Abrir menu principal

Grande Prêmio do Brasil de 2000

Grande Prêmio do Brasil
de Fórmula 1 de 2000
Autódromo José Carlos Pace (AKA Interlagos) track map.svg
Décimo nono GP do Brasil em Interlagos
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 26 de março de 2000
Nome oficial XXIX Grande Prêmio Marlboro do Brasil
Local Autódromo de Interlagos, São Paulo, São Paulo, Brasil
Total 71 voltas / 305.939 km
Condições do tempo Ensolarado
Pole
Piloto
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes
Tempo 1:14.111
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Tempo 1:14.755 (na volta 48)
Pódio
Primeiro
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Segundo
Itália Giancarlo Fisichella Benetton-Playlife
Terceiro
Alemanha Heinz-Harald Frentzen Jordan-Mugen/Honda

Resultados do Grande Prêmio do Brasil (formalmente XXIX Grande Prêmio Marlboro do Brasil) realizado em Interlagos em 26 de março de 2000. Segunda etapa da temporada, teve como vencedor o alemão Michael Schumacher.[1][2][nota 1]

ResumoEditar

Os carros da Sauber não participaram da prova. Quatro asas traseiras sofreram avarias nos treinos, levando o direto Peter Sauber a suspender a participação do time suíço sob alegação de "problemas estruturais e risco à segurança dos pilotos".[3]

David Coulthard terminou em 2º lugar, mas foi desclassificado por irregularidades na asa dianteira de sua McLaren. Na vistoria técnica, a altura do aerofólio dianteiro da McLaren #2 estava 7mm mais baixa que o permitido.[4] A escuderia recorreu na Corte de Apelações em Paris pela devolução dos pontos da etapa brasileira, mas a entidade não aceitou o pedido do time de Woking e manteve a desclassificação do carro do piloto escocês.[5]

Com o sexto lugar obtido, Jenson Button fez seu primeiro ponto na Fórmula 1. Aos 20 anos, foi até 2007 o piloto mais jovem a pontuar na categoria, quando Sebastian Vettel superou o recorde do inglês ao chegar em oitavo no GP dos Estados Unidos aos 19 anos de idade.

Classificação da provaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 3   Michael Schumacher Ferrari 71 1:31:35.271 3 10
DSQ 2   David Coulthard McLaren-Mercedes 71 Asa dianteira irregular 2
2 11   Giancarlo Fisichella Benetton-Playlife 71 + 39.898 5 6
3 5   Heinz-Harald Frentzen Jordan-Mugen/Honda 71 + 42.268 7 4
4 6   Jarno Trulli Jordan-Mugen/Honda 71 + 1:12.780 12 3
5 9   Ralf Schumacher Williams-BMW 70 + 1 volta 11 2
6 10   Jenson Button Williams-BMW 70 + 1 volta 9 1
7 19   Jos Verstappen Arrows-Supertec 70 + 1 volta 14
8 18   Pedro de La Rosa Arrows-Supertec 70 + 1 volta 16
9 23   Ricardo Zonta BAR-Honda 69 + 2 voltas 8
10 21   Gastón Mazzacane Minardi-Fondmetal 69 + 2 voltas 20
Ret 8   Johnny Herbert Jaguar-Cosworth 51 Câmbio 17
Ret 20   Marc Gené Minardi-Fondmetal 31 Motor 18
Ret 1   Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 30 Pressão do óleo 1
Ret 4   Rubens Barrichello Ferrari 27 Pane hidráulica 4
Ret 7   Eddie Irvine Jaguar-Cosworth 20 Spun off 6
Ret 22   Jacques Villeneuve BAR-Honda 16 Câmbio 10
Ret 14   Jean Alesi Prost-Peugeot 11 Pane elétrica 15
Ret 15   Nick Heidfeld Prost-Peugeot 9 Motor 19
Ret 12   Alexander Wurz Benetton-Playlife 6 Motor 13
DNS 16   Pedro Paulo Diniz Sauber-Petronas 0 Razões de segurança 0
DNS 17   Mika Salo Sauber-Petronas 0 Razões de segurança 0
Fonte: [1]

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. Voltas na liderança: Mika Häkkinen 8 voltas (1; 23-29), Michael Schumacher 61 voltas (2-20; 30-71), Rubens Barrichello 2 voltas (21-22).

Referências

  1. a b «2000 Brazilian Grand Prix - race result». Consultado em 5 de agosto de 2019 
  2. GRIJÓ, Fábio, MARÁ, Márcio, BRANDÃO, Túlio. Ferrari, 10 anos depois (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 27/03/2000. Esportes, Capa. Página visitada em 5 de agosto de 2019.
  3. «Brasileiros vivem extremos». Folha de S.Paulo. Consultado em 26 de março de 2000  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  4. «Tapetão mantém a Mclaren no zero». Folha de S.Paulo. Consultado em 27 de março de 2000  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  5. «FIA critica Interlagos e pune McLaren». Folha de S.Paulo. Consultado em 5 de abril de 2000  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
Precedido por
Grande Prêmio da Austrália de 2000
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 2000
Sucedido por
Grande Prêmio de San Marino de 2000
Precedido por
Grande Prêmio do Brasil de 1999
Grande Prêmio do Brasil
29ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio do Brasil de 2001