Abrir menu principal

Kemba Walker

basquetebolista estadunidense

Kemba Hudley Walker (Bronx, 8 de maio de 1990), é um jogador de basquetebol profissional norte-americano que atualmente joga pelo Boston Celtics na National Basketball Association (NBA).[1][2]

Kemba Walker
Kemba Walker (31281786340) (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Kemba Hudley Walker
Data de nasc. 8 de maio de 1990 (29 anos)
Local de nasc. Bronx, Nova Iorque, Estados Unidos
Altura 1,83 m (6 ft 0 in)
Peso 83 kg (184 lb)
Informações no clube
Clube atual Estados Unidos Boston Celtics
Número 8
Posição Armador
Clubes de juventude
2008 – 2011 Connecticut
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
20112019
2019–presente
Estados Unidos Charlotte Hornets
Estados Unidos Boston Celtics
605 (12.009)
Medalhas
Competidor dos  Estados Unidos
Copa América Sub-18
Prata Argentina 2008 Equipe


* Partidas e pontos pelo clube profissional
contam apenas os jogos da liga nacional e
e estão atualizados até 17 de julho de 2019.

Kemba é o maior cestinha da história do Charlotte [3] e além disso foi selecionado 3 vezes para o All-Star Game. Em junho de 2019, Kemba foi anunciando como novo reforço do Boston Celtics, deixando os Hornets após 8 temporadas.[4]

Índice

Carreira no ensino médioEditar

Walker freqüentou a Rice High School no Harlem, em Nova York. Em seu primeiro ano, ele jogou contra Simeon Career Academy de Derrick Rose no Madison Square Garden, ele ganhou por 53-51.[5]

Durante o seu último ano, obteve uma média de 18,2 pontos e 5,3 assistências por jogo, o que lhe valeu uma vaga na prestigiada equipe All-American da McDonald's.[6]

Walker jogou pelo New York Gauchos no programa de basquete AAU com os colegas da Big East, Jordan Theodore, Darryl "Truck" Bryant, Devin Hill e Danny Jennings. A equipe terminou em primeiro lugar no país.

Considerado um recruta de cinco estrelas pela Rivals.com, Walker foi listado como o 5° melhor Armador e o 14° melhor jogador do país em 2008.[7]

Carreira universitáriaEditar

Ano de calouroEditar

Durante o seu primeiro ano na Universidade de Connecticut, Walker jogou em todos os jogos e foi nomeado para a Equipe de Novatos da Big East.

Apesar de não ser titular em apenas dois jogos, ele teve uma média de 25,5 minutos por jogo, muito mais do que qualquer reserva regular.[8]

Ele ajudou os Huskies a chegar ao Final Four do Torneio da NCAA de 2009 com um esforço de 23 pontos no Elite Eight contra Missouri.

Segundo anoEditar

Walker foi titular em todos os 34 jogos da temporada de 2009-10. Ele contribuiu com 14,6 pontos por jogo e liderou a equipe em oito dos últimos nove jogos da temporada. Walker foi nomeado pra Primeira-Equipe USBWA All-District.[9]

Terceiro anoEditar

 
Walker na Universidade de Connecticut em 2011.

Walker ganhou destaque nacional em seu terceiro ano: Walker foi o artilheiro do pais com médias de 26,7 pontos por jogo. Além disso, ele obteve em média 5 rebotes e 3,8 assistências. Walker apareceu em uma das seis capas regionais da Sports Illustrated.

No Torneio da Big East de 2011, Walker acertou o arremesso que venceu o jogo e levou a equipe as semifinais. Ele levou UConn à vitória sobre a Universidade de Louisville na final do torneio sendo nomeado MVP. Walker marcou 130 pontos em cinco jogos, um recorde do Torneio da Big East e o maior número de pontos conquistados em qualquer torneio nas últimas 15 temporadas. UConn se tornou a primeira universidade a ganhar cinco jogos em cinco dias e ganhar um campeonato de conferência.[10]

Em 14 de março de 2011, a Associação de Escritores de Basquete dos Estados Unidos nomeou Walker para a Primeira-Equipe All-American.[11] Ele também foi finalista do Prêmio de Melhor Jogador Universitário do Ano devido ao seu desempenho na temporada de 2010-2011. Apesar de ter terminado em segundo (perdendo para Jimmer Fredette), dois jornalistas foram da opinião de que Walker era o melhor jogador de basquete universitário naquele ano.[12][13] Walker foi nomeado o vencedor do Prêmio Bob Cousy Award como o melhor armador do país.

Em 4 de abril de 2011, Walker liderou a Universidade de Connecticut com 16 pontos para ganhar o Torneio da NCAA sendo nomeado o Melhor Jogador de Basquete da NCAA.[14] Após o retorno da equipe, em um comício para celebrar o título nacional, Walker foi adicionado ao Huskies of Honor. Ele se tornou o primeiro jogador de basquete masculino a receber a distinção desde que a classe inaugural foi anunciada em dezembro de 2006.

Carreira profissionalEditar

Charlotte Bobcats / Hornets (2011–2019)Editar

Temporada de 2011-12Editar

 
Walker arremessando durante um jogo contra o Houston Rockets em outubro de 2013.

Walker anunciou sua decisão de deixar Universidade de Connecticut para a NBA em 12 de abril. Assim, ele entrou no Draft da NBA de 2011 e foi selecionado em 9º lugar pelo Charlotte Bobcats.[15] Walker assinou um contrato de vários anos com a Under Armour, o primeiro novato da classe de 2011 a fazê-lo.[16]

Em 11 de dezembro de 2011, ele assinou contrato com os Bobcats[17] e com a lesão de D. J. Augustin, ele se tornou o titular da equipe.

Em 28 de janeiro de 2012, em um jogo em casa contra o Washington Wizards, ele conseguiu seu primeiro triplo-duplo da carreira com 20 pontos, 11 assistências e 10 rebotes, juntando-se a Boris Diaw e Stephen Jackson como os únicos jogadores dos Bobcats a registrar um.[18]

Walker participou do Desafio das Estrelas em Ascensão de 2012 durante o Fim de Semana All-Star.

Temporada de 2012–13Editar

Em 14 de novembro de 2012, Walker fez o primeiro "game-winner" (arremesso para a vitória) da sua carreira na NBA contra o Minnesota Timberwolves.[19] Ele terminou o jogo com 22 pontos, 5 rebotes, 4 assistências e 4 roubos de bola.

Em 21 de janeiro de 2013, ele fez 35 pontos contra o Houston Rockets. Walker foi selecionado, junto com o companheiro de equipe Michael Kidd-Gilchrist, para o Desafio das Estrelas em Ascensão de 2013, marcando 8 pontos.

Kemba terminou a temporada de 2012-2013 com médias de 17,7 pontos, 5,7 assistências, 3,5 rebotes e 2 roubos de bola por jogo.

Temporada de 2013–14Editar

 
Walker sendo marcado por Gerald Wallace em 2013.

Em 9 de dezembro de 2013, Walker marcou 31 pontos para ajudar os Bobcats a derrotar o Golden State Warriors por 115-111.[20] Em 18 de dezembro de 2013, ele acertou um arremesso nos últimos segundos da prorrogação para derrotar o Toronto Raptors. Ele terminou a noite com 26 pontos e 5 rebotes.[21]

Em 19 de fevereiro de 2014, Walker registrou 24 pontos, 5 rebotes e 16 assistências na vitória por 116-98 sobre o Detroit Pistons. Cinco dias depois, ele foi premiado com o Prêmio de Jogador da Conferência Leste da Semana, tendo uma média de 22,5 pontos, 8,8 assistências e 5,5 rebotes no período de sete dias.

Em uma vitória em casa sobre o Orlando Magic em 4 de abril de 2014, Walker registrou seu segundo triplo-duplo da carreira com 13 pontos, 10 assistências e 10 rebotes.

Jogando contra o Miami Heat na primeira rodada dos Playoffs da Conferência Leste, Walker teve um excepcional Jogo 4: ele terminou o jogo com 29 pontos (recorde da franquia), 5 assistências, 5 rebotes, 3 bloqueios e 2 roubos de bola. O esforço veio em uma derrota com o Heat completando uma varrida de 4-0 na série.

Temporada de 2014–15Editar

 
Walker com os Hornets em outubro de 2014

No jogo de abertura do Charlotte Hornets contra o Milwaukee Bucks em 29 de outubro, Walker liderou uma virada impressionante em uma vitória de 108-106 na prorrogação. Os Hornets tinham 24 pontos a menos no quarto quarto quando encenou uma virada; Walker marcou três pontos com 1,6 segundo restantes e forçou uma prorrogação, ele também acertou o arremesso que venceu o jogo. Ele terminou o jogo com 26 pontos, 5 assistências e 6 rebotes.

No dia seguinte, ele assinou uma extensão de contrato de quatro anos no valor de US $ 48 milhões com os Hornets.[22][23]

Em 5 de dezembro de 2014, Walker acertou seu segundo arremesso para a vitória da temporada em uma vitória por 103-102 sobre o New York Knicks. Em 27 de dezembro, em uma derrota por 94-102 para o Orlando Magic, ele marcou 42 pontos e estabeleceu um recorde da franquia de mais pontos marcados no intervalo com seus 35 pontos.

Em 3 de janeiro, contra o Orlando Magic, Walker marcou 30 pontos e passou Kendall Gill na 10º posição na lista de mais pontos com a camisa do Charlotte Hornets, com 4.160 pontos.[24] Em três jogos seguidos entre os dias 3 e 7 de janeiro, Walker marcou 30, 33 e 31 pontos em vitórias sobre o Orlando Magic, o Boston Celtics e o New Orleans Pelicans, respectivamente; Assim, ele se juntou a Larry Johnson, Glen Rice e Kelly Tripucka como um dos quatro jogadores na história da franquia a ter três ou mais jogos consecutivos com mais de 30 pontos.[25] Walker também atingiu o seu quinto arremesso para a vitória da sua carreira e o terceiro da temporada em 7 de janeiro, na vitória por 98-94 sobre os Pelicans.[26]

Em 12 de janeiro, ele foi nomeado o Jogador da Semana da Conferência Leste para os jogos disputados de segunda-feira, 5 de janeiro, até domingo, 11 de janeiro. Ao longo da semana, ele liderou os Hornets em um recorde de 4-0, com média de 30,3 pontos, 5,8 rebotes. e 4,5 assistências em 36,2 minutos.[27]

Em 28 de janeiro de 2015, Walker foi descartado por seis semanas depois de ter sido submetido a uma cirurgia bem-sucedida para reparar um menisco lateral rasgado no joelho esquerdo.[28] Ele retornou à ação no dia 11 de março, depois de perder 18 jogos, para marcar seis pontos em 16 minutos, enquanto os Hornets perderam para o Sacramento Kings por 106-113.

Temporada de 2015–16Editar

Em 23 de novembro de 2015, Walker marcou 39 pontos em uma vitória de 127-122 sobre o Sacramento Kings. Em 18 de janeiro de 2016, Walker estabeleceu um recorde da carreira e um recorde da franquia, fazendo 52 pontos em uma vitória de 124-119 sobre o Utah Jazz.

Em 9 de março, em uma vitória sobre o New Orleans Pelicans, Walker se tornou apenas o terceiro jogador dos Hornets a completar 500 arremessos certos de 3 pontos de carreira, juntando-se a Dell Curry (929) e Glen Rice (508). Cinco dias depois, ele ganhou seu quarto Prêmio de Jogador da Semana e o segundo da temporada de 2015-16, tornando-se apenas o sexto jogador de Charlotte a ganhar o prêmio várias vezes na mesma temporada.[29][30]

Os Hornets terminaram a temporada regular como a sexta melhor campanha na Conferência Leste com um recorde de 48-34. Na primeira rodada dos playoffs, os Hornets enfrentaram o Miami Heat. No Jogo 4 em 25 de abril, Walker marcou 34 pontos, ajudando os Hornets a empatar a série em 2-2. Ele superou essa marca de pontos no Jogo 6 da série, marcando 37 pontos em uma derrota por 97-90, com o Heat empatando a série em 3-3. Os Hornets perdeu o Jogo 7, sendo eliminado dos playoffs com uma derrota de 4-3.

Temporada de 2016–17Editar

Em 4 de novembro de 2016, Walker marcou 30 pontos em uma vitória por 99-95 sobre o Brooklyn Nets, ajudando Charlotte a ter um recorde de 4-1 pela primeira vez desde 2000.[31] Ele chegou ao topo em 11 de novembro, registrando 40 pontos, 10 rebotes e seis assistências em uma derrota de 113-111 para o Toronto Raptors.

Em 29 de dezembro, com 22 pontos contra o Miami Heat, Walker registrou seu 7.000º ponto pela franquia de Charlotte. Ele se tornou o quarto jogador na história da franquia a alcançar essa marca e se tornou o segundo mais rápido a fazê-lo em seu 396º jogo - Larry Johnson passou a marca em seu 355º jogo.[32]

O esforço de 37 pontos de Walker contra o Cleveland Cavaliers em 31 de dezembro marcou seu 31º jogo de 30 pontos ou mais. O único jogador dos Hornets com mais jogos desse tipo na história do time é Glen Rice com 54.[33] Em 2 de janeiro de 2017, ele registrou 34 pontos e 11 rebotes em uma derrota por 118-111 para o Chicago Bulls. Ele teve três jogos consecutivos de 30 pontos pela primeira vez desde março de 2016. [34]

Em 26 de janeiro, ele foi nomeado para o NBA All-Star Game de 2017.[35] Em 31 de janeiro, ele marcou 22 pontos contra o Portland Trail Blazers e passou para a terceira posição na lista de maiores pontuadores da franquia.[36] Em 6 de março, ele foi nomeado Jogador da Semana da Conferência Leste para os jogos disputados na segunda-feira, 27 de fevereiro até domingo, 5 de março.[37]

Em 31 de março de 2017, ele marcou 31 pontos em uma vitória de 122-114 sobre o Denver Nuggets. Durante o jogo, Walker tornou-se o segundo jogador na história da equipe a atingir 8.000 pontos na carreira - o único outro jogador a atingir essa marca é Dell Curry (9.839).[38]

Temporada de 2017–18Editar

Em 1º de novembro de 2017, Walker marcou 26 pontos em uma vitória por 126-121 sobre o Milwaukee Bucks. Foi seu 193° jogo de 20 pontos, passando Larry Johnson e fazendo um novo recorde da franquia.[39]

Em 17 de novembro, ele marcou 47 pontos em uma derrota por 123-120 para o Chicago Bulls.[40] Em 4 de dezembro, ele marcou 29 pontos em uma vitória por 104-94 sobre o Orlando Magic, tornando-se o primeiro jogador na história da franquia com 200 jogos de 20 pontos.[41] Em 10 de janeiro de 2018, ele teve 41 pontos em uma derrota por 115-111 para o Dallas Mavericks.

Em 15 de janeiro, ele marcou 20 pontos em uma vitória por 118-107 sobre o Detroit Pistons, alcançando assim 9.000 pontos na carreira. Em 24 de janeiro, em uma derrota por 101-96 para o New Orleans Pelicans, Walker se tornou apenas o segundo jogador dos Hornets com 900 arremessos de 3 pontos certos, se juntando a Dell Curry (929).[42] Em 4 de fevereiro, em uma vitória por 115-110 sobre o Phoenix Suns, Walker marcou 18 pontos e quebrou o recorde de Curry.[43]

Em 8 de fevereiro, Walker foi indicado como substituto do lesionado Kristaps Porziņģis no All-Star Game da NBA de 2018, marcando sua segunda seleção consecutiva ao All-Star Game.[44] Mais tarde naquele dia, ele teve um esforço de 40 pontos em uma derrota de 109-103 para o Portland Trail Blazers.[45]

Em 22 de março, ele marcou 46 pontos em uma vitória por 140-79 sobre o Memphis Grizzlies. Foi seu nono jogo de 40 pontos em sua carreira e o terceiro melhor jogo de sua carreira. Em 28 de março, ele marcou 21 pontos em uma derrota de 118-105 para o Cleveland Cavaliers, superando Dell Curry (9.839 pontos) e se tornando o líder de pontuação de todos tempos da franquia. Walker também estabeleceu um novo recorde da equipe com seu 44º lance livre consecutivo. Esse lance livre também trouxe seu total para 1.999, o que quebrou o recorde da franquia de Gerald Wallace de 1.998.[46]

Temporada de 2018–19Editar

Em 17 de outubro de 2018, Walker marcou 41 pontos em uma derrota por 113-112 para o Milwaukee Bucks, estabelecendo um recorde da franquia de pontos marcados em uma abertura de temporada.[47] Foi seu décimo jogo de 40 pontos em sua carreira, empatando com Glen Rice no recorde da franquias de mais jogos com 40 pontos. Três dias depois, ele marcou 39 pontos, incluindo o lance livre vencedor do jogo com meio segundo restantes, para levar os Hornets à vitória por 113-112 sobre o Miami Heat. Durante o jogo, ele ultrapassou a marca de 10.000 pontos.[48] Walker estabeleceu o recorde da NBA de mais acertos de arremessos de três pontos nos primeiros três jogos da temporada, com 19 (anteriormente ocupado por Danilo Gallinari, com 18 em 2009-10). Ele foi posteriormente nomeado Jogador da Semana da Conferência Leste na primeira semana da temporada.[49]

Em 17 de novembro, ele marcou 60 pontos em uma derrota de 122-119 para o Philadelphia 76ers.[50] Dois dias depois, ele marcou 43 pontos em uma vitória por 117-112 sobre o Boston Celtics. Em 5 de dezembro contra o Minnesota Timberwolves, Walker fez sua partida de n°502 como titular em Charlotte, mais do que qualquer outro jogador na história do time, passando por Muggsy Bogues (501).[51] Em 29 de dezembro, ele marcou 47 pontos em uma derrota por 130-126 para o Washington Wizards.[52]

Em 24 de janeiro, ele foi nomeado titular no All-Star Game da NBA de 2019, juntando-se a Glen Rice como os únicos jogadores a representar Charlotte em três All-Star Games.

Em 6 de fevereiro, ele fez 30 pontos e 11 rebotes na derrota de 99-93 para o Dallas Mavericks. Em 9 de fevereiro, ele marcou 37 pontos em uma vitória por 129-120 sobre o Atlanta Hawks. Em 11 de março, ele teve 40 pontos, 10 rebotes e sete assistências em uma derrota de 118-106 para o Houston Rockets. Em 26 de março, ele registrou 38 pontos, 11 assistências e nove rebotes em uma vitória por 125-116 para o San Antonio Spurs.

Com 32 pontos, sete assistências e três rebotes contra o New Orleans Pelicans em 3 de abril, Walker registrou seu 26º jogo de 30 pontos na temporada, passando Glen Rice pelo recorde de franquias de mais jogos de 30 pontos em uma temporada. Ele também estabeleceu o recorde da franquia de 3 pontos em uma temporada quando fez seu 244º arremesso certo contra o New Orleans.

Em 5 de abril, ele marcou 29 pontos em uma vitória por 113-111 sobre o Toronto Raptors, unindo-se a Glen Rice como os únicos jogadores na história da franquia a marcar 2.000 pontos em uma temporada - Rice marcou 2.115 pontos na temporada de 1996-97.[53] Com seu 250º arremesso certo em 7 de abril contra o Detroit Pistons, Walker tornou-se apenas o nono jogador na história da NBA a acertar 250 arremessos em uma temporada.[54] Posteriormente, ele foi nomeado Jogador da Semana da Conferência Leste por jogos disputados de 1 a 7 de abril, marcando seu sétimo prêmio de jogador da semana. Após a temporada, ele foi nomeado para a Terceira-Equipe da NBA, sua primeira seleção de todas as ligas.[55]

Boston Celtics (2019 – Presente)Editar

Vindo de uma temporada frustrante, o Boston Celtics perdeu as estrelas da franquia Kyrie Irving e Al Horford, abrindo a porta para começar um novo capítulo com um novo jogador de salário máximo.

Walker e os Celtics mostraram interesse mútuo e ele se juntou oficialmente ao time em 06 de julho de 2019.[56]

Vida pessoalEditar

 
Walker em uma coletiva de imprensa no Middlesex Chamber of Commerce.

Walker é o filho de Paul e Andrea Walker.[57] Ele tem dois irmãos Akil e Keya e uma irmã Sharifa.[58]

Walker também é dançarino, ele se apresentou três vezes no Apollo Theater para o programa Showtime at the Apollo.

Em 21 de junho de 2011, Walker lançou uma mixtape em colaboração com DJ Skee e Skee Sports. A mixtape apresenta músicas inspiradoras para Walker.[59]

Em 2011, Walker assinou um contrato de patrocínio plurianual com a Under Armour. Em 2015, o contrato com a Under Armour expirou. Em seguida, ele assinou com a Jordan Brand, uma subsidiária da Nike.[60]

EstatísticasEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

Temporada RegularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2011-12 Charlotte 66 25 27.2 .366 .305 .789 3.5 4.4 0.9 0.3 12.1
2012-13 Charlotte 82 82 34.9 .423 .322 .798 3.5 5.7 2.0 0.4 17.7
2013-14 Charlotte 73 73 35.8 .393 .333 .837 4.2 6.1 1.2 0.4 17.7
2014-15 Charlotte 62 58 34.2 .385 .304 .827 3.5 5.1 1.4 0.5 17.3
2015-16 Charlotte 81 81 35.6 .427 .371 .847 4.4 5.2 1.6 0.5 20.9
2016-17 Charlotte 79 79 34.7 .444 .399 .847 3.9 5.5 1.1 0.3 23.2
2017-18 Charlotte 80 80 34.2 .431 .384 .864 3.1 5.6 1.1 0.3 22.1
2018-19 Charlotte 82 82 34.9 .434 .356 .844 4.4 5.9 1.2 0.4 25.6
Carreira 605 560 34.1 .418 .357 .835 3.8 5.5 1.3 .3 19.8
All-Star 3 1 18.3 .417 .143 .000 2,0 5.9 .7 0.0 7.3

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2014 Charlotte Bobcats 4 4 38.3 .473 .500 .778 3.8 6.0 2.0 0.8 19.5
2016 Charlotte 7 7 37,1 .366 .326 .943 3.0 4.0 1.3 0.6 22.7
Carreira 11 11 37.5 .388 .500 .887 3.3 4.7 2.0 0.6 21.5

Fonte:[61]

Prêmios e HomenagensEditar

  • Campeão da NCAA (2011)
  • Prêmio Bob Cousy (2011)
  • Prêmio Lute Olson (2011)
  • Melhor Jogador do Final Four da NCAA (2011)
  • MVP do Torneio da Big East (2011)
  • Primeira-Equipe da Big East (2011)
  • Terceira-Equipe Big East (2010)
  • Equipe de Novatos da Big East (2009)


ReferênciasEditar

  1. «Página na NBA» (em inglês). Consultado em 29 de abril de 2014 
  2. «Página na NBA "Charlotte BobcatsESPN» 🔗. Consultado em 29 de Abril de 2014 
  3. «Jumper Brasil». Consultado em 26 de junho de 2019 
  4. «Celtics contratam Kemba Walker». Consultado em 6 de julho de 2019 
  5. «Chicago standout Rose takes stage in New York - USATODAY.com». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  6. «Kemba Walker High School Basketball Stats Rice (New York, NY) | MaxPreps». www.maxpreps.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  7. «Rivals.com». n.rivals.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  8. «2018-19 UConn Huskies Stats». ESPN (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  9. «UCONNHUSKIES.COM - The Official Website of the University of Connecti…». archive.is. 11 de julho de 2014. Consultado em 22 de julho de 2019 
  10. «UConn vs. Louisville - Game Recap - March 12, 2011 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  11. «Walker named All-American». The Day (em inglês). 20110314122348. Consultado em 22 de julho de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  12. Mar 12, foxsports; ET, 2011 at 12:00a (12 de março de 2011). «Hard to argue Walker's POY candidacy». FOX Sports (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  13. Armstrong, Kevin. «Bronx product Kemba Walker has dazzled fans with clutch play at UConn». nydailynews.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  14. «UConn sure can! Huskies ride defense to 3rd title - College Basketball News | FOX Sports on MSN». web.archive.org. 17 de outubro de 2012. Consultado em 22 de julho de 2019 
  15. «UConn's Walker to enter NBA draft, sources say». ESPN.com (em inglês). 11 de abril de 2011. Consultado em 22 de julho de 2019 
  16. web.archive.org https://web.archive.org/web/20170714083325/http://www.digitalsportscene.com/forum/nba-ncaa-basketball/17730-kemba-walker-signs-multi-year-deal-under-armour.html. Consultado em 22 de julho de 2019  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  17. «BOBCATS: Charlotte Bobcats Sign Guard Kemba Walker». web.archive.org. 26 de janeiro de 2012. Consultado em 22 de julho de 2019 
  18. «Wizards vs. Bobcats - Game Recap - January 28, 2012 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  19. NBA (14 de novembro de 2012), Kemba's game-winner in Minnesota!, consultado em 22 de julho de 2019 
  20. «Warriors vs. Bobcats - Game Recap - December 9, 2013 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  21. Helin, Kurt (19 de dezembro de 2013). «Bobcats' Kemba Walker drains overtime game winner to beat Raptors (VIDEO)». ProBasketballTalk (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  22. «Hornets Sign Walker to Multi-Year Extension». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  23. «Source: Hornets' Walker extended 4 years». ESPN.com (em inglês). 28 de outubro de 2014. Consultado em 22 de julho de 2019 
  24. «Hornets vs. Magic - Game Recap - January 3, 2015 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  25. Varner, Russell (8 de janeiro de 2015). «For anyone curious where @KembaWalker's three straight 30+ point games ranks in franchise history (via @MullensMafia)pic.twitter.com/1Kr7lHuq7y». @rvarner (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  26. «Kemba Walker Banks in Game-Winner vs the Pelicans (VIDEO)». SLAM (em inglês). 22 de julho de 2014. Consultado em 22 de julho de 2019 
  27. «Hornets Guard Kemba Walker Named Eastern Conference Player of the Week». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  28. «Walker Has Successful Surgery». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  29. «Hornets Guard Kemba Walker Named Eastern Conference Player of the Week». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  30. «Kemba Walker Named Eastern Conference Player of the Week». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  31. «Hornets vs. Nets - Game Recap - November 4, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  32. «Heat vs. Hornets - Game Recap - December 29, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  33. «Cavaliers vs. Hornets - Game Recap - December 31, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  34. «Hornets vs. Bulls - Game Recap - January 2, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  35. Whitaker, Lang. «Warriors, Cavaliers dominate selections for NBA All-Star 2017 as reserves are revealed». NBA.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  36. «Hornets vs. Trail Blazers - Game Recap - January 31, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  37. release, Official. «Charlotte Hornets' Kemba Walker, San Antonio Spurs' Kawhi Leonard named Players of the Week». NBA.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  38. «Nuggets vs. Hornets - Game Recap - March 31, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  39. «Bucks vs. Hornets - Game Recap - November 1, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  40. «Hornets vs. Bulls - Game Recap - November 17, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  41. «Magic vs. Hornets - Game Recap - December 4, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  42. «Pelicans vs. Hornets - Game Recap - January 24, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  43. «Hornets vs. Suns - Game Recap - February 4, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  44. «Kemba Walker Named To Second-Consecutive All-Star Game». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  45. «Hornets vs. Trail Blazers - Game Recap - February 8, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  46. «Cavaliers vs. Hornets - Game Recap - March 28, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  47. «Bucks vs. Hornets - Game Recap - October 17, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  48. «Hornets vs. Heat - Game Recap - October 20, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  49. «Kemba Walker Named Eastern Conference Player of the Week». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  50. «Walker Makes History on a Legendary Night». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  51. «Hornets vs. Timberwolves - Game Recap - December 5, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  52. «Hornets vs. Wizards - Game Recap - December 29, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  53. «Raptors vs. Hornets - Game Recap - April 5, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  54. «Kemba Walker Named Eastern Conference Player of the Week». Charlotte Hornets (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  55. release, Official. «Antetokounmpo, Harden lead All-NBA First Team». NBA.com (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  56. «Celtics Acquire Three-Time All-Star Kemba Walker». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 22 de julho de 2019 
  57. BEGLEY, IAN. «Walk this way». nydailynews.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  58. Armstrong, Kevin. «First NYC point guard to make NBA All-Star team since '03, Kemba Walker stays true to roots». nydailynews.com. Consultado em 22 de julho de 2019 
  59. «Kemba Walker Drops The "EZ Pass" Mixtape With DJ Skee». UPROXX. 21 de junho de 2011. Consultado em 22 de julho de 2019 
  60. «Kemba Walker Leaves Under Armour for Jordan Brand». SLAM (em inglês). 22 de julho de 2015. Consultado em 22 de julho de 2019 
  61. «Kemba Walker Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 21 de julho de 2019