Abrir menu principal
Copa Rio de Profissionais 2013
Copa Rio 2013
Rio de Janeiro
Dados
Participantes 20
Organização FFERJ
Período 3 de setembro23 de novembro
Gol(o)s 62
Partidas 25
Média 2,48 gol(o)s por partida
Campeão Flag of Duque de Caxias, Rio de Janeiro.gif Duque de Caxias
Vice-campeão Bandeira-saquarema.png Boavista-RJ
Melhor marcador Tiago Amaral (Volta Redonda) - 9 gols
Maior goleada
(diferença)
Quissamã Bandeira Quissama RiodeJaneiro Brasil.svg 0–5 Bandeira cabo frio.png Cabofriense
Estádio Antônio CarneiroQuissamã
11 de setembro, Grupo B
◄◄ Rio de Janeiro Copa Rio 2012 Soccerball.svg Copa Rio 2014 Rio de Janeiro ►►

A Copa Rio de Profissionais de 2013 foi a 18ª edição da Copa Rio, competição organizado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. Pelo quarto ano seguido, o torneio foi disputado no segundo semestre por clubes "pequenos" de todas as divisões do futebol do Rio de Janeiro (já que no primeiro semestre estes clubes disputavam o Campeonato Estadual).

De acordo com o regulamento,[1] o campeão opta por uma das vagas do Rio de Janeiro à Série D de 2014 ou à Copa do Brasil de 2014. Caso a opção fosse pela vaga na Série D, o vice ficaria com a da Copa do Brasil. Se o campeão escolhesse a Copa do Brasil, o primeiro melhor colocado imediatamente após o campeão e que não estivesse garantido em uma das divisões do futebol nacional (Séries A, B ou C de 2014) teria uma das vagas do Rio na Série D do ano seguinte.

O campeonato foi organizado pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e, pelo terceiro ano consecutivo, divido em duas fases de grupos e duas fases de "mata-mata" (semifinais e final), com a participação de clubes que disputassem as Séries C e D do Brasileirão - provocando alterações na tabela e fazendo com que estes times escalassem reservas e juniores durante boa parte da competição. A competição foi marcada pela polêmica da desclassificação do America por uma interpretação do regulamento pela FFERJ após o término da primeira fase.

Índice

Equipes participantesEditar

Excluindo-se as equipes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro de 2012 (ou seja, os times grandes), a FFERJ convocou à participação as seguintes equipes:

Fórmula de disputaEditar

A Copa Rio será disputada em 4 fases, sendo que na primeira fase as equipes serão distribuídas em grupos, jogando entre si, dentro do grupo, em turno e returno: Na primeira fase, as equipes foram distribuídas em quatro grupos - de A a D. Inicialmente, todos com cinco equipes, os times se enfrentam entre si dentro de seus grupo sem jogos de ida e volta. Os dois melhores de cada grupo e os dois melhores terceiros colocados (de acordo com o índice técnico) avançariam à segunda fase. Nesta segunda fase, as associações classificadas seriam distribuídas em dois grupos de cinco (E e F), jogando entre si tal qual na primeira fase. Após as dez rodadas, classificariam-se para a terceira fase as duas primeiras colocadas de cada grupo.

A terceira fase consistiria de duas semifinais com cruzamento olímpico (primeiro de um grupo enfrenta o segundo de outro), com as equipes enfrentando-se em jogos de ida e volta, com o mando de campo do jogo da volta destinado à que tivesse o melhor índice técnico na soma das duas fases anteriores. Em caso de placares iguais nos dois jogos, as vagas à final seriam decididas nos pênaltis.

Na final, repete-se o regulamento aplicado à semifinal: jogos de ida e volta, com o mando de campo do jogo da volta definido pelo time de melhor índice técnico na soma das três fases anteriores. O campeão escolheria o torneio de que gostaria de participar no ano seguinte

Índice TécnicoEditar

Após diversos torneios usando o número de gols feitos (gols pró) para determinar o índice técnico, a FFERJ buscou melhorá-lo e, desde a edição anterior da Copa Rio, o índice técnico (IT) de cada equipe equivale - utilizado em cada fase de forma independente, bem como na classificação geral - corresponde à soma das médias aritméticas dos pontos feitos e do saldo de gols. Matematicamente:

 

Primeira faseEditar

Grupo AEditar

O grupo foi composto pelo

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Boavista-RJ 19 8 6 1 1 13 6 +7 3,25
2   Olaria 16 8 5 1 2 9 6 +3 2,38
3 Goytacaz 14 8 4 2 2 10 5 +5 2,38
4   Macaé 5 8 1 2 5 6 12 –4 –0,13
5   Barra da Tijuca 3 8 1 0 7 5 14 –9 –0,75

Grupo BEditar

O grupo foi composto pelo

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Volta Redonda 24 8 8 0 0 16 3 +13 4,63
2   Duque de Caxias 13 8 4 1 3 7 7 0 1,63
3   Cabofriense 9 8 2 3 3 13 9 +4 1,63
4   Bonsucesso 7 8 2 1 5 5 10 –5 0,25
5   Quissamã 4 8 1 1 6 2 14 –12 –1,00

Grupo CEditar

O grupo foi composto pelo

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Madureira 16 8 4 4 0 17 9 +8 3,00
2   America 12 8 3 3 2 11 11 0 1,50
3   Friburguense 10 8 3 1 4 11 9 +2 1,50
4   São Gonçalo EC 2 8 0 2 6 4 15 –11 –1,13
5   Ceres [a] 1 8 3 4 1 12 11 +1 1,75
Nota

^ a. O Ceres foi punido com a perda de 12 pontos por ter escalado o zagueiro William Carlos de maneira irregular.

Grupo DEditar

O grupo foi composto pelo

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Bangu 17 8 5 2 1 12 4 +8 3,13
2   Audax Rio 14 8 4 2 2 12 7 +5 2,38
3   Resende 12 8 3 3 2 10 8 +2 1,75
4   Nova Iguaçu 8 8 2 2 4 9 13 –4 0,50
5   Sampaio Corrêa 4 8 1 1 6 6 17 –11 –0,88

Segunda faseEditar

Para a segunda fase as associações classificadas na primeira fase foram distribuídas em dois grupos (grupo E e F), jogando entre si, dentro do grupo, em turno e returno. Classificaram-se para a terceira fase (semi-finais) as duas primeiras colocadas de cada grupo.

Grupo EEditar

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Duque de Caxias 10 6 3 1 2 6 5 +1 1,83
2   Boavista-RJ 9 6 2 3 1 7 6 +1 1,67
3   Madureira 7 6 2 1 3 5 5 0 1,17
4   Audax Rio 7 6 2 1 3 6 8 –2 0,83

Grupo FEditar

Pos Times Pts J V E D GP GS SG IT
1   Volta Redonda 13 6 4 1 1 8 3 +5 3,00
2   Bangu 11 6 3 2 1 5 3 +2 2,17
3   America 5 6 1 2 3 3 6 –3 0,33
4   Olaria 4 6 1 1 4 5 9 –4 0,00

Fases FinaisEditar

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados. Os mandos de campo são definidos de acordo com o índice técnico.

  Semifinais Final
                     
   Bangu 1 0 1  
   Duque de Caxias 4 1 5  
     Duque de Caxias 0 3 3
     Boavista-RJ 1 1 2
   Volta Redonda 0 1 1
   Boavista-RJ 0 2 2

SemifinaisEditar

Primeiro jogoEditar

13 de novembro Duque de Caxias   4 - 1   Bangu Marrentão, Duque de Caxias
16:00
João Carlos   10',   29'
Digão   36'
Nathan   85'
Súmula Gabriel Galhardo   32' Público: 250
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior

13 de novembro Boavista-RJ   0 - 0   Volta Redonda Nivaldão, Nova Iguaçu
16:00
Súmula Público: portões fechados
Árbitro: Lenílton Rodrigues Gomes Júnior

Segundo jogoEditar

16 de novembro Bangu   0 - 1   Duque de Caxias Moça Bonita, Rio de Janeiro
16:00
André Gomes   33' Público: portões fechados
Árbitro: Estevão Cunha da Trindade

17 de novembro Volta Redonda   1 - 2   Boavista-RJ Raulino de Oliveira, Volta Redonda
16:00
Tiago Amaral   8' Giovanni   33'
Tiago Barreiros   42'
Público: 407
Árbitro: Luís Antônio Silva dos Santos

FinalEditar

Primeiro jogoEditar

20 de novembro Boavista-RJ   1 - 0   Duque de Caxias Estádio de Los Larios, Duque de Caxias
16:00
Junior   79' Público: 266
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo

Segundo jogoEditar

23 de novembro Duque de Caxias   3 - 1   Boavista-RJ Marrentão, Duque de Caxias
19:00
Digão   1',   51'
Emerson   86'
Giovanni   46' Público: 618
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães

PremiaçãoEditar

Copa Rio 2013
 
DUQUE DE CAXIAS
Campeão
(1º título)

Classificação geralEditar

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação
1   Duque de Caxias 32 18 10 2 6 21 15 +6 Campeão e classificado para a Copa do Brasil de 2014
2   Boavista-RJ 35 18 10 5 3 24 14 +10 Vice-campeão e classificado para a Série D de 2014
3   Volta Redonda 38 16 12 2 2 25 8 +17 Eliminados na terceira fase
4   Bangu 28 16 8 4 4 18 12 +6
5   Madureira 23 14 6 5 3 22 14 +8 Eliminados na segunda fase
6   Audax Rio 21 14 6 3 5 18 15 +3
7   Olaria 20 14 6 2 6 14 15 –1
8   America 17 14 4 5 5 14 17 –3
9 Goytacaz 14 8 4 2 2 10 5 +5 Eliminados na primeira fase
10   Resende 12 8 3 3 2 10 8 +2
11   Friburguense 10 8 3 1 4 11 9 +2
12   Cabofriense 9 8 2 3 3 13 9 +4
13   Nova Iguaçu 8 8 2 2 4 9 13 –4
14   Bonsucesso 7 8 2 1 5 5 10 –5
15   Macaé 5 8 1 2 5 6 12 –4
16   Sampaio Corrêa 4 8 1 1 6 6 17 –11
17   Quissamã 4 8 1 1 6 2 14 –12
18   Barra da Tijuca 3 8 1 0 7 5 14 –9
19   São Gonçalo EC 2 8 0 2 6 4 15 –11
20   Ceres[a] 1 8 3 4 1 12 11 +1
Notas

^ a. O Ceres foi punido com a perda de 12 pontos por ter escalado o zagueiro William Carlos de maneira irregular.

Ver tambémEditar

Referências

  1. FFERJ (15 de junho de 2013). «REGULAMENTO DA COPA RIO DE PROFISSIONAIS – 2013». Consultado em 4 de outubro de 2013 

Ligações externasEditar