Abrir menu principal

Estação Ferroviária de Oliveira do Bairro

estação ferroviária em Portugal
Oliveira do Bairro IPcomboio2.jpg
Comboio a sair da estação de Oliveira do Bairro, em 2018
Inauguração 10 de Abril de 1864
Linha(s) Linha do Norte (Pk 252,240)
Coordenadas 40° 30′ 37,11″ N, 8° 29′ 56,08″ O
Concelho Oliveira do Bairro
Serviços Ferroviários Logo CP 2.svgBSicon LSTR orange.svgR
Horários em tempo real
Serviços Serviço de táxis
Telefones públicos
Parque de estacionamento Acesso para pessoas de mobilidade reduzida Lavabos


Logos IP.png
BSicon CONTfa grey.svg
BSicon BHF grey.svgOiã (Sentido Porto)
BSicon BHF grey.svgOliveira do Bairro
BSicon HST grey.svgParaimo (Sentido Lisboa)
BSicon CONTf grey.svg

A Estação Ferroviária de Oliveira do Bairro é uma interface da Linha do Norte, que serve o concelho de Oliveira do Bairro, no Distrito de Aveiro, em Portugal.

CaracterizaçãoEditar

Localização e acessosEditar

Esta interface situa-se junto à localidade de Oliveira do Bairro, possuindo acesso rodoviário pelo Largo da Estação.[1]

Descrição físicaEditar

Em Janeiro de 2011, a estação apresentava três vias de circulação, com 605 e 717 m de comprimento; as plataformas tinham todas 231 m de extensão de 55 cm de altura.[2]

HistóriaEditar

 
Horário de 1933 da Linha do Norte, incluindo a estação de Oliveira do Bairro.
 Ver artigo principal: História da Linha do Norte

Século XIXEditar

Esta interface situa-se no troço da Linha do Norte entre as Estações de Estarreja e Taveiro, que abriu no dia 10 de Abril de 1864, pela Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses.[3] Foi uma das estações originais deste troço, tendo começado a ser servida desde logo pelos comboios mistos entre Vila Nova de Gaia e Coimbra-B.[4]

Em 1870, a autarquia alertou o governador civil para a necessidade de construir uma estrada entre a estação de Oliveira do Bairro e Palhaça, passando por Malhapão e Pedreira.[5] Em 1879, a autarquia enviou uma representação ao governo, para pedir que os comboios correios tivessem paragem na estação de Oliveira do Bairro.[6]

Século XXEditar

Em 1 de Fevereiro de 1903, a Gazeta dos Caminhos de Ferro noticiou que a Companhia Real dos Caminhos de Ferro Portugueses tinha ordenado a instalação de semáforos no sistema Barbosa em várias estações, incluindo a de Oliveira do Bairro.[7]

Em 1926, foi aprovado um projecto da Companhia dos Caminhos de Ferro Portugueses para a ampliação de Oliveira do Bairro, de forma a acomodar a duplicação da linha, então em construção entre Mogofores e Aveiro; para esta modificação, foi necessário expropriar alguns terrenos junto à estação.[8]

Em 1913, existiam serviços de diligências entre a estação e a vila de Oliveira do Bairro, Silveiro, Perrães, Piedade, Recardães e Águeda.[9]

Em finais de 1927, dois comboios de mercadorias colidiram no interior da estação, causando dois mortos e um dezena de feridos, e grandes estragos materiais.[10]

Em Dezembro de 1928, já tinha sido concluída a duplicação da linha entre Mogofores e Oliveira do Bairro, e já se tinham iniciado as obras do seu prolongamento até Aveiro.[11]

Movimento de mercadoriasEditar

Em Oliveira do Bairro, exportava-se principalmente a cerâmica, fabricada numa unidade industrial junto à estação[5], e a cal, produzida nos fornos de Vale Salgueiro, e destinada a Estarreja, Esmoriz, Ovar, Carvalhos, Porto e Águeda, entre outros pontos.[12] Entre as importações, destacava-se o gado para as feiras.[13]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Estação de Oliveira do Bairro». Comboios de Portugal. Consultado em 24 de Novembro de 2014 
  2. «Directório da Rede 2012». Rede Ferroviária Nacional. 6 de Janeiro de 2011. p. 75-97 
  3. TORRES, Carlos Manitto (1 de Janeiro de 1958). «A evolução das linhas portuguesas e o seu significado ferroviário» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 70 (1681). Lisboa. p. 9-12. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  4. «Escada Rolante: Há 104 anos» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 81 (1931). 16 de Novembro de 1968. p. 152. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  5. a b Mota, 2002:55
  6. Mota, 2002:39
  7. «Linhas Portuguezas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 16 (363). 1 de Fevereiro de 1903. p. 43-44. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  8. «Linhas Portuguesas» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 39 (935). Lisboa. 1 de Dezembro de 1926. p. 356. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  9. «Serviço de Diligencias». Guia official dos caminhos de ferro de Portugal. 39 (168). Outubro de 1913. p. 152-155. Consultado em 8 de Fevereiro de 2018 
  10. «Efemérides» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1235). 1 de Junho de 1939. p. 281-284. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  11. «Efemérides» (PDF). Gazeta dos Caminhos de Ferro. 51 (1236). 16 de Junho de 1939. p. 299-300. Consultado em 1 de Abril de 2014 
  12. Mota, 2002: 309
  13. Mota, 2002:306
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre a estação de Oliveira do Bairro

BibliografiaEditar

  • MOTA, Armor Pires (2002). Oliveira do Bairro. Alma e Memória. Oliveira do Bairro: Câmara Municipal. 372 páginas 

Ligações externasEditar