Cleyde Yáconis

actriz brasileira

Cleyde Yáconis, nome artístico de Cleyde Becker Iaconis (Pirassununga, 14 de novembro de 1923São Paulo, 15 de abril de 2013), foi uma atriz brasileira.[1]

Cleyde Yáconis
A atriz Cleyde Yáconis, em agosto de 2011.
Nome completo Cleyde Becker Iaconis
Nascimento 14 de novembro de 1923
Pirassununga, São Paulo
Morte 15 de abril de 2013 (89 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade brasileira
Parentesco Cacilda Becker (irmã)
Cônjuge Stênio Garcia (1955–68)
Ocupação atriz
produtora
diretora teatral

BiografiaEditar

Neta de imigrantes italianos pela parte paterna e de alemães pela materna,[2][3] Cleyde iniciou sua carreira no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) ao lado da irmã, a atriz Cacilda Becker Iaconis. Tem um dos repertórios teatrais mais variados e ilustres da dramaturgia nacional. Para Cleyde, sempre foi normal a escalação para interpretar personagens de mais idade que a sua própria, talvez devido à sua voz de contralto e suas feições graves.

CarreiraEditar

Em mais de meio século de carreira, participou ativamente em produções de teatro e televisão, mas em cinema atuou muito pouco. Seu último papel na TV foi a divertida Dona Brígida Gouveia, na novela Passione, de Sílvio de Abreu, exibida pela Rede Globo. Dentre seus trabalhos na televisão, destacam-se Mulheres de Areia, Os Inocentes, Gaivotas, Ninho da Serpente, Rainha da Sucata, Vamp e Torre de Babel.

Em 29 de setembro de 2009, o antigo Teatro Cosipa Cultura passou a chamar-se Teatro Cleyde Yáconis, em homenagem à atriz que protagonizou a primeira peça montada na casa – O Caminho para Meca.

Em julho de 2010, se afastou de Passione por ter quebrado o fêmur. Voltou as gravações no dia 12 de agosto.[4] Devido a complicações que teve no implante da prótese em seu fêmur, a atriz ficou afastada das gravações da novela por pelo menos 15 dias.[5]

Morreu em 15 de abril de 2013 no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, onde se encontrava internada desde outubro de 2012.[6]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Papel Nota
1958 Éramos Seis Clotilde
1960 Pega Fogo Telefilme Especial
1965 A Sombra do Passado
1966 O Amor Tem Cara de Mulher Vanessa
1967 Éramos Seis Dona Lola
1968 A Muralha Dona Bandeira
Os Diabólicos Paula
1969 A menina do veleiro azul Ida
Vidas em conflito Ana
1970 Mais Forte que o Ódio Clô
1973 Mulheres de Areia Clarita Assunção
1974 Os Inocentes Juliana
1975 Ovelha Negra Laura
1976 O Julgamento Mercedes Miranda
Um Dia, o Amor Maria Eunice
1978 Aritana Elza
1979 Gaivotas Lídia
1980 Dracula, uma História de Amor Dona Marta
Um Homem muito Especial Dona Marta de Matos Lacerda
1981 Floradas na Serra Dona Matilde
O Fiel e a Pedra Susana
O vento do mar aberto Clara
1982 Campeão Helena
Ninho da Serpente Guilhermina Taques Penteado
1984 Meus Filhos, Minha Vida Adelaide
1985 Uma Esperança no Ar Paulina
1990 Rainha da Sucata Isabelle de Bresson
1991 Vamp Virginia
1992 Você Decide Episódio: "Um Sonho Dourado"
1993 Olho no Olho Julieta Bellini (D. Julieta)
Sex Appeal Cecília
1997 Os Ossos do Barão Melica Parente de Redon Pompeo e Taques
1998 Torre de Babel Diolinda Falcão
1999 Você Decide Episódio: "Meu Passado Condena"
2001 As Filhas da Mãe Gorgo Gutierrez
2004 Um Só Coração Ela Mesma Episódios: "6-7 de janeiro de 2004"
2006 Cidadão Brasileiro Dona Joana Salles Jordão Episódios: "13 de março- 6 de abril de 2006"
2007 Eterna Magia Francisca Finnegan (Dona Chiquinha)
2010 Passione Brígida Gouveia[7]

No cinemaEditar

Ano Título Papel
2012 Fala Comigo Agora! Janice
2011 Flávio Rangel - O Teatro na Palma da Mão Ela Mesma
2008 Bodas de Papel Dona Cecília[8]
2000 Célia & Rosita Rosita
1985 Jogo Duro Velha
1982 Dora Doralina Senhora
1977 Parada 88 - O Limite de Alerta Pregadora[9]
1970 Beto Rockfeller
1968 A Madona de Cedro Lola Boba
1954 Na Senda do Crime Jurema
1952 Veneno Gina (Voz)

TeatroEditar

  • Elas Não Gostam de Apanhar (2012)[10]
  • O Caminho para Meca de Athol Fugard (2008)
  • A Louca de Chaillot de Jean Giroudoux (2006)
  • Cinema Eden de Marguerite Duras (2005)
  • Longa Jornada Noite A Dentro de Eugene O'Neill (2002)
  • Péricles, o Príncipe de Tiro de William Shakespeare (1995)
  • A Filha de Lúcifer de William Luce (1993) Mambembe de Melhor Atriz
  • O Baile de Máscaras de Mauro Rasi (1991) Molière de Melhor Atriz
  • A Cerimônia do Adeus de Mauro Rasi (1989)
  • A Lei de Lynch de Walter Quaglia (1985)
  • O Jardim das Cerejeiras de Anton Tchekov (1982)
  • A Nonna (1980)
  • Os Amantes de Harold Pinter (1978)
  • A Capital Federal de Arthur Azevedo (produtora) (1972)
  • Medeia de Eurípedes (1970)
  • Édipo Rei de Sófocles (1967)
  • O Fardão de Bráulio Pedroso (1967)
  • As Fúrias de Rafael Alberti (1966)
  • Toda Nudez Será Castigada de Nélson Rodrigues (1965) Molière de Melhor Atriz
  • Vereda da Salvação de Jorge Andrade (1964)
  • Os Ossos do Barão de Jorge Andrade (1963)
  • Yerma de Federico García Lorca (1962)
  • A Morte do Caixeiro Viajante de Arthur Miller (1962)
  • A Escada de Jorge Andrade (1961)
  • A Semente de Gianfrancesco Guarnieri (1961)
  • O Pagador de Promessas de Dias Gomes (1960)
  • O Santo e a Porca de Ariano Suassuna (1958)
  • A Rainha e os Rebeldes de Ugo Betti (1957)
  • Eurydice de Jean Anouilh (1956)
  • Maria Stuart de Friedrich Schiller (1955)
  • Leonor de Mendonça de Gonçalves Dias (1954)
  • Assim É (Se lhe Pareçe) de Luigi Pirandello (1953)
  • Ralé de Máximo Gorki (1951)
  • Seis Personagens a Procura de um Autor de Luigi Pirandello (1951)
  • Pega-Fogo de Jules Renard (1950)
  • O Anjo de Pedra de Tennessee Williams (1950)

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Festival Categoria Nomeações Resultado
1951 Prêmio Associação Paulista de Críticos Teatrais (APCT) [11] Melhor Atriz Revelação
Ralé
Venceu
1953 Prêmio Governador do Estado de São Paulo[12] Melhor Atriz
Assim É... (Se Lhe Parece)
Venceu
1954 Medalha de Ouro da Associação Brasileira de Críticos Teatrais Melhor Atriz
Leonor de Mendonça
Venceu
1955 Prêmio Saci Melhor Atriz
Santa Marta Fabril S. A.
Venceu
1956 Prêmio Saci[13] Melhor Atriz
Maria Stuart
Venceu
1959 Prêmio Governador do Estado de São Paulo[14] Melhor Atriz
O Santo e a Porca
Venceu
1960 Prêmio Saci Melhor Atriz As Sementes Venceu
Prêmio Associação Paulista de Críticos Teatrais (APCT) Melhor Atriz Venceu
1962 Prêmio Saci Melhor Atriz
A Escada
Venceu
Prêmio Associação Paulista de Críticos Teatrais (APCT) Melhor Atriz Venceu
Prêmio Governador do Estado de São Paulo Melhor Atriz Venceu
1965 Prêmio Molière de Teatro Melhor Atriz
Toda Nudez Será Castigada
Venceu
1967 Prêmio Associação Paulista de Críticos Teatrais (APCT) Melhor Atriz
Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come
Venceu
1975 Troféu APCA Melhor Atriz de Televisão
Os Inocentes
Venceu
1979 Troféu APCA Melhor Atriz de Televisão
Aritana
Venceu
1980 Troféu APCA Melhor Atriz de Televisão
Gaivotas
Venceu
Melhor Atriz de Teatro
A Nonna
Venceu
1983 Troféu APCA Melhor Atriz de Televisão
Ninho da Serpente
Venceu
1991 Prêmio Molière de Teatro Melhor Atriz
O Baile de Máscaras
Venceu
1998 Troféu APCA Melhor Atriz Coadjuvante
Torre de Babel
Venceu
2001 Festival de Cinema de Vitória Melhor Atriz
Célia e Rosita
Venceu
2003 Prêmio Nacional Jorge Amado de Literatura e Arte Teatro
Homenagem
Venceu
2006 Troféu APCA Melhor Atriz de Teatro
A Louca de Chaillot
Venceu
2008 Cine PE – Festival Audiovisual de Recife Melhor Atriz Coadjuvante
Bodas de Papel
Venceu
2010 Prêmio Extra de Televisão Melhor Atriz Coadjuvante
Passione
Indicado
Prêmio Quem de Televisão Melhor Atriz Coadjuvante Indicado

Referências

  1. «Biografia de Cleyde Yáconis - Funarte». 2006. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  2. FOGUEL, Israel (2016). Cleyde Yáconis: Assim Nasce Uma Estrela. [S.l.]: Clube de Autores - edição do autor. 148 páginas. ISBN 978-85-920512-6-6 
  3. «Cleyde Yáconis: a infância pobre da grande atriz». Consultado em 5 de outubro de 2013. Arquivado do original em 14 de outubro de 2013 
  4. «Cleyde Yáconis sofre fratura e se afasta de 'Passione' - Globo». 28/07/2010. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  5. «Recuperada, Cleyde Yáconis volta a gravar 'Passione'- Globo». 10/08/2010. Consultado em 17 de fevereiro de 2012 
  6. «Corpo de Cleyde Yáconis é enterrado em Cajamar (SP) - UOL». 16/04/2013. Consultado em 16 de abril de 2013 
  7. «Cleyde Yáconis e Leonardo Villar atenderam pedido de Silvio de Abreu». 31 /05/2010. Consultado em 17 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 27 de janeiro de 2012  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. «Bodas de Papel». Globo Filmes. Consultado em 26 de dezembro de 2017 
  9. «Parada 88 - O Limite de Alerta». Cinemateca Brasileira. Consultado em 26 de dezembro de 2017 
  10. «Cópia arquivada». Consultado em 10 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 24 de abril de 2013 
  11. RALÉ . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: site. Acesso em: 29 de Jul. 2020
  12. ASSIM É...(Se Lhe Parece). In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: Site. Acesso em: 29 de Jul. 2020
  13. MARIA Stuart. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: Site. Acesso em: 29 de Jul. 2020
  14. O Santo e a Porca. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: Site. Acesso em: 29 de Jul. 2020

Ligações externasEditar