Volta ao Algarve

Volta ao Algarve
Praia de Marinha.jpg

A emblemática Praia da Marinha, em Lagoa, perto de um dos locais de passagem (contrarrelógio) da Volta do Algarve.

Generalidades
Desporto
Fundado em
Número de edições
45.ª (a 2019)
Periodicidade
Anual (mai.)
Tipo / Formato
Local(ais)
Categorias
Web site oficial
Palmarés
Último vencedor
Mais vitórias
Competições atuais
Crystal Clear app kworldclock.png
para a competição anterior ver :
Volta ao Algarve de 2020

A Volta ao Algarve (oficialmente: Volta ao Algarve em Bicicleta)[1] é uma carreira ciclista por etapas que se disputa na zona do Algarve, em Portugal, em meados do mês de fevereiro (até 2000 em meados do mês de março).[2][3]

Celebra-se desde 1960 com um parêntese desde 1962 até 1976,[4] quando a prova se recuperou e começou a se disputar anualmente. Desde a criação dos Circuitos Continentais da UCI em 2005 faz parte do UCI Europe Tour, dentro da categoria 2.1 (anteriormente foi subindo progressivamente da 2.5 à 2.3).

Desde 1998 consta de cinco etapas, menos a edição do 2013 que contou com quatro devido a problemas económicos.

A prova não tinha especial interesse no mundo ciclista, mas nos últimos anos tem tomado uma relativa importância, já que muitos ciclistas correm para preparar as clássicas de Primavera, mostra disso são alguns dos seus ganhadores: célebres ciclistas como Alberto Contador, Alex Zülle, Floyd Landis, Melchor Mauri, Stijn Devolder ou Alessandro Petacchi. Inclusive tem conseguido ter melhor participação que a Volta a Portugal e que muitas das carreiras de igual categoria da Espanha.

O corredor que mais vezes se impôs é o português Belmiro Silva, com três.

O primeiro vencedor foi José Manuel Marques das Águias de Alpiarça na edição de 1060, com a mesma equipa que viria a ganhar no ano seguinte, desta vez através de António Pisco. Foi preciso esperar até 1977 para a 3ª edição da prova, mas daí em diante, a prova decorreu todos os anos. (Porém em "Cycling Archives" consta que em 1963 venceu Azevedo Maia do FC Porto, ou seja, segundo está naqueles arquivos internacionais, subentende-se que também em 1963 houve edição da Volta ao Algarve)

A prova teve um vencedor português pelo menos 24 vezes, entre eles Joaquim Gomes, Vítor Gamito, Cândido Barbosa e Hugo Sabido. Nas restantes em vezes que a prova foi ganha por estrangeiros, destacam-se os nomes de Tony Martin, Michal Kwiatkowski, Alberto Contador e Geraint Thomas. Os pontos altos da prova aconteceram em 2004, quando Lance Armstrong, na preparação para a sua 6ª vitória no Tour de France, disputou a corrida, terminando no 5º lugar, e em 2009 e 2010 com as vitórias de Alberto Contador. A prova ficou marcada em 1984, desta vez pela negativa, com a queda de Joaquim Agostinho na 5.ª etapa, que dias depois após ser operado e permanecer em coma morreria.[5]

PalmarésEditar

 AnoVencedorSegundoTerceiro
1960  José Manuel Marques
1961  António Pisco  José Manuel Marques  Vitor Tenazinho
1962-1976
edições não realizadas
1977  Belmiro Silva  Adelino Teixeira  João Marta
1978  Joaquim Adrego Andrade  Fernando Mendes   Adelino Teixeira
1979  Firmino Bernardino  Joaquim Adrego Andrade  Adelino Teixeira
1980  Firmino Bernardino  Luís Vargues  Alexandre Ruas
1981  Belmiro Silva  Adelino Teixeira  Luís Vargues
1982  Alexandre Ruas  Fernando Fernandes  Marco Chagas
1983  Adelino Teixeira  Belmiro Silva  Eduardo Correia Resende
1984  Belmiro Silva  Benedicto Ferreira  Manuel Cunha
1985  Eduardo Correia Resende  Marco Chagas  Belmiro Silva
1986  Manuel Cunha  Marco Chagas  António Pinto
1987  Manuel Cunha  António Pinto  Joachim Salgado
1988  Joaquim Gomes   Marco Chagas  Joachim Salgado
1989  Fernando Carvalho   Marco Chagas  Manuel Zeferino
1990  Fernando Carvalho   Delmino Pereira  Manuel Cunha
1991  Joaquim Adrego Andrade  Joaquim Gomes   Manuel Correia
1992  Joaquim Gomes   Manuel Luis Abreu Campos  Dariusz Bigos
1993  Cássio Freitas  Fernando Carvalho   Juan Carlos Martín Martínez
1994  Vítor Gamito  Cândido Barbosa  Federico Muñoz
1995  Cássio Freitas  Remigijus Lupeikis  Joaquim Adrego Andrade
1996  Alberto Amaral   Jesús Blanco Villar  Sérgio Rodrigues
1997  Cândido Barbosa  Cássio Freitas  Luís Miguel Sarreira
1998  Tomáš Konečný  Grischa Niermann  José Luis Rebollo
1999  Melcior Mauri  Cândido Barbosa  David Plaza
2000  Alex Zülle  José Azevedo  Andrei Zintchenko
2001  Andrea Ferrigato  José Azevedo  Melcior Mauri
2002  Cândido Barbosa  Alex Zülle  George Hincapie
2003  Claus Moller  Víctor Hugo Peña  Pedro Cardoso
2004  Floyd Landis  Víctor Hugo Peña  Pedro Cardoso
2005  Hugo Sabido  Stuart O'Grady  José Luis Rubiera
2006  João Cabreira  Gert Steegmans  Robert Gesink
2007  Alessandro Petacchi  René Haselbacher  Tomas Vaitkus
2008  Stijn Devolder  Sylvain Chavanel  Tomas Vaitkus
2009  Alberto Contador  Sylvain Chavanel  Rubén Plaza
2010  Alberto Contador  Luis León Sánchez  Tiago Machado
2011  Tony Martin   Tejay van Garderen  Lieuwe Westra
2012  Richie Porte  Tony Martin   Bradley Wiggins
2013  Tony Martin   Michał Kwiatkowski  Lieuwe Westra
2014  Michał Kwiatkowski  Alberto Contador  Rui Costa
2015  Geraint Thomas  Michał Kwiatkowski  Tiago Machado
2016  Geraint Thomas  Ion Izagirre  Alberto Contador
2017  Primož Roglič  Michał Kwiatkowski  Tony Gallopin
2018  Michał Kwiatkowski  Geraint Thomas  Tejay van Garderen
2019  Tadej Pogačar  Søren Kragh Andersen  Wout Poels
2020  Remco Evenepoel  Maximilian Schachmann  Miguel Ángel López
2021

Palmarés por paísesEditar

País Vitórias
  Portugal 27
  Espanha 3
  Brasil 2
  Itália 2
  Alemanha 2
  Reino Unido 2
  Polónia 2
  Eslovênia 2
  Dinamarca 1
  Chéquia 1
  Suíça 1
  Estados Unidos 1
  Bélgica 1
  Austrália 1

EstatísticasEditar

ReferênciasEditar

  1. «UCI Calendário». Consultado em 16 de fevereiro de 2016 
  2. José Correia. «A volta que morre na praia». Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  3. «Volta 2016 vai para a estrada». Algarlife. Consultado em 21 de fevereiro de 2016 
  4. «History». Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  5. «História e memorial de Joaquim Agostinho». Troféujoaquimagostinho.com. Consultado em 28 de Setembro de 2010. Arquivado do original em 3 de fevereiro de 2009 

Ligações externasEditar