Abrir menu principal
Jaime Spengler, O.F.M.
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo de Porto Alegre
1º Vice-Presidente da CNBB
7º Arcebispo da Arquidiocese de Porto Alegre

Título

Arcebispo Metropolitano de Porto Alegre
Hierarquia
Papa Francisco
Ordem Religiosa Frei Michael Perry, O.F.M.
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem dos Frades Menores
Diocese Arquidiocese de Porto Alegre
Nomeação 18 de setembro de 2013
Entrada solene 15 de novembro de 2013
Predecessor Dom Dadeus Grings
Mandato 2013 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 17 de novembro de 1990
Paróquia São Pedro Apóstolo Gaspar
por Dom Quirino Adolfo Schmitz, OFM
Nomeação episcopal 10 de novembro de 2010
Ordenação episcopal 5 de fevereiro de 2011
Paróquia São Pedro Apóstolo, Gaspar
por Dom Lorenzo Baldisseri
Lema episcopal IN CRUCE GLORIARI
Gloriar-se na Cruz
Nomeado arcebispo 18 de setembro de 2013
Brasão arquiepiscopal
Template-Metropolitan Archbishop.svg
Dados pessoais
Nascimento Gaspar,  Santa Catarina
6 de setembro de 1960 (59 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Léa Maria Spengler
Pai: Genésio Bernardo Spengler
Funções exercidas -Bispo-auxiliar de Porto Alegre (2011-2013)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Frei Jaime Spengler, OFM (Gaspar, 6 de setembro de 1960) é um bispo católico e arcebispo metropolitano de Porto Alegre e vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

BiografiaEditar

Primeiro filho, dentre quatro, de Genésio Bernardo e Léa Maria Spengler nasceu no dia 6 de setembro de 1960 na cidade de Gaspar no estado de Santa Catarina. Aos 14 anos começou a trabalhar na empresa Linhas Círculo, onde trabalhou por cinco anos. Ingressou na Ordem dos Frades Menores no dia 20 de janeiro de 1982, quando foi admitido no Noviciado na cidade de Rodeio.

Fez a Profissão Solene, no dia 8 de dezembro de 1985; nos anos de 1986 e 1987 cursou Filosofia no Instituto Filosófico São Boaventura de Campo Largo, posteriormente cursou Teologia primeiramente no Instituto Teológico Franciscano de Petrópolis, no Rio de Janeiro e depois concluiu no Instituto Teológico de Jerusalém em Israel no qual, em 1990, obteve a especialização em Sagradas Escrituras. Recebeu a ordenação diaconal no dia 29 de junho de 1989, na cidade de Nazaré, em Israel. Regressando ao Brasil foi ordenado sacerdote no dia 17 de dezembro de 1990.

Dos anos de 1991 a 1995 foi mestre de postulantes e professor no Seminário Frei Galvão, na cidade de Guaratinguetá, em São Paulo. Em Roma, fez o doutorado em Filosofia na Pontifícia Universidade Antonianum, nos anos de 1995 a 1998. De 2000 a 2003 foi vice-reitor e professor do Instituto Filosófico São Boaventura, na cidade de Campo Largo, no Paraná; foi assistente eclesiástico da Federação Brasileira das Irmãs Concepcionistas, nos anos de 2001 e 2002; superior local e vigário da Paróquia Bom Jesus, na Arquidiocese de Curitiba, de 2004 a 2006.

Em 2010, Dom Jaime assumiu como guardião da Fraternidade de Bom Jesus dos Perdões, em Curitiba, além de ser o vice-presidente da Associação Franciscana de Ensino Bom Jesus de Campo Largo e trabalhar como professor no Curso de Filosofia.

Aos 10 de novembro de 2010 foi nomeado pelo Papa Bento XVI, bispo titular de Patara e auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre[1]. Dom Jaime foi ordenado bispo no dia 5 de fevereiro de 2011 na Paróquia São Pedro Apóstolo, na cidade de Gaspar no estado de Santa Catarina por Dom Lorenzo Baldisseri, Núncio Apostólico no Brasil.

No dia 13 de março de 2011 tomou posse como Vigário Episcopal do Vicariato de Gravataí na Igreja Matriz de Nossa Senhora dos Anjos.

Durante a 49ª Assembleia Anual do Episcopado Brasileiro em Aparecida do Norte em maio de 2001 foi escolhido entre os bispos do Rio Grande do Sul para ser o Bispo Referencial da Pastoral da Educação e Cultura no Regional Sul-3 da CNBB.

Aos 25 de junho de 2011 teve seu nome divulgado como membro da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB[2].

No dia 15 de agosto de 2012 Dom Dadeus Grings o nomeou como Procurador e Ecônomo da Arquidiocese de Porto Alegre.

Durante a Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro foi um dos bispos brasileiros escolhidos para ministrar catequeses aos jovens.

Aos 18 de setembro de 2013, o Papa Francisco o elevou a dignidade de arcebispo, para metropolita da Arquidiocese de Porto Alegre[3].

No dia 15 de novembro de 2013 tomou posse como 7º Arcebispo da Arquidiocese de Porto Alegre na Catedral Metropolitana.

Aos 29 de março de 2014 o Papa Francisco o nomeou como membro da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica[4].

No dia 29 de junho de 2014 recebeu das mãos do Papa Francisco o Pálio que o identifica como metropolita.

Aos 21 de abril de 2015 foi eleito presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB[5].

No dia 23 de abril de 2015, foi eleito Presidente do Regional Sul 3 da CNBB, para a gestão 2015-2019.[6]

É primo em 2° grau do Bispo Dom Frei Evaristo Pascoal Spengler, O.F.M., [7]

Em 6 de maio, durante a 57ª Assembleia Geral da CNBB, foi eleito primeiro vice-presidente da entidade para o quadriênio 2019-2023.[8]

Ordenações episcopaisEditar

Lema e brasãoEditar

 
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

LEMA: IN CRUCE GLORIARI - Gloriar-se na Cruz (Cl 6, 14).

BRASÃO: O Brasão Episcopal de Dom Jaime traz os seguintes elementos: a) O Tau (representado somente em seu brasão episcopal, foi posteriormente substituído por uma Cruz Arquiepiscopal): Tau (símbolo franciscano) que está no alto do brasão evoca o "Amor que não é amado!" (máxima de São Francisco de Assis), o Crucificado. Ao ser eleito Arcebispo de Porto Alegre, acrescentou-se um tau, menor sobre o original;

b) O Crucificado: O crucificado é o centro do brasão. Ele divide e unifica o universo. A metade do Crucificado sobre a cruz escura indica o Cristo que glorifica a cruz, e a metade escura do Crucificado sobre a cruz clara indica que a cruz glorifica, transfigura, o ser humano;

c) A Cruz: A cruz vem iluminada pelo círculo, o sol, expressando o que diz a Sagrada Escritura: "Cristo é o sol de justiça". O Cristo crucificado, sol de justiça, nossa esperança, concede horizonte novo de vida aos crucificados de todos os tempos;

d) A Concha: Na parte inferior da cruz repousa numa concha (evocando a história sobre Santo Agostinho), expressão do mistério da cruz que é inesgotável. Ela é o símbolo do Santo Sepulcro e do evento da Ressurreição, distintivo de todos os peregrinos;

e) Águas: As águas de um lado da cruz lembram o Rio Itajaí-Açu, com seu vale (região de nascimento de Dom Jaime); do outro lado o Rio Guaíba, que banha a cidade de Porto Alegre, lugar da missão como bispo auxiliar;

f) O Azul: A presença da Mãe de Deus (Padroeira de Porto Alegre), nas diversas tonalidades de azul, recorda a mulher vestida de sol (evocada no Livro do Apocalipse), a Virgem Imaculada.

Ligações externasEditar

Referências

  1. DI AUSILIARE DI PORTO ALEGRE (BRASILE), Rinunce e Nomine, 10.11.2010
  2. [1] Arquivado em 29 de junho de 2011, no Wayback Machine., Divulgados os nomes dos eleitos para as Comissões Episcopais Pastorais da CNBB, 25.06.2011
  3. DELL’ARCIVESCOVO METROPOLITA DI PORTO ALEGRE (BRASILE) E NOMINA DEL SUCCESSORE, Rinunce e Nomine, 18.09.2013
  4. DEL PREFETTO DELLA CONGREGAZIONE PER GLI ISTITUTI DI VITA CONSACRATA E LE SOCIETÀ DI VITA APOSTOLICA E NOMINE E CONFERME DI MEMBRI NEL MEDESIMO DICASTERO, Rinunce e Nomine, 29.03.2014
  5. [2], Dom Jaime Spengler é eleito para a Comissão dos Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, 21.04.2015
  6. «Dom Jaime Spengler é o novo presidente da CNBB Regional Sul 3». 24 de abril de 2015. Consultado em 24 de abril de 2015 
  7. [http:http://www.jornalmetas.com.br/geral/frei-evaristo-spengler-%C3%A9-ordenado-bispo-1.1928395 «Frei Evaristo Spengler ordenado bispo»] Verifique valor |url= (ajuda). jornal metas. 4 de agosto de 2016. Consultado em 22 de março de 2017 
  8. «Dom Jaime Spengler, de Porto Alegre (RS), é eleito o primeiro vice-presidente da CNBB». CNBB Sul 2. 6 de maio de 2019. Consultado em 06 de maio de 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  9. PASCOM (26 de março de 2015). «Bispo Auxiliar de Porto Alegre: Dom Leomar Brustolin recebeu ordenação episcopal em Caxias do Sul». PASCOM - Arquidiocese POA. Consultado em 30 de março de 2015 
Precedido por
Dom Dadeus Grings
 
Arcebispo de Porto Alegre

2013 - Atualidade
Sucedido por