João Carlos dos Santos

futebolista brasileiro

João Carlos dos Santos (Sete Lagoas, 10 de setembro de 1972), mais conhecido como João Carlos, é um ex-futebolista e atual treinador brasileiro.

João Carlos
Informações pessoais
Nome completo João Carlos dos Santos
Data de nasc. 10 de setembro de 1972 (50 anos)
Local de nasc. Sete Lagoas, Brasil Brasil
Altura 1,84 m
Informações profissionais
Clube atual Flag of None.svg Sem Clube
Posição Treinador, Ex-Zagueiro
Clubes de juventude
1989 Brasil Democrata - Sete Lagoas
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
19921994
1994
1995
1995
19961999
19992001
20012002
20022003
2004
2005
2006
2006
Brasil Democrata–Sete Lagoas
Brasil Cruzeiro
Brasil Democrata-GV
Brasil Mamoré
Brasil Cruzeiro
Brasil Corinthians
Brasil Cruzeiro
Japão Cerezo Osaka
Brasil Botafogo
Brasil Paysandu
Brasil Ipatinga
Brasil Democrata–Sete Lagoas
? (?)
? (?)
? (?)
13 (1)
26 (3)
91 (9)
53 (5)
18 (1)
11 (2)
? (?)
? (?)
Seleção nacional
1999 Brasil Brasil 10 (1)
Times/clubes que treinou
2008
20082009
2010
2010
2010-2011
2012
2012
2013
2013
2014
2015
2016
Brasil Poços de Caldas
Brasil Democrata–Sete Lagoas
Brasil Cristal
Brasil Juventus-RS
Brasil Poços de Caldas
Brasil Formiga (assistente)
Brasil Poços de Caldas
Brasil Guaxupé
Brasil Patrocinense
Brasil Minas Boca
BrasilNacional de Muriaé
BrasilVilla Nova

CarreiraEditar

Como futebolistaEditar

Iniciou sua carreira nas categorias de base do Democrata Futebol Clube de Sete Lagoas, Minas Gerais, subindo para a equipe profissional em 1992. Após duas temporadas de destaque foi contratado pelo Cruzeiro Esporte Clube em 1994 conquistando o título do Campeonato Mineiro em seu primeiro ano atuando pela equipe celeste. Em 1995, foi por empréstimo para o Democrata de Governador Valadares também passando pelo Mamoré.

No seu retorno ao Cruzeiro conquistou o título da Copa do Brasil em 1996, campeão da Copa Libertadores da América e vice-campeão do Mundial de Clubes da FIFA em 1997, campeão da Recopa Sul-Americana em 1998 além do tri-campeonato mineiro 1996/1997/1998.

Apos sua trajetória vitoriosa pela equipe mineira, transfere-se para o Corinthians em 1999 onde conquista o Campeonato Paulista e o Campeonato Brasileiro neste mesmo ano. Em ascensão, foi convocado pelo treinador Vanderlei Luxemburgo para Seleção Brasileira sagrando-se campeão da Copa América e vice-campeão da Copa das Confederações ainda em 1999. Foi na equipe paulista que obteve o título mais importante da historia do clube, o Mundial de Clubes da FIFA em 2000. Foi vencedor do Campeonato Paulista e vice-campeão da Copa do Brasil de 2001. Pelo Corinthians fez 91 partidas e marcou 9 gols.

Retornou ao Cruzeiro em 2001 fechando seu ciclo na equipe mineira. Em 2002 transferiu-se para a equipe Cerezo Osaka, do Japão, onde jogou por duas temporadas. No retorno ao Brasil atuou pelo Botafogo em 2004. Em 2005 pelo Paysandu, foi Campeão Paraense. Em 2006 jogou pelo Ipatinga. Neste mesmo ano encerrou sua vitoriosa carreira como jogador de futebol profissional no clube onde começou, o Democrata Futebol Clube de Sete Lagoas.[1][2]

Como treinadorEditar

Com sua vasta experiencia em comandar suas equipes dentro de campo quando atuava e tendo trabalhado com os melhores treinadores do Brasil, decidiu investir na carreira de treinador de futebol.[3] Em 2007, iniciou a carreira de treinador no Poços de Caldas conseguindo acesso ao Modulo II do Campeonato Mineiro. Em 2008 assumiu a direção do Democrata de Sete Lagoas, depois passou pelo Cristal do Amapá, Juventus do Rio Grande do Sul, e retornou ao comando do Poços de Caldas em 2011. Em 2012 comandou a Sociedade Esportiva Guaxupé no Campeonato Mineiro da 2ª Divisão onde obteve o acesso ao Módulo 2 do Campeonato Mineiro, mas devido a uma mudança no regulamento o clube perdeu a vaga. Em 2013 comandou o Clube Atlético Patrocinense no Módulo 2 do Campeonato Mineiro, mas não conseguiu o acesso a elite do Campeonato Mineiro. Em 2014 assumiu o Minas Boca, de Sete Lagoas.[4]

No ano de 2015 retornou ao comando da Sociedade Esportiva Guaxupé, mas após 2 meses foi contratado pelo Villa Nova.[5]

TítulosEditar

Cruzeiro
Corinthians
Paysandu
Seleção Brasileira

Campanhas de destaqueEditar

Seleção Brasileira
Cruzeiro
Corinthians


Referências

  1. «João Carlos abandona o gramado, mas não o futebol». Uol. 7 de novembro de 2006. Consultado em 23 de junho de 2021 
  2. Superesportes (8 de janeiro de 2013). «Envolvido em troca com Cris, em 99, João Carlos diz que foi surpreendido por Zezé.». Superesportes. Consultado em 23 de junho de 2021 
  3. «João Carlos - Que fim levou?». Terceiro Tempo. Consultado em 23 de junho de 2021 
  4. «Lembra Dele? João Carlos volta às origens no interior, agora como técnico.». globoesporte.com. 1 de fevereiro de 2014. Consultado em 23 de junho de 2021 
  5. «Técnico João Carlos deixa a Esportiva para comandar o Villa Nova na Série D.». globoesporte.com. Consultado em 23 de junho de 2021 


Ligações externasEditar

Perfil no site Ogol