.

Crescimento populacional
Censo Pop.
19502 885
19606 876138,3%
19707 1794,4%
19806 785-5,5%
19919 56841,0%
200010 74312,3%
201012 88519,9%
Est. 202015 183[11]17,8%
Fonte: IBGE[12]

[13][14][15]

1950, 1960, 1970, 1980, 1991, 2000 e 2010

Dados do Censo - 2000

População total: 10.743 hab.

  • Urbana: 89.79%
  • Rural: 10.21%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) - 2010: 0,753

  • IDH-M Longevidade: 0.852
  • IDH-M Renda: 0.738
  • IDH-M Educação: 0.680 [16]

RaçasEditar

O censo do ano 2000 do IBGE apresenta a seguinte composição etnográfica no município de Tarumã:

Cor/Raça Porcentagem
Branca 77,9%
Negra 3%
Parda 18,7%
Amarela 0,1%
Sem Declaração 0,3%

Fonte: Censo 2000 - IBGE[17]

ReligiãoEditar

Quanto à religião, a maioria da população do município é adepta do catolicismo, declarando-se católicos apostólicos romanos. Logo em seguida, em número, vêm os evangélicos de diversas orientações (pentecostais, batistas etc). Segue o quadro com as principais denominações religiosas encontradas em Tarumã, segundo dados do censo 2000 do IBGE:

Religião Porcentagem
Católicos 74,9%
Evangélicos 21%
Sem religião 4%
Espíritas 0,1%

Fonte: IBGE 2000 (dados obtidos por meio de pesquisa de autodeclaração).[18]


Divisão administrativaEditar

O município de Tarumã é constituído somente pelo distrito sede.

EconomiaEditar

AgriculturaEditar

 
Café

O histórico do desenvolvimento de Tarumã está centrado na atividade agrícola. O solo fértil (terra roxa) proporcionou ao município destaque na produção do café durante boa parte no século XX. Com a chegada da cana-de-açúcar e a instalação de usinas deste segmento, suas terras foram tomadas pelos canaviais que hoje representam a maior parte da produção agrícola.

 
Corte de cana-de-açúcar

O município conta hoje com uma estrutura fundiária de 70% de propriedades de pequeno a médio porte, o que faz que o Governo Municipal apoie a agricultura familiar local com cursos de geração de renda e agregação de valor aos produtos agropecuários destes produtores.

Conta ainda com 2 grandes indústrias do setor.

IndústriaEditar

Um dos principais fatores que propiciaram a emancipação política de Tarumã, incide pela presença do setor secundário no município, mais especificamente agroindústrias ou outras periféricas de suporte à estas. A maior delas é a Raízen que atua no setor sucroalcooleiro.[19] Além disso, Tarumã possui um distrito industrial com cerca de 26 empresas segundo o site da Prefeitura de Tarumã no ano de 2013 [20]

ComércioEditar

O comércio, apresenta uma estrutura diversificada, tentando alcançar o rol de necessidades do consumidor. A proximidade com Assis facilita o acesso da comunidade local a serviços mais especializados.

InfraestruturaEditar

ComunicaçõesEditar

A cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[21], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[22], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[23] para suas operações de telefonia fixa.

SaúdeEditar

A estrutura de Saúde Pública encontra-se formada com quatro unidades da Saúde da Família e um Centro de Especialidades com um Pronto-Socorro, cobrindo cem por cento do município. Desde o primeiro dia de instalação no município, o serviço de saúde passou a funcionar 24 horas, e conta com um Centro de Reabilitação, CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), Saúde Mental, Ambulatório e Vigilância Sanitária.

EducaçãoEditar

Escolas Municipais



  • E.M. José Ozório de Oliveira
  • E.M. Gilberto Lex
  • E.M. José Rodrigues dos Santos
  • E.M. Maria Antônia Benelli
  • E.M. Hilda Holzhausen Moro
  • E.M. São José
  • E.M. Renato de Rezende Barbosa

Ensino Superior



Escolas Estaduais



  • E.E. Maria Magdalena de Oliveira - Dona Cota
  • E.E. da Vila do Lago
  • E.E. José David Luz

Cultura



  • CIEC - Centro Integrado de Educação e Cultura

TransportesEditar

A cidade é entrecortada por, aproximadamente 40 km de rodovias. Os trajetos intermunicipais são realizados pelas empresas AVOA e Guerino Seiscentos, que atendem outros municípios regionais.

RodoviasEditar

FrotaEditar

A frota municipal no ano de 2010 era de 4.287 veículos, sendo 2.418 automóveis, 347 caminhões, 117 caminhões trator, 326 caminhonetes, 127 micro-ônibus, 15 motocicletas, 612 motonetas, 68 ônibus e 257 tratores.[25]

Pontos Turísticos e LazerEditar

  • Bosque Tarumã
  • Bosque dos Ipês
  • Fonte dos Sonhos
  • Praça da Matriz
  • Praça das Palmeiras
  • Memorial do Centenário de Tarumã
  • Ginásio Municipal de Esportes "Ernesto Paitl"
  • Parque Vicente Beneli

Festa do PeãoEditar

A festa do Peão de Boiadeiro é a festa que atrai o maior número de pessoas ao município de Tarumã. É organizada por uma comissão designada ao início de cada ano e é realizada por meio de patrocínios e da arrecadação de verbas de eventos.

Além da montaria, a festa conta com shows artísticos, praça de alimentação e cavalgadas. Nos últimos anos a Festa do Peão de Boiadeiro de Tarumã conta com toda infra-estrutura, garantindo segurança e muita diversão aos frequentadores da festa.

PolíticaEditar

AdministraçãoEditar

PrefeitosEditar

Símbolos OficiaisEditar

Referências

  1. [[1]]
  2. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  3. «Cópia arquivada». Consultado em 28 de julho de 2010. Arquivado do original em 1 de agosto de 2012 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  5. «IBGE ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NO BRASIL E UNIDADES DA FEDERAÇÃO COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1º DE JULHO DE 2020» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2020 
  6. «Ranking IDHM Municípios 2010». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 22 de setembro de 2020 
  7. a b «PIB por Município 2017». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 22 set. 2020 
  8. «Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal». 2018. Consultado em 22 de setembro de 2020 
  9. Conto, canto e encanto com a minha história - Tarumã, A Cidade do Amanhã, 2007
  10. Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). «Clima dos Municípios Paulistas - Tarumã». Consultado em 8 de abril de 2011 
  11. «Estimativa populacional de 2020 - IBGE» (PDF) 
  12. Cf. BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enciclopédia dos Município brasileiros. cit., vol XXVIII, 1956, págs. 87-88.
  13. «População por Município 1920-2010 (IPEAData)». Consultado em 25 de Fevereiro de 2014 
  14. BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Enciclopédia do municípios brasileiros. Rio de Janeiro, volume XXVIII, 1956, págs 88-89
  15. «Histórico da População Tarumãense». IBGE. Consultado em 16 de Fevereiro de 2014 
  16. «Cai Índice de Desenvolvimento Humano Municipal de Tarumã». AssisCity. Consultado em 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  17. «População residente por etnia». IBGE 
  18. «População residente por religião». IBGE 
  19. «Raízen - Onde estamos» 
  20. «07 empresas se instalam em Distrito Industrial de Tarumã». Prefeitura de Tarumã. Consultado em 2015  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  21. «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) 
  22. «Nossa História». Telefônica / VIVO 
  23. GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
  24. «Polo UAB - Polo Municipal de Apoio Presencial de Tarumã - SP». Consultado em 5 de maio de 2012 
  25. IBGE. «IBGE Cidades - Tarumã - SP». Consultado em 5 de maio de 2012 

Ligações externasEditar