Abrir menu principal

Eleições estaduais no Amapá em 2006

As eleições estaduais no Amapá em 2006 ocorreu em 1 de outubro, como parte das eleições gerais no Brasil. Desde 1994, como resultado de uma emenda constitucional que reduziu o mandato presidencial para quatro anos, todas as eleições federais e estaduais no Brasil coincidiram. O atual governador, Waldez Góes, candidatou-se à reeleição pelo PDT e tornou-se o primeiro governador do estado a vencer uma eleição em primeiro turno.[1] Sua coligação, União pelo Amapá, que reuniu cinco partidos, elegeu o deputado estadual mais votado nesta eleição, Roberto Góes (PDT) com 10.641 votos e conseguiu nove cadeiras na Assembleia Legislativa.[2]

2002 Brasil 2010
Eleições estaduais no  Amapá em 2006
1 de outubro de 2006
Primeiro Turno
Waldez2006.jpg João Capiberibe 10abr2012.jpg
Candidato Waldez Goes João Capiberibe
Partido PDT PSB
Natural de Gurupá, PA Afuá, PA
Vice Pedro Paulo Luis Banha
Votos 160.150 112.486
Porcentagem 53,69% 37,71%


Brasão do Amapá.svg
Governador do Amapá

Titular
Waldez Góes
PDT

Para o senado, José Sarney (PMDB) recebeu 152.486 votos (53,87%) e se manteve em sua vaga de senador. Sarney apoiou a candidatura de Waldez Góes ao governo e fazia parte da coligação União pelo Amapá. A principal adversária de Sarney foi Cristina Almeida (PSB), que recebeu 123.378 votos.[3] Os outros postulantes ao cargo de senador foram: Celisa Penna Melo (PSOL), Juraci Freitas (PSDB), Liduina Bastos (PSTU), Cosmo Ferreira (PRP) e Ricardo Gonçalves (PCB).

O ex-governador João Capiberibe (PSB) é zootecnista e comandou o estado entre os anos de 1995 a 2002, quando elegeu-se senador da República. Durante a Ditadura militar no Brasil, fez parte da Ação Libertadora Nacional, comandada por Carlos Marighella. A marca de seu governo foi a defesa do desenvolvimento sustentável. Sua esposa, Janete Capiberibe é deputada federal e seu filho Camilo Capiberibe foi eleito deputado estadual nestas eleições com 5.213 votos.

O ex-prefeito de Macapá Papaléo Paes (PSDB) é médico cardiologista nascido em Belém e formado pela Universidade Federal do Pará. Construiu, contudo, sua carreira política no estado do Amapá. Tornou-se o primeiro prefeito do PSB a governar Macapá, capital do estado. Em 2002, elegeu-se o senador mais votado do estado com 124.417 votos. Teve passagens por diversos partidos políticos, como o PTB e o PMDB. No estado, é aliado do ex-presidente e senador Sarney.

Resultado da eleição para governadorEditar

Candidato a governador(a) do estado
Candidato a vice-governador(a) Número Coligação Votos Percentual
Waldez Góes
PDT
Pedro Paulo
PP
12
União pelo Amapá
(PDT,PP, PMDB, PSC, PV, PRONA)
160.150
53,69%
João Capiberibe
PSB
Luís Banha

PSB

40
PSB (sem coligação)
112.486
37,71%
Papaléo Paes
PSDB
Lucas Barreto
PTB
45
Amapá Desenvolvimento com dignidade
(PSDB, PTB, PFL, PPS, PRTB, PTdoB, PMN, PTN)
10.765
3,61%
Clécio Luis
PSOL
Carlos Cley
PSTU
50
Frente de Esquerda
(PSOL, PSTU, PCB)
9.008
3,02%
Errolflynn Paixão
PT
Carlos Sá
PL
13
Amapá Forte
(PT, PL, PCdoB)
5.310
1,78%
Nonato Souza
PAN
José Maria
PAN
26
PAN (sem coligação)
365
0,12%
Gil Mauro
PHS
Joel Cilião
PRP
31
Construindo um Amapá Melhor
(PHS, PRP, PTC, PSL)
225
0,08%
  Eleito(a)


Eleição para governador do Amapá em 2006 - Primeiro Turno
Partido Candidato Votos Votos (%)
  PDT Waldez 160 150
 
53,69%
  PSB Capiberibe 112 486
 
37,71%
  PSDB Papaléo 10 765
 
3,61%
  PSOL Clécio 9 008
 
3,02%
  PT Errolflynn 5 310
 
1,78%
  PAN Nonato 365
 
0,12%
  PHS Mauro 225
 
0,08%
Totais 298 309  

Resultado da eleição para senadorEditar

Candidatos a senador da República
Candidatos a suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
José Sarney
PMDB
1°: Jorge Nova da Costa (PMDB)
2°: Salomão Alcolumbre (PMDB)
151
União pelo Amapá
(PDT, PP, PMDB, PSC, PV, PRONA)
152.486
53,87%
Cristina Almeida
PSB
1°: Carolina de Araújo (PSB)
2°: João da Paixão (PSB)
401
Frente de Libertação do Amapá
(PSB, PRB, PSDC)
123.378
43,59%
Celisa Penna
PSOL
1º: Claudiomar Rosa (PSOL)
2º: Pedro Barbosa (PSOL)
501
Frente de Esquerda do Amapá
(PSOL, PSTU, PCB)
3.608
1,27%
Juraci Freitas
PSDB
1º: Serrano (PSDB)
2º: Maria Uchoa (PSDB)
452
Amapá Desenvolvimento com dignidade
(PSDB, PTB, PFL, PPS, PRTB, PTdoB, PMN, PTN)
1.360
0,48%
Liduína Bastos
PSTU
1º: Franck Azevedo (PSTU)
160
Frente de Esquerda do Amapá
(PSOL, PSTU, PCB)
1.150
0,41%
Cosmo Silva
PRP
1°: Leonice Silva (PRP)
2°: Cabral Pontes (PRP)
441
Construindo um Amapá Melhor
(PHS, PRP)
753
0,27%
Ricardo Santos
PCB
1º: Décio Gomes (PCB)
2°: Maria da Conceição (PCB)
212
Frente de Esquerda do Amapá
(PSOL, PSTU, PCB)
327
0,12%
Aluizio Ideia
PSL
1º: Ribeiro Sales (PSL)
2°: Alzira Vieira (PSL)
170
PSL (sem coligação)
0 (candidatura indeferida)
0%
Maria Malafaia
PAN
1º: Luzia Ramos (PAN)
2°: Lindalva Duarte (PAN)
269
PAN (sem coligação)
0 (desistiu)
0%
Décio Silva
PSDB
1º: Wilson Pereira (PSDB)
2°: José Miguel (PSDB)
451
Amapá Desenvolvimento com dignidade
(PSDB, PTB, PFL, PPS, PRTB, PTdoB, PMN, PTN)
0 (candidatura indeferida)
0%
Rubem Neto
PMN
1º: Matosalém Pacheco (PMN)
2°: Francivaldo Rosa (PMN)
333
Amapá Desenvolvimento com dignidade
(PSDB, PTB, PFL, PPS, PRTB, PTdoB, PMN, PTN)
0 (desistiu)
0%
  Eleito(a)

Ligações externasEditar

Referências

  Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.