Abrir menu principal

Jaguaretama é um município brasileiro do estado do Ceará.

Município de Jaguaretama
Bandeira de Jaguaretama
Brasão de Jaguaretama
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 29 de agosto de 1865 (154 anos)
Gentílico jaguaretamense
Prefeito(a) Fco Glairton Rabelo Cunha (PR)
Localização
Localização de Jaguaretama
Localização de Jaguaretama no Ceará
Jaguaretama está localizado em: Brasil
Jaguaretama
Localização de Jaguaretama no Brasil
05° 36' 46" S 38° 46' 01" O05° 36' 46" S 38° 46' 01" O
Unidade federativa Ceará
Mesorregião Jaguaribe IBGE/2008 [1]
Microrregião Médio Jaguaribe IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Norte: Banabuiú e Morada Nova, Leste: Jaguaribara, Sul: Jaguaribe e Solonópole, Oeste: Solonópole e Banabuiú
Distância até a capital 240 km km
Características geográficas
Área 1 759,722 km² [2]
População 17 867 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 10,15 hab./km²
Altitude 40 m
Clima Semi-árido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,645 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 82 467,477 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 484,61 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura jaguaretama.ce.gov.br

EtimologiaEditar

O nome da localidade já foi Riacho do Sangue, Riachuelo e Frade. A palavra jaguaretama é uma composição artificial, donde yaguar = onça; e retama = a terra natal, a pátria, pretendendo significar lugar ou região de jaguar ou onça[6], em tupi.

HistóriaEditar

Antes Riacho do Sangue, também já chamado de Riacho das Pedras, pertencia a Jaguaribe, criado pela Resolução do Conselho Provincial, de 6 de maio de 1833. Depois transferido para o núcleo Cachoeira, hoje Solonópole, através da Lei nº 518 de 1 de agosto de 1850. Finalmente, Riacho do Sangue foi transferido para o núcleo de Jaguaribe, sob a Lei nº 1121, de 8 de novembro de 1864. Desmembrado de Jaguaribe pela Lei nº 1567, de 9 de setembro de 1873, o Município Riacho do Sangue foi restaurado pela Lei nº 1822, de 1º setembro de 1879.

Filhos ilustresEditar

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. http://www.ibge.gov.br/cidadesat/historicos_cidades/historico_conteudo.php?codmun=230670

Ligações externasEditar