Sinop

município brasileiro no estado de Mato Grosso
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Sinop (desambiguação).

Sinop é um município brasileiro do estado de Mato Grosso, na Região Centro-Oeste do Brasil. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2021, era de 148 960 habitantes.[3]

Sinop
  Município do Brasil  
Panorâmica da cidade
Panorâmica da cidade
Símbolos
Bandeira de Sinop
Bandeira
Brasão de armas de Sinop
Brasão de armas
Hino
Gentílico sinopense
Localização
Localização de Sinop em Mato Grosso
Localização de Sinop em Mato Grosso
Sinop está localizado em: Brasil
Sinop
Localização de Sinop no Brasil
Mapa de Sinop
Coordenadas 11° 50' 53" S 55° 38' 57" O
País Brasil
Unidade federativa Mato Grosso
Municípios limítrofes Sorriso, Vera, Santa Carmem, Tapurah e Cláudia
Distância até a capital estadual: 505 km
federal: 1,634 km
História
Fundação 14 de setembro de 1974 (47 anos)
Emancipação 17 de dezembro de 1979 (42 anos)
Administração
Prefeito(a) Roberto Dorner (Republicanos, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 3 941,958 km²
 • Área urbana  est. Embrapa[2] 170108 km²
População total (estimativa IBGE/2021[3]) 148 960 hab.
Densidade 37,8 hab./km²
Clima Tropical (Aw)
Altitude [4] 384 m
Fuso horário Hora do Amazonas (UTC−4)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[5]) 0,754 alto
PIB per capita (IBGE/2015[6]) R$ 34 075,81

EtimologiaEditar

Sua denominação deriva-se do acrônimo de Sociedade Imobiliária Noroeste do Paraná, nome da empresa responsável pela colonização do norte de Mato Grosso por agricultores do norte do Paraná.[7]

HistóriaEditar

Colonização e povoamentoEditar

O processo que ocupou a área na qual atualmente se situa a área urbana do município de Sinop se iniciou em 1972, durante a aquisição de mais de 500 mil hectares de terreno de outras pessoas pela Colonizadora Sinop S.A., que localizam-se numa distância de 500 km de Cuiabá na BR-163 (Cuiabá-Santarém), e a criação da Gleba Celeste.[8]

 
Assentamento SINOP, Julho de 1973, às margens da BR-163. Foto aérea Acervo Fotográfico Ten Cel Jaime Ribeiro.

Quando o projeto foi implantado e executado por Roberto Brandão, 400 homens e máquinas cruzaram, no começo, o rio Verde, construindo as primeiras picadas na selva, para que fossem erguidas quatro cidades (Sinop, Vera, Santa Carmem e Cláudia), 1.400 quilômetros de estradas vicinais, campos experimentais, centros comunitários, escolas, infraestrutura de apoio para que fossem atendidos os novos habitantes, brasileiros do total das regiões do País que, num fenomenal processo de crescimento da população, afluíram para que fossem enfrentadas as dificuldades que os impediam de ocupar o norte de Mato Grosso; e a "mística do Nortão" foi forjada pelos compatriotas.[8]

As primeiras ruas de Sinop começaram a ser abertas em maio de 1972 e por pouco tempo as primeiras famílias de pioneiros vieram à cidade.[8]

Naquele momento, o tempo de demora do viajante entre o interior do Paraná e Sinop era superior a 7 dias. Porém, embora isso fosse muito difícil, crescia a migração direcionada para Oeste, pela qual era acompanhada a fronteira agrícola que adentrava o Norte de MT. E, possivelmente, isso não resultaria em outra coisa: no dia em que foi fundada, em 14 de setembro de 1974, a cidade de Sinop era, de verdade, um canteiro de obras, com cerca de 20 quadras.[8]

Em 2018 o TRF da 1ª Região negou a apelação por parte da empresa colonizadora em processo referente à área de domínio da BR 163, ficando assim comprovada a grilagem de terra durante a definição da área de domínio utilizada pela rodovia. A empresa foi condenada a pagar R$36.930.739,26 em indenização aos verdadeiros proprietários.[9]

Formação administrativa e história recenteEditar

Em 24 de julho de 1976, a Lei 3.754/76 foi assinada pelo então governador José Garcia Neto, declarando Sinop elevada à categoria de distrito municipal de Chapada dos Guimarães. Em menos de quatro anos, no dia 17 de dezembro de 1979, a Lei 4.156/79 foi assinada pelo governador Frederico Campos, elevando Sinop à categoria de município.[8]

Atualmente, o crescimento de Sinop continua. A cidade é polo de referência no Norte de Mato Grosso, no que concerne aos aspectos médico-hospitalares, educacionais, industriais, comerciais, recreativos e a demais áreas.[8]

GeografiaEditar

 
Parque Ecológico de Sinop.

Sinop está localizado no noroeste da região Centro-Oeste do Brasil, na latitude de 11º50’53” Sul e longitude de 55°38’57” Oeste. Dados geográficos de Sinop:

  • Formação Geológica: coberturas não dobradas do Fanerozoico e Bacia Quaternária do Alto Xingu
  • Relevo e altitude: Planalto Residual Norte de Mato Grosso e Planalto do Parecis. Altitude de 384 metros acima do nível do mar.
  • Hidrografia: Bacia Hidrográfica do Amazonas. Rio Teles Pires, importante afluente do Rio Tapajós.

O clima é equatorial, com uma estação chuvosa de outubro a abril e outra seca de maio a setembro. Segundo dados da estação meteorológica automática do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) no município, em operação desde outubro de 2006, a menor temperatura registrada em Sinop foi de 9,5 °C em 13 de maio de 2010 e a maior alcançou 40 °C em 19 de setembro de 2015.[10][11] Em 24 horas o maior acumulado de precipitação chegou a 132,6 milímetros (mm) em 14 de fevereiro de 2012.[12] O menor índice de umidade relativa do ar (URA) foi de 11%, na tarde de 14 de setembro de 2019, e a maior rajada de vento atingiu 24,2 m/s (87,1 km/h) em 1 de fevereiro de 2015.[10][11]

Dados climatológicos para Sinop
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 35,9 36,7 35,8 36 36,5 35,9 36,6 38,9 40 39 37,8 37,1 40
Temperatura mínima recorde (°C) 18,5 18,5 19,1 14,4 9,5 12,8 10,1 10,1 13,3 16,6 18,4 17 9,5
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (recordes de temperatura: 28/10/2006-presente)[10][11]

EconomiaEditar

O principal destaque econômico de Sinop e da região é a agropecuária, tanto que o município está inserido na fronteira agrícola Amazônica. Há destaque também na agroindústria e como polo comercial regional de atacado e varejo.

Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015 ( PIB )Editar

Em 2015, o PIB de Sinop compunha-se da seguinte forma:[13]

Impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes 478.200 mil Reais

PIB a preços correntes 4.426.992 mil Reais

PIB per capita a preços correntes 34.075,81 mil reais

Valor adicionado bruto da agropecuária a preços correntes 223.720 mil reais

Valor adicionado bruto da indústria a preços correntes 542.125 mil reais

Valor adicionado bruto dos serviços a preços correntes 2.554.420 mil reais

Estatísticas do cadastro central de empresas - 2013Editar

Número de empresas atuantes 4.400 Unidades
Número de unidades locais 4.570 Unidades
Pessoal ocupado assalariado 33.847 Pessoas
Pessoal ocupado total 39.985 Pessoas
Salário médio mensal 2,4 Salários mínimos
Salários e outras remunerações 696.695 Mil Reais

UrbanismoEditar

 
Imagem de Sinop a noite da Estação Espacial Internacional.

Sinop é uma cidade planejada, observando critérios urbanísticos modernos, com traçado regular e quadras interligadas por mais de quatrocentos quilômetros de ruas e avenidas, possuindo 27,00 m² de área verde por habitante, sendo que a OMS recomenda um mínimo de 12,00 m²/habitante[14].

As áreas residenciais são limitadas por avenidas de até cinquenta metros de largura, com calçadas de até sete metros. As ruas têm vinte metros de largura, com calçadas de cinco metros. Existem praças, reservas naturais e áreas de lazer. As avenidas e ruas levam nomes de árvores e flores, como Acácias, Sibipirunas, Jequitibás, Tarumãs, Palmeiras, Orquídeas, Avencas, Azaleias, Lírios e Violetas.

Turismo e culturaEditar

 
Catedral de Sinop

O município é banhado pelo Rio Teles Pires, afluente do Rio Tapajós, que deságua no Rio Amazonas. O Teles Pires permite diversificadas atividades esportivas, tais como: pesca amadora e esportiva, canoagem, rafting, dentre outras. Também no mesmo rio há a Praia do Cortado, importante opção de lazer do município.

Na parte urbana encontra-se o Parque Ecológico de Sinop,mais conhecido como Parque Florestal, situado no Jardim das Primaveras.[15][16]

LocaisEditar

O município possui também:

  • Biblioteca Pública de Sinop
  • Casa da Cultura de Sinop
  • Centro de Eventos Dante de Oliveira, com anfiteatro para setecentas pessoas, centro expositivo e dois pavilhões para simpósios ou outras solenidades

TelevisãoEditar


Estrutura esportivaEditar

A cidade possui o Estádio Gigante do Norte, popularmente conhecido como “Gigantão”, que está estruturado para receber até 14 mil pessoas, onde joga o Sinop Futebol Clube, o time oficial da cidade, onde foi revelado o ex-goleiro do São Paulo FC, Rogério Ceni. Nesse estádio já ocorreram partidas de times grandes como Santos, São Paulo e Fluminense contra Sinop FC.

Outra agremiação de futebol local é a Associação Atlética Sinop.

Na cidade existe ainda um Complexo Esportivo de Sinop e o Memorial Rogério Ceni, (onde encontra-se pertences, como luvas, camisas e prêmios do capitão são paulino, que cresceu na cidade).

Existe também na cidade os Jogos Olímpicos de Sinop, com várias modalidades esportivas entre estudantes. Sinop é a cidade natal do piloto de Motocross Freeestyle Gilmar Flores (conhecido também como "Joaninha").

Filhos ilustresEditar

Referências

  1. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «IBGE Cidades@ Panorama». Consultado em 24 de outubro de 2019 
  2. Embrapa Monitoramento por Satélite. «Mato Grosso». Consultado em 27 de junho de 2016. Cópia arquivada em 27 de junho de 2016 
  3. a b «Estimativa populacional 2021 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2021. Consultado em 28 de agosto de 2021 
  4. «Mato Grosso do Sul». Embrapa. Consultado em 19 de julho de 2011 
  5. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking IDH-M Municípios 2010». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 25 de outubro de 2015. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 
  6. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015 » PIB per capita a preços correntes » Comparação entre os Municípios: Mato Grosso». Consultado em 27 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 27 de dezembro de 2017 
  7. IBGE. «Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 5 de maio de 2015 
  8. a b c d e f João Carlos Vicente Ferreira. «Histórico». Coisas de Mato Grosso. Consultado em 5 de maio de 2015 
  9. 1ª Região, TRF (27 de março de 2018). «Apelação Cívil (AC) - 0007195-09.1998.4.01.3600». TRF - 1ª REGIÃO. Consultado em 11 de junho de 2021 
  10. a b c Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). «Banco de dados meteorológicos». Consultado em 10 de novembro de 2020 
  11. a b c INMET. «Estação: SINOP (A917)». Consultado em 10 de novembro de 2020 
  12. INMET. «Gráficos diários de estações automáticas». Consultado em 10 de novembro de 2020 
  13. IBGE. «IBGE | Biblioteca | Detalhes | Produto interno bruto dos municípios : 2010-2015». biblioteca.ibge.gov.br. Consultado em 22 de julho de 2018 
  14. «Sinop fica acima da média da OMS em relação às áreas verdes públicas». Consultado em 24 de outubro de 2019 
  15. cidades.com.br. «SINOP». Consultado em 21 de fevereiro de 2013 
  16. Região Portal da Amazônia. «Parque Ecológico de Sinop». Consultado em 21 de fevereiro de 2013 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Textos originais no Wikisource
  Imagens e media no Commons

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre municípios do estado de Mato Grosso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.