Juliano Cazarré

ator brasileiro

Juliano Cazarré (Pelotas, 24 de setembro de 1980) é um ator brasileiro.[1]

Juliano Cazarré
Nascimento Juliano Cazarré
24 de setembro de 1980 (40 anos)
Pelotas, RS
Nacionalidade brasileiro
Ocupação ator, escritor
Período de atividade 2000–presente
Religião Católico

BiografiaEditar

Filho do escritor infanto-juvenil e jornalista Lourenço Cazarré, vencedor do Prêmio Jabuti de 1998, a família do ator mudou-se para Brasília pouco tempo após seu nascimento.

É sobrinho-neto dos irmãos atores e dubladores Older Cazarré e Olney Cazarré.

Formado em artes cênicas na Universidade de Brasília (UnB).

Casado com Letícia Cazarré é pai de Vicente, Inácio e Gaspar.

CarreiraEditar

 
Juliano Cazarré, 2017

Juliano entrou no teatro participando de importantes montagens sob direção de Hugo Rodas. Dentro desse contexto, nunca tinha pensado em fazer teatro, nem enveredado por oficinas da área, até o terceiro ano do ensino médio, quando participou de uma feira cultural no colégio Leonardo da Vinci. Avesso às disciplinas exatas, inscreveu-se em artes cênicas por sugestão do pai.[carece de fontes?] Mudou-se para São Paulo em 2007. Juliano estreou na TV em Alice, série que a HBO Brasil começou a exibir em setembro de 2008; era um funcionário de uma financeira que sonhava e conseguiu virar DJ. Foi indicado para o prêmio de melhor ator no Festival de Gramado pelo filme Nome Próprio, em 2007. Em 2008 participou do clipe da música Desabafo do cantor Marcelo D2.

Em 2011 participou de Insensato Coração. Em 2012, viveu o analfabeto Adauto na novela Avenida Brasil. Em 2013 atua em Amor à Vida como um dos personagens principais da trama, ao lado de Paolla Oliveira e Malvino Salvador. [2] Em 2015 participou de A Regra do Jogo como MC Merlô, morador do morro da macaca e que nunca saiu da comunidade onde nasceu. Em 2017 atuou na érie Vade Retro como o atrapalhado Davi[3] e em seguida vai trabalhar como garimpeiro de uma mina de pedras preciosas na novela das nove, O Outro Lado do Paraíso de Walcyr Carrasco.[4] Ainda em 2013, Juliano protagonizou o longa metragem Serra Pelada, uma super produção do diretor Heitor Dalia que reproduziu o drama da maior mina de ouro da história do Brasil. O filme depois foi transformado em uma super série e transmitido pela Rede Globo.

Em 2016, Juliano rodou o mundo como protagonista de Boi Neon, de Gabriel Mascaro. O filme ganhou inúmeros prêmios em festivais como Toronto, Marrakesh e Veneza, rendendo críticas positivas da mídia especializada americana. A publicação Indie Wire publicou uma matéria dizendo: "Cazarré é uma estrela de cinema no Brasil e seu desempenho autêntico e despretensioso em Boi Neon deveria lançá-lo a um palco internacional. Seu Iremar parece mesmo deste mundo, pele feita de poeira e músculos de lutar com os touros. O filme de Mascaro é um trabalho auspicioso, original e absorvente que emociona com o seu olhar para este mundo pouco visto e os sonhadores que o habitam." O filme ainda foi eleito entre os dez melhores de 2016 pelo The New York Times.

O Festival Tribeca de Cinema escreveu: "Frequentemente aplaudimos os atores pela quantidade de informação que podem transmitir sobre seus personagens dentro de um determinado filme. Mas se há um estilo de atuação única que muitas vezes é desvalorizado no cinema contemporâneo, é mais provável que seja um desempenho reticente. O Boi Neon, de Gabriel Mascaro, um estudo elétrico da dinâmica de gênero entre um grupo itinerante de mãos de rodeio, deve grande parte de seu poder à sedutora performance central de Juliano Cazarré, que interpreta Iremar, um criador de touros com sonhos de design de moda. Cazarré revela pouco mais do que os fatos básicos sobre seu personagem e fala menos ainda ao longo do filme, baseando-se em seu físico musculoso (e no conforto que ele exibe dentro dele) para sugerir um machismo silenciado que aperta as tensões eróticas e conta um história subliminar de vida livre e libidinal que não requer uma única palavra." Muitas outras publicações elogiaram o trabalho de Juliano Cazarré por Boi Neon, como Variety, Hollywood Reporter, The Boston Globe, Chicago Tribune, Vienna Review e outras. Em 2017, Juliano foi escolhido Melhor Ator no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Em 2018, foi escolhido para interpretar Jesus na Paixão de Cristo de 2019 de Nova Jerusalém em Fazenda Nova, Pernambuco.[5] E a partir dessa interpretação se converte ao catolicismo e em suas redes sociais tem postado reflexões e sua experiência de sua fé católica.[carece de fontes?]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Nome Personagem Nota
2007 Antônia Bandido Episódio: "Ligação a Cobrar"
2008 Alice Téo Episódio: "O Lado Escuro do Espelho"
Episódio: "Wonderland"
2009 Som & Fúria Cléber
2009–11 Força-Tarefa Cabo Irineu
2010 As Cariocas Paulão Episódio: "A Vingativa do Meier"
2011 Tapas & Beijos Tatuador Episódio: "30 de novembro"
Insensato Coração Ismael Cunha
2012 Avenida Brasil Adalton dos Santos (Adauto)
2013 Amor à Vida Joaquim Roveri (Ninho)
2015 A Regra do Jogo Mário Sérgio dos Santos Stewart (MC Merlô)
2017 Vade Retro Davi
2017 O Outro Lado do Paraíso Mariano de Assis[6]
2019 Amor de Mãe Magno dos Santos Silva[7]

CinemaEditar

como ator
Ano Nome Personagem Nota
2002 Suicídio Cidadão Curta-metragem
2003 Momento trágico Curta-metragem
2005 Macacos me Mordam [8] Curta-metragem
A Concepção Alex
2007 Nome Próprio Felipe
O Magnata Arthur (Cabeça)
Tropa de Elite Soldado Eduardo (Tatu)
Meu Mundo em Perigo Frentista
2008 A Festa da Menina Morta Tadeu
Ana Beatriz[9] Curta-metragem
2009 Salve Geral
2010 Véi Chicleteiro Média-metragem
2011 360 Rui
Assalto ao Banco Central Décio
Bruna Surfistinha Gustavo
Vips Baña
Febre do Rato Boca Mole
2012 Augustas - O Filme Segurança da Boate
2013 Serra Pelada Juliano[10][11]
O Lobo Atrás da Porta Delegado [12]
2014 Sorria, Você Esta Sendo Filmado - O Filme Policial 1 [13]
2016 Boi Neon Vaqueiro Iremar
2017 Real - O Plano Por Trás da História Gonçalves [14]
2018 O Grande Circo Místico Otto[15]
Ser Tão Velho Cerrado Ele mesmo[16] Documentário
Aurora João [17]
2020 Pluft, o Fantasminha Perna de Pau[18]
Dentes Ademar
como diretor
Ano Nome Cargo Nota
2014 A Roza Diretor do curta[19] Curta-metragem

TeatroEditar

Ano Nome Personagem
2000 Álbum Wilde[20]
2002 Rosa Negra - Uma saga Sertaneja[20]
2005 Eu, Você, Gregos e Troianos[20]
2005–07
2014
Adubo ou a Sutil Arte de Escoar Pelo Ralo[20]
2007 A Obscena Senhora [20]
2016 Um Bonde Chamado Desejo[21] Stanley Kowalsky
2019 Paixão de Cristo de Nova Jerusalém[22] Jesus

LiteraturaEditar

Ano Título Nota
2012 Pelas Janelas Poemas[23]

Prêmios e indicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2011 Prêmio Extra de Televisão[24][25] Melhor Revelação Masculina Insensato Coração Indicado
2012 Melhor Ator Coadjuvante Avenida Brasil Indicado
Prêmio Quem de Televisão[26] Venceu
Melhores do Ano[27] Venceu
1º Prêmio Botequim Cultural[28] Melhor Ator Coadjuvante Venceu
Melhor Revelação Venceu
2013 Prêmio Contigo! de TV[29] Melhor Ator Coadjuvante Indicado
Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante Amor à Vida Indicado
2014 FESTIN Festival Lisboa[30] Melhor Ator Serra Pelada Venceu
2015 Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante A Regra do Jogo Indicado
2016 Prêmio Quem de Cinema[31] Melhor Ator Boi Neon Indicado
2017 Festival Sesc Melhores Filmes[32] Melhor Ator Venceu
Grande Prêmio do Cinema Brasileiro[33] Melhor Ator Venceu
Prêmio Platino[34] Melhor Ator Indicado
2018 Melhores do Ano Melhor Ator Coadjuvante O Outro Lado do Paraíso Indicado

Referências

  1. «Estreante na TV, Juliano Cazarré rouba a cena em Força Tarefa». Globo.com. Extra.globo.com 
  2. «Juliano Cazarré ficou 'amarradão' com o visual dreadlocks de Ninho». Globo.com. globo.com. Consultado em 5 de maio de 2013 [ligação inativa]
  3. Aline Nunes (4 de abril de 2017). «Juliano Cazarré vive atrapalhado com mulheres em 'Vade Retro': 'Atira para tudo que é lado'». Bastidores - Gshow. Consultado em 9 de abril de 2017 
  4. «Juliano Cazarré diz que contracenar com Fernanda Montenegro em novela será como 'pegar faixa preta'». G1. Consultado em 9 de julho de 2017 
  5. «Juliano Cazarré será Jesus na 'Paixão' de Nova Jerusalém». LeiaJa. Consultado em 3 de dezembro de 2012 
  6. «Sophia é destruída por Mariano no final de O Outro Lado do Paraíso». Diario7. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 20 de abril de 2018 
  7. «Juliano Cazarré será filho de Regina Casé em 'Amor de mãe', novela das 21h da Globo - Patrícia Kogut, O Globo». Patrícia Kogut. Consultado em 18 de abril de 2019 
  8. Macacos me Mordam | Porta Curtas
  9. Ana Beatriz | Porta Curtas
  10. http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2013/07/04/estrelado-por-juliano-cazarre-superproducao-serra-pelada-tem-primeiro-poster.htm
  11. Globo estreia a minissérie ‘Serra Pelada, a Saga do Ouro’
  12. AdoroCinema. «O Lobo Atrás da Porta - Créditos». Consultado em 22 de dezembro de 2014 
  13. Sorria, Você Está Sendo Filmado - Globo Filmes
  14. «3.000 Dias no Bunker - Globo Filmes». Consultado em 17 de julho de 2016. Arquivado do original em 26 de agosto de 2016 
  15. O Grande Circo Místico - Globo Filmes
  16. Fernandez, Alexandre (9 de agosto de 2018). «Documentário corajoso de André D'Elia denuncia devastação do cerrado». UOL. Folha de S. Paulo. Consultado em 18 de janeiro de 2020 
  17. As filmagens de “Aurora” foram feitas na residência de Rodrigo Teixeira
  18. «Após meio século, história do fantasma que tinha medo de gente ganha nova adaptação para o cinema, agora em 3D». Globo Filmes. Consultado em 9 de julho de 2017 
  19. Juliano Cazarré vai lançar curta-metragem de animação em festival de cinema
  20. a b c d e "Juliano Cazarré Actor - fernanda ribas Arquivado em 16 de agosto de 2016, no Wayback Machine.".
  21. Um Bonde Chamado Desejo | VEJA São Paulo
  22. [1]
  23. «Juliano Cazarré lança livro de poesias no Rio». Globo.com. Ego.globo.com 
  24. «Prêmio Extra de TV: Chay Suede, de 'Rebelde', ganha o prêmio de revelação masculina». 29 de novembro de 2011 
  25. «Prêmio Extra de TV:Conheça os indicados ao Prêmio Extra de TV 2012». 27 de novembro de 2012 
  26. «Veja a lista completa dos ganhadores do Prêmio QUEM 2012». 19 de março de 2013 
  27. «Confira aqui todos os vencedores do Prêmio Melhores do Ano, do Domingão». 3 de março de 2013 
  28. «1º Prêmio Botequim Cultural – Vencedores». Prêmio Botequim Cultural. Consultado em 13 de maio de 2017 
  29. UOL (13 de maio de 2013). «"Avenida Brasil" é a grande vencedora do Prêmio Contigo!». Notícias. UOL. Consultado em 13 de maio de 2013 
  30. «FESTin - Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa». Cinema na Rede. Consultado em 13 de maio de 2017 
  31. «Prêmio QUEM 2016: Quem é o melhor ator de cinema do ano?». Quem. 13 de julho de 2017. Consultado em 15 de Julho de 2017 
  32. «Juliano Cazarré e Maeve Jinkings receberam prêmio em Festival Sesc». Ofuxico. 13 de julho de 2017. Consultado em 15 de Julho de 2017 
  33. «Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2017 anuncia indicados; veja a lista». G1. 13 de julho de 2017. Consultado em 15 de Julho de 2017 
  34. «Filmes brasileiros são indicados ao Prêmio Platino do Cinema». Uai. 13 de março de 2017. Consultado em 24 de junho de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.