Diocese de Dume

(Redirecionado de Bispo de Dume)
Diocese de Dume
Diœcesis Dumiensis
Sé da Diocese de Dume
País Galécia
Tipo de jurisdição Diocese
Criação da diocese 558
Extinção da diocese 1114
(deu lugar à diocese de Mondoñedo, desde 1959 chamada diocese de Mondoñedo-Ferrol)
Rito
Diocese metropolitana Arquidiocese de Braga

A Diocese de Dume é uma diocese histórica, sendo actualmente uma sé titular.

Tão notável se tornou a acção de Martinho de Panónia que, em 558, Dume seria elevada à dignidade episcopal, erecta a igreja em catedral, constituindo o bispado de Dume o domínio do mosteiro. Vagando a Sé de Braga, ascendeu Martinho ao sólio metropolitano, que conservou em conjunto com o dumiense até à sua morte, em 579.

Com a invasão árabe, o último prelado acolheu-se na Galiza, onde lhe foi criada uma diocese num lugar chamado Menduneto (Mondoñedo), embora titularmente permanecessem bispos de Dume. Com a progressão da reconquista cristã, o pequeno território da diocese de Dume veio a ser incorporado na de Braga; em sua substituição viria a ser instituída, em 1114, a diocese de Mondoñedo, dependente de Santiago de Compostela.

Presentemente, o título de bispo titular de Dume continua a ser usado por bispos auxiliares, à semelhança do que sucede com outras dioceses históricas de Portugal extintas.

Lista de bispos de DumeEditar

  1. São Martinho de Dume e de Braga (556-579) - apóstolo dos Suevos
  2. João (589)
  3. Benjamim (610)
  4. Germano (633)
  5. Recimiro (646-653)
  6. São Frutuoso (656)
  7. Leodigísio (675)
  8. Liúva (681)
  9. Vicente (688)
  10. Félix (693-716)
  11. Rosendo (867, 881, 907) - primeiro bispo conhecido com residência em Mondoñedo.
  12. Sabarico (907-925/926)
  13. São Rosendo (927-951)
  14. Teodomiro (967, 974)
  15. Hermentário ou Armentário (985, 1012)
  16. Soeiro I (1015, 1022)
  17. Nuno (1025, 1027)
  18. Alvito (1042, 1062)
  19. Soeiro II (1058-1064)
  20. S. Gonçalo (1071-1112)

Lista de bispos titulares de DumeEditar

  1. Manuel Ferreira Cabral (1972-1981)
  2. Carlos Francisco Martins Pinheiro (1985-2010)
  3. Crispin Ojeda Márquez (2011-)

Ligações externasEditar