Boavista Sport Club

Boavista Sport Club é uma agremiação esportiva da cidade de Saquarema, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Fundado em 14 de outubro de 1961,profissionalizado em 1991 e refundado em 10 de março de 2004 que atualmente, a equipe disputa a Série A do Campeonato Estadual de Profissionais do Rio de Janeiro[1][2], desde que conseguiu o acesso com a conquista do título da Série B em 2006.

Boavista
Escudo do Boavista SC.gif
Nome Boavista Sport Club
Alcunhas Verdão de Saquarema
Maior do Interior
Boa
Gigante de Saquarema
Verdão do Rio
Verdão
Torcedor/Adepto Boavistense
Mascote Hulk
Fundação 14 de outubro de 1961 (59 anos)
refundado em
10 de março de 2004 (17 anos)
Estádio Elcyr Resende de Mendonça
Capacidade 6000 lugares
Presidente João Paulo
Treinador Leandrão
Material (d)esportivo Icone Sports
Competição Carioca - Série A
Copa Rio
Copa do Brasil
Brasileirão - Série D
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

HistóriaEditar

 
Equipe profissional em 2012. Foto de André Luiz Pereira Nunes

O clube surgiu do antigo e tradicional Esporte Clube Barreira e suas cores eram o verde, o vermelho e o branco. Em 2004, o grupo de empresários da empresa Big Ball Sports assumiu o controle do Esporte Clube Barreira, refundando o clube em 10 de março daquele ano com outra denominação.

Em 2006, conquistou seu primeiro título com o nome atual, sobre o Macaé: o título da Série B do Rio de Janeiro. No primeiro jogo, o Boavista venceu por 2 a 1, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, na cidade de Macaé. Depois, empatou de 0 a 0 em seu estádio, conquistando o acesso para a Primeira Divisão do Campeonato Estadual do ano seguinte, e nunca foi rebaixado.

Em 2007, foi apenas o 11º colocado no Campeonato Estadual, onde venceu apenas dois jogos. Mesmo assim, continuou na elite do futebol fluminense em 2008.

No ano seguinte, alcançou a sexta colocação no Campeonato Estadual, ganhando o direito de participar da Série C do Campeonato Brasileiro. Disputou o Grupo 12 na Primeira Fase, terminando esta na segunda colocação. O clube assegurou a vaga para a fase seguinte com uma vitória de 6 a 0 sobre o Linhares Futebol Clube na última rodada. Na Segunda Fase, disputou o Grupo 22, onde foi eliminado na última colocação, encerrando a participação na Série C como apenas o trigésimo melhor time da competição.

O time passou a ser visto internacionalmente, tendo em vista a possibilidade de contratação do atacante italiano Christian Vieri em dezembro de 2010 que acabou não se concretizando[3].

Em 2011, a equipe se classificou para a disputa da final da Taça Guanabara contra o Clube de Regatas do Flamengo, após se sagrar vencedor em disputa por pênaltis contra o Fluminense Football Club (o placar foi de 2 a 2 no tempo regulamentar).

A equipe alcançou a quarta colocação no Campeonato Estadual, em 2011, ganhando o direito de participar da Série D do Campeonato Brasileiro de 2011.Porém, abriu mão de participar da competição.

Se mantendo na elite do futebol do Rio de Janeiro, o Boavista alcançou ótimos feitos em 2013: sagrou-se campeão do Torneio Extra e ficou com o vice-campeonato da Copa Rio, garantido novamente a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

Em 2014, o clube ficou em 3º lugar da Copa Rio e sagrou-se campeão da Taça Rio no Campeonato Carioca. Seu artilheiro Cláudio Pagodinho, Menino Ousado de Saquarema, foi o artilheiro carioca com 24 Gols.

Em 2016, com a boa campanha no Campeonato Carioca, o Boavista conseguiu uma vaga para o Campeonato Brasileiro - Série D.

Para o Campeonato Carioca de 2017, o time anunciou o famoso treinador Joel Santana.

Em 2017, já com o treinador Eduardo Állax, o Boavista foi pela 1ª vez campeão da Copa Rio e optou por ficar com a vaga para a Copa do Brasil, deixando a vaga para o Campeonato Brasileiro - Série D para o vice Americano. Com a escolha e a campanha apenas razoável (8º) no Campeonato Carioca, o Boavista não disputará o Campeonato Brasileiro - Série D em 2018. Foi um ano bom no geral, a pesar de campanha razoável no estadual com o experiente treinador Joel Santana, a chegada de Eduardo Állax trouxe novos ares para o 2o semestre. Com calendário cheio o Verdão classificou em 1o lugar no seu grupo pelo Campeonato Brasileiro - Série D, fato inédito, mas acabou eliminado na fase seguinte pelo Espirito Santo. Em seguida encerrou o ano com o título inédito da Copa Rio 2017. O ano se encerrou de forma muito especial para o clube e seus atletas/comissão. A pré-temporada para as competições de 2018 foi realizada nos Emirados Árabes Unidos. Durante 15 dias, a equipe participou de treinamentos e partidas amistosas pelo país, disputando assim suas primeiras partidas internacionais. O Verdão voltou para o brasil invicto tendo disputado 4 partidas: 3 vitórias e 1 empate. Foram três partidas (e vitórias) diante de equipes da primeira divisão local e um empate diante de um clube da segunda divisão local.

Em 2018, O Boavista fez uma campanha boa no Grupo C da Taça Guanabara, avançando para a semifinal com a primeira colocação do grupo e a vantagem do empate. Diante desse cenário, o empate em 2x2 com o Bangu levou o time para a final. Em partida disputada em Cariacica diante do Flamengo. O resultado não foi satisfatório, perdendo por 2x0 na final, mas pelo menos conseguindo o vice campeonato da Taça Guanabara para coroar a excelente campanha. Já na Taça Rio o Verdão encerrou a fase de grupos com 3 vitórias e 3 derrotas, terminando com o 5o lugar geral no campeonato, atrás apenas dos quatro glandes clubes do Rio.

Durante o Campeonato Carioca de 2018, o Boavista também participou da Copa do Brasil 2018 em paralelo. O adversário na primeira fase da competição foi logo de cara um campeão do mundo, Internacional. Com o novo formato, o Boavista pode disputar a partida única em casa mas com a vantagem do empate para a equipe visitante, melhor ranqueada pela CBF. A partida foi então transferida para a cidade de Cascavel no Paraná e o Verdão entrou com o time reserva, em razão da disputa de partida decisiva pelo estadual. Mesmo assim fez excelente partida que terminou empatada em 1x1.

Em 2020, o Boavista chegou a final da Taça Guanabara, se classificando como o primeiro do seu grupo e eliminando o Volta Redonda na semifinal. Na final, enfrentou o Flamengo, clube na qual tinha enfrentado anteriormente duas vezes em finais de Taça Guanabara: 2011 e 2018. Na terceira final contra o Flamengo na Taça Guanabara, o Boavista chegou a abrir o placar no inicio de jogo. Mas, o Flamengo com um elenco recheado de jogadores estrelados, conseguiu virar a partida e o Boavista se sagrou vice-campeão da Taça Guanabara 2020.

Na Taça Rio 2020, o Boavista ficou na terceira colocação no Grupo A, somando 7 pontos, ficando tão somente a 1 ponto do classificação para a semifinal. Na classificação final do Campeonato Carioca de Futebol 2020, o Boavista ficou 4º lugar na classificação geral do campeonato, conquistando a sua vaga para a Copa do Brasil 2021, ganhando por 3x1 do Goiás e para o Brasileirão Serie D 2021.

SímbolosEditar

EscudoEditar

Desde 2004, o Boavista homenageia o Líbano colocando um Cedro em seu escudo. Há quem diga que um dos empresários era libanês, e colocou o Cedro.

Evolução do Escudo do Boavista
EC Barreira - 1961 – 2004 Boavista - 2004 – Atual
   

RivalidadesEditar

●Boavista x Macaé

Considerado o maior clássico da região pelos torcedores, Boavista x Macaé tem uma rixa desde o jogo de 2006, entre Boavista e Macaé pelo Cariocão da segunda divisão, em que o clube de Saquarema ganhou de 3x0, e em muitos clássicos o Verdão ganhou do Alvianil.

●Boavista x Cabofriense

Essa disputa é mais popular para quem não conhece o clube muito bem por conta da localização das 2 cidades, mais o clássico vem sendo menos disputado, com mais vitórias do Boa.

●Boavista x Flamengo

Pode-se considerar uma rivalidade pois o jogo vem sendo cada vez mais disputado.

●Boavista x Sampaio Corrêa

Pode ser uma futura rivalidade entre os clubes, pois ambos são da cidade, e por enquanto é clima de união.

TítulosEditar

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Copa Rio 1 2017
Campeonato Carioca - 2° divisão 1 2006
Torneio Extra do Campeonato Carioca 1 2013
Taça Rio 1 2014

Campanhas de destaqueEditar

  • Vice-campeão da Taça Cidade de Nova Iguaçu (categoria sub 20): (2015)
  • Vice-campeão Copa Rio: 1 (2013); (2019)
  • Vice-campeão Taça Guanabara: 3 (2018), (2011), (2020)
  • Vice-campeão Troféu Carlos Alberto Torres: 1 (2011)
  • Vice-campeão Troféu Moisés Mathias de Andrade: 1 (2010)

Estatísticas de Posições dos CampeonatosEditar

Últimas dez temporadasEditar

Boavista Sport Club
Nacionais Estaduais
Ano Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Campeonato Carioca Copa Rio
Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Div. Taça GB Taça Rio Pos. Pos.
2010 D Não classificado A 1F 1F 12º
2011 D Desistência A F 1F 11º
2012 D Não classificado 1F A 1F 1F 10º 20º
2013 D Não classificado A 1F 1F
2014 D 38º 3 8 0 3 5 6 18 1F A
2015 D Não classificado 1F A 14º 10º 14º 10º
2016 D 43º 7 6 2 1 3 3 5 A SF
2017 D 24º 11 8 3 2 3 11 11 3F A 1F 1F
2018 D Não classificado 1F A F 1F Não disputou
2019 D 10º 19 10 6 1 3 11 10 1F A 1F 1F
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado na semifinal
     Classificado à Copa Libertadores da América
     Classificado à Copa Sul-Americana
     Classificado à Copa do Brasil
     Rebaixamento
     Acesso

Retrospecto em competições oficiaisEditar

Última atualização: Série D de 2019.

Competição Temporadas Títulos Pts. J V E D GP GC
Série C 1 13 12 4 1 7 17 15
Série D 5 40 32 11 7 4 31 44

EstatísticasEditar

 Ver artigo principal: Temporadas do Boavista Sport Club

ParticipaçõesEditar

Participações em 2021
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P   R  
Campeonato Carioca 18 4º colocado (2011 e 2020) 1995 2021 1
Campeonato Carioca - Série B 10 Campeão (2006) 1978 2006 2
Copa Rio 14 Campeão (2017) 1993 2019
Campeonato Brasileiro - Série C 1 30º colocado (2008) 2008
Campeonato Brasileiro - Série D 5 Oitavas de Final (2019) 2014 2021
Copa do Brasil 7 3ª Fase (2017 e 2021) 2012 2021

JogadoresEditar

Artilheiros em competições oficiaisEditar

Competição Ano Jogador Gols
Campeonato Carioca 2011   Frontini 10
2012   Somália 12
Copa Rio 2017   Felipe Augusto 5

Elenco atualEditar

  Última atualização: 25 de outrubro de 2020.

Goleiros
Jogador
  Ary Rian
  Gabriel
  Guilherme
  Kléver
Defensores
Jogador Pos.
  Elivelton Z
  Gustavo Geladeira   Z
  Kadu Z
  Pedroso Z
  Victor Z
  Gabriel Casemiro LD
  Márcio Costa LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Faísca V
  Fernando Bob V
  Jucilei V
  Luiz Silva V
  Thiaguinho V
  Zé Ricardo V
  Arthur Pelagio M
  Bernardo M
  Guilherme Costa M
  Renan Donizete M
  Robert M
  Stephanno M
  Ganso   M
Atacantes
Jogador
  Caio Monteiro
  Felipe Augusto
  Felipinho
  Jefferson Renan
  Luis Soares
Comissão técnica
Nome Pos.
  Leandrão T
  Alexandre Calango AS
  Carlos Alberto PF
Legenda
  •   : Capitão
  •   : Jogador lesionado/contundido
  •   : Jogador suspenso


Jogadores destacadosEditar

  Jogadores que, no mundo, só jogaram pelo Boavista Sport Club

  Jogadores que, no Brasil, só jogaram pelo Boavista Sport Club

  Jogadores que, no Rio de Janeiro, só jogaram pelo Boavista Sport Club

Esta é uma lista de jogadores de destaque que já passaram pelo Boavista:

TreinadoresEditar

Esses são os principais treinadores:

Ranking da CBFEditar

  • Posição: 76º
  • Pontuação: 936 pontos[4]

Ranking criado pela Confederação Brasileira de Futebol para pontuar todos os clubes do Brasil[5].

Sedes e estádiosEditar

Elcyr Resende de MendonçaEditar

Seu estádio, o Elcyr Resende de Mendonça, tem capacidade pública para 4.315 pessoas[6] e está localizado no distrito de Bacaxá, Saquarema, RJ.

Torcida OrganizadaEditar

  • Torcida Império Bicolor (TIB)
  • Torcida Fúria Verde (TFV)
  • Torcida BoaChopp

Ver tambémEditar

Referências

Ligações externasEditar