Elon Lindenstrauss

Elon Lindenstrauss (Jerusalém, 1 de agosto de 1970) é um matemático israelense.

Elon Lindenstrauss
Nascimento 1 de agosto de 1970 (51 anos)
Jerusalém
Nacionalidade israelense
Cidadania Israel
Progenitores
Alma mater Universidade Hebraica de Jerusalém
Ocupação matemático, pedagogo, professor universitário
Prêmios Prêmio Blumenthal (2001)
Prêmio Erdős (2009)
Prêmio Fermat (2009)
Medalha Fields (2010)
Empregador Universidade de Princeton, Universidade Hebraica de Jerusalém
Orientador(es) Benjamin Weiss
Instituições Instituto de Estudos Avançados de Princeton, Universidade Hebraica de Jerusalém
Campo(s) matemática
Tese 1999: Propriedades entrópicas de sistemas dinâmicos

Em 1988, Lindenstrauss representou Israel na Olimpíada Internacional de Matemática e ganhou uma medalha de bronze.

Foi laureado em 2001 com o Prémio Blumenthal, em 2009 com o Prémio Erdős e com o Prémio Fermat.[1] Em 2010 no Congresso Internacional de Matemáticos em Hyderabad, Índia, foi laureado com a Medalha Fields.[2]

PesquisaEditar

Lindenstrauss atua na área de dinâmica, em particular na área da teoria ergódica e suas aplicações na teoria dos números. Com Anatole Katok e Manfred Einsiedler, ele progrediu na conjectura de Littlewood.[3]

Em uma série de dois artigos (um em co-autoria com Jean Bourgain), ele fez um grande progresso na conjectura Arithmetic Quantum Unique Ergodicity de Peter Sarnak. A prova da conjectura foi concluída por Kannan Soundararajan.

Recentemente, com Manfred Einsiedler, Philippe Michel e Akshay Venkatesh, ele estudou distribuições de órbitas periódicas de torus em alguns espaços aritméticos, generalizando teoremas de Hermann Minkowski e Yuri Linnik.

Junto com Benjamin Weiss, ele desenvolveu e estudou sistematicamente o invariante da dimensão média introduzido em 1999 por Mikhail Gromov. Em trabalhos relacionados, ele introduziu e estudou a propriedade de limite pequeno e afirmou conjecturas fundamentais.[4]

Entre seus co-autores estão Jean Bourgain, Manfred Einsiedler, Philippe Michel, Shahar Mozes, Akshay Venkatesh e Barak Weiss.

Referências

  1. «Lauréats des années précédentes» (em francês). Institut de Mathématiques de Toulouse. Consultado em 18 de Julho de 2016. Cópia arquivada em 18 de Julho de 2016 
  2. «Israeli wins world's most prestigious math prize» (em inglês). Consultado em 20 de agosto de 2010 
  3. Einsiedler, Katok, Lindenstrauss: Invariant measures and the set of exceptions to Littlewoods conjecture. In: Annals of Mathematics. Band 164, 2006, Seiten 513–560. Siehe auch: Akshay Venkatesh: The work of Einsiedler, Katok and Lindenstrauss on the Littlewood Conjecture. Bulletin AMS, Band 45, 2008, S. 117–134
  4. «Elon Lindenstrauss - The Mathematics Genealogy Project». mathgenealogy.org. Consultado em 29 de julho de 2021 

Ligações externasEditar


Precedido por
Chandrashekhar Khare
Prémio Fermat
2009
com Cédric Villani
Sucedido por
Manjul Bhargava e Igor Rodnianski
Precedido por
Andrei Okounkov, Grigori Perelman,
Terence Tao e Wendelin Werner
Medalha Fields
2010
com Ngô Bảo Châu,
Stanislav Smirnov e Cédric Villani
Sucedido por
Artur Ávila, Manjul Bhargava,
Martin Hairer e Maryam Mirzakhani


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Imagens e media no Commons
  Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.