Abrir menu principal

Uma Esperança no Ar

Uma Esperança No Ar
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 min. aproximadamente
Criador(es) Amilton Monteiro e Ismael Fernandes
País de origem  Brasil
Idioma original português
Produção
Produtor(es) Jardel Mello
Elenco Geórgia Gomide
Edney Giovenazzi
Angelina Muniz e grande elenco
Tema de abertura Bola De Cristal , Fagner
Tema de encerramento Bola De Cristal , Fagner
Exibição
Transmissão original 5 de agosto de 1985 - 17 de fevereiro de 1986
N.º de episódios 167
Cronologia
Jogo do Amor
Cortina de Vidro

Uma Esperança no Ar é uma telenovela brasileira, exibida pelo SBT entre 5 de agosto de 1985 e 15 de fevereiro de 1986, às 19h45.[1]

De autoria de Amilton Monteiro e Ismael Fernandes, foi escrita por Amilton, Dulce Santucci e Crayton Sarzy e dirigida por Jardel Mello.

SinopseEditar

Rui torna-se um deficiente visual e físico após uma decepção amorosa. A culpa recai sobre sua namorada, a caprichosa Ana, que é obrigada a abandonar a cidade comandada pelo rígido Daniel.

Conta também a história de amor da doce Débora, uma jovem de passado misterioso, e Edgar, político inescrupuloso e leviano que abandona a carreira para render-se aos encantos da amada.

ElencoEditar

RepriseEditar

Foi reprisada entre 27 de julho a 18 de dezembro de 1987, às 14h30 substituindo A Justiça de Deus e sendo substituída por O Anjo Maldito.

Trilha sonoraEditar

  1. "Bola de cristal" - Fagner
  2. "Um dia de amor" - Amelinha
  3. "Tudo pode mudar - Metrô
  4. "Sempre me faz bem" - Kátia
  5. "História de amor" - Fábio Júnior
  6. "Frente a frente - Sônia Maya
  7. "Esquinas" - Djavan
  8. "Íntimo" - Simone
  9. "Só" - Leo Jaime
  10. "Siga seu rumo" - Pimpinela
  11. "Se o tempo pudesse parar" - Paulinho Nogueira
  12. "Amor fatal" - Sempre Livre

Referências

  1. «Uma esperança no ar». Teledramaturgia. Consultado em 6 de maio de 2016 

Ligações externasEditar