Abrir menu principal

Iramaia é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado na mesorregião do Centro-Sul Baiano, Sul da região de serras da Chapada Diamantina e na microrregião de Jequié. Localiza-se a uma latitude 13º 17' 09" sul e a uma longitude 40º 57' 03" oeste, estando a uma altitude de 661 metros. Sua população de acordo com o último censo realizado em 2010[1] é de 11.988 habitantes, porém sua população estimada em 2018[1] 8.893 habitantes. Possui uma área de 1.948,488 km².

Município de Iramaia
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 28 de janeiro
Emancipação 28 de janeiro de 1960
Gentílico iramaiense
Lema Quem ama, cuida!
Padroeiro(a) Santo Antônio
CEP 46.770-000
Prefeito(a) Antonio Carlos Silva Bastos (Tunga) (DEM)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Iramaia
Localização de Iramaia na Bahia
Iramaia está localizado em: Brasil
Iramaia
Localização de Iramaia no Brasil
13° 17' 09" S 40° 57' 03" O13° 17' 09" S 40° 57' 03" O
Unidade federativa Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008 [2]
Microrregião Jequié IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes 7
Norte: Itaetê, Marcionílio Souza
Oeste: Andaraí, Ibicoara, Barra da Estiva
Leste: Maracás
Sul: Manoel Vitorino
Distância até a capital Rota via BR-116: 407 km[3]

Rota via BA-052: 444 km[4] km

Características geográficas
Área 1 948,488 km² [5]
Distritos Iramaia (sede) e Novo Acre
População 11 988 hab. IBGE/2010[6]
Densidade 6,15 hab./km²
Clima Tropical de altitude e semiárido Cwb, BSh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,571 baixo PNUD/2010 [7]
PIB R$ 42 663,129 mil IBGE/2008[8]
PIB per capita R$ 2 790,08 IBGE/2008[8]
Página oficial
Prefeitura http://www.iramaia.ba.io.org.br/

HistóricoEditar

O município de Iramaia nasceu de uma fazenda denominada Almas do Sincorá, onde foi construída uma estação e uma casa para o agente fiscalizador da construção da Ferrovia Leste Brasileira. Ao lado dessa casa foram se erguendo muitas outras, residenciais e comerciais, e assim surgiu o povoado. Posteriormente seu topônimo foi mudado para Iracema.

Pelo Decreto-Lei Estadual nº 141, de 31 de dezembro de 1943, confirmado pelo Decreto Estadual nº 12.978, de 01 de junho de 1944, o Distrito de Iracema tomou a nome de Iramaia.

Segundo antigos moradores, acredita-se que essa região era habitada por uma tribo indígena chamada Maia. Passou por essa região, o guerrilheiro Carlos Prestes e sua comitiva à procura de pedras preciosas. Uma índia da tribo teria fugido com a "Coluna Prestes", deixando com ódio toda a tribo, então o nome mudou para Iramaia (Ira significa ódio e Maia significa Tribo).

Foi emancipada em 28 de janeiro de 1958 através da lei 959/57 e pela Lei Estadual nº 1.253, de 28 de janeiro de 1960, criado com o território desmembrado do município de Barra da Estiva sendo instalado em 07 de abril de 1963. Constituído de 2 distritos: Iramaia[9] e Novo Acre (também popularmente conhecido como Jiquy)[10].

Prefeitos de Iramaia desde a redemocratização (Sexta República, ou Nova República) à partir de 1985
# Prefeito Eleito Partido Início do mandato Fim do mandato Nota
1 Antonio Fernando Souza Ramos PFL 1.º de janeiro de 1985 31 de dezembro de 1988
2 Antônio Rodrigues Caires (Dodinha) PL 1.º de janeiro de 1989 31 de dezembro de 1992
3 José Riz Silva de Araújo (Dr. Riz) PL 1.º de janeiro de 1993 31 de dezembro de 1996
4 Antonio Fernando Souza Ramos PFL 1.º de janeiro de 1997 31 de dezembro de 2000
5 Antonio Fernando Souza Ramos PFL 1.º de janeiro de 2001 31 de dezembro de 2004
6 José Rodrigues de Carvalho Júnior (Zezinho) PFL 1.º de janeiro de 2005 6 de junho de 2007 Cassado pelo TRE/BA
7 Antônio Rodrigues Caires Filho (Toninho) PL 7 de junho de 2007 31 de dezembro de 2008
8 José Rodrigues de Carvalho Júnior (Zezinho) PR 1.º de janeiro de 2009 4 de junho de 2010 Cassado pelo TRE/BA
9 Antonio Carlos Silva Bastos (Tunga) DEM 7 de junho de 2010 31 de dezembro de 2012 [1] [11]
10 Antônio Rodrigues Caires (Dodinha) PDT 1.º de janeiro de 2013 31 de dezembro de 2016
11 Antonio Carlos Silva Bastos (Tunga) DEM 1.º de janeiro de 2017 31 de dezembro de 2020

Turismo e CulturaEditar

A cidade de Iramaia está a 661 metros de altitude. Fica localizada na Chapada Diamantina e ainda é pouco explorada como destino turístico da região. Para os amantes da natureza Iramaia têm diversas belezas naturais que encanta todo visitante.

Iramaia possui diversos segmentos para o turismo como grutas, cachoeiras, pinturas rupestres, diversas opções de trilhas, a cultura viva da Folia do Boi Janeiro e do Terno de Reis, as ruínas da Estrada Real (criados pela Coroa Portuguesa durante o período do Brasil Colônia), cultura local e culinária típica sertaneja. Destaque para a Gruta do Bom Jesus, a Serra do Sincorá, a Cachoeira das Andorinhas e a Cachoeira da Raposa. Seu parque hoteleiro registra 86 leitos.

Serra do Sincorá Cachoeira da Raposa Gruta do Bom Jesus

SubdivisõesEditar

Iramaia com seus 1.948,488 km² possui dois distritos: Iramaia (Sede) e Novo Acre (também popularmente conhecido como Jiquy), possui também doze povoados: Alagadiço, Campo do Meio, Cascalho, Cobreiro, Cruzeiro, Cruzlândia (também popularmente conhecido como Placa), Entrocamento de Iramaia, Ilha Grande, Lapinha, Mato Verde, Sincorá e Toca da Onça.

A sede administrativa por sua vez, está dividida em bairros: Bairro da Rua Nova, Bairro do Triângulo, Centro, Pantanal, Vila Mariana.

GeografiaEditar

Localiza-se a uma latitude 13º 17' 09" sul e a uma longitude 40º 57' 03" oeste, estando a uma altitude de 661 metros. Possui uma área de 1.948,488 km².

Municípios limítrofesEditar

Iramaia limita-se com sete municípios. São eles: Itaetê e Marcionílio Souza ao norte; Andaraí, Ibicoara e Barra da Estiva ao oeste; Maracás ao leste; e Manoel Vitorino ao sul

HidrografiaEditar

Sua bacia hidrográfica é composta pela seguinte bacia hidrográfica: Rio Una (ao norte do seu território) e Rio de Contas (ao sul do seu território).

RodoviasEditar

Em seu território passam as seguintes rodovias estaduais: BA-026, BA-131, BA-026, BA-407, BA-559 e BA-561. Também cruza o território do município a rodovia federal BR-330.

Apenas as rodovias BA-026 (Contendas do Sincorá x Maracás) e BA-131 (Iramaia x Itaetê x Marcionílio Souza) encontram-se pavimentadas, sendo que as demais estão em leito natural. Esse problema de acesso a cidade vem prejudicando o desenvolvimento de todo o município ao longo dos seus anos de existência, desestimulando visitas turísticas e investimentos econômicos.

Características EconômicasEditar

Agricultura: na produção agrícola destaca-se o cultivo de mandioca. Na pecuária destacam-se os rebanhos de bovinos, caprinos, suínos, equinos,asininos e muares. No setor de minerais, é produtor de barita. No ano de 2001 o município registrou 2.226 consumidores de energia elétrica com um consumo de 2.933 mwh. Segundo dados da SEI/IBGE, o PIB do município para 2008 foi de R$ 42,66 milhões, sendo 32% para agropecuária, 7% para indústria e 61% para serviços.

Exploração de ouro é a aposta de Iramaia para reaquecer economiaEditar

Iramaia tem um campo aurífero com pelo menos 4 km de extensão. Estudos preliminares indicam que os investimentos para deixar a mina em operação são da ordem de US$ 220 milhões, através do Projeto Jurema Leste.

O estudo feito por mapeamento geológico de detalhe agora aguarda a primeira fase para entrar em execução.

A Companhia Baiana de Pesquisa Mineral pretende abrir um processo de licitação visando atrair empresa parceira que investigue a mineralização, a um custo estimado de US$ 1,5 milhão.

Já num segundo ano os trabalhos serão dedicados à exploração da mineralização primária, por meio de sondagens diamantadas, até a profundidade de 220 metros, com a realização aproximada de 11.500 metros de sondagens, a um custo da ordem de US$ 4 milhões.

Dependendo dos resultados dessas sondagens, confirmados os teores de ouro obtidos pela Companhia Baiana de Pesquisa Mineral em seus trabalhos iniciais, o projeto poderá evoluir para um estudo de viabilidade econômica e, posteriormente, para a exploração, com o minério oxidado entrando inicialmente em produção.

PerspectivasEditar

De acordo com o ex-secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia (na época da divulgação) e atual senador pelo estado da Bahia (2019 - 2026), Jaques Wagner, as perspectivas são muito boas.

“Acredita-se que a região de Iramaia possa vir a ser um novo distrito aurífero na Bahia, e este é apenas um exemplo da retomada do crescimento do setor mineral na Bahia”, afirmou Jaques Wagner.

“Devemos atrair investidores internacionais para um grande empreendimento. O impacto será em toda a economia regional” Jaques Wagner.

Em uma das edições da revista In The Mine[12], uma das mais respeitadas do segmento sobre pesquisa geológica e mineração, deu destaque a este projeto do ouro de Jurema Leste, devido ao prospecto que foi apresentado em uma feira em Toronto, no Canadá, e disponibilizado para investidores interessados na exploração de ouro.

ReligiãoEditar

 
Igreja Católica de Iramaia, inaugurada em 1967

De maioria cristã, a cidade faz parte da Diocese de Livramento de Nossa Senhora[13], com maioria da população católica. Há também expressiva parcela de protestantes, que frequentam diversas igrejas evangélicas.

Em Iramaia as religiões afro-brasileiras não são vistas como mutuamente exclusivas, e muitas pessoas de outras crenças religiosas participam de cultos religiosos dessas religiões afro-brasileiras, regularmente ou ocasionalmente. Desta forma, os rituais, e as festas fazem parte da cultura local.


Religião Porcentagem Número
Católicos 81,02% 9 714
Protestantes 11,48% 1 376
Espíritas 1,53% 183
Outras 5,98% 717

Fonte: IBGE - Censo Demográfico 2010[14]

EducaçãoEditar

Em 2015, os alunos dos anos inicias da rede pública da cidade tiveram nota média de 4.5 no IDEB. Para os alunos dos anos finais, essa nota foi de 3,6. Na comparação com cidades do mesmo estado, a nota dos alunos dos anos iniciais colocava esta cidade na posição 131 de 417. Considerando a nota dos alunos dos anos finais, a posição passava a 109 de 417. A taxa de escolarização (para pessoas de 6 a 14 anos) foi de 97,3 em 2010. Isso posicionava o município na posição 214 de 417 dentre as cidades do estado e na posição 3.221 de 5.570 dentre as cidades do Brasil.

Trabalho e RendimentoEditar

Em 2016, o salário médio mensal era de 1,8 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em relação à população total era de 6,1%. Na comparação com os outros municípios do estado, ocupava as posições 132 de 417 e 252 de 417, respectivamente. Já na comparação com cidades do país todo, ficava na posição 2.836 de 5.570 e 4.548 de 5.570, respectivamente. Considerando domicílios com rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 54,9% da população nessas condições, o que o colocava na posição 82 de 417 dentre as cidades do estado e na posição 482 de 5.570 dentre as cidades do Brasil.

SaúdeEditar

A taxa de mortalidade infantil média na cidade é de 16,95 para 1.000 nascidos vivos. As internações devido a diarreias são de 11,3 para cada 1.000 habitantes. Comparado com todos os municípios do estado, fica nas posições 194 de 417 e 15 de 417, respectivamente. Quando comparado a cidades do Brasil todo, essas posições são de 1.655 de 5.570 e 215 de 5.570, respectivamente.

Território e AmbienteEditar

Apresenta 1,5% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 69.5% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 8,1% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). Quando comparado com os outros municípios do estado, fica na posição 393 de 417, 191 de 417 e 152 de 417, respectivamente. Já quando comparado a outras cidades do Brasil, sua posição é 5.313 de 5.570, 3.142 de 5.570 e 3.002 de 5.570, respectivamente.

ClimaEditar

Iramaia tem características de chover muito mais no verão que no inverno. 22,8 °C é a temperatura média e a média anual de pluviosidade é de 679,0 mm. Iramaia está localizada na zona de transição compreendida pelos biomas da Caatinga com seu clima semiárido, classificado como BSh (quente e seco) e o Gerais com seu  clima Tropical de altitude, classificado na escala climática internacional de Wladimir Köppen como Cwb, por apresentar um verão úmido e fresco causados pelas chuvas de verão e frentes frias vindas do sul do Brasil e invernos relativamente frios e mais secos.

Os dados apresentados abaixo representam o comportamento da chuva e da temperatura ao longo do ano. As médias climatológicas são valores calculados a partir de um série de dados de 30 anos observados. É possível identificar as épocas mais chuvosas/secas e quentes/frias de uma região.

Dados climatológicos para Iramaia
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 30,0 30,0 29,0 28,0 27,0 25,0 24,0 25,0 28,0 30,0 29,0 30,0 30,0
Temperatura média compensada (°C) 24,0 24,5 24,0 23,0 22,5 20,5 20,0 20,5 22,5 24,0 24,0 24,5 22,8
Temperatura mínima média (°C) 18,0 19,0 19,0 18,8 18,0 16,0 16,0 16,0 17,0 18,0 19,0 19,0 16,0
Precipitação (mm) 91,0 75,0 95,0 63,0 32,0 26,0 21,0 18,0 18,0 39,0 89,0 112,0 679,0
Fonte: Climatempo 30 anos de experiência no acompanhamento e previsão das condições meteorológicas no Brasil e America Latina. Fundada em 1988

Referências

  1. a b «IBGE - Censo Demográfico 2010». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 26 de novembro de 2018 
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. «Rota via BR-116». Google Maps. Google Maps 
  4. «Rota via BA-052». Google Maps. Google Maps 
  5. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  6. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  8. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  9. Thiago Soares, A História De Iramaia, consultado em 5 de dezembro de 2018 
  10. Grãos de Luz, Breve História de Jiquy (Novo Acre), consultado em 5 de dezembro de 2018 
  11. «Calendário das eleições suplementares 2010». www.tse.jus.br. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  12. «Revista In The Mine». Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  13. «Diocese de Livramento de Nossa Senhora». Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  14. «IBGE - Censo Demográfico 2010». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 5 de dezembro de 2018 
  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.