Diocese de Castelo Branco

Diocese de Castelo Branco
Diœcesis Castri Albi
Sé da Diocese de Castelo Branco
País Portugal
Tipo de jurisdição Diocese
Criação da diocese 7 de Junho de 1771
Extinção da diocese 30 de Setembro de 1881
Rito Romano
Diocese metropolitana Patriarcado de Lisboa

A antiga diocese de Castelo Branco foi erecta pelo Papa Clemente XIV em 7 de Junhode 1771[1] (na sequência da elevação da vila de Castelo Branco a cidade por D. José I em 1770), por desmembramento do vasto território que até então pertencia à Guarda, que ocupava freguesias da Beira Alta, Beira Baixa e ia até Abrantes, no Ribatejo. Segundo se queixava ao Papa, em 1748, o último Bispo da Guarda com responsabilidade sobre Castelo Branco, D. Bernardo António de Melo Osório, ”para se inferir da grandeza do bispado, declaro ter de âmbito sessenta e quatro léguas, de comprimento (porque é de figura oblonga) trinta e cinco, e de largura catorze” pelo que não podia fazer “ boa administração do Pasto Espiritual e da Justiça ao excessivo numero de diocesanos”. [2] Em contrapartida, o Bispado de Portalegre era antigo, criado em 1549, mas tinha um território relativamente pequeno, que aumentou com a incroporação de paróquias por extinção simultânia do Bispado de Elvas e do Bispado de Castelo Branco, em 1881.[3] [4] Foi extinta em 1881, tendo sido integrada no Bispado de Portalegre. Em 18 de Julho de 1956, o seu nome foi alterado para Diocese de Portalegre-Castelo Branco .[5]

Bispos de Castelo BrancoEditar

Ao contrário de outras dioceses históricas portuguesas, não há Bispos Titulares de Castelo Branco, uma vez que a diocese foi agregada ao Bispado de Portalegre, mais tarde Diocese de Portalegre-Castelo Branco. Bispos titulares até sua extinção:[1]

  1. Frei José de Jesus Maria Caetano, O.P. (1771-1782)
  2. Frei Vicente Ferreira (ou Ferrer) da Rocha, O.P. (1782-1814)
  3. ... (1814-1818)
  4. Frei Patrício da Silva (1818-1819), futuro Patriarca de Lisboa
  5. Joaquim José de Miranda Coutinho (1819-1831)
  6. ... (1831-1846), administrador apostólico
  7. Guilherme Henriques de Carvalho (1846-1857), administrador apostólico
  8. ... (1857-1881), administradores apostólicos (a diocese esteve vaga)

Referências

  1. a b Cheney, David M. (2019). «Diocese of Castelo Branco». The Hierarchy of the Catholic Church. Consultado em 14 de julho de 2019. Cópia arquivada em 20 de abril de 2019 
  2. Veríssimo, António,“Para a história do Bispado de Castelo Branco”, [1], acedido 4-10-2020
  3. Arquivo Distrital de Portalegre, "Diocese de Portalegre"[2], acedido 4-10-2020
  4. http://www.anuariocatolicoportugal.net/ficha_nota_historica.asp?nota_historicaid=24
  5. Visit Portugal, "Igreja de São Miguel, Matriz de Castelo Branco", [3], acedido em 4-10-2020

Ligações externasEditar