Abrir menu principal

Trajetória esportivaEditar

Felipe Lima, desde os oito anos, praticava esportes como ginástica artística, lutas e futebol.[2] Morava ao lado da Universidade Federal de Mato Grosso e, lá, aos 12 anos, começou a praticar natação por recomendação de um médico, que percebeu seu crescimento acelerado.[2] Aos 15 anos, participou do primeiro campeonato brasileiro, quando ganhou sua primeira prova dos 100 metros nado peito, e se profissionalizou.[2]

2006–08Editar

Participou do Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2006, onde ficou em 12º nos 50 metros peito[3] e 17º nos 100 metros peito.[4]

É ex-recordista sul-americano do revezamento 4x100 metros medley em piscina olímpica: 3m39s30, marca obtida em 9 de setembro de 2006, junto com Leonardo Guedes, Fernando Silva e César Cielo.[5] Também bateu o recorde sul-americano dos 100 metros peito com 1m01s56, em 10 de setembro de 2006. Ele é o primeiro mato-grossense recordista sul-americano na natação.[6] Em 16 de dezembro de 2006, melhorou seu recorde dos 100 metros peito para 1m01m52.[7]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2007 ficou em 24º nos 50 metros peito[8] e 30º nos 100 metros peito.[9]

Participou da Universíada de 2007 em Bangcoc, na Tailândia, e ganhou a medalha de prata nos 50 metros peito, batendo o recorde sul-americano da prova com a marca de 27s94.[10]

Em 2008, Felipe Lima obteve índice para os Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim, na prova dos 100 metros peito, com o tempo de 1m01s21, porém não obteve a vaga pois ficou em 3º lugar na seletiva brasileira, e somente dois nadadores por país podem ir às Olimpíadas. Henrique Barbosa com 1m00s79, e Felipe França com 1m01s17, foram os nadadores selecionados.[11][12]

2009–12Editar

Participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2011, onde ficou em 24º nos 100 metros peito.[13]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2011, Felipe Lima ganhou a medalha de prata na prova dos 100 metros peito[14] e o medalha de ouro nos 4x100 metros medley, por ter participado das eliminatórias.[15]

Jogos Olímpicos de 2012Editar

Participou pela primeira vez das Olimpíadas nos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 em Londres, onde foi à semifinal dos 100 metros peito, terminando em 13º lugar.[1]

2012–16Editar

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2012 obteve seu melhor resultado em mundiais, indo a três finais: nos 50 metros peito, terminou em sexto lugar;[16] nos 100 metros peito, ficou em oitavo;[17]e nos 4x100m medley terminou na quarta posição.[18]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2013 em Barcelona, Felipe Lima classificou-se para a final dos 100 metros peito em quinto lugar, com um tempo de 59s84, quebrando pela primeira vez a barreira do um minuto.[19] Na final, superou-se novamente, obtendo o melhor tempo de sua vida sem super-trajes, 59s65, recebendo uma medalha de bronze histórica para o Brasil. Foi a primeira vez na história que um brasileiro ganhou uma medalha no 100 metros peito no Campeonato Mundial.[20] Nos 50m peito, quase foi para outra final, mas fez um tempo mais fraco nas semifinais do que ele obteve nas eliminatórias, e terminou em 9º lugar.[21]

Nos Jogos Sul-Americanos de 2014 ganhou duas medalhas de ouro: nos 100 metros peito e 4x100 metros medley.[22]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2015 em Toronto, no Canadá, Lima ganhou a medalha de ouro no revezamento 4×100 metros medley, por participar das eliminatórias da prova.[23][24][25] Antes, ele já havia ganho uma medalha de prata nos 100 metros peito.[26]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2015, Lima terminou em nono lugar no revezamento 4x100 metros medley misto, junto com Daynara de Paula, Daiene Dias e João de Lucca;[27][28] décimo nos 4x100 metros medley, junto com Guilherme Guido, Arthur Mendes e Marcelo Chierighini;[29][30] 12º nos 50 metros peito;[31][32] e 13º nos 100 metros peito.[33][34][35]

 
Felipe Lima nos 50m peito no Mundial de Budapeste 2017

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2016, na cidade de Windsor, no Canadá, disputado entre os dias 6 a 11 de dezembro de 2016, Felipe ganhou uma medalha de prata e uma de bronze: a medalha de prata foi ganha no revezamento 4x50 medley, no dia 8 de dezembro (além de Felipe, a equipe brasileira foi formada por Etiene Medeiros, Nicholas Santos e Larissa Oliveira) e a de bronze, no dia 11 de dezembro, nos 50 metros peito, com o tempo de 25s98.[36][37] Ele também terminou em 10º nos 100m peito.[38]

2017–20Editar

No Campeonato Mundial de 2017, em Budapeste, ele terminou em 4º lugar nos 50m peito [39] e 10º nos 100 metros peito. [40] Ele também ajudou o revezamento 4 × 100 metros medley do Brasil à ir às finais, nadando as eliminatórias.[41]

No Campeonato Mundial de Natação em Piscina Curta de 2018, em Hangzhou, China, ele ganhou o bronze nos 50m peito[42], e o bronze no revezamento 4x50m medley do Brasil, junto com Guilherme Guido, César Cielo e Nicholas Santos[43]. Ele também terminou em 4º lugar no revezamento 4x100m medley [44] e 12º nos 100m peito. [45]

Em junho de 2019, no Mare Nostrum, etapa de Monte Carlo, bateu o recorde das 3 Américas na prova dos 50m peito, com a marca de 26s33. [46]

No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2019, em Gwangju, na Coréia do Sul, ele conquistou a medalha de prata nos 50 metros peito, perdendo apenas para Adam Peaty, detentor do recorde mundial dos 50 e 100m peito.[47] Foi a primeira vez que o Brasil conseguiu duas medalhas na mesma prova, em um Campeonato Mundial: João Gomes Júnior ficou com o bronze.[48] Ele também terminou em 18º nos 100m peito. [49]

Nos Jogos Pan-Americanos de 2019, realizados em Lima, Peru, ele ganhou uma medalha de prata nos 4 × 100 m medley, por participar das eliminatórias da prova.[50] Ele também terminou em 4º nos 100m peito.[51]

Marcas importantesEditar

Piscina olímpica (50 metros)
  • Ex-recordista sul-americano dos 50 metros peito: 27s58, obtidos em 9 de maio de 2008[52]
  • Ex-recordista sul-americano dos 100 metro peito: 1m01s52, obtidos em 16 de dezembro de 2006[7]
  • Ex-recordista sul-americano do revezamento 4x100 metros medley: 3m39s30, marca obtida em 9 de setembro de 2006, junto com Leonardo Guedes, Fernando Silva e César Cielo.[53]
Piscina semi-olímpica (25 metros)
  • Ex-recordista sul-americano dos 50 metro peito: 26s61, obtidos em 6 de novembro de 2009[54]
  • Ex-recordista sul-americano dos 100 metros peito: 58s86, obtidos em 18 de outubro de 2008[55]

Referências

  1. a b «Perfil no Sports Reference». Sports Reference. 2013. Consultado em 21 de março de 2013 
  2. a b c Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: FELIPE LIMA Acessado em 13 de fevereiro de 2017
  3. «Resultados dos 50m peito em Xangai 2006». OmegaTiming. 8 de abril de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  4. «Resultados dos 100m peito em Xangai 2006». OmegaTiming. 5 de abril de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  5. «Supertime bate recorde do Pan de Winnipeg». CBDA. 9 de setembro de 2006. Consultado em 21 de março de 2013. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2013 
  6. «Divisora de águas». CBDA. 10 de setembro de 2006. Consultado em 21 de março de 2013. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 
  7. a b «Thiago e Felipe melhoram seus recordes sul-americanos». CBDA. 16 de dezembro de 2006. Consultado em 21 de março de 2013 
  8. «Resultados dos 50m peito em Melbourne 2007». OmegaTiming. 27 de março de 2007. Consultado em 21 de março de 2013 
  9. «Resultados dos 100m peito em Melbourne 2007». OmegaTiming. 25 de março de 2007. Consultado em 21 de março de 2013 
  10. «Felipe de prata». CBDA. 14 de agosto de 2007. Consultado em 12 de maio de 2012. Arquivado do original em 29 de novembro de 2012 
  11. «Chuva de índices olímpicos e briga mais que acirrada pelas vagas nos 100m peito». Globoesporte. 10 de maio de 2008. Consultado em 12 de maio de 2012 
  12. «Em final emocionante, Henrique e Felipe França se garantem em Pequim». Globoesporte. 11 de maio de 2008. Consultado em 12 de maio de 2012 
  13. «Resultados dos 100m peito em Xangai 2011». OmegaTiming. 24 de julho de 2011. Consultado em 21 de março de 2013 
  14. «Felipe França comanda dobradinha nos 100 metros peito em Guadalajara». Globoesporte. 16 de outubro de 2011. Consultado em 12 de maio de 2012 
  15. «Time do Brasil é ouro no 4x100m medley em Guadalajara». Globoesporte. 21 de outubro de 2011. Consultado em 12 de maio de 2012 
  16. «Resultados dos 50m peito em Istambul 2012». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 21 de março de 2013 
  17. «Resultados dos 100m peito em Istambul 2012». OmegaTiming. 13 de dezembro de 2012. Consultado em 21 de março de 2013 
  18. «Resultados dos 4x100m medley em Istambul 2012». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2012. Consultado em 21 de março de 2013 
  19. Felipe Lima quebra barreira do 1 minuto e vai à final
  20. Felime Lima surpreende e leva o bronze nos 100m peito
  21. Felipe Lima nada mal e João Júnior avança para a final
  22. «Felipe Lima ganha dois ouros nos Jogos Sul-Americanos». Globoesporte. 10 de março de 2014. Consultado em 27 de julho de 2015 
  23. «Eliminatórias do último dia em Toronto». Best Swimming. 18 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  24. «Como foi o último dia em Toronto». Best Swimming. 19 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  25. «Sem Thiago Pereira, revezamento brasileiro fecha natação com ouro». O Estado de S.Paulo. 18 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  26. «Dia histórico para a natação feminina do Brasil no Pan». Best Swimming. 18 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015 
  27. «Resultado dos 4x100m medley misto no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 5 de agosto de 2015. Consultado em 5 de agosto de 2015 
  28. «Manhã 100% para o Brasil no quarto dia». Best Swimming. 5 de agosto de 2015. Consultado em 5 de agosto de 2015 
  29. «Resultado dos 4x100m medley no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 9 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  30. «Último dia de eliminatórias em Kazan». Best Swimming. 9 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  31. «Resultado das semifinais dos 50m peito no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 4 de agosto de 2015. Consultado em 4 de agosto de 2015 
  32. «França faz melhor marca desde 2012 e vai à final dos 50m peito em Kazan». Globoesporte. 4 de agosto de 2015. Consultado em 4 de agosto de 2015 
  33. «Resultado das semifinais dos 100m peito no Mundial de Kazan 2015». OmegaTiming. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  34. «Primeiro dia de finais do Mundial». Best Swimming. 2 de agosto de 2015. Consultado em 2 de agosto de 2015 
  35. «Em dia de recordes mundiais apenas Felipe França passa a final dos 50 peito». Best Swimming. 4 de agosto de 2015. Consultado em 4 de agosto de 2015 
  36. «Felipe Lima leva o bronze nos 50 m peito no Mundial de piscina curta - Esportes - Mais Esportes - Futebol». Folha - PE. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  37. «Felipe Lima é bronze nos 50 peito». Best Swimming. 12 de dezembro de 2016. Consultado em 12 de dezembro de 2016 
  38. «Resultado dos 100m peito no Mundial de Windsor 2016». OmegaTiming. 6 de dezembro de 2016. Consultado em 27 de abril de 2019 
  39. «Resultado dos 50m peito no Mundial de Budapeste 2017». OmegaTiming. 26 de julho de 2017. Consultado em 27 de abril de 2019 
  40. «Resultado dos 100m peito no Mundial de Budapeste 2017». OmegaTiming. 23 de julho de 2017. Consultado em 27 de abril de 2019 
  41. «Resultado dos 4x100m medley no Mundial de Budapeste 2017». OmegaTiming. 30 de julho de 2017. Consultado em 27 de abril de 2019 
  42. «Resultado dos 50m peito no Mundial de Hangzhou 2018». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2018. Consultado em 27 de abril de 2019 
  43. «Resultado do revezamento 4x50m medley no Mundial de Hangzhou 2018». OmegaTiming. 15 de dezembro de 2018. Consultado em 27 de abril de 2019 
  44. «Resultado do revezamento 4x100m medley no Mundial de Hangzhou 2018». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2018. Consultado em 27 de abril de 2019 
  45. «Resultado dos 100m peito no Mundial de Hangzhou 2018». OmegaTiming. 16 de dezembro de 2018. Consultado em 27 de abril de 2019 
  46. «Resultados dos 50m peito no Mare Nostrum 2019 Monaco» (PDF). Globoesporte. 10 de junho de 2019. Consultado em 25 de junho de 2019 
  47. Resultados do 50 metros peito em 2019 Gwangju
  48. Sem precedente! Felipe Lima é prata, João Gomes é bronze e o Brasil faz dobradinha no pódio
  49. Resultados do 100m peito em 2019 Gwangju
  50. 4x100m medley
  51. Final dos 100m peito
  52. «No Rio, brasileiro Felipe França bate recorde mundial nos 50m peito». ESPN Estadão. 8 de maio de 2009. Consultado em 21 de março de 2013 
  53. «Supertime bate recorde do Pan de Winnipeg». CBDA. 9 de setembro de 2006. Consultado em 21 de março de 2013. Arquivado do original em 2 de dezembro de 2013 
  54. «Medalhas e recordes marcam estreia brasileira na segunda etapa da Copa do Mundo de Natação». COB. 6 de novembro de 2009. Consultado em 21 de março de 2013 
  55. «Fabíola e Felipe, mais medalhas e mais recordes». CBDA. 18 de outubro de 2008. Consultado em 21 de março de 2013 

Ligações externasEditar