Abrir menu principal

Eleições estaduais em Roraima em 1990

As eleições estaduais em Roraima em 1990 ocorreram à 3 de outubro como parte das eleições gerais no Distrito Federal e em 26 estados brasileiros. Foram eleitos o governador Ottomar Pinto, o vice-governador Airton Dias, os senadores Hélio Campos, Marluce Pinto e César Dias, além de oito deputados federais e vinte e quatro estaduais. Como nenhum candidato a governador conseguiu metade mais um dos votos válidos, um segundo turno foi realizado em 25 de novembro e segundo a Constituição, o governador teria quatro anos de mandato com início em 1º de janeiro de 1991, sem direito a reeleição.[nota 1]

1986 Brasil 1994
Eleições estaduais em  Roraima em 1990
3 de outubro de 1990
(Primeiro turno)
25 de novembro de 1990
(Segundo turno)
Ottomar06032007.jpg Romero Jucá Fevereiro de 2013.JPG
Candidato Ottomar Pinto Romero Jucá
Partido PTB PDS
Natural de Petrolina, PE Recife, PE
Vice Airton Dias Dra. Zara
Votos 32.506 28.993
Porcentagem 52,86% 47,14%


Brasão de Roraima.svg

Governador de Roraima

Criado pela Constituição de 1937 outorgada por Getúlio Vargas e instalado em 1943, Roraima situa-se na parte setentrional do país, foi desmembrado de uma área ao norte do Amazonas, recebeu o nome atual no governo João Goulart e manteve o status de território federal até ser transformado em estado pela Constituição de 1988.[1][2][3]

O resultado da eleição para governador consagrou Ottomar Pinto. Pernambucano de Petrolina, possui o Curso de Formação de Oficiais da Escola de Aeronáutica Campo dos Afonsos no Rio de Janeiro e formou-se Médico e Engenheiro Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.[4] Após residir algum tempo entre Estados Unidos e Brasil, trabalhou em órgãos ligados ao Ministério da Aeronáutica e passou para a reserva como Brigadeiro.[5] Em 1979 ingressou na ARENA e foi nomeado governador de Roraima pelo presidente João Figueiredo após convite do Ministro do Interior, Mário Andreazza, e permaneceu quatro anos no cargo, sendo que nesse período migrou para o PDS. Após deixar o governo migrou para o PTB e embora perdendo as eleições para prefeito de Boa Vista em 1985 e 1988, manteve-se em evidência ao eleger-se deputado federal em 1986 e nessa condição esteve na Assembleia Nacional Constituinte que elaborou a Nova Constituição e esta fez de Roraima um estado.[3]

Resolvida a sucessão do governador Rubens Vilar, as atenções foram dirigidas a quem seriam os enviados ao Congresso Nacional e na ausência de nativos entre os escolhidos, o povo de Roraima votou em migrantes vinculados politicamente ao estado. Entre os três senadores, Hélio Campos [nota 2] conquistou oito anos de mandato enquanto Marluce Pinto e César Dias teriam mandatos de quatro anos. Quanto aos deputados federais eleitos, metade cumpriu apenas um mandato e dentre os eles estavam Teresa Surita e Chico Rodrigues, nomes que ocupariam com o passar dos anos, respectivamente, a prefeitura de Boa Vista e o governo de Roraima.

Índice

Resultado da eleição para governadorEditar

Ao final do primeiro turno foram apurados 62.823 votos nominais (91,42%), 4.354 votos em branco (6,34%) e 1.543 votos nulos (2,24%), resultando num comparecimento de 68.720 eleitores.[6]

Primeiro turnoEditar

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Ottomar Pinto
PTB
Airton Dias
PTB
14
Frente Popular Nova Estrela
(PTB, PDC)
27.143
43,21%
Romero Jucá
PDS
Dra. Zara Botelho
PDS
11
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
22.394
35,65%
Getúlio Cruz
PSDB
Carlos Freire
PSDB
45
Movimento Roraima Livre
(PSDB, PDT, PSB, PCdoB, PST)
8.407
13,38%
Neudo Campos
PRN
Geraldo Andrade
PRN
36
PRN (sem coligação)
3.025
4,81%
Robert Dragon
PT
Lia Alves
PT
13
PT (sem coligação)
1.195
1,90%
Belgerrac Batista
PSC
Dinéia Lopes
PTR
20
Novo Roraima
(PSC, PTR)
659
1,05%
  Segundo turno

Segundo turnoEditar

Ao final do segundo turno foram apurados 61.499 votos nominais, 902 votos em branco e 3.004 votos nulos, resultando num comparecimento de 65.405 eleitores.[7]

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Ottomar Pinto
PTB
Airton Dias
PTB
14
Frente Popular Nova Estrela
(PTB, PDC)
32.506
52,86%
Romero Jucá
PDS
Zara Botelho
PDS
11
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
28.993
47,14%
  Eleito

Resultado da eleição para senadorEditar

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral de Roraima, houve 156.568 votos nominais, 43.571 votos em branco e 6.021 votos nulos, resultando num total de 206.160 eleitores. Este último número corresponde ao triplo dos eleitores que compareceram às urnas, pois eram três as vagas de senador.[7]

Candidatos a senador da República
Primeiro suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
Hélio Campos
PMN
João França Alves
PMN
331
PMN (sem coligação)
28.340
18,10%
Marluce Pinto
PTB
Wagner Canhedo
PTB
141
Frente Popular Nova Estrela
(PTB, PDC)
20.316
12,98%
César Dias
PMDB
-
PMDB
155
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
18.657
11,92%
Moises Lipnik
PTB
-
PTB
144
Frente Popular Nova Estrela
(PTB, PDC)
15.841
10,12%
João Lyra
PSC
-
PSC
201
Novo Roraima
(PSC, PTR)
15.053
9,61%
Mozarildo Cavalcanti
PL
-
PL
221
PL (sem coligação)
9.967
6,37%
José Altino Machado
PMDB
-
PMDB
153
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
9.507
6,07%
Robério Araújo
PSDB
-
PSDB
455
Movimento Roraima Livre
(PSDB, PDT, PSB, PCdoB, PST)
6.483
4,14%
Alcides Lima
PFL
-
PFL
251
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
5.432
3,47%
Manuel Belchior
PRN
-
PRN
362
PRN (sem coligação)
4.172
2,66%
Adalberto Silva
PRP
-
PRP
444
PRP (sem coligação)
4.080
2,61%
Alci da Rocha
PTB
-
PTB
145
Frente Popular Nova Estrela
(PTB, PDC)
3.445
2,20%
Chagas Duarte
PDT
-
PDT
121
Movimento Roraima Livre
(PSDB, PDT, PSB, PCdoB, PST)
3.086
1,97%
Hailton Vieira
PRN
-
PRN
363
PRN (sem coligação)
2.763
1,76%
Tomé Mestrinho
PSDB
-
PSDB
451
Movimento Roraima Livre
(PSDB, PDT, PSB, PCdoB, PST)
2.457
1,57%
Túlio de Oliveira
PTR
-
PTR
282
Novo Roraima
(PSC, PTR)
2.456
1,57%
Clidenor Leite
PT
-
PT
131
PT (sem coligação)
1.605
1,02%
Rogério Miranda
PMN
-
PMN
332
PMN (sem coligação)
1.120
0,71%
Ziomar Maia
PRN
-
PRN
361
PRN (sem coligação)
827
0,53%
Rubens Penteado
PDS
-
PDS
112
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
588
0,38%
Jorge Yunes
PDS
-
PDS
111
Roraima do Povo
(PDS, PFL, PMDB, PLP, PTdoB, PDN, PSD, PRT, PLT)
373
0,24%
  Eleitos

Deputados federais eleitosEditar

São relacionados os candidatos eleitos com informações complementares da Câmara dos Deputados.[8][9]

Deputados federais eleitos Partido Votação Percentual Cidade onde nasceu Unidade federativa
Teresa Surita[nota 3] PDS 11.128 22,00% São Manuel   São Paulo
Alceste Almeida PTB 3.451 6,80% Manaus   Amazonas
Júlio Cabral PTB 2.875 5,70% Manaus   Amazonas
Avenir Rosa PDC 2.585 5,10% Pompeia   São Paulo
Chico Rodrigues PTB 2.352 4,60% Recife   Pernambuco
Marcelo Luz PDS 1.806 3,60% Petrolina   Pernambuco
Rubem Bento PFL 1.548 3,10% Bacabal   Maranhão
João Fagundes PMDB 1.395 2,80% Uruguaiana   Rio Grande do Sul

Notas

  1. O Art. 14 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias criou o estado de Roraima e o Art. 28 da Carta Magna fixou a data da posse de seu governador.
  2. Que morreu pouco depois da posse e foi sucedido por João França Alves.
  3. Eleita à época sob o nome de "Teresa Jucá", renunciou em 1992 ao ser eleita prefeita de Boa Vista e seu mandato parlamentar ficou nas mãos de Luciano Castro.

Referências

  1. «BRASIL. Presidência da República: Constituição de 1937». Consultado em 8 de setembro de 2015 
  2. «BRASIL. Câmara dos Deputados: Lei nº4.182 de 13/12/1962». Consultado em 8 de setembro de 2015 
  3. a b «BRASIL. Presidência da República: Constituição de 1988». Consultado em 8 de setembro de 2015 
  4. «Câmara dos Deputados do Brasil: deputado Ottomar Pinto». Consultado em 28 de junho de 2019 
  5. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome OP
  6. «Banco de dados do Tribunal Regional Eleitoral de Roraima». Consultado em 19 de agosto de 2015 
  7. a b Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome ReferenceTRE
  8. «Página oficial da Câmara dos Deputados». Consultado em 8 de agosto de 2015. Arquivado do original em 2 de outubro de 2013 
  9. «Presidência da República: Lei nº 9.504 de 30/09/1997». Consultado em 8 de agosto de 2015