Oscar 1998

A 70.ª cerimônia do Oscar ou Oscar 1998 (no original: 70th Academy Awards), apresentada pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS), homenageou os melhores filmes, atores e técnicos de 1997. Aconteceu em 23 de março de 1998 no Shrine Auditorium, em Los Angeles, às 16 horas no horário local. Durante a cerimônia, foram distribuídos os prêmios da Academia em vinte e quatro categorias, e a transmissão ao vivo foi realizada pela rede televisiva estadunidense American Broadcasting Company (ABC), com produção de Gil Cates e direção de Louis J. Horvitz.[2][3] O ator Billy Crystal foi o anfitrião do evento pela sexta vez,[4] que havia apresentado pela primeira vez o Oscar 1990 e pela última, até então, no ano anterior.[5] Aproximadamente um mês antes, em 28 de fevereiro de 1999, uma cerimônia no Beverly Wilshire Hotel, em Beverly Hills, Califórnia, foi realizada para a entrega do Oscar por Realização Técnicas sob apresentação de Ashley Judd.[6]

Oscar 1998
70th Academy Awards
Pôster oficial da cerimônia.
Data 23 de março de 1998
Organização Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
Local Shrine Auditorium
Los Angeles, Califórnia
País Estados Unidos
Apresentação Billy Crystal
Destaques
Maior número de prêmios Titanic (11)
Maior número de indicações Titanic (14)
Melhor filme Titanic
Cobertura televisiva
Estação ABC
Duração 3 horas, 47 minutos[1]
Produtor(es) Gil Cates
Diretor(es) Louis J. Horvitz
Oscar 1997
Oscar 1999

Titanic venceu onze categorias, incluindo a conquista de melhor filme, empatando com Ben-Hur e The Lord of the Rings: The Return of the King.[7][8] Destacaram-se também As Good as It Gets, Good Will Hunting, e L.A. Confidential com dois prêmios. No Brasil, a edição recebeu grande destaque pela participação de O Que É Isso, Companheiro? em melhor filme estrangeiro.[9] A apresentação televisionada contabilizou 57 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, tornando-se a mais assistida na história da premiação.[10]

Indicados e vencedoresEditar

Os indicados ao Oscar 1998 foram anunciados em 10 de fevereiro de 1998, no Samuel Goldwyn Theater em Beverly Hills, por Robert Rehme, presidente da Academia, e pela atriz Geena Davis.[11] Titanic recebeu indicação a quatorze categorias; em seguida veio Good Will Hunting e L.A. Confidential, ambos com nove.[12][13]

Os vencedores foram anunciados durante a cerimônia de premiação em 23 de março de 1998. Com onze prêmios, Titanic se igualou a Ben-Hur e é um dos filmes mais premiados na história do Oscar.[14] Também se tornou a primeira película desde The Sound of Music (1965), a ganhar melhor filme sem ser indicado a melhor roteiro (sendo original ou adaptado).[15] Jack Nicholson se consagrou como quarto ator a vencer três estatuetas do Oscar por atuação.[16] Por suas atuações como Rose DeWitt Bukater em Titanic, Kate Winslet e Gloria Stuart foram indicadas a melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, respectivamente, tornando-se a primeira dupla de atrizes nomeadas por interpretar o mesmo personagem no mesmo filme.[17][18]

PrêmiosEditar

  Indica o vencedor dentro de cada categoria.[19]

  TitanicJames Cameron e Jon Landau   James CameronTitanic
  Jack NicholsonAs Good as It Gets como Melvin Udall   Helen HuntAs Good as It Gets como Carol Connelly
  Robin WilliamsGood Will Hunting como Sean Maguire   Kim BasingerL.A. Confidential como Lynn Bracken
  Good Will HuntingMatt Damon e Ben Affleck   L.A. ConfidentialBrian Helgeland e Curtis Hanson por L.A. Confidential de James Ellroy
 Karakter (  Países Baixos) – Mike van Diem   "My Heart Will Go On" por Titanic – James Horner e Will Jennings
 The Long Way HomeMarvin Hier e Richard Trank
  • 4 Little Girls – Spike Lee e Sam Pollard
  • Ayn Rand: A Sense of Life – Michael Paxton
  • Colors Straight Up – Michèle Ohayon e Julia Schachter
  • Waco: The Rules of Engagement – Dan Gifford e William Gazecki
  A Story of Healing – Donna Dewey e Carol Pasternak
  • Alaska: Spirit of the Wild – George Casey e Paul Novros
  • Amazon – Kieth Merrill e Jonathan Stern
  • Family Video Diaries: Daughter of the Bride – Terri Randall
  • Still Kicking: The Fabulous Palm Springs Follies – Mel Damski e Andrea Blaugrund
  Visas and Virtue – Chris Tashima e Chris Donahue
  • Dance Lexie Dance – Tim Loane
  • It's Good to Talk – Roger Goldby e Barney Reisz
  • Sweethearts? – Birger Larsen e Thomas Lydholm
  • Wolfgang – Anders Thomas Jensen e Kim Magnusson
  Geri's Game – Jan Pinkava
  • Famous Fred – Joanna Quinn
  • The Old Lady and the Pigeons – Sylvain Chomet
  • Redux Riding Hood – Steve Moore e Dan O'Shannon
  • Rusalka – Alexander Petrov
  Titanic – James Horner   Titanic – Gary Rydstrom, Tom Johnson, Gary Summers e Mark Ulano
  The Full Monty – Anne Dudley   Titanic – Tom Bellfort e Christopher Boyes
  Titanic – Peter Lamont e Michael D. Ford   Titanic – Russell Carpenter
  Men in Black – Rick Baker e David LeRoy Anderson   Titanic – Deborah Lynn Scott
  Titanic – Conrad Buff IV, James Cameron e Richard A. Harris   Titanic – Robert Legato, Mark Lasoff, Thomas L. Fisher e Michael Kanfer

Prêmios honoráriosEditar

Filmes com mais prêmios e indicaçõesEditar

Apresentadores e atrações musicaisEditar

As seguintes personalidades apresentaram categorias ou realizaram números individuais:[21][22]

Apresentadores (em ordem de aparição)Editar

Nome Função
Rose, NormanNorman Rose Anunciou o início da cerimônia
Rehme, RobertRobert Rehme Deu boas-vindas aos convidados da cerimônia
Gooding Jr., CubaCuba Gooding Jr. Apresentou a categoria de melhor atriz coadjuvante
Shue, ElisabethElisabeth Shue Apresentou a categoria de melhor figurino
Hoffman, DustinDustin Hoffman Apresentou a montagem 70 years of Best Picture
Campbell, NeveNeve Campbell Introduziu a performance de "Journey to the Past" e "Go the Distance"
Schwarzenegger, ArnoldArnold Schwarzenegger Apresentou o segmento do filme Titanic
Sorvino, MiraMira Sorvino Apresentou a categoria de melhor ator coadjuvante
Diaz, CameronCameron Diaz Apresentou a categoria de melhor mixagem de som
Myers, MikeMike Myers Apresentou a categoria de melhor edição de som
Weaver, SigourneySigourney Weaver Apresentou o segmento do filme As Good as It Gets
Hunt, HelenHelen Hunt Apresentou a categoria de melhores efeitos visuais
Wray, FayFay Wray Introduziu a apresentação de Ben Affleck e Matt Damon
Affleck, BenBen Affleck
Matt Damon
Apresentaram as categorias de melhor curta-metragem e melhor curta-metragem de animação
Rush, GeoffreyGeoffrey Rush Apresentou a categoria de melhor atriz
Banderas, AntonioAntonio Banderas Apresentou a categoria de melhor trilha sonora — drama
Lopez, JenniferJennifer Lopez Introduziu o número de dança especial e apresentou a categoria de melhor trilha sonora — comédia
Barrymore, DrewDrew Barrymore Apresentou a categoria de melhor maquiagem
Baldwin, AlecAlec Baldwin Apresentou o segmento do filme L.A. Confidential
Jackson, Samuel L.Samuel L. Jackson Apresentou a categoria de melhor edição
Judd, AshleyAshley Judd Apresentou o segmento Oscar por Realização Técnicas
Scorsese, MartinMartin Scorsese Apresentou o Oscar Honorário a Stanley Donen
Dillon, MattMatt Dillon Apresentou o segmento do filme Good Will Hunting
Madonna, Madonna Introduziu as performances "How Do I Live", "Miss Misery" e "My Heart Will Go On" e apresentou a categoria de melhor canção original
Hounsou, DjimonDjimon Hounsou Apresentou a categoria de melhor documentário de curta-metragem
De Niro, RobertRobert De Niro Apresentou a categoria de melhor documentário
Goldberg, WhoopiWhoopi Goldberg Apresentou o tributo In Memorian
Ryan, MegMeg Ryan Apresentou a categoria de melhor direção de arte
Williams, RobinRobin Williams Apresentou a montagem 70 years of Best Picture
McDormand, FrancesFrances McDormand Apresentou a categoria de melhor ator
Stone, SharonSharon Stone Apresentou a categoria de melhor filme estrangeiro
Lemmon, JackJack Lemmon
Walter Matthau
Apresentaram as categorias de melhor roteiro original e melhor roteiro adaptado
Washington, DenzelDenzel Washington Apresentou a categoria de melhor fotografia
Sarandon, SusanSusan Sarandon Apresentou o segmento Oscar Family Album
Davis, GeenaGeena Davis Apresentou o segmento do filme The Full Monty
Beatty, WarrenWarren Beatty Apresentou a categoria de melhor diretor
Connery, SeanSean Connery Apresentou a categoria de melhor filme

Atrações musicais (em ordem de aparição)Editar

Nome Performance
Jerry Goldsmith "Fanfare for Oscar"
Bill Conti Orquestra
Billy Crystal Número de abertura:
Titanic (ao som de "The Ballad of Gilligan's Isle" de Gilligan's Island),
As Good as It Gets (ao som de "Let's Call the Whole Thing Off" de Shall We Dance),
Good Will Hunting (ao som de "Night and Day" de The Gay Divorcee),
L.A. Confidential (ao som de "Fascinating Rhythm" por George Gershwin) e
The Full Monty (ao som de "Hello, Dolly!" de Hello, Dolly!)[23]
Michael Bolton "Go the Distance" de Hercules
Aaliyah "Journey to the Past" de Anastasia
Trisha Yearwood "How Do I Live" de Con Air
Elliott Smith "Miss Misery" de Good Will Hunting
Celine Dion "My Heart Will Go On" de Titanic

CerimôniaEditar

 
Billy Crystal foi o anfitrião do Oscar 1998.

Em dezembro de 1997, a Academia contratou Gilbert Cates como produtor da transmissão do Oscar.[24] Robert Rehme, presidente da AMPAS, afirmou que "Gil se tornou o produtor frequente da cerimônia, alcançando uma ótima audiência" e finalizou: "suas produções são inteligentes, fascinantes e surpresas".[24] Dias depois, o ator e comediante Billy Crystal foi selecionado para ser o anfitrião do Oscar 1998. Cates explicou sua decisão de trazer Crystal como apresentador: "o desempenho de Billy no ano anterior foi espetacular, não há ninguém como ele".[25] Em um artigo publicado pela USA Today, Crystal pediu à AMPAS uma pausa de cinco meses, mas reconsiderou sua decisão após vários pedidos de amigos e familiares.[26]

Para comemorar o septuagésimo aniversário do Oscar, 70 atores que receberam prêmios competitivos e honorários apareceram no palco da cerimônia no segmento Oscar Family Album.[27] Cada vencedor foi apresentado por Norman Rose e, ao final, Kim Bassinger, Helen Hunt e Robin Williams se reuniram — marcando o maior encontro de grandes atores desde o Oscar 1978.[28] Inúmeras outras figuras do meio cinematográfico participaram da produção e seus eventos relacionados. Bill Conti atuou como diretor musical da cerimônia.[29] O coreógrafo Daniel Ezralow produziu um número de dança para apresentar os nomeados à categoria de melhor trilha sonora em filme de drama ou comédia.[30] Bart the Bear fez uma aparição surpresa durante a entrega de melhor edição de som ao lado de Mike Myers.[31]

Bilheteria dos filmes indicadosEditar

No dia do anúncio dos filmes indicados, em 10 de fevereiro, o valor bruto somado pelas cinco obras na categoria principal era de 579 milhões de dólares, média de 116 milhões por filme.[32] Titanic assegurou a maior bilheteria entre os aparentes no Oscar 1998, totalizando 338,7 milhões de dólares recibos de mercado doméstico.[32] Em seguida, aparecem As Good as It Gets (92,6 milhões de dólares); Good Will Hunting (68,9 milhões de dólares); L.A. Confidential (39,7 milhões de dólares); e, finalmente, The Full Monty (38,7 milhões de dólares).[32]

Dos cinquenta filmes mais lucrativos do ano de 1997, quinze obras indicadas à cerimônia aparecem na lista: Titanic (1.º); Men in Black (2.º); The Lost World: Jurassic Park (3.º); Air Force One (5.º); My Best Friends Wedding (7.º); Face/Off (9.º); Con Air (12.º), Contact (13.º); Hercules (14.º); As Good as It Gets (16.º); Good Will Hunting (20.º); In & Out (24.º); The Fifth Element (25.º); Anastasia (30.º) e Starship Troopers (34.º).[33]

Avaliação em retrospectoEditar

O show recebeu críticas positivas de várias publicações da mídia. Howard Rosenberg, crítico do Los Angeles Times, elogiou a apresentação de Crystal e disse que ele "é tão habilidoso em fazer comédias musicais como piadas".[34] O colunista John Carman, do San Francisco Chronicle, destacou que "foi a melhor cerimônia do Oscar em duas décadas". Também elogiando o anfitrião: "ontem à noite, Crystal estava de volta em boa forma".[35] Kay McFadden expôs ao The Seattle Times que "a transmissão ao vivo foi a mais intelectual da televisão".[36]

Entretanto, outros meios de comunicação receberam a transmissão de forma negativa, como a Variety e o Boston Globe.[37][38] A resenhista Carrie Rickey, do The Philadelphia Inquirer, lamentou que a grande vitória de Titanic "ofuscou um programa de televisão cheio de destaques".[39]

Recepção e audiênciaEditar

A popularidade de Titanic conseguiu aumentar a audiência televisiva da cerimônia.[40] Em seu país de origem, a transmissão da ABC atraiu uma média de 57,25 milhões de telespectadores no decorrer do evento, aumento de 29% em relação à audiência do Oscar 1997.[41] Estima-se que 87,50 milhões de pessoas assistiram parcial ou integralmente à cerimônia.[42] Pelo Nielsen Ratings, também obteve números altos à edição anterior, com 35,32% dos televisores sintonizados na rede, total de 55,77 pontos.[43] Conseguindo o posto de maior audiência da história de todo o Oscar e de que qualquer premiação ao vivo da televisão americana.[44]

Em julho de 1998, a apresentação do evento recebeu oito indicações ao Emmy Award, inclusive na categoria de melhor especial de variedades, música ou comédia.[45] Dois meses depois, na noite da premiação, conquistou cinco dessas indicações: melhor apresentação individual em programa de variedades ou música (para Billy Crystal), melhor direção em programa de variedades ou música (para Louis J Horvitz), melhor direção de iluminação em série, minissérie, telefilme ou especial (para Bob Barnhart, Robert Dickinson, Matt Ford e Andy O'Reilly), melhor direção musical (Bill Conti) e melhor mixagem de som em variedades ou música (para Robert Dickinson, Robert T. Barnhart, Andy O'Reilly e Matt Ford).[46][47]

In MemoriamEditar

O tributo anual In Memoriam foi apresentado pela atriz Annette Bening. Em homenagem aos artistas falecidos no ano anterior, a montagem exibida apresentou um trecho do tema principal do filme The Passage, composta por Michael J. Lewis.[48]

Ver tambémEditar

Referências

  1. Osborne 2008, p. 337.
  2. Snow, Shauna (12 de dezembro de 1997). «Arts and entertainment reports from The Times, national and international news services and the nation's press». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014 
  3. «Horvitz to helm Academy broadcast». Variety (em inglês). 8 de janeiro de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 7 de novembro de 2013 
  4. «Crystal set for sixth Oscar stint». Variety (em inglês). 21 de dezembro de 1997. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  5. Crowe, Jerry (20 de dezembro de 1997). «Arts and entertainment reports from The Times, national and international news services and the nation's press». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 6 de novembro de 2013 
  6. «Judd named presenter at 70th Oscars». Variety (em inglês). 20 de fevereiro de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2014 
  7. Harden, Mark (23 de março de 1998). «Epic film sails away with Oscar boatload». The Denver Post (em inglês). p. A-01 
  8. Weinraub, Bernard (24 de março de 1998). «'Titanic' Ties Record With 11 Oscars, Including Best Picture». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  9. «'O Que É Isso, Companheiro?' vai disputar o Oscar 1998». Folha de S.Paulo. 11 de fevereiro de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  10. Scanton, Julian (27 de janeiro de 2010). «Could Avatar Boost Oscar Ratings to Record Heights?». Variety Fair (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 12 de março de 2014 
  11. «'Titanic' cruises into Oscars lead». CNN (em inglês). 10 de fevereiro de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  12. Ebert, Roger (10 de fevereiro de 1998). «Oscar hopefuls 'Titanic' ties a record; DiCaprio misses boat». The Denver Post (em inglês). p. F-01 
  13. «'Titanic' lands 14 Oscar nominations; ties 1950 record». San Diego Union-Tribune (em inglês). 11 de fevereiro de 1998. p. A-3 
  14. Goldsten, Patrick (24 de março de 1998). «'Titanic' Snags 11, Ties for Record». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 5 de dezembro de 2013 
  15. Guthmann, Edward (24 de março de 1998). «'Titanic' Rides an Oscar Tidal Wave / But Hunt and Nicholson take the top acting awards». San Francisco Chronicle (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  16. Glaister, Dan (25 de março de 1998). «Titanic sinks British Oscar hopes». The Guardian (em inglês). p. 5 
  17. Osborne 2008, p. 396.
  18. Germain, David (27 de setembro de 2010). «Gloria Stuart, 'Titanic' co-star, dies at 100». The Seattle Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 5 de novembro de 2013 
  19. «The 70th Academy Awards (1998) Nominees and Winners» (em inglês). Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  20. Anderson, John (25 de março de 1998). «Stanley Donen: Just Dancin' and Singin' of His Reign». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 6 de novembro de 2013 
  21. «List of Presenters». Variety (em inglês). 20 de março de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  22. Bona 2002, p. 163.
  23. Bona 2002, p. 168.
  24. a b Hindes, Andrew (12 de dezembro de 1997). «And Cates makes eight». Variety (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  25. «News Lite Veteran DJ Will End Storied Career». Los Angeles Daily News (em inglês). 20 de dezembro de 1997. p. N2 
  26. Bona 2002, p. 156.
  27. Pond 2005, pp. 185–186.
  28. Bona 2002, p. 177.
  29. «Conti named musical director of 70th Academy Awards». Variety (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2014 
  30. Pond 2005, p. 170.
  31. Pond 2005, p. 168.
  32. a b c «1997 Academy Award Nominations and Winner for Best Picture». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 3 de novembro de 2013 
  33. «1997 Domestic Grosses». Box Office Mojo (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  34. Rosenberg, Howard (24 de março de 1998). «Crystal Persuasion». Los Angeles Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2014 
  35. Carman, John (24 de março de 1998). «Oscar Polishes Up His Image / Crystal clearly a winner for best show in decades». San Francisco Chronicle (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  36. McFadden, Kay (24 de março de 1998). «Ceremony Shapes Up As A Night To Remember». The Seattle Times (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  37. Richmond, Ray (24 de março de 1998). «Review: 'The 70th Annual Academy Awards'». Variety (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  38. Gilbert, Matthew (24 de março de 1998). «Telecast Sinks Under TIred Bits, Little Spark». Boston Globe (em inglês). p. D1 
  39. Rickey, Carey (24 de março de 1998). «'Titanic' Ties Record With 11 Oscars; 'Good As It Gets' Takes Acting Honors». The Philadelphia Inquirer (em inglês). p. A1 
  40. Keegan, Rebecca (20 de fevereiro de 2019). «The Politics of Oscar: Inside the Academy's Long, Hard Road to a Hostless Show». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  41. Crupi, Anthony (6 de fevereiro de 2013). «ABC Strikes Gold With the Oscars». Adweek (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 3 de novembro de 2013 
  42. Pond 2005, p. 187.
  43. «Academy Awards ratings» (PDF). Television Bureau of Advertising (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original (PDF) em 8 de agosto de 2016 
  44. Gorman, Bill (8 de março de 2010). «Academy Awards Averages 41.3 Million Viewers; Most Since 2005». TV by the Numbers (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 10 de março de 2010 
  45. «Primetime Emmy Award database». Academy of Television Arts and Sciences (em inglês). Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  46. «The Emmy Winners Announced on Saturday». Los Angeles Times (em inglês). 31 de agosto de 1998. Consultado em 6 de fevereiro de 2022. Arquivado do original em 6 de novembro de 2013 
  47. «The 1998 Emmy Winners». The New York Times (em inglês). 15 de setembro de 1998. ISSN 0362-4331. Consultado em 6 de fevereiro de 2022 
  48. Bona 2002, pp. 173–174.

BibliografiaEditar

  • Osborne, Robert (2008). 80 Years of the Oscar: The Complete History of the Academy Awards (em inglês). Nova Iorque (EUA): Abbeville Publishing Group. ISBN 978-0-7892-0992-4 
  • Pond, Steve (2005). The Big Show: High Times and Dirty Dealings Backstage at the Academy Awards (em inglês). Nova Iorque (EUA): Faber and Faber. ISBN 0-571-21193-3 
  • Bona, Damien (2002). Inside Oscar 2 (em inglês). Nova Iorque (EUA): Ballantine Books. ISBN 0-345-44970-3 
  • Symons, Mitchell (2004). That Book ...of Perfectly Useless Information (em inglês). Nova Iorque (EUA): HarperCollins. ISBN 978-0-06-073254-7 

Ligações externasEditar