Abrir menu principal

Aladdin (filme de 2019)

(Redirecionado de Aladdin (2019))
Aladdin
Pôster promocional
 Estados Unidos
2019 •  cor •  128[1] min 
Direção Guy Ritchie
Produção Dan Lin
Jonathan Eirich
Roteiro John August
Guy Ritchie
Baseado em Aladdin
da Disney
por Ron Clements
John Musker
Ted Elliott
Terry Rossio[2]
Aladim
de As Mil e Uma Noites
Les mille et une nuits
de Antoine Galland
Elenco Will Smith
Mena Massoud
Naomi Scott
Marwan Kenzari
Navid Negahban
Nasim Pedrad
Billy Magnussen
Gênero fantasia
live-action
musical
romance
Música Alan Menken
Cinematografia Alan Stewart
Figurino Norma Moriceau
Edição James Herbert
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Rideback
Distribuição Walt Disney Studios
Motion Pictures
Lançamento França 8 de maio de 2019 (Grand Rex)
Brasil Portugal 23 de maio de 2019
Estados Unidos 24 de maio de 2019
Idioma inglês
Orçamento US$ 183 milhões[3]
Receita US$ 1.050.693.953[3][4]
Site oficial

Aladdin é um filme musical de fantasia e romance estadunidense de 2019, dirigido por Guy Ritchie e escrito por Ritchie em colaboração com John August e Vanessa Taylor, sendo o remake em live-action do longa-metragem animado Aladdin, de 1992, baseado no conto árabe Aladim e a Lâmpada Maravilhosa de autoria de Hanna Diyab,[2][5][6] que foi adicionado às As Mil e Uma Noites por Antoine Galland, aparecendo em sua tradução francesa Les mille et une nuits.[7]

Produzido pela Walt Disney Pictures, Rideback, Vertigo Entertainment, Big Talk Films e Marc Platt Productions e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, é estrelado por Will Smith, Mena Massoud, Naomi Scott, Marwan Kenzari, Navid Negahban, Nasim Pedrad, Billy Magnussen, e Numan Acar, bem como as vozes de Alan Tudyk e Frank Welker. A trama segue Aladdin, um menino de rua, quando ele se apaixona pela princesa Jasmine, faz amizade com um Gênio que concede desejos e luta contra o perverso Jafar.

Em outubro de 2016, a Disney anunciou que Ritchie iria dirigir um remake de Aladdin. Smith foi o primeiro membro do elenco a participar, assinando para o papel de Gênio em julho de 2017, e Massoud e Scott foram confirmados para os dois papéis principais no final daquele mês. A filmagem principal começou em 6 de setembro de 2017 em Longcross Studios em Surrey, Inglaterra, também filmar no Uádi de Rum, na Jordânia, e durou até janeiro de 2018. filmagens adicionais e pick-ups ocorreu em agosto 2018.

O título faz parte de um ambicioso projeto da Disney na produção de remakes em live-action de clássicos animados do estúdio após os êxitos de Alice in Wonderland (2010), Maleficent (2014), Cinderella (2015), The Jungle Book (2016) e Beauty and the Beast (2017).[8] No mesmo ano, também ocorreram as estreias das novas adaptações de Dumbo e The Lion King.

Aladdin chegou aos cinemas em 24 de maio de 2019 nos Estados Unidos.[9] No Brasil e em Portugal, o filme foi lançado no dia 23 de maio de 2019. Ele já arrecadou US$1 bilhão em todo o mundo, tornando-se o sexto filme com maior bilheteria de 2019 e o 34º filme com maior bilheteria de todos os tempos. O filme recebeu críticas mistas dos críticos, que elogiaram as performances de Smith, Massoud e Scott, os figurinos e a partitura musical, mas criticaram a direção de Ritchie e os efeitos CGI. Os críticos também se dividiram nos desvios do filme de animação original, como a atuação de Kenzari e a caracterização de Jafar.[10]

EnredoEditar

Aladdin, (Mena Massoud) um jovem ladrão de bom coração (geralmente chamado de "rato da rua") que vive na cidade árabe de Agrabah, junto com seu macaco de estimação Abu, resgata e faz amizade com a princesa Jasmine (Naomi Scott), que escapou do palácio para explorar, cansada de sua vida protegida. Enquanto isso, o grão-vizir Jafar (Marwan Kenzari) planeja derrubar o pai de Jasmine como o sultão. Ele, junto com seu papagaio de estimação e espião, Iago, procura uma lâmpada mágica escondida na Caverna das Maravilhas que lhe concederá três desejos. Apenas uma pessoa é digna de entrar: "o diamante em bruto", a quem ele decide é Aladdin. Aladdin é capturado e Jafar convence-o a recuperar a lâmpada. Dentro da caverna, Aladdin encontra um tapete mágico e obtém a lâmpada. Ele dá a Jafar, que o cruza em dobro e o joga de volta na caverna, embora Abu roube a lâmpada de volta.

Preso na caverna, Aladdin esfrega a lâmpada, involuntariamente convocando Gênio (Will Smith), um poderoso ser onipotente que vive dentro dela. Gênio explica que ele tem o poder de conceder três desejos a Aladdin. Aladdin engana Gênio para libertá-los da caverna sem usar um desejo. Depois que eles saem da caverna, Aladdin usa seu primeiro desejo oficial de se tornar um príncipe para impressionar Jasmine, e promete usar seu terceiro desejo de libertar o Gênio da servidão.

Aladdin entra em Agrabah como "Príncipe Ali de Ababwa", chegando a um espetáculo extravagante (incluindo Abu, que foi transformado em elefante por Gênio), mas Jasmine não se impressiona com sua primeira apresentação, incluindo uma variedade de presentes e doces. Os dois mais tarde se unem quando ele a leva em um passeio no tapete mágico para mostrar a ela o mundo que ela quer ver enquanto Gênio sai com a serva de Jasmine. Quando Jasmine deduz a verdadeira identidade de Aladdin, ele a convence de que ele é realmente um príncipe e só se vestiu como um camponês para conhecer os cidadãos de Agrabah de antemão. Jafar descobre a identidade de Aladdin, ameaçando-o a revelar onde estava a lâmpada e jogá-lo no mar, mas Gênio o resgata ao custo de seu segundo desejo. Eles então expõem Jafar, que é preso e aprisionado nas masmorras. Depois que o sultão oferece a Aladdin a posição de herdeiro, Aladdin, temendo perder Jasmine se a verdade for revelada, diz que precisa de Gênio com ele agora e se recusa a libertá-lo. Gênio diz a Aladdin que ele não está sendo fiel a si mesmo.

Iago pega uma das chaves dos guardas e liberta Jafar. Jafar então furtivamente rouba a lâmpada de Aladdin e se torna o novo mestre de Gênio. Ele usa seus dois primeiros desejos para se tornar Sultan e depois se tornar o mais poderoso feiticeiro do mundo, prendendo os guardas e o tigre de estimação de Jasmine, Rajah. Ele então expõe a verdade de Aladim para Jasmine e o exila e Abu para um deserto congelado. Ele ameaça matar o pai de Jasmine e Dalia, a menos que ela concorde em se casar com ele. Na cerimônia de casamento, Aladdin e Abu retornam, tendo sido resgatados pelo tapete mágico e Jasmine rouba a lâmpada. Furioso, Jafar transforma Iago em um rococópara persegui-los e dominá-los.

Aladdin empaca ao insultar Jafar por ser o segundo em relação a Gênio em termos de força bruta, enganando-o, assim, usando seu último desejo de se tornar o ser mais poderoso do universo. Devido à área cinzenta nesse desejo, Gênio é livre para interpretá-lo como deseja e transforma Jafar em um gênio. Sendo acorrentado à lâmpada sem um mestre, Jafar fica preso dentro, arrastando Iago para dentro com ele. Gênio joga a lâmpada de Jafar para a Caverna das Maravilhas e Aladdin mantém sua promessa, usando seu último desejo para libertar Gênio e transformá-lo em humano. O sultão declara que Jasmine será a próxima governante e diz a ela que Aladdin é uma boa pessoa, e descreve como ele é digno. Jasmine segue Aladdin para o lado de fora do palácio onde ela "ordena" que ele venha e enfrente o Sultão. Gênio casa com Dalia e sai para explorar o mundo e começar uma família com ela. Aladdin e Jasmine se casam e começam uma nova vida.

ElencoEditar

  • Mena Massoud como Aladdin:
    Um pobre ladrão de Agrabah e "rato de rua" que é apaixonado pela filha do sultão. Com a ajuda do Gênio, ele se disfarça de Príncipe Ali Ababwa. Massoud disse que Aladdin "é um futuro para si mesmo que é maior do que o que foi estabelecido para ele no momento". Ele não sabe exatamente o que ele vai conseguir, mas ele sabe que está lá fora ", e sentiu o personagem" [i] é muito altruísta e geralmente faz coisas para outras pessoas, mas como ele se apaixona ele se perde um pouco e começa a se tornar alguém que ele não é. boas pessoas em volta dele que o levam de volta para onde ele deveria estar."[2]
  • Naomi Scott como Princesa Jasmine: A filha do sultão e princesa de Agrabah, que quer ser uma sultana.
  • Will Smith como Gênio:
    Um gênio comedicamente excêntrico e bondoso que tem o poder de conceder três desejos a quem possui sua lâmpada mágica. Smith disse que ele estava "aterrorizado" enquanto interpretava o personagem, mas que "[ele] encontrou uma pista que homenageia" a performance de Robin Williams no filme original, enquanto ainda faz o papel "[sua] coisa própria."[11] Smith descreveu o personagem como "um trapaceiro e um mentor", que tenta "guiar Aladdin para a verdade da grandeza que já está dentro dele". Smith fisicamente retrata o personagem quando ele está sob o disfarce de um humano, enquanto sua forma de gênio azul gigante é em CGI, retratada através do desempenho de captura de movimento.[12][13]
  • Marwan Kenzari como Jafar:
    Um feiticeiro abominável e enganoso, o grão-vizir de Agrabah e o principal conselheiro do sultão que, frustrado com as maneiras de governar do sultão, inventa um complô para derrubá-lo como governante de Agrabah, adquirindo a lâmpada do Gênio.
  • Navid Negahban como Sultão: O sábio e nobre governante de Agrabah que está ansioso para encontrar um marido capaz para sua filha Jasmine.
  • Nasim Pedrad como Dalia: A fiel criada e confidente de Jasmine.
  • Billy Magnussen como Príncipe Anders: Um pretendente e marido em potencial para Jasmine do reino de Skånland.[13][14]
  • Numan Acar como Hakim: O chefe dos guardas do palácio que é leal ao sultão de Agrabah, seu pai trabalhou para o sultão como um empregado do palácio.
  • Jordan A. Nash como Omar:
    o Gênio e o filho de Dalia.
  • Taliyah Blair como Lian:
    A filha do Gênio e da Dalia.
  • Amir Boutrous como Jamal:
    Um vendedor de pão a quem Aladdin engana para impedi-lo de levar o disfarçado bracelete de herança de Jasmine.
  • Robby Haynes como Razoul
    chefe da guarda da cidade em Agrabah.
  • Nina Wadia como Zulla:
    uma mulher do mercado.

VozesEditar

  • Abu:
    Macaco-prego-das-Guianas com cleptomania mas leal, de animal de estimação de Aladdin, com uma voz em falsete.[16][17][18]
  • Rajah:
    Tigre-de-bengala protetor e melhor amigo de Jasmine, que se comunica através de rosnados, rugidos e grunhidos.
  • Cave of Wonders
    Um guardião de areia que se assemelha à cabeça gigante de um leão (em contraste com um tigre no original), que foi encarregado de proteger a lâmpada mágica de intrusos e entregá-la àqueles que são dignos de um "diamante em bruto".[16][17][18]

Trilha sonoraEditar

Alan Menken foi contratado para compor a trilha sonora do filme, depois de fazer isso para o desenho animado original. Pasek & Paul escreveu uma nova música com Menken, e várias músicas do filme original, de Menken, Howard Ashman e Tim Rice, foram apresentadas no remake.

LançamentoEditar

Aladdin realizou sua estreia mundial no Le Grand Rex em Paris, França, em 8 de maio de 2019.[19][20] Foi lançado em 3D, Dolby Cinema e IMAX pela Walt Disney Studios Motion Pictures em 24 de maio de 2019, substituindo a original data marcada para Star Wars: The Rise of Skywalker.[21][22]

A primeira premiere regional de Aladdin aconteceu na Jordânia em 13 de Maio de 2019[23] na presença de Ali bin Al-Hussein e Princesa Rym Ali.

ComercializaçãoEditar

Will Smith estreou o primeiro pôster oficial em 10 de outubro de 2018.[24] O teaser trailer foi lançado no dia seguinte.[25] Em dezembro de 2018, Entertainment Weekly ofereceu um primeiro olhar oficial para o elenco fantasiado na capa de sua edição dos filmes mais esperados de 2019.[26] Em 10 de fevereiro de 2019, a Disney estreou uma prévia especial do filme durante o 61º Grammy Awards, que recebeu muitos comentários negativos do público, principalmente devido à qualidade do CGI do Gênio em seu design azul, criado por meio de efeitos de captura de movimento.[27][28][29] A recepção negativa provocou uma grande quantidade de memes e as edições do Photoshop zombando da aparição de Will Smith na prévia, várias das quais comparadas com o personagem Tobias Fünke (da série de televisão Arrested Development) pintado de azul na tentativa de ingressar no Blue Man Group.[30][31] Em 12 de março de 2019, a Disney estreou um segundo trailer no Good Morning America. O trailer teve uma recepção muito mais positiva do que a anterior, pois apresentava várias músicas do filme original e mais de Smith não inteiramente em captura de movimento. Suas cenas CGI também receberam avisos melhores.[32][33]

Mídia domésticaEditar

Aladdin foi lançado em Digital HD para download e streaming em 27 de agosto de 2019 e foi lançado em Ultra HD Blu-ray, Blu-ray e DVD em 10 de setembro.[34] O filme estará disponível durante o primeiro ano de lançamento. no Disney+.[35]

RecepçãoEditar

BilheteriaEditar

Em 29 de setembro de 2019 , Aladdin arrecadou US$ 355,4 milhões nos Estados Unidos e Canadá e US$694,8 milhões em outros territórios, num total mundial de US$1,050 bilhão, contra um orçamento de produção de US$183 milhões.[3][4] O filme ultrapassou a marca de US$1 bilhão em 26 de julho de 2019, tornando-se o 41º filme a atingir esse marco.[36][37]

Nos Estados Unidos e no Canadá, Aladdin foi lançado ao lado de Booksmart e Brightburn, e foi projetado para arrecadar cerca de US$80 milhões em 4,476 cinemas em seu fim de semana de abertura de quatro dias no Memorial Day. Enquanto a Disney estava planejando uma estreia de US$75-85 milhões, alguns rastreadores independentes tiveram a abertura do filme entre US$65 milhões ou US$100 milhões.[38][39] O filme faturou US $ 31 milhões em seu primeiro dia, incluindo US$7 milhões em visualizações de quinta à noite, o segundo melhor total de remakes live-action da Disney.[40] O público da primeira jornada era 59% feminino e 41% masculino e etnicamente 42% caucasiano, 27% hispânico, 15% afro-americano e 11% asiáticos. O filme acabou superando o desempenho, arrecadando US$91,5 milhões em seu fim de semana de abertura de três dias,[41][42][43][44] e US$116,8 milhões em quatro dias durante o período prolongado do Memorial Day. [45][46][47][48] Foi a terceira maior abertura de 2019 na época (atrás de Avengers: Endgame e Captain Marvel), [49][50] e o quinto maior lançamento do Memorial Day de todos os tempos, como bem como a melhor estreia da carreira de Ritchie e o segundo melhor de Smith.[45][51][52] O filme arrecadou US$11,9 milhões em seu quinto dia, a maior terça-feira do dia após o Memorial.[53] Em seu segundo final de semana, o filme faturou US$42,3 milhões, terminando em segundo, atrás do recém-chegado Godzilla: King of the Monsters, e faturou US$24,7 milhões no terceiro final de semana, terminando em terceiro.[54][55] Manteve a terceira posição nas bilheterias durante o quarto e quinto fins de semana com US$17,3 milhões e US$13,2 milhões, respectivamente.[56][57]

Em todo o mundo, esperava-se que o filme abrisse outros US$100-120 milhões, incluindo US$10-20 milhões na China.[58] Ele arrecadou US$123,2 milhões de territórios estrangeiros em seu fim de semana de abertura de três dias, para uma estreia global de US$214,7 milhões. Foi o filme número um em todos os territórios latino-americanos e asiáticos em que foi lançado. Suas maiores aberturas internacionais foram na China (US$18,7 milhões), México (US$9,2 milhões), Reino Unido (US$8,4 milhões), Itália (US$6,6 milhões) e Coreia do Sul (US$6,5 milhões).[59] Também ganhou a segunda melhor abertura de 2019 na Itália, Espanha,[59] Indonésia e Vietnã.[60] Na Índia, estreou com US$3.2 milhões,[61] a terceira melhor abertura do ano para um filme estrangeiro (atrás de Avengers: Endgame e Captain Marvel). [60] Na segunda-feira, o filme teve um lançamento global em quatro dias de US$255 milhões.[53] Em seu segundo final de semana de lançamento internacional, o filme faturou US$78,3 milhões em 54 países, permanecendo o número um em 32 deles.[62] Em seu quarto fim de semana internacional, Aladdin permaneceu o número um em vinte países.[63] Até o final de junho de 2019, o filme superou Independence Day (1996) para se tornar o filme de maior bilheteria da carreira de Will Smith.[64] Em 19 de agosto de 2019, os cinco principais mercados internacionais do filme são Japão (110,1 milhões de dólares), Coreia do Sul (90,4 milhões de dólares), China (53,5 milhões de dólares), Reino Unido (46,4 milhões de dólares) e México (32,5 milhões de dólares).[65]

Ele liderou as bilheterias do Reino Unido por quatro semanas, mais do que qualquer outro filme de 2019.[66] No Oriente Médio, teve a melhor abertura do Ramadã de todos os tempos nos Emirados Árabes Unidos e na Jordânia[59] e se tornou o maior bilheteria de todos os tempos no Oriente Médio.[67] No Japão, o filme estreou com US$12,9 milhões, o maior fim de semana de abertura do ano para um filme estrangeiro, superando Avengers: Endgame.[68] Em setembro de 2019, é o segundo filme com maior bilheteria do ano no Japão (atrás de Tenki no Ko) e um dos 20 filmes com maior bilheteria de todos os tempos no Japão.[69] Na Coreia do Sul, arrecadou mais de US$82 milhões com mais de 11,4 milhões de vendas de ingressos em julho de 2019, tornando-o o terceiro filme com maior bilheteria do ano e o segundo filme estrangeiro com maior bilheteria na Coreia do Sul,[70] bem como o terceiro filme estrangeiro com maior bilheteria de todos os tempos na Coreia do Sul e o filme da Disney com maior bilheteria de todos os tempos (sem incluir o MCU) no país.[71]

CríticasEditar

No site Rotten Tomatoes teve avaliação mista da crítica especializada com 57% de avaliação, com base em 345 críticas com uma classificação média de 5,89/10. O consenso crítico diz:"Aladdin reconta a história de seu material de origem clássico com espetáculo e habilidade suficientes, mesmo que nunca se aproxime do esplendor deslumbrante do original animado". Mas foi aclamado pelo público com 94% de aprovação.[72] No Metacritic também teve reviews mistas com 53/100 mas notas favoráveis do público[73].A IGN deu uma pontuação 6,7 e o veredito foi:"Enquanto o Aladdin de 2019 pode não ser um mundo totalmente novo, graças a algumas grandes performances de apoio e um Agrabah deslumbrante, vale a pena revisitar".[74]

Ao escrever para o Chicago Sun-Times, Richard Roeper deu ao filme 3 de 4 estrelas, elogiando as performances de Smith, Scott e Massoud.[75] Uma resenha de Yevgeniy Peklo de Mir Fantastiki deu ao filme uma pontuação de 8/10, dizendo que era "provavelmente o melhor remake live-action da Disney até o momento".[76]

Apesar de elogiar o elenco, William Bibbiani, do TheWrap, disse sobre o filme: "Se você não pensa muito sobre isso (embora provavelmente deva), o remake de Aladdin pode entretê-lo. Mas você seria muito mais divertido assistindo ao filme original novamente. Ou indo a um desfile na vida real. Ou fazendo jardinagem leve. Ou fazendo palavras cruzadas".[77] Chris Nashawaty, da Entertainment Weekly, atribuiu ao filme um C+, lamentando que não acrescentasse nada de novo ao seu antecessor animado de 1992; ele achava que o filme não era capaz de atualizar as questionáveis ​​caracterizações do Oriente Médio no original, mas elogiava as performances de Smith e Scott.[78] Mark Kennedy, da Associated Press, escreveu que "Guy Ritchie... sempre foi uma escolha estranha para dirigir um grande musical romântico da Disney e provar ser o cara errado aqui. Aladdin, em suas mãos, é mais como A Múmia do que Frozen".[79]

Os sites brasileiros Adoro cinema e Observatório do Cinema deram reviews positivas, o primeiro deu 4/5 estrelas que significa "muito bom".[80] o segundo, disse que "O novo longa da Disney consegue atualizar seu antigo sucesso sem precisar trazer cada plano para o live action ao mesmo tempo em que mantém a essência da animação".[81]

FuturoEditar

Sequência possívelEditar

Em 12 de agosto de 2019, o produtor Lin anunciou seu entusiasmo por uma sequência e revelou que a Disney está nos estágios iniciais de desenvolvimento de um acompanhamento.[82] O estúdio também espera trazer de volta Ritchie para dirigir e Smith para reprisar seu papel como o gênio, enquanto também conta uma história "nova e fresca".[83][84][85][86][87] Mais tarde, ele afirmou que se eles fizessem uma sequência de Aladdin, não seria uma adaptação direta dos filmes de animação The Return of Jafar ou Aladdin and the King of Thieves. mas poderia emprestar elementos deles. Também foi dito que eles procurariam várias fontes para a história da sequência.[88]

Pré-sequência possívelEditar

Um ano antes de decidir refazer Aladdin, a Disney fez um anúncio em 2015 para fazer uma pré-sequência live-action para o filme acima mencionado sob o título Genies. O novo filme foi relatado para se concentrar em gênios e seu reino e revelar como o gênio de Aladdin acabou na lâmpada. Os roteiristas Damian Shannon e Mark Swift foram contratados para escrever um roteiro, enquanto Tripp Vinson atuaria como produtor da Vinson Films.[89]

Ver tambémEditar

  • Aladdin, longa-metragem animado de 1992.

Referências

  1. «Aladdin (2019)». British Board of Film Classification. Consultado em 7 de maio de 2019 
  2. a b c «Aladdin Press Kit» (PDF). Walt Disney Studios. 22 de Maio de 2019 
  3. a b c «'Aladdin (2019)' Box Office» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 13 de outubro de 2019 
  4. a b «Aladdin (2019)». The Numbers. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  5. Arafat A. Razzaque, 'Who “wrote” Aladdin? The Forgotten Syrian Storyteller', Ajam Media Collective (14 de setembro de 2017).
  6. Horta, Paulo Lemos (2018). Aladdin: A New Translation. [S.l.]: Liveright Publishing. pp. 8–10. ISBN 9781631495175. Consultado em 23 de maio de 2019 
  7. Nun, Katalin; Stewart, Dr Jon (2014). Volume 16, Tome I: Kierkegaard's Literary Figures and Motifs: Agamemnon to Guadalquivir. [S.l.]: Ashgate Publishing, Ltd. 31 páginas 
  8. «Confira os 7 remakes live-action que a Disney fará após 'A Bela e a Fera'». CinePOP. 16 de março de 2017. Consultado em 4 de outubro de 2017 
  9. Aladdin 2: Continuação de Aladdin! - Otaku Cineasta terça-feira, 12 de novembro de 2019
  10. Brian Welk (22 de maio de 2019). «'Aladdin' Remake Rubs Critics Differently, From 'Rip-Roaring Spectacle' to 'Cinematic Karaoke'». TheWrap. Consultado em 22 de maio de 2019 
  11. Griffin, Louise (17 de novembro de 2018). «Will Smith is 'terrified' to follow Robin Williams' performance as Genie in Aladdin». Metro. Consultado em 19 de Dezembro de 2018 
  12. Sinha-Roy, Piya (19 de dezembro de 2018). «See exclusive first-look photos from Disney's live-action Aladdin». Entertainment Weekly. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  13. a b Sinha-Roy, Piya (21 de dezembro de 2018). «Exclusive: Guy Ritchie on finding his blue Genie and crafting a new Aladdin». Entertainment Weekly. Consultado em 26 de dezembro de 2018 
  14. McHenry, Jackson (21 de setembro de 2018). «Maniac's Billy Magnussen on Playing a 'Colorful Douchebag'». Vulture. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  15. Parker, Ryan (12 de março de 2019). «'Aladdin': Alan Tudyk to Voice Iago (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 12 de março de 2019 
  16. a b Simpson, George (12 de outubro de 2018). «Aladdin TRAILER: Did you spot the returning ORIGINAL film star?». Express. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  17. a b Schedeen, Jesse (12 de outubro de 2018). «Aladdin: How the New Teaser Trailer Recreates the Animated Disney Movie». IGN. Consultado em 13 de outubro de 2018 
  18. a b Sippell, Margeaux (10 de fevereiro de 2019). «New 'Aladdin' Trailer Reveals First Look at Will Smith's Blue Genie». Variety. Consultado em 23 de março de 2019 
  19. Eric King (8 de maio de 2019). «See Will Smith and the Stars of Disney's Live-Action Aladdin at the Paris Premiere; Plus: Two New Clips!». Broadway.com. Consultado em 9 de maio de 2019 
  20. «Aladdin at Paris le Grand Rex: exceptional screening with the cast». Sortir Paris. 21 de abril de 2019. Consultado em 9 de maio de 2019 
  21. Spencer Perry (12 de setembro de 2017). «Walt Disney Studios Sets Release Dates for Aladdin, Artemis Fowl, and More». Comingsoon.net. Consultado em 13 de setembro de 2017 
  22. Justin Harp (13 de setembro de 2017). «Star Wars Episode 9 has been delayed by seven months after Disney swaps its release date with Aladdin». digitalspy.com. Consultado em 14 de setembro de 2017 
  23. «Will Smith calls 'Aladdin' remake highlight of his career». The Washington Post. 13 de maio de 2019. Consultado em 14 de maio de 2019 
  24. Kyle Hermet (10 de outubro de 2018). «Will Smith Shares Aladdin Poster with Genie's Lamp!». Comingsoon.net. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  25. Derek Lawrence (11 de outubro de 2018). «Will Smith has granted your wish for a first look at Aladdin». Ew.com. Consultado em 12 de outubro de 2018 
  26. Piya Sinha-Roy (22 de janeiro de 2019). «A whole new world: First look at Guy Ritchie's live-action remake of Disney's magical classic Aladdin». Ew.com. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  27. Derek Lawrence (11 de fevereiro de 2019). «See the first look at Will Smith's blue Genie in Aladdin trailer». Ew.com. Consultado em 10 de fevereiro de 2019 
  28. BBC News (11 de fevereiro de 2019). «Disney fans mock Will Smith's Genie in Aladdin». Bbc.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  29. Chloe Melas (12 de fevereiro de 2019). «The 'Aladdin' trailer has people talking and they're scared». Cnn.com. Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  30. «Will Smith's Genie in 'Aladdin' triggers onslaught of internet mockery - National - Globalnews.ca». globalnews.ca. 11 de fevereiro de 2019 
  31. «The real winners of the 2019 Grammys were all the Will Smith Genie memes from the new Aladdin». 11 de fevereiro de 2019 
  32. James Whitbrook (12 de março de 2019). «Aladdin's New Trailer Finally Gives Us Something to Sing About». io9. Consultado em 12 de março de 2019 
  33. Julia Alexander (12 de março de 2019). «Aladdin's newest trailer proves Genie is more than a meme». The Verge. Consultado em 12 de março de 2019 
  34. Hoolihan, Hannah (25 de julho de 2019). «Aladdin Blu-ray Release Date & Special Features Revealed». screenrant.com. Consultado em 26 de julho de 2019 
  35. Ilana Gelfand (12 de abril de 2019). «All the Classic Disney Films and TV Shows Coming to Disney+ the first >Year of Launch». Oh My Disney. Consultado em 13 de abril de 2019 
  36. McNary, Dave (26 de julho de 2019). «'Aladdin' Flying Past $1 Billion at Worldwide Box Office». Variety. Penske Business Media. Consultado em 30 de julho de 2019 
  37. Tartaglione, Nancy (28 de julho de 2019). «Cat & Mouse: 'The Lion King's $963M WW Through Sunday Pushes Disney To Record $7.67B Global B.O.; 1st Studio To Pass $5B Overseas – International Box Office». Deadline Hollywood. Penske Business Media. Consultado em 28 de julho de 2019 
  38. Jeremy Fuster (21 de maio de 2019). «Will 'Aladdin' Dodge the 'Blue Will Smith' Jokes and Find Box Office Riches?». TheWrap. Consultado em 21 de maio de 2019 
  39. Mia Galuppo (23 de maio de 2019). «Box Office Preview: 'Aladdin' Flying to $80M Memorial Day Bow». The Hollywood Reporter. Consultado em 23 de maio de 2019 
  40. Scott Mendelson (25 de maio de 2019). «Box Office: 'Aladdin' Nabs Boffo $31 Million Friday, But 'Brightburn' And 'Booksmart' Disappoint». Forbes. Consultado em 26 de maio de 2019 
  41. Scott Mendelson (27 de maio de 2019). «Box Office: 'Aladdin' Proves That Onscreen Diversity Matters But Online Controversies Don't». Forbes. Consultado em 27 de maio de 2019 
  42. Dave McNary (27 de maio de 2019). «Box Office: 'Aladdin' Conjures $110 Million-Plus Over Memorial Day Weekend». Variety. Consultado em 27 de maio de 2019 
  43. «24-26 de maio de 2019 Weekend». Box Office Mojo. Consultado em 27 de maio de 2019 
  44. Travis Bean (19 de junho de 2019). «Will 'Aladdin' & 'Lion King' Top The Originals At The Box Office?». Forbes. Consultado em 29 de junho de 2019 
  45. a b Anthony D'Alessandro (28 de maio de 2019). «'Aladdin's $116M-$117M Opening Reps A Whole New World For Disney At Memorial Day B.O.». Deadline Hollywood. Consultado em 29 de maio de 2019 
  46. Contributor Editor (28 de maio de 2019). «`Aladdin' Dominates Theaters with Nearly $117M Opening». My News LA. Consultado em 29 de maio de 2019 
  47. Anthony D'Alessandro (28 de maio de 2019). «Disney's 'Aladdin' woos North America box office». Yahoo News. Consultado em 29 de maio de 2019 
  48. «Whole New 'Aladdin' Takes No. 1 Spot From 'John Wick'». Bloomberg. 26 de maio de 2019. Consultado em 24 de junho de 2019 
  49. «2019 DOMESTIC GROSSES by Opening». Box Office Mojo. Consultado em 5 de julho de 2019 
  50. Guerrasio, Jason (26 de maio de 2019). «Disney's 'Aladdin' takes the top weekend box office spot». Business Insider. Consultado em 26 de maio de 2019 
  51. «Top 4 Memorial Day Weekends». Box Office Mojo. Consultado em 30 de maio de 2019 
  52. Travis Bean (4 de junho de 2019). «Will Smith's Box Office History—Where Does 'Aladdin' Land?». Forbes. Consultado em 25 de junho de 2019 
  53. a b Mendelson, Scott (29 de maio de 2019). «How Online Scandals And Cryptic Marketing Created Low Expectations For Disney's 'Aladdin'». Forbes. Consultado em 30 de maio de 2019 
  54. Anthony D'Alessandro (2 de junho de 2019). «'Godzilla' Loses Teeth With $49M Opening, But Counter-Programming Excels For First Time This Summer With 'Rocketman' & 'Ma'». Deadline Hollywood. Consultado em 2 de junho de 2019 
  55. Anthony D'Alessandro (9 de junho de 2019). «'Secret Life Of Pets 2' Seeing $47M+, But 'Dark Phoenix' Up In Smoke With $32M+ In Lowest Opening For 'X-Men' Movie». Deadline Hollywood. Consultado em 14 de junho de 2019 
  56. Rubin, Rebecca (16 de junho de 2019). «'Men in Black: International' Leads Box Office With Muted $30 Million». Variety 
  57. Rubin, Rebecca (23 de junho de 2019). «Box Office: 'Toy Story 4' Dominates With $118 Million Debut». Variety 
  58. Anthony D'Alessandro and Nancy Tartaglione (22 de maio de 2019). «World Makes Way For Prince Ali As Disney's Live-Action 'Aladdin' Wishes Upon $175M+ Global Start». Deadline Hollywood. Consultado em 22 de maio de 2019 
  59. a b c Nancy Tartaglione (28 de maio de 2019). «'Aladdin' Rides To Princely $212M+ Global Bow; 'Rocketman' Blasts Off In UK – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 28 de maio de 2019 
  60. a b McNary, Dave (26 de maio de 2019). «'Aladdin' Dominates International Box Office With $121 Million». Variety. Consultado em 29 de maio de 2019 
  61. «Aladdin Earns Double of PM Narendra Modi, India's Most Wanted Struggles at the Box Office». News18. 27 de maio de 2019. Consultado em 27 de maio de 2019 
  62. Nancy Tartaglione (2 de junho de 2019). «'Godzilla: King Of The Monsters' '$130M Overseas Bow Is #1, But Not Royal; 'Aladdin' Still A Prince & 'Rocketman' Electric – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 2 de junho de 2019 
  63. Tartaglione, Nancy (16 de junho de 2019). «'Men In Black: International' Zaps $74M Overseas; 'Aladdin' Tops $700M WW – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 17 de junho de 2019 
  64. Jeremy Fuster (30 de junho de 2019). «'Aladdin' Passes 'Independence Day' as Will Smith's Biggest Box Office Hit». The Wrap. Consultado em 24 de julho de 2019 
  65. «Aladdin (2019)». The Number. Consultado em 30 de julho de 2019 
  66. Dalton, Ben (17 de junho de 2019). «'Aladdin' tops UK box office for longest spell of any title in 2019». Screen Daily. Consultado em 23 de junho de 2019 
  67. Tartaglione, Nancy (26 de julho de 2019). «'Aladdin' Rides Magic Carpet Past $1B At Worldwide Box Office». Deadline Hollywood 
  68. Tartaglione, Nancy (11 de junho de 2019). «'Dark Phoenix' Ashen With $104M Overseas Debut; 'Aladdin' Tops $600M WW – International Box Office». Deadline Hollywood. Consultado em 12 de junho de 2019 
  69. «歴代興収ベスト100» [All-time box office top 100] (em Japanese). Kogyo Tsushinsha. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  70. «Yearly». KOBIZ. Korean Film Council. Consultado em 26 de julho de 2019 
  71. «역대 박스오피스». KOFIC. Korean Film Council. Consultado em 27 de julho de 2019 
  72. Aladdin (2019) (em inglês), consultado em 22 de agosto de 2019 
  73. Aladdin, consultado em 22 de agosto de 2019 
  74. Aladdin Review - IGN (em inglês), consultado em 22 de agosto de 2019 
  75. Roeper, Richard (22 de maio de 2019). «'Aladdin': Will Smith's blue Genie is pretty cool, once you get to know him». Chicago Sun-Times. Consultado em 22 de maio de 2019 
  76. «"Аладдин" — Гай Ричи с рейтингом PG | Кино | Мир фантастики и фэнтези». 22 de maio de 2019 
  77. Bibbani, William (22 de maio de 2019). «'Aladdin' (2019) Film Review: Guy Ritchie Delivers Chintzy Live-Action Remake With Will Smith». TheWrap. Consultado em 22 de maio de 2019 
  78. Chris Nashawaty (22 de maio de 2019). «Disney's live-action remake of Aladdin isn't a disaster, but the big question is...why?: EW review». Entertainment Weekly. Consultado em 21 de junho de 2019 
  79. Mark Kennedy (22 de maio de 2019). «Review: Smith's fine in 'Aladdin.' Another guy's the problem». Associated Press. Consultado em 21 de junho de 2019 
  80. AdoroCinema, Aladdin: Críticas AdoroCinema, consultado em 10 de setembro de 2019 
  81. Scharlack, Rodrigo (22 de maio de 2019). «Crítica | Aladdin». "Observatório do Cinema". Consultado em 10 de setembro de 2019 
  82. Ridgely, Charlie (12 de agosto de 2019). «Disney Exploring a Sequel to Live-Action Aladdin» 
  83. Fraser, Kevin (12 de agosto de 2019). «Aladdin producer says Disney is in the early stages of developing a sequel». JoBlo.com. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  84. Evangelista, Chris (12 de agosto de 2019). «'Aladdin' Sequel in Early Stages, According to Producer». SlashFilm. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  85. Whitbrook, James (13 de agosto de 2019). «Good God, Disney's Apparently Considering a Sequel to Its Aladdin Remake». Gizmodo. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  86. Holmes, Adam (12 de agosto de 2019). «Sounds Like Aladdin Might Get A Sequel From Disney». CinemaBlend. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  87. El-Mahmoud, Sarah (12 de agosto de 2019). «Disney's Possible Aladdin Sequel Will Be 'Fresh And New'». CinemaBlend. Consultado em 12 de agosto de 2019 
  88. «If A Live-Action 'Aladdin' Sequel Happens It Won't Be Adapting The Animated Sequels». 31 de agosto de 2019 
  89. Kit, Borys (16 de julho de 2015). «'Aladdin' Live-Action Prequel in the Works at Disney (Exclusive)». The Hollywood Reporter. Consultado em 15 de julho de 2015. Cópia arquivada em 17 de julho de 2015 

Ligações externasEditar