Ghost of Tsushima

jogo eletrônico de 2020 desenvolvido pela Sucker Punch Productions

Ghost of Tsushima é um jogo eletrônico de ação-aventura desenvolvido pela Sucker Punch Productions e publicado pela Sony Interactive Entertainment. Foi lançado inicialmente em 17 de julho de 2020 para PlayStation 4. Um relançamento, sob o subtítulo Director's Cut, foi lançado em 20 de agosto de 2021 para PlayStation 4 e PlayStation 5. A história gira em torno de Jin Sakai, o último samurai na Ilha de Tsushima durante a primeira invasão Mongol no Japão no século XIII[1].

Ghost of Tsushima
Desenvolvedora(s) Sucker Punch Productions
Publicadora(s) Sony Interactive Entertainment
Diretor(es) Nate Fox
Jason Connell
Produtor(es) Brian Fleming
Escritor(es) Ian Ryan
Liz Albl
Patrick Downs
Jordan Lemos
Artista(s) Jason Connell
Compositor(es) Ilan Eshkeri
Shigeru Umebayashi
Plataforma(s) PlayStation 4
PlayStation 5
Lançamento PlayStation 4
17 de julho de 2020

PlayStation 5
20 de agosto de 2021

Gênero(s) Ação-aventura
Furtivo
Modos de jogo Um jogador
Multijogador

Ghost of Tsushima recebeu análises geralmente favoráveis da crítica após o seu lançamento, com elogios sendo direcionados para seus visuais e combate, e críticas por suas atividades do mundo aberto. Até julho de 2022, o jogo vendeu mais de 9,73 milhões de unidades em todo o mundo.

JogabilidadeEditar

Ghost of Tsushima é um jogo eletrônico de ação-aventura e stealth. Jogado a partir de uma perspectiva em terceira pessoa, o jogo apresenta um grande mundo aberto que pode ser explorado livremente. O mundo do jogo não apresenta nenhum waypoint e pode ser explorado sem orientação.[2] Os jogadores podem viajar para diferentes partes do mundo do jogo rapidamente montando um cavalo. Um item que funciona como um gancho está disponível para acessar áreas de difícil acesso.[3] O jogo conta com missões secundárias e outros personagens podem ser interagidos.[4]

Os jogadores podem entrar em confronto direto com inimigos usando armas como uma katana.[5] Eles também podem acorrentar uma série de ataques fatais depois de destacar os inimigos. Alternativamente, usar o modo stealth permite fugir dos inimigos e atingi-los silenciosamente.[6] Um duelo corpo a corpo contra personagens não jogáveis (NPCs) também é opcional.[4]

EnredoEditar

Situado em 1274 na Ilha de Tsushima, o jogo gira em torno do último samurai, Jin Sakai (Daisuke Tsuji), durante a primeira invasão Mongol no Japão.[7] Jin terá que dominar um novo estilo de luta, o caminho do Ghost, para derrotar as forças mongóis e lutar pela liberdade e independência do Japão.[8]

DesenvolvimentoEditar

Ghost of Tsushima foi desenvolvido pela Sucker Punch Productions. Depois de completar Infamous First Light, a equipe queria desenvolver outro projeto de mundo aberto porque acreditava que as escolhas feitas pelo jogador são importantes para a jogabilidade. Como resultado, o jogo não apresenta waypoints e os jogadores têm total liberdade para explorar o mundo do jogo. De acordo com Nate Fox, diretor do jogo, a equipe destilou os inúmeros pedidos internos do jogo na "fantasia de se tornar um samurai" durante a conceituação.[2] Para garantir que o título fosse uma representação precisa do Japão feudal, a Sucker Punch consultou especialistas em cultura e enviou uma equipe de áudio ao Japão para gravar sons diferentes, incluindo cantos de pássaros. Os jogadores podem alternar para o diálogo japonês com legendas em inglês.[9] A série Infamous da Sucker Punch serviu de inspiração para as técnicas de travessia de Jin.[10] O jogo se inspira no cinema japonês sobre samurais, principalmente nos filmes de Akira Kurosawa como Os Sete Samurais (1954) e Sanjuro (1962).[11][12] A equipe consultou o especialista histórico em combate de espadas David Ishimaru para ajudar a criar uma base histórica para o jogo.[12] Em dezembro de 2015, o executivo da Sony Scott Rohde revelou que o novo projeto da Sucker Punch estava em desenvolvimento inicial, mas acrescentou que o jogo estava divertido de se jogar.[13]

LançamentoEditar

A campanha de marketing do jogo começou em outubro de 2017, quando um trailer de revelação foi exibido na conferência de imprensa da Sony Interactive Entertainment na Paris Games Week.[14] A Sony optou por não anunciar o título muito cedo, já que muitos dos sistemas do jogo eram provisórios e sujeitos a alterações.[15] Uma demonstração de jogabilidade foi exibida na E3 2018 e uma apresentação de shakuhachi ao vivo foi apresentada por Cornelius Boots.[16] Um trailer foi divulgado na apresentação do State of Play, da Sony, em 10 de dezembro de 2019, e foi exibido no The Game Awards 2019, com uma apresentação de orquestra ao vivo, em 12 de dezembro.[17] Um trailer da história foi lançado em 5 de março de 2020.[18]

O jogo foi lançado para PlayStation 4 em 17 de julho de 2020,[19] tendo sido adiado de sua data de lançamento original (em 26 de junho) devido à pandemia de COVID-19.[18] A Sucker Punch anunciou quatro edições: padrão, Digital Deluxe, Special, e uma edição de colecionador.[18] Edições diferentes vêm com itens de colecionadores distintos, bem como equipamentos e habilidades desbloqueáveis no jogo, além de um bônus de pré-encomenda.[18]

Pós-lançamentoEditar

Uma expansão multijogador, intitulada Ghost of Tsushima: Legends, foi anunciada em agosto de 2020 e lançada em 16 de outubro daquele ano, juntamente com a adição de um recurso Novo Jogo + ao jogo base. Troféus adicionais também foram adicionados.[20] Ao contrário do jogo principal, Legends apresenta elementos sobrenaturais proeminentes extraídos da mitologia e do folclore japonês.[21] Os jogadores assumem uma das quatro classes disponíveis em missões de história de dois jogadores ou missões baseadas em ondas de quatro jogadores, embora todas as missões também possam ser jogadas de maneira solo. Há também um raid de quatro jogadores, que ocorre em três capítulos. Foi lançado em 30 de outubro de 2020, duas semanas após o lançamento inicial de Ghost of Tsushima: Legends. A expansão multijogador, juntamente com as outras atualizações do jogo, foram lançadas gratuitamente para os proprietários do jogo base.[20][21]

Em julho de 2021, a Sucker Punch anunciou um Director's Cut do jogo para PlayStation 4 e PlayStation 5, intitulado Ghost of Tsushima: Director's Cut. A nova versão inclui uma expansão na qual Jin visita a Ilha Iki. A edição de PlayStation 5 inclui recursos exclusivos, como sincronização labial japonesa, feedback tátil e suporte a gatilho adaptável, suporte a áudio 3D, resolução 4K dinâmica e tempos de carregamento mais curtos. Director's Cut foi lançado em 20 de agosto de 2021.[22]

RecepçãoEditar

 Recepção
Resenha crítica
Publicação Nota
Destructoid 9,5/10[23]
Famitsu 40/40[24]
Game Informer 9,5/10[25]
GameSpot 7/10[26]
GamesRadar+      [27]
IGN 9/10[28]
The Guardian      [29]
VG247      [30]
Pontuação global
Agregador Nota média
Metacritic PS5: 88/100[31]
PS4: 83/100[32]

Ghost of Tsushima recebeu críticas "geralmente favoráveis", de acordo com o agregador de resenhas Metacritic.[32]

A estética e o visual do jogo receberam elogios significativos. Michael Saltzman, da IGN, descreveu Ghost of Tsushima como "uma aventura absolutamente deslumbrante" e "uma das paisagens mais impressionantes da história", enquanto criticava a IA inimiga.[28] Chris Tapsell, da Eurogamer, disse que "o mundo como um todo é belo — absolutamente, inegavelmente e opressivamente belo".[33]

Os críticos foram mais mistos no que diz respeito às atividades encontradas no mundo aberto do jogo. Carolyn Petit, da Polygon, disse que o jogo "oferece um mundo adorável para explorar, e há um valor nisso, mas deveria ter sido muito mais do que uma lista de verificação de atividades a serem realizadas".[34] Ian Walker, da Kotaku, comentou: "Eu me vi suspirando cada vez que subia uma colina em direção a um objetivo misterioso, apenas para encontrar outra raposa para seguir [...] Essas distrações, embora únicas à primeira vista, provaram ser apenas uma tarefa ocupativa com o passar do tempo".[35]

Em relação ao combate, Rachel Weber, da GamesRadar+, disse que ele "simplesmente flui e parece funcionar corretamente".[27] Chris Carter, da Destructoid, comentou que "o ritmo do combate também é algo a ser visto" e que "como as pequenas nuances do mundo aberto, o combate floresce com o tempo".[23]

Quatro editores da revista japonesa Famitsu deram ao jogo uma rara pontuação máxima de 40/40. Este é o terceiro jogo ocidental a receber uma pontuação tão alta, junto com The Elder Scrolls V: Skyrim (2011), da Bethesda Softworks, e Grand Theft Auto V (2013), da Rockstar Games.[24][36]

VendasEditar

Ghost of Tsushima foi o jogo físico mais vendido em sua semana de lançamento no Reino Unido.[37] No Japão, o jogo também foi o mais vendido durante sua semana de estreia, com 212.915 cópias sendo vendidas.[38] Em todo o mundo, o jogo vendeu mais de 2,4 milhões de unidades nos seus primeiros três dias de lançamento, tornando-o a IP estreante/original com as vendas mais rápidas do PlayStation 4.[39] Até novembro de 2020, o jogo vendeu 5 milhões de cópias.[40] Até março de 2021, o título havia vendido mais de 6,5 milhões de unidades[41] e, em janeiro de 2022, suas vendas subiram para 8 milhões.[42] Até julho de 2022, o jogo vendeu mais de 9,73 milhões de cópias.[43]

Referências

  1. «Release Date Updates For The Last of Us Part II, Ghost of Tsushima». PlayStation.Blog. 27 de abril de 2020. Consultado em 27 de abril de 2020 
  2. a b Williams, Mike (30 de outubro de 2017). «Ghost of Tsushima Dev Promises "There's No Waypoint" To Follow». USgamer. Consultado em 12 de junho de 2018. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2017 
  3. Loveridge, Sam (12 de junho de 2018). «Ghost of Tsushima trailer, gameplay details, story, and everything we know so far». GamesRadar. Consultado em 12 de junho de 2018. Cópia arquivada em 11 de janeiro de 2018 
  4. a b Fleming, Brian (12 de junho de 2018). «Mud, Blood, and Steel: Ghost of Tsushima Gameplay Debut». PlayStation Blog. Consultado em 12 de junho de 2018 
  5. Plessas, Nick (11 de junho de 2018). «Ghost of Tsushima demo shows Japanese adventure's first live gameplay». Electronic Gaming Monthly. Consultado em 12 de junho de 2018 
  6. Donlan, Christian (12 de junho de 2018). «Stealth and precision violence combine beautifully in Ghost of Tsushima». Eurogamer. Consultado em 12 de junho de 2018 
  7. Fox, Nate (30 de outubro de 2017). «Ghost of Tsushima, Sucker Punch's New Project, Revealed at Paris Games Week». PlayStation Blog. Consultado em 11 de junho de 2018 
  8. Dornbush, Jonathon (30 de outubro de 2017). «Sucker Punch Announces Ghost of Tsushima». IGN. Consultado em 12 de junho de 2018. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2018 
  9. Phillips, Tom (13 de junho de 2018). «Ghost of Tsushima will have Japanese audio track option». Eurogamer. Consultado em 13 de junho de 2018. Cópia arquivada em 14 de junho de 2018 
  10. Garst, Aron (15 de junho de 2018). «'Ghosts of Tsushima' Mixes History, Fiction, and Open World Action». Variety. Consultado em 18 de junho de 2018. Cópia arquivada em 18 de junho de 2018 
  11. Garst, Aron (15 de junho de 2018). «'Ghosts of Tsushima' Mixes History, Fiction and Open World Action». Variety. Consultado em 18 de junho de 2018. Cópia arquivada em 18 de junho de 2018 
  12. a b «Ghost Of Tsushima preview and interview – the best-looking game on PS4». Metro. 14 de junho de 2018. Consultado em 9 de julho de 2018. Cópia arquivada em 10 de julho de 2018 
  13. Osborn, Alex (5 de dezembro de 2015). «Sony Discusses What's Next for Sucker Punch, Bend Studio and More». IGN. Consultado em 12 de junho de 2018. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2018 
  14. Romano, Sal (30 de outubro de 2017). «Sucker Punch announces Ghost of Tsushima for PS4». Gematsu. Consultado em 11 de junho de 2018. Cópia arquivada em 22 de abril de 2018 
  15. Makuch, Eddie (27 de novembro de 2017). «PlayStation Boss On Why They Waited So Long To Announce Sucker Punch's New Game». GameSpot. Consultado em 12 de junho de 2018. Cópia arquivada em 18 de abril de 2018 
  16. Seppela, Timothy (11 de maio de 2018). «Sony is trying a new format for its E3 press conference». Engadget. Consultado em 11 de junho de 2018. Cópia arquivada em 16 de maio de 2018 
  17. «State of Play | 10th December 2019». YouTube. PlayStation Europe. 10 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de dezembro de 2019 
  18. a b c d Goldfarb, Andrew (5 de março de 2020). «Ghost of Tsushima Out June 26: Collector's & Digital Deluxe Editions Detailed». PlayStation Blog 
  19. Hulst, Hermen (27 de abril de 2020). «Release Date Updates For The Last of Us Part II, Ghost of Tsushima». PlayStation Blog 
  20. a b «Ghost of Tsushima: Legends and New Game+ out October 16». PlayStation.Blog (em inglês). 5 de outubro de 2020. Consultado em 5 de outubro de 2020 
  21. a b «Ghost of Tsushima: Legends coming to PS4 Fall 2020». 17 de agosto de 2020 
  22. Goldfarb, Andrew (1 de julho de 2021). «Ghost of Tsushima Director's Cut arrives on PS5 and PS4 consoles on August 20». Consultado em 1 de julho de 2021 
  23. a b Carter, Chris (14 de julho de 2020). «Review: Ghost of Tsushima». Destructoid. Consultado em 14 de julho de 2020 
  24. a b Romano, Sal (15 de julho de 2020). «Famitsu Review Scores: Issue 1650». Famitsu. Consultado em 16 de julho de 2020 
  25. Miller, Matt (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima». Game Informer. GameStop. Consultado em 14 de julho de 2020 
  26. Tran, Edmond (14 de julho de 2020). «Ghost Of Tsushima Review - Chaos In The Windy City». GameSpot. CBS Interactive. Consultado em 14 de julho de 2020 
  27. a b Weber, Rachel (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima review: "A Worthy Suan Song For The PS4"». GamesRadar+. Consultado em 14 de julho de 2020 
  28. a b Saltzman, Mitcell (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima Review». IGN. Ziff Davis. Consultado em 14 de julho de 2020 
  29. MacDonald, Keza (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima review – Kurosawa-inspired samurai showdowns». The Guardian. Consultado em 16 de julho de 2020 
  30. McKeand, Kirk (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima review – a gorgeous world stuffed with repetitive filler». VG247. Consultado em 14 de julho de 2020 
  31. «Ghost of Tsushima: Director's Cut for PlayStation 5 Reviews». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 13 de janeiro de 2022 
  32. a b «Ghost of Tsushima Critic Reviews for PlayStation 4». Metacritic. CBS Interactive. Consultado em 14 de julho de 2020 
  33. Tapsell, Chris (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima review - a likeable, if clunky Hollywood blockbuster». Eurogamer (em inglês). Consultado em 15 de julho de 2020 
  34. Petit, Carolyn (14 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima review: You've played this before». Polygon (em inglês). Consultado em 15 de julho de 2020 
  35. «Ghost Of Tsushima: The Kotaku Review». Kotaku (em inglês). Consultado em 15 de julho de 2020 
  36. Ivan, Tom (23 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima breaks PlayStation sales record in Japan». Video Games Chronicle. Consultado em 24 de julho de 2020 
  37. Phillips, Tom (20 de julho de 2020). «Ghost of Tsushima physical sales beat last year's Days Gone». Eurogamer. Consultado em 24 de julho de 2020 
  38. Romano, Sal (23 de julho de 2020). «Famitsu Sales: 7/13/20 – 7/19/20». Gematsu. Consultado em 23 de julho de 2020 
  39. «PlayStation on Twitter: "Ghost of Tsushima is now PS4's fastest selling first-party original IP debut with more than 2.4 million units sold through globally in its first 3 days of sales."». 24 de julho de 2020. Consultado em 24 de julho de 2020 
  40. Paráboa, Vinicius (13 de novembro de 2020). «Ghost of Tsushima passes 5m sales milestone». EuroGamer. Consultado em 26 de dezembro de 2020 
  41. Kroll, Justin (25 de março de 2021). «Sony And PlayStation Productions Developing 'Ghost of Tsushima' Movie With 'John Wick's Chad Stahelski Directing». Deadline Hollywood. Penske Media Corporation. Consultado em 25 de março de 2021 
  42. Grubb, Jeff (4 de janeiro de 2022). «Ghost of Tsushima has sold 8 million copies». VentureBeat. Consultado em 4 de janeiro de 2022 
  43. Barker, Sammy (15 de julho de 2022). «Ghost of Tsushima Surpasses 9.73 Million Copies Sold on PS5, PS4». Push Square. Consultado em 15 de julho de 2022 

Ligações externasEditar