Abrir menu principal

Eleições municipais no Brasil em 1985

As eleições municipais no Brasil em 1985 ocorreram em 15 de novembro.[1] Estavam aptos a votar aproximadamente 18 milhões de eleitores em 201 municípios para a escolha dos prefeitos que administrariam tais cidades a partir de 1º de janeiro de 1986 e cujos sucessores seriam eleitos em 1988. Foi a primeira eleição realizada sob a égide da Nova República e a primeira das quatro realizadas no governo José Sarney.

Diretas nas capitaisEditar

Apesar dos avanços políticos proporcionados com as eleições de 1982, os militares usaram artifícios para garantir a vitória do PDS e assim preservar enclaves de poder nos estados ao privar as capitais, estâncias hidrominerais e áreas de segurança nacional do direito à escolha de seus prefeitos, que continuaram a ser nomeados pelos governadores após prévia indicação do presidente da República.[2] Antes da posse de dez mandatários oposicionistas em 15 de março de 1983, estes mobilizaram seus partidos em favor da Emenda Mauro Benevides que restauraria a autonomia das capitais. Frustrado esse intento foi preciso esperar mais dois anos.[3]

Entre maio e junho de 1985 o Congresso Nacional aprovou proposta do deputado Navarro Vieira Filho que restabeleceu as eleições diretas nos municípios mencionados, municípios de territórios[nota 1] e nos municípios criados até 15 de maio daquele ano.[1] A campanha foi marcada pelo acesso irrestrito aos meios de comunicação e pelo fato de que os partidos governistas estiveram, em regra, em campos opostos. A contagem dos votos apontou uma vitória maciça do PMDB com 127 prefeituras, sendo 19 capitais, mas apesar de tal desempenho o governo foi derrotado em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, a primeira nas mãos de Jânio Quadros e as demais sob o controle de aliados de Leonel Brizola. Ainda no seio das oposições o PT conseguiu vencer em Fortaleza e o PDS triunfou em São Luís e em algumas cidades interioranas, reduzindo-se a uma mera fração do que foi outrora. No Recife a vitória coube ao PSB embora o eleito tenha retornado ao PMDB logo em seguida. Quanto ao outro partido governista, o PFL, este não venceu em nenhuma capital.

Eleições nas capitaisEditar

A vitória do ex-presidente Jânio Quadros sobre o senador Fernando Henrique Cardoso na capital paulista foi o momento mais emblemático do ano visto que a mesma ocorreu à revelia dos institutos de pesquisa. Dentre os eleitos havia um senador e nove deputados federais.[nota 2]

Bandeira Cidade UF Prefeito Partido Vice-prefeito
  Aracaju SE Jackson Barreto[nota 3] PMDB Viana de Assis
  Belém PA Coutinho Jorge PMDB Fernando Velasco[nota 4]
  Belo Horizonte MG Sérgio Ferrara PMDB Álvaro Antônio[nota 4]
  Boa Vista RR Sílvio Leite[nota 5] PMDB Robério Araújo[nota 6]
  Campo Grande MS Juvêncio Fonseca PMDB Francisco Maia
  Cuiabá MT Dante de Oliveira[nota 7] PMDB Estevão Torquato
  Curitiba PR Roberto Requião PMDB Adail Passos
  Florianópolis SC Edison Andrino PMDB Pedro Medeiros
  Fortaleza CE Maria Luiza Fontenele PT Américo Barreira
  Goiânia GO Daniel Antônio[nota 8] PMDB Pedro Estivalet[nota 9]
  João Pessoa PB Carneiro Arnaud PMDB Cabral Batista
  Macapá AP Raimundo Costa PMDB Raquel Capiberibe[nota 4]
  Maceió AL Djalma Falcão PMDB José Costa[nota 4]
  Manaus AM Manoel Ribeiro[nota 10] PMDB Aristides Queiroz de Oliveira Neto
  Natal RN Garibaldi Alves Filho PMDB Roberto Furtado
  Porto Alegre RS Alceu Collares PDT Glênio Peres[nota 11]
  Porto Velho RO Jerônimo Santana[nota 12] PMDB Tomaz Correia
  Recife PE Jarbas Vasconcelos PSB José Carlos Melo[nota 13]
  Rio Branco AC Adalberto Aragão PMDB Aírton Rocha
  Rio de Janeiro RJ Saturnino Braga[nota 14] PDT Jó Antônio Rezende
  Salvador BA Mário Kertesz PMDB Marcelo Duarte
  São Luís MA Gardênia Gonçalves PDS Jairzinho da Silva
  São Paulo SP Jânio Quadros PTB Artur Alves Pinto
  Teresina PI Wall Ferraz PMDB Deoclécio Dantas
  Vitória ES Hermes Laranja PMDB Antônio Pelaes

Eleições no interior do país em 1985Editar

Conforme a lei que regia o pleito, haveria eleições nas capitais de estados[nota 15] e territórios,[nota 16] estâncias hidrominerais, municípios definidos como área de segurança nacional ou livres dessa condição após 1º de dezembro de 1984, municípios de territórios e municípios criados por lei estadual seis meses antes da eleição. Houve eleição também no município baiano de Planaltino devido ao falecimento do prefeito, Manoel José de Andrade, e do vice-prefeito, José Elias de Matos, num acidente automobilístico em janeiro de 1985.[4][5]

Os dados apresentados a seguir demandam atualização constante, não sendo possível realizar todo o levantamento de uma só vez.

  AcreEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Assis Brasil José Vieira da Silva PMDB
  Brasileia Messias Ribeiro PMDB
  Cruzeiro do Sul João Barbosa PMDB
  Feijó Lívio Severiano PMDB
  Mâncio Lima Paulo Dene PMDB
  Manoel Urbano Antônio Nascimento PMDB
  Plácido de Castro José Siqueira PMDB
  Sena Madureira Normando Sales PMDB
  Senador Guiomard João Rodrigues PMDB
  Tarauacá Odilon Vitorino PMDB
  Xapuri Wanderley Viana PMDB

  AmapáEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Amapá Joceli Colares PMDB
  Calçoene José Valro PMDB
  Mazagão Alcides Gomes Reis PFL
  Oiapoque Francisco Milton Rodrigues PDT

  AmazonasEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Atalaia do Norte Sidney Cruz Castelo Branco PFL
  Barcelos Marconi Edson PMDB
  Benjamin Constant João Oliveira PDS
  Ipixuna Eliézio Herculano PMDB
  Japurá Maria Rosineide Mourão Polart PMDB
  Santa Isabel do Rio Negro Rubens Pessoa PMDB
  Santo Antônio do Içá Hugo Ribeiro da Costa PFL
  São Gabriel da Cachoeira Raimundo Quirino PFL
  São Paulo de Olivença Sebastião Dias da Silva Filho PFL

  BahiaEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  América Dourada Sinobelino Dourado Neto PDS
  Arataca José Carlos dos Santos PMDB
  Barro Alto Wanderley Dourado PDS
  Barrocas João Olegário de Queiroz PMDB
  Buritirama Arival Marques Viana PDS
  Camaçari Luiz Caetano PMDB
  Candeias Heliodoro de Jesus PMDB
  Canudos Manoel Adriano Filho PMDB
  Capela do Alto Alegre Honorino de Oliveira Costa -
  Capim Grosso Cesiano Carlos Nascimento PMDB
  Casa Nova Gilson de Castro PDS
  Cipó José Brito PFL
  Dias d'Ávila Ayrton Nunes PDS
  Fátima João Oliveira PDS
  Filadélfia Cecentino Maia PFL
  Gavião Humberto Oliveira PDS
  Guajeru Oriovaldo Araújo PDS
  Heliópolis - -
  Itaparica Vicente Gonçalves da Silva PDS
  João Dourado Jailton França PMDB
  Jussari Valdenor Silva PMDB
  Lapão Valdemar José de Carvalho PMDB
  Lauro de Freitas Paulo Rosa Neto PTB
  Maetinga Itamar Dutra PDS
  Mansidão José Lima Oliveira PMDB
  Nordestina Nélio Amambay Ferreira PFL
  Paulo Afonso José Ferreira PMDB
  Pé de Serra Pedro Falconeri Rios PDS
  Pilão Arcado Heraldo Mangueira PDS
  Pintadas Eufrásio Almeida PMDB
  Planaltino Juracy Andrade PDS
  Rafael Jambeiro Marciano Fernandes Serra PTB
  Remanso Fernando Braga PDS
  Santa Luzia Clemente de Deus PMDB
  São Francisco do Conde Pedro Ramos Santos PTB
  São Gabriel Renan Pereira PDS
  Sento Sé Joaquim Domingos da Silva PMDB
  Simões Filho Eduardo de Santana Simões PTB
  Tanque Novo João Neves de Oliveira PTB
  Teixeira de Freitas Timóteo Alves Brito PTB
  Várzea da Roça Manoel Rios PMDB
  Várzea Nova Maria Íris Gomes PDS
  Wanderley João de Queiroz Rocha PDS

  CearáEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Amontada José Agenor Henrique PFL
  Cruz Jonas Muniz Sobrinho PFL
  Forquilha José Antônio Dias Carneiro PFL
  Icapuí José Airton Cirilo PMDB
  Itarema Stênio Rios PFL
  Milhã Josimar Rodrigues Silva PMDB
  Paraipaba José Gutemberg Meireles de Sousa PMDB
  Quixelô Marconi Matos PFL
  Umirim Francisco Carlos Uchôa Sales PMDB
  Varjota Antônio Pires Ferreira PMDB

  GoiásEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Anápolis Ademar Santillo PMDB

  MaranhãoEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  São João dos Patos Eduardo Coelho Mendes PMDB

  Mato GrossoEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Aripuanã Almiro Petersen Willig PMDB
  Cáceres Antônio Fontes PMDB
  Mirassol d'Oeste Edivaldo Paiva PMDB
  Vila Bela da Santíssima Trindade Íris Leite PDS

  Mato Grosso do SulEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Amambai Geraldo Felipe Corrêa PMDB
  Antônio João Iber da Silva Xavier PMDB
  Aral Moreira Bento Marques Neto PMDB
  Bela Vista Abraão Armoa Zacarias PMDB
  Caracol Juvino Godoy PMDB
  Corumbá Hugo Silva da Costa PMDB
  Eldorado Guaracy de Miranda Correia PMDB
  Iguatemi Nilzo Otano Peixoto PMDB
  Ladário Nivaldo Ferreira da Silva PMDB
  Mundo Novo José Carlos da Silva PMDB
  Ponta Porã Aires Marques PMDB
  Porto Murtinho Marconil Marques dos Santos PFL
  Três Lagoas Antônio João Campos de Carvalho PFL

  Minas GeraisEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Araxá Aracely de Paula PFL
  Caldas Sebastião Bellini PFL
  Cambuquira Antônio de Oliveira PFL
  Carangola José Oliveira PMDB
  Caxambu Isaac Rosental PMDB
  Jacutinga João Pitágoras Carvalho PMDB
  Lambari Marcílio Botti PMDB
  Monte Sião Antônio Bernardi PMDB
  Passa Quatro Antônio Claret Mota PMDB
  Patrocínio Afrânio Amaral PFL
  Poços de Caldas Adney Morais PMDB
  São Lourenço Orestes Silveira PMDB
  Tiradentes Mauro Barbosa PMDB

  ParáEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Almeirim José Alfredo Hage PMDB
  Altamira Anfrísio Nunes PFL
  Itaituba Sílvio Macedo PMDB
  Marabá Hamilton Bezerra PMDB
  Óbidos Zolivaldo Florezano PMDB
  Oriximiná Antônio Caldeiraro Filho PMDB
  Salinópolis Isidoro Barros Filho PMDB
  Santarém Ronaldo Campos PMDB

  ParanáEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Barracão Antônio Leonel Poloni PMDB
  Capanema Armandio Guerra PMDB
  Foz do Iguaçu Dobrandino Gustavo da Silva PMDB
  Guaíra Osvaldino da Silveira PMDB
  Marechal Cândido Rondon Ilmar Priesnitz PMDB
  Medianeira Adolfo Mariano da Costa PMDB
  Pérola d'Oeste Arlindo Cenci PMDB
  Planalto Nilo Lucietto PMDB
  Santa Helena Júlio Morandi PMDB
  Santo Antônio do Sudoeste Ademar Luiz Traiano PMDB
  São José das Palmeiras Alípio Francisco Salvador PMDB
  São Miguel do Iguaçu Armando Luiz Polita PMDB

  PiauíEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Guadalupe João Luiz da Rocha PFL

  Rio de JaneiroEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Angra dos Reis José Luiz Rezek PFL
  Arraial do Cabo Renato Viana PMDB
  Duque de Caxias Juberlan de Oliveira PDT
  Volta Redonda Marino Klinger PDT

  Rio Grande do SulEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Alecrim Paulo Spohr PMDB
  Bagé Luiz Vargas PDT
  Canoas Carlos Giacomazzi PMDB
  Crissiumal Henrique Eberling PMDB
  Dom Pedrito Quintiliano Vieira PMDB
  Herval Nildo Soares PDT
  Horizontina Vicente Sartor PDS
  Itaqui Vespertino Bonorino PDT
  Jaguarão Fernando Ribas PFL
  Osório Ângelo Guasselli PDT
  Porto Lucena Relly de Vlieger PMDB
  Porto Xavier Bernardino David PDS
  Quaraí Carlos Alberto Vieira PDT
  Rio Grande Rubens Corrêa PDS
  Roque Gonzales Artur Issler PMDB
  Santa Vitória do Palmar José Patela PMDB
  Santana do Livramento Oriovaldo Gressler PMDB
  São Borja Mário Weiss PDT
  São Nicolau Jauri Cunha PMDB
  Tenente Portela Odilo Gabriel PMDB
  Tramandaí Eloy Brás Sessin PFL
  Três Passos Valdírio Pedralli PMDB
  Tucunduva Antônio Varaschin PMDB
  Tuparendi Celso Kaminski PMDB
  Uruguaiana Nivaldo Soares PMDB

  RoraimaEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Alto Alegre Fernando Nicácio PMDB
  Bonfim Vicente Saraiva PMDB
  Caracaraí Sebastião Portela PMDB
  Mucajaí Roldão Almeida PMDB
  Normandia Sebastião Costa PMDB
  São João da Baliza Darci Pedroso PTB
  São Luís Gentil Gomes PMDB

  Santa CatarinaEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Descanso Vitório Basso PMDB
  Dionísio Cerqueira Valdomiro Furini PMDB
  Guaraciaba Remígio Reinoldo Maldaner PMDB
  Itapiranga Gilberto Francisco Henkes PMDB
  São José do Cedro Olmiro Wendpap PMDB
  São Miguel do Oeste Luiz Basso PMDB

  São PauloEditar

Bandeira Município Prefeito eleito Partido
  Castilho José Miguel do Nascimento PFL
  Cubatão José Osvaldo Passarelli PFL
  Paulínia Benedito Dias PMDB
  São Sebastião Luís Rogério Martins PMDB

Número de municípiosEditar

Os dados apresentados a seguir demandam atualização constante, não sendo possível realizar todo o levantamento de uma só vez.

Unidade federativa PMDB PFL PDS PDT PTB PSB PT Outros Soma
  Acre 12 12
  Alagoas 01 01
  Amapá 03 01 01 05
  Amazonas 05 04 01 10
  Bahia 16 03 17 06 02 44
  Ceará 05 05 01 11
  Espírito Santo 01 01
  Goiás 02 02
  Maranhão 01 01 02
  Mato Grosso 04 01 05
  Mato Grosso do Sul 12 02 14
  Minas Gerais 10 04 14
  Pará 08 01 09
  Paraíba 01 01
  Paraná 13 13
  Pernambuco 01 01
  Piauí 01 01 02
  Rio de Janeiro 01 01 03 05
  Rio Grande do Norte 01 01
  Rio Grande do Sul 14 02 03 07 26
  Rondônia 01 01
  Roraima 07 01 08
  Santa Catarina 07 07
  São Paulo 02 02 01 05
  Sergipe 01 01
Total 129 26 23 11 08 01 01 02 201
Percentual 64,18% 12,94% 11,44% 5,47% 3,98% 0,49% 0,49% 0,99% 99,98%

Notas

  1. Embora existissem à época três territórios federais, houve eleições apenas no Amapá e em Roraima, pois Fernando de Noronha não possuía municípios.
  2. Referimo-nos ao senador Saturnino Braga e aos deputados federais Carneiro Arnaud, Coutinho Jorge, Dante de Oliveira, Djalma Falcão, Jackson Barreto, Jarbas Vasconcelos, Jerônimo Santana, Sérgio Ferrara e Wall Ferraz, este o único dos antigos prefeitos biônicos a triunfar nas urnas.
  3. Eleito vereador em Aracaju em 15 de novembro de 1988 após renunciar ao cargo seis meses antes.
  4. a b c d Eleito deputado federal em 1986, renunciou ao mandato.
  5. Assassinado na capital roraimense em 9 de setembro de 1987.
  6. Teve o mandato impugnado em julho de 1988.
  7. Licenciou-se do cargo para ocupar o Ministério da Reforma Agrária no governo José Sarney entre maio de 1986 e junho de 1987.
  8. Afastado em virtude de intervenção decretada pelo governador Henrique Santillo que nomeou como prefeito o vice-governador Joaquim Roriz, alcaide entre 23 de março de 1987 e 17 de outubro de 1988.
  9. Cometeu suicídio em 16 de fevereiro de 1987.
  10. Renunciou ao mandato de vice-governador do Amazonas para assumir o cargo, chegando a ser afastado da prefeitura em julho de 1988 após intervenção decretada pelo governador Amazonino Mendes, sendo brevemente substituído por Alfredo Nascimento.
  11. Faleceu vítima de câncer em Porto Alegre em 27 de fevereiro de 1988.
  12. Renunciou em maio de 1986 para disputar o governo de Rondônia sendo eleito em novembro.
  13. Secretário de Saneamento e Obras no segundo governo de Miguel Arraes em Pernambuco.
  14. Chegou a afastar-se da prefeitura e foi substituído pelo vice-prefeito.
  15. Exceto em Brasília, visto que o Distrito Federal não possuía municípios e era administrado por um governador nomeado pelo presidente da República.
  16. Exceto em Vila dos Remédios, visto que Fernando de Noronha não possuía municípios.

Referências

  1. a b «BRASIL. Presidência da República: Lei nº 7.332 de 01/07/1985». Consultado em 5 de abril de 2016 
  2. «BRASIL. Presidência da República: Lei nº 5.449 de 04/06/1968». Consultado em 5 de abril de 2016 
  3. «BRASIL. Presidência da República: Constituição de 1967». Consultado em 5 de abril de 2016 
  4. «CORRÊA, Villas-Boas. Voto testa hoje as lideranças nacionais (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 15/11/1985. Primeiro Caderno, pág. 02.». Consultado em 6 de março de 2019 
  5. PMDB perdeu nos grandes centros (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 18/11/1985. Primeiro Caderno, pág. 02. Página visitada em 6 de março de 2019.