Copa Paulista de Futebol

Paulistao

A Copa Paulista de Futebol é uma competição brasileira de futebol organizada pela Federação Paulista de Futebol. É considerada o segundo torneio em importância em nível estadual em São Paulo.

Copa Paulista de Futebol
Bandeira do estado de São Paulo.svg
Dados gerais
Organização FPF
Edições 27
Outros nomes Copa Estado de SP
Copa FPF
Local de disputa  São Paulo
Sistema Temporada, Sistema Misto
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

HistóriaEditar

A competição tem raízas na década de 1960 quando a FPF promoveu pela primeira vez um torneio com a intenção de movimentar as equipes paulistas nos intervalos do calendário do futebol brasileiro.[1] Como resultado, nasceu a Taça Estado de São Paulo de 1962, disputada por 69 equipes e cujo vencedor foi o Corinthians.[1]

Em 1979, a FPF criou a Copa São Paulo de Futebol Profissional, um torneio que foi disputado por três anos consecutivos e que reunia equipes que não estavam competindo no calendário nacional.[1] A primeira edição contou com 22 clubes, a segunda teve 62 participantes e a terceira contou com 56 equipes.[1] Quatro anos depois, a FPF promoveu uma competição nesse formato com 54 times pra comemorar 50 anos de existência.[1]

A Copa Paulista como é conhecida atualmente teve sua primeira edição em 1999 sob a denominação de Copa Estado de São Paulo.[1][2] Com o mesmo formato das competições antecedentes, resgatava a proposta de ser um torneio para ser disputado por clubes das Séries A1, A2 e A3 do futebol paulista que não participam de alguma das divisões do Campeonato Brasileiro[3][4] ou que manifestam interesse em colocar seus times alternativos — os chamados "time B" — em atividade.[5][6] Teve como primeiro campeão o Paulista, de Jundiaí.[7]

A partir de 2001, passou a ser disputada de maneira ininterrupta geralmente no segundo semestre do calendário nacional. Ao longo dos anos, teve diversas denominações, mas sempre mantendo o formato consagrado pela Copa São Paulo de Futebol Profissional.[1]

A partir de 2005, o campeão da Copa Paulista foi indicado a uma das vagas disponíveis à Federação Paulista de Futebol para a Copa do Brasil do ano seguinte[8] e, entre as edições de 2007 e 2010, também disputava a Recopa Sul-Brasileira no mesmo ano.[9] A partir da edição de 2016, o vencedor da competição poderia escolher entre disputar a Copa do Brasil ou o Campeonato Brasileiro - Série D na temporada seguinte.[10][11]

EstatísticasEditar

EdiçõesEditar

Ano Final Semifinalistas
Campeão Placar Vice-campeão
Taça Estado de São Paulo
1962
Detalhes
 
Corinthians
3 – 1
3 – 3
 
Santos
Copa São Paulo de Futebol Profissional
1979  
Inter de Bebedouro
1980  
Parque da Mooca
1981  
Oeste
Copa 50 anos da FPF
1985  
São Bento
Copa Estado de São Paulo de Futebol
1999
Detalhes
 
Paulista*
2 – 1
0 – 0
 
Ituano
 
Ferroviária
 
Taubaté
2000
Não Houve Disputa
Copa Coca-Cola de Futebol
2001  
Bandeirante
2 – 0
0 – 1
 
União Barbarense
 
Noroeste
 
Juventus-SP
Copa Estado de São Paulo de Futebol
2002¹  
São Bento
2 – 2
0 – 0
 
Jaboticabal
 
Mirassol
 
Nacional-SP
 
Ituano
5 – 0
1 – 2
 
Santo André
 
Rio Branco-SP
 
Ferroviária
2003  
Santo André
0 – 1
4 – 1
 
Ituano
 
Comercial
 
Marília
Copa Federação Paulista de Futebol
2004  
Santos
3 – 3
0 – 0
 
Guarani
 
Ituano
 
Sertãozinho
2005  
Noroeste
3 – 2
4 – 2
 
Rio Claro
 
Comercial
 
Grêmio Barueri
2006
Detalhes
 
Ferroviária
1 – 0
1 – 1
 
Bragantino
 
São Bernardo
 
Botafogo-SP
2007
Detalhes
 
Juventus-SP
2 – 1
2 – 3
 
Linense
 
Mogi Mirim
 
Ferroviária
Copa Paulista de Futebol
2008
Detalhes
 
Atlético Sorocaba
1 – 1
3 – 2
 
XV de Piracicaba
 
Santo André
 
Mirassol
2009
Detalhes
 
Votoraty
1 – 2
5 – 1
 
Paulista
 
Botafogo-SP
 
Mogi Mirim
2010
Detalhes
 
Paulista
1 – 1
1 – 1
 
Red Bull Brasil
 
Linense
 
Penapolense
2011
Detalhes
 
Paulista
2 – 0
1 – 2
 
Comercial
 
São Bernardo
 
Velo Clube
2012
Detalhes
 
Noroeste
2 – 1
1 – 0
 
Audax São Paulo²
 
Ferroviária
 
Velo Clube
2013
Detalhes
 
São Bernardo
1 – 1
0 – 0

(4 – 3 pên.)
 
Audax São Paulo²
 
XV de Piracicaba
 
Grêmio Osasco
2014
Detalhes
 
Santo André
1 – 1
1 – 0

 
Botafogo-SP
 
XV de Piracicaba
 
Independente-SP
2015
Detalhes
 
Linense
2 – 2
0 – 0

(4 – 1 pên.)
 
Ituano
 
União Barbarense
 
Penapolense
2016
Detalhes
 
XV de Piracicaba
2 – 0
1 – 3

(4 – 2 pên.)
 
Ferroviária
 
Rio Claro
 
São Caetano
2017
Detalhes
 
Ferroviária
0 – 0
2 – 2

(7 – 6 pên.)
 
Inter de Limeira
 
XV de Piracicaba
 
Portuguesa
2018
Detalhes
 
Votuporanguense
1 – 1
1 – 1

(5 – 4 pên.)
 
Ferroviária
 
Atibaia
 
Red Bull Brasil
2019
Detalhes
 
São Caetano
3 – 2
1 – 1

 
XV de Piracicaba
 
EC São Bernardo
 
Mirassol
2020
Detalhes
 
Portuguesa
2 – 1
3 – 2

 
Marília
 
XV de Piracicaba
 
São Bernardo
2021
Detalhes
 
São Bernardo
0 – 2
2 – 0

(5 – 4 pên.)
 
Botafogo-SP
 
Portuguesa
 
São Caetano

* Conquistou o título de forma invicta.

¹ Em 2002 o torneio foi dividido em duas regiões. Na região oeste do estado o torneio teve o nome de Copa Futebol Interior, enquanto na região leste foi disputado com o nome de Copa Mauro Ramos.

² Até 2013, o Grêmio Osasco Audax era conhecido como Audax São Paulo e tinha como sede a cidade de São Paulo, tendo-se mudado, posteriormente, para Osasco.

Títulos por clubeEditar

Clube Títulos Vices Semifinal Aproveitamento em finais
  Paulista 3 (1999, 2010 e 2011) 1 (2009) 0 75%
  Ferroviária 2 (2006 e 2017) 2 (2016 e 2018) 4 1999, 2002[CP], 2007 e 2012) 50%
  XV de Piracicaba 2 (2016 e 2022) 2 (2008 e 2019) 4 (2013, 2014, 2017 e 2020) 50%
  Santo André 2 (2003 e 2014) 1 (2002[CP]) 1 (2008) 66%
  São Bernardo 2 (2013 e 2021) 0 3 (2006, 2011 e 2020) 100%
  Noroeste 2 (2005 e 2012) 0 1 (2001) 100%
  São Bento 2 (1985 e 2002[CP]) 0 0 100%
  Ituano 1 (2002[CP]) 3 (1999, 2003 e 2015) 1 (2004) 25%
  Linense 1 (2015) 1 (2007) 1 (2010) 50%
  Santos 1 (2004) 1 (1962) 0 50%
  São Caetano 1 (2019) 0 3 (2016, 2021 e 2022) 100%
  Portuguesa 1 (2020) 0 3 (2017, 2021 e 2022) 100%
  Juventus-SP 1 (2007) 0 1 (2001) 100%
  Corinthians 1 (1962) 0 0 100%
  Inter de Bebedouro 1 (1979) 0 0 100%
  Parque da Mooca 1 (1980) 0 0 100%
  Oeste 1 (1981) 0 0 100%
  Bandeirante 1 (2001) 0 0 100%
  Atlético Sorocaba 1 (2008) 0 0 100%
  Votoraty 1 (2009) 0 0 100%
  Votuporanguense 1 (2018) 0 0 100%
  Botafogo-SP 0 2 (2014 e 2021) 2 (2006 e 2009) 0%
  Marília 0 2 (2020 e 2022) 1 (2003) 0%
  Audax 0 2 (2012 e 2013) 0 0%
  Comercial 0 1 (2011) 2 (2003 e 2005) 0%
  União Barbarense 0 1 (2001) 1 (2015) 0%
  Rio Claro 0 1 (2005) 1 (2016) 0%
  Red Bull Brasil 0 1 (2010) 1 (2018) 0%
  Jaboticabal 0 1 (2002[CP]) 0 0%
  Guarani 0 1 (2004) 0 0%
  Bragantino 0 1 (2006) 0 0%
  Inter de Limeira 0 1 (2017) 0 0%
  Mirassol 0 0 3 (2002[CP], 2008 e 2019) 0%
  Mogi Mirim 0 0 2 (2007 e 2009) 0%
  Velo Clube 0 0 2 (2011 e 2012) 0%
  Penapolense 0 0 2 (2010 e 2015) 0%
  Taubaté 0 0 1 (1999) 0%
  Nacional 0 0 1 (2002[CP]) 0%
  Rio Branco 0 0 1 (2002[CP]) 0%
  Sertãozinho 0 0 1 (2004) 0%
  Grêmio Osasco 0 0 1 (2013) 0%
  Independente-SP 0 0 1 (2014) 0%
  Atibaia 0 0 1 (2018) 0%
  EC São Bernardo 0 0 1 (2019) 0%

CP. ^ Em 2002, a competição foi dividida em duas regiões.

ArtilheirosEditar

desde a Copa Paulista de 1999

Referências

Bibliografia consultadaEditar