Europa ocupada pela Alemanha Nazista

Europa no auge da expansão militar alemã, 1942

A Europa ocupada pela Alemanha Nazista se refere aos países soberanos da Europa que foram total ou parcialmente ocupados pela Alemanha Nazista (incluindo governos fantoches) pelas forças militares e pelo governo da Alemanha em vários momentos entre 1939 e 1945, durante e pouco antes da Segunda Guerra Mundial, geralmente administrado pelo regime nazista.[1] A Wehrmacht ocupou o território europeu:

Fora da Europa propriamente dita, as forças alemãs controlavam efetivamente áreas do norte da África no Egito, Líbia e Tunísia sob ostensivo domínio britânico, italiano e francês de Vichy às vezes entre 1941 e 1943. Cientistas militares alemães estabeleceram a base da estação meteorológica de Schatzgräber (1943-1944), ao norte, Terra de Alexandra, em Terra de Francisco José e provavelmente parte da Ásia. As estações meteorológicas alemãs tripuladas também operavam na América do Norte (Groenlândia: Holzauge, Bassgeiger, base de Edelweiss em 1942–1944). Além disso, os navios alemães Kriegsmarine operaram em todos os oceanos do mundo durante a guerra.

AntecedentesEditar

Vários países ocupados pela Alemanha Nazista entraram inicialmente na Segunda Guerra Mundial como Aliados do Reino Unido[2] ou da União Soviética.[3] Alguns foram forçados a se render antes do início da guerra, como a Checoslováquia;[4] outros como a Polônia (invadida em 1 de setembro de 1939)[1] foram conquistados em batalha e depois ocupados. Em alguns casos, os governos legítimos foram para o exílio; em outros, os governos no exílio foram formados por seus cidadãos em outros países Aliados.[5] Alguns países ocupados pela Alemanha eram oficialmente neutros. Outros eram ex-membros das Potências do Eixo que foram ocupados pelas forças alemãs em um estágio posterior da guerra.[6][7]

Países ocupadosEditar

Os países ocupados incluem todos, ou a maioria dos seguintes:

País ou território de ocupação Estados de fantoche ou administrações militares Cronograma das ocupações Território alemão anexo ou ocupado Movimentos de resistência
  Reino da Albânia   Reino da Albânia 8 de setembro de 1943 – 29 de novembro de 1944 Nenhum Resistência albanesa
  Guernsey

  Alderney

  Sark

  Administração Militar na França 30 de junho de 1940 – 9 de maio de 1945 Nenhum Resistência guernseyiana
  Jersey   Administração Militar na França 1 de julho de 1940 – 9 de maio de 1945 Nenhum Resistência jerseyiana
  Primeira República da Checoslováquia

  Segunda República da Checoslováquia


  Terceira República da Checoslováquia

  República Eslovaca

  Zona Alemã de Proteção na Eslováquia

1 de outubro de 1938 – 11 de maio de 1945   Gau Bayreuth
  Protectorado de Boêmia e Morávia
  Reichsgau Niederdonau
  Reichsgau Oberdonau
  Reichsgau Sudetenland
Resistência checoslovaca
  Áustria Nenhum. Embora houvesse apoio popular substancial na Áustria para algum tipo de (re)unificação com a Alemanha Nazista, os Chanceleres Engelbert Dollfuss e seu sucessor Kurt Schuschnigg queriam manter pelo menos algum tipo de independência. Dollfuss havia implementado um regime autoritário agora denominado austrofascismo, continuado por Schussnigg, que aprisionou muitos membros do Partido Nazista Austríaco e do Partido Social-Democrata, que favoreciam a unificação. A violência de membros do Partido Nazista Austríaco, incluindo o assassinato de Dollfuss, juntamente com a propaganda alemã e, finalmente, ameaças de invasão por Adolf Hitler, levou Schuschnigg a capitular e renunciar. Hitler, no entanto, não esperou que seu sucessor escolhido a dedo, o nazista austríaco Arthur Seyss-Inquart, fosse empossado e ordenou que as tropas alemãs invadissem a Áustria ao amanhecer em 12 de março de 1938, onde foram recebidas por multidões aplaudindo e o Exército Austríaco ordenou anteriormente para não resistir. 12 de março de 1938 – 9 de maio de 1945   Reichsgau Kärnten
  Reichsgau Niederdonau
  Reichsgau Oberdonau
  Reichsgau Salzburg
  Reichsgau Steiermark
  Reichsgau Tirol-Vorarlberg
  Reichsgau Wien
Resistência austríaca
  Cidade Livre de Danzigue Nenhum. A cidade foi anexada diretamente à Alemanha junto com a Voivodia da Pomerânia polonesa. 1 de setembro de 1939 – 9 de maio de 1945   Reichsgau Danzigue-Prússia Ocidental Resistência danzigiana
  França

  França Livre


  Governo Provisório da República da França

  França de Vichy

  Administração militar na Bélgica e no norte da França


  Administração Militar na França


  Comissariado do Reino da Bélgica e do norte da França

10 de maio de 1940 – 9 de maio de 1945   Gau Baden
  Gau Westmark
  Reichsgau Wallonien
Resistência francesa
  Luxemburgo   Administração Militar de Luxemburgo

  Área da Administração Civil de Luxemburgo

10 de maio de 1940 – fevereiro de 1945   Gau Moselland Resistência luxemburguesa
  Ilhas Italianas do Egeu   Ilhas Italianas do Egeu 8 de setembro de 1943 – 8 de maio de 1945 Nenhum
  Bélgica   Administração militar na Bélgica e no norte da França

  Comissariado do Reino da Bélgica e do norte da França

10 de maio de 1940 – 4 de fevereiro de 1945   Gau Cologne-Aachen

  Reichsgau Wallonien

Resistência belga
  Dinamarca Estado protetorado 9 de abril de 1940 – 5 de maio de 1945 Nenhum Resistência dinamarquesa
  Reino da Grécia   Administração Militar na Grécia
6 de abril de 1941 – 8 de maio de 1945 Nenhum Resistência grega
  Hungria   Hungria 19 de março de 1944 – maio de 1945 Nenhum Resistência húngara
  Itália   República Social Italiana

8 de setembro de 1943 – 2 de maio de 1945 Nenhum Resistência italiana
  Noruega   Comissariado do Reich dos Territórios Noruegueses Ocupados 9 de abril de 1940 – 8 de maio de 1945 Nenhum Resistência norueguesa
  Países Baixos   Comissariado do Reich dos Territórios Neerlandeses Ocupados 10 de maio de 1940 – 20 de maio de 1945 Nenhum Resistência neerlandesa
  Reino da Iugoslávia   Reino da Albânia

  Território de Montenegro sob Ocupação Alemã


  Estado Independente da Croácia


  Estado Independente da Macedônia


  Território do Comandante Militar na Sérvia

6 de abril de 1941 – 15 de maio de 1945   Reichsgau Kärnten
  Reichsgau Steiermark
Resistência iugoslava
  Mônaco Nenhum 8 de setembro de 1943 – 3 de setembro de 1944 Nenhum
  Finlândia Nenhum 15 de setembro de 1944 – 25 de abril de 1945 Nenhum Resistência finlandesa
  Lituânia

Governo Provisório da Lituânia

  Comissariado do Reich Leste 22 de março de 1939 – 21 de julho de 1940

23 de junho de 1941 – 5 de agosto de 1941

  Gau Prússia Oriental Resistência lituana
  Segunda República Polonesa   Administração Militar na Polônia

  Administração do Governo Geral


  Comissariado do Reich no Leste


  Comissariado do Reich na Ucrânia

1 de setembro de 1939 – 9 de maio de 1945   Bezirk Bialystok
  Gau Prússia Oriental
  Gau Niederschlesien
  Governo Geral
  Reichsgau Danzigue-Prússia Ocidental
  Reichsgau Wartheland
Resistência polonesa
  San Marino Nenhum 17 de setembro de 1944 – 20 de setembro de 1944 Nenhum
  Território do Comandante Militar na Sérvia   Governo Comissário

  Governo da Salvação Nacional

30 de abril de 1941 – janeiro de 1945 Nenhum Resistência sérvia
  República Eslovaca   Zona Alemã de Proteção na Eslováquia 23 de março de 1939 – maio de 1945 Nenhum Resistência eslovaca
  Território da Bacia do Sarre Nenhum. Em um referendo em 1935, mais de 90% dos residentes apoiaram a reunificação com a Alemanha Nazista, ao permanecerem um protetorado da Liga das Nações, França e do Reino Unido ou ingressarem na França. 1 de março de 1935 – abril de 1945   Gau Palatinado-Sarre

  Gau Sarre-Palatinado
  Gau Westmark

Resistência Basiniana e Sarre
  Governo Nacional da Ucrânia   Comissariado do Reich na Ucrânia 30 de junho de 1941 – setembro de 1941   Governo Geral Resistência ucraniana
  União Soviética República de Lepel

  Administração Militar na União Soviética


  Comissariado do Reich no Leste


  Comissariado do Reich na Ucrânia

22 de junho de 1941 – 10 de maio de 1945   Bezirk Bialystok
  Governo Geral
Resistência soviética

Governos no exílioEditar

Governos Aliados no exílioEditar

Governo no exílio Capital no exílio Tempo do exílio Ocupantes
  União Democrática Austríaca   Londres 1941–1945   Alemanha Nazista
  França Livre   Londres
(1940–1941)

  Argel, Argélia francesa
(1942 – 31 de agosto de 1944)

1940 – 31 de agosto de 1944   França de Vichy

  Alemanha Nazista
  Administração Militar na Bélgica e no norte da França
  Comissariado do Reich da Bélgica e do norte da França

  Polônia   Paris
(29/30 de setembro de 1939 – 1940)
  Angers, República Francesa
(1940 – 12 de junho de 1940)

  Londres
(12 de junho de 1940 – 1990)

29/30 de setembro de 1939 – 22 de dezembro de 1990   Alemanha Nazista

  Comissariado do Reich no Leste
  Comissariado do Reich na Ucrânia
  República Eslovaca
  União Soviética
  República Popular da Polônia

  Bélgica   Londres
(22 de outubro de 1940 – 8 de setembro de 1944)
22 de outubro de 1940 – 8 de setembro de 1944   Alemanha Nazista

  Administração Militar na Bélgica e no norte da França
  Comissariado do Reich da Bélgica e do norte da França

  Dinamarca Nenhum 1943–1945   Alemanha Nazista
  Luxemburgo   Londres 1940–1944   Alemanha Nazista
  Reino da Grécia   Cairo, Egito 29 de abril de 1941 – 12 de outubro de 1944   Alemanha Nazista

  Itália
  Reino da Bulgária

  Noruega   Londres 7 de junho de 1940 – 31 de maio de 1945   Comissariado do Reich dos Territórios Noruegueses Ocupados
  Reino da Iugoslávia   Londres 7 de junho de 1941 – 7 de março de 1945   Reino da Albânia

Governo Comissário
  Território de Montenegro sob Ocupação Alemã
  Alemanha Nazista
  Governo da Salvação Nacional
  Estado Independente da Croácia
  Estado Independente da Macedônia
  Reino da Bulgária
  Hungria
  Território do Comandante Militar na Sérvia

  Países Baixos   Londres 1940–1945   Comissariado do Reich dos Territórios Neerlandeses Ocupados
  Governo Provisório da Checoslováquia   Paris
(2 de outubro de 1939 – 1940)

  Londres
(1940–1941)
  Aston Abbotts, Reino Unido
(1941–1945)

2 de outubro de 1939 – 2 de abril de 1945   Alemanha Nazista

  Hungria
  República Eslovaca

Governos do Eixo no exílioEditar

Governo no exílio Capital no exílio Tempo do exílio Ocupantes
  Reino da Bulgária   Viena, Alemanha Nazista 16 de setembro de 1944 – 10 de maio de 1945   Reino da Bulgária

  Reino da Grécia
  Reino da Iugoslávia

  França de Vichy   Sigmaringa, Alemanha Nazista 1944 – 22 de abril de 1945   Governo Provisório da República Francesa
  Reino da Hungria   Viena, Alemanha Nazista

  Munique, Alemanha Nazista

28/29 de março de 1945 – 7 de maio de 1945   Checoslováquia

  Hungria
  Reino da Romênia
  Reino da Iugoslávia

  Reino da Romênia   Viena, Alemanha Nazista 1944–1945   Reino da Romênia
  Conselho de Estado Montenegrino   Zagreb, Estado Independente da Croácia verão de 1944 – 8 de maio de 1945   Reino da Iugoslávia
  República Eslovaca   Kremsmünster, Alemanha Nazista 4 de abril de 1945 – 8 de maio de 1945   Checoslováquia

Governos neutros no exílioEditar

Governo no exílio Capital no exílio Tempo do exílio Ocupantes
  República Democrática Bielorrussa   Praga, República da Checoslováquia
(1923–1938)

  Praga, República Checo-Eslovaca
(1938–1939)


  Praga, Alemanha Nazista
(1939–1945)

1919 – presente   Alemanha Nazista

  Comissariado do Reich no Leste
  Comissariado do Reich na Ucrânia
  Segunda República Polonesa
  União Soviética

  República da Estônia   Estocolmo, Reino da Suécia
(1944 – 20 de agosto de 1991)

  Nova Iorque, Estados Unidos

17 de junho de 1940 – 20 de agosto de 1991   Comissariado do Reich no Leste

  União Soviética

  República Popular da Ucrânia   Varsóvia, Segunda República Polonesa
(1920–1939)

  Praga, Alemanha Nazista
(1939–1944)

1920 – 22 de agosto de 1992   Alemanha Nazista

  Hungria
  Reino da Romênia
  Comissariado do Reich na Ucrânia
  União Soviética

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Encyclopædia Britannica, German occupied Europe. World War II. Retrieved 1 September 2015 from the Internet Archive.
  2. Prazmowska, Anita (23 de março de 1995). Britain and Poland 1939–1943: The Betrayed Ally (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 9780521483858 
  3. Moorhouse, Roger (14 de outubro de 2014). The Devils' Alliance: Hitler's Pact with Stalin, 1939–1941 (em inglês). [S.l.]: Basic Books. ISBN 9780465054923 
  4. Goldstein, Erik; Lukes, Igor (12 de outubro de 2012). The Munich Crisis, 1938: Prelude to World War II (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 9781136328329 
  5. Conway, Martin; Gotovitch, José (30 de agosto de 2001). Europe in Exile: European Exile Communities in Britain 1940–45 (em inglês). [S.l.]: Berghahn Books. ISBN 9781782389910 
  6. Hanson, Victor Davis (17 de outubro de 2017). The Second World Wars: How the First Global Conflict Was Fought and Won (em inglês). [S.l.]: Basic Books. ISBN 9780465093199 
  7. Cornelius, Deborah S. (2011). Hungary in World War II: Caught in the Cauldron (em inglês). [S.l.]: Fordham Univ Press. ISBN 9780823233434 

BibliografiaEditar

  • Bank, Jan. Churches and Religion in the Second World War (Occupation in Europe) (2016)
  • Gildea, Robert and Olivier Wieviorka. Surviving Hitler and Mussolini: Daily Life in Occupied Europe (2007).
  • Klemann, Hein A.M. and Sergei Kudryashov, eds. Occupied Economies: An Economic History of Nazi-Occupied Europe, 1939–1945 (2011).
  • Lagrou, Pieter. The Legacy of Nazi Occupation: Patriotic Memory and National Recovery in Western Europe, 1945–1965 (1999)
  • Mazower, Mark (2008). Hitler's Empire: Nazi Rule in Occupied Europe. London: Allen Lane. ISBN 9780713996814 
  • Scheck, Raffael; Fabien Théofilakis; and Julia S. Torrie, eds. German-occupied Europe in the Second World War (Routledge, 2019). 276 pp. online review
  • Snyder, Timothy. Bloodlands: Europe Between Hitler and Stalin (2010), on Eastern Europe
  • Toynbee, Arnold, ed. Survey of International Affairs, 1939–1946: Hitler's Europe (Oxford University Press. 1954) 730pp. online review; full text online free

Fontes primáriasEditar

  • Carlyle Margaret, ed. Documents on International Affairs, 1939–1946. Volume II, Hitler's Europe (Oxford University Press. 1954) 362pp.)