Como Salvar Meu Casamento

Como Salvar Meu Casamento é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Tupi e exibida de 26 de junho de 1979 a 22 de fevereiro de 1980, às 20 horas.[1]

Como Salvar Meu Casamento
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 60 minutos aproximadamente
Criador(es) Carlos Lombardi
Edy Lima
Ney Marcondes
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Atílio Riccó
Produtor(es) Rede Tupi
Elenco Nicette Bruno
Adriano Reys
Elaine Cristina
ver mais
Tema de abertura "Cotidiano", Chico Buarque
Exibição
Emissora original Brasil Rede Tupi
Transmissão original 26 de junho de 1979 - 22 de fevereiro de 1980
Temporadas 1
Episódios 140
Cronologia
Aritana
A Viagem (reprise)

Foi escrita por Edy Lima, Ney Marcondes e Carlos Lombardi, e dirigida por Atílio Riccó.

Contou com Nicette Bruno, Adriano Reys, Elaine Cristina, Paulo Guarnieri, Flávio Guarnieri, Beth Goulart, Wanda Stefânia e Kito Junqueira nos papéis principais.

SinopseEditar

Há 23 anos, Dorinha e Pedro vivem uma típica vida de casal classe média. Aparentemente felizes, têm a vida mudada de uma hora para outra quando Pedro conhece Branca, uma mulher mais jovem e muito bonita. Disposta a lutar, Dorinha parte em busca de soluções para salvar seu casamento.

ProduçãoEditar

A telenovela começou a ser produzida já em meio à crise que a Rede Tupi estava sofrendo no final da década de 70. Quase não havia verbas para as gravações, por isso optou-se por gravar externas no entorno da emissora em Sumaré[2].

A trama, surpreendendo a muitos e até a própria emissora, caiu no gosto do público e fez bastante sucesso. Porém isso não foi suficiente para contornar a grande crise que a emissora vinha passando. Mediante isso, a trama que teria 160 capítulos foi encurtada em cerca de 4 semanas antes do previsto, com 20 capítulos a menos[2]. A novela saiu do ar em 22 de fevereiro de 1980, sem mostrar o desfecho dos personagens. A decisão repentina da emissora em retirar a novela do ar quando a mesma não estava finalizada gerou revolta por parte do público que acompanhava. Também não houve condições de continuar a novela em outro momento, pois a TV Tupi estava com os dias de sua concessão contados. Em seu lugar foi colocada uma reprise de A Viagem, que ficou no ar até os últimos dias da emissora[2].

ElencoEditar

Participações

Trilha SonoraEditar

  1. Cotidiano - Chico Buarque (tema de abertura)
  2. Qual é, Baiana? - Gal Costa
  3. Se Quiser Chorar Por Mim - Wando
  4. Ser Mulher - Leci Brandão
  5. Boleríssimo - Isolda
  6. Velha Cidade - Filó
  7. Paisagem - Rosinha de Valença
  8. Estou Te Acostumando Mal - Sidney Magal
  9. Solidão - Marina
  10. Espelho Quebrado - César Costa Filho
  11. Viola na Estrada - Nenê
  12. Eu Aproveito Tudo - Wildner
  13. Como? - Luís Vagner
  14. Café Concerto - Banda dos Anos 20

Referências

  1. «Como salvar meu Casamento». Teledramaturgia. Consultado em 30 de abril de 2016 
  2. a b c Duh Secco (22 de fevereiro de 2021). «Em 1980, novela fez muito sucesso, mas saiu do ar quatro semanas antes do fim». TV História. Consultado em 2 de novembro de 2021