Abrir menu principal

Wikipédia β

Disambig grey.svg Nota: Se procura o caricaturista brasileiro, veja Luiz Sá.

Luís Manuel da Silva Viana de Sá GOC (12 de Fevereiro de 195215 de Outubro de 1999), professor universitário e político português.[1]

BiografiaEditar

Licenciou-se em Direito na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, fez-se mestre em Ciência Política e doutor em Ciências Sociais no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, fazendo parte do júri Adriano Moreira, Narana Coissoró e António de Sousa Lara, obtendo a classificação de Muito Bom.

Estreou-se na política como membro da União dos Estudantes Comunistas, aderindo ao Partido Comunista Português em 1974. Foi membro do Comité Central, de 1983 a 1999. Exerceu funções como adjunto do gabinete do Ministro dos Transportes e Comunicações, nos IV e V Governos Provisórios, e do Ministro das Obras Públicas, no IV Governo Provisório. Depois disso foi membro da Comissão Nacional de Eleições, de 1977 a 1997, deputado ao Parlamento Europeu, em 1994, e deputado à Assembleia da República, de 1991 a 1999. Foi director da revista Poder Local, entre 1977 e 1999.

É autor de uma bibliografia extensa que inclui temas como a soberania e a integração europeia, o poder local e as regiões administrativas, o poder central e suas relações e equilíbrios, o sistema eleitoral português, manuais de ciência política e de direito administrativo.

Leccionou na Universidade Internacional, na Universidade Aberta e na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, onde dirigiu o Departamento de Ciência Política e foi coordenador do mestrado em Ciência Política.

Faleceu em 15 de Outubro de 1999 dum enfarte no seu gabinete de trabalho.

A 9 de Junho de 2000 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Cristo a título póstumo.[2]

Referências

  1. «Luis Sá». Assembleia da República. Consultado em 23 de junho de 2010 
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Luís Sá". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 7 de março de 2015