Abrir menu principal

Odisseia (série de televisão)

(Redirecionado de Odisseia (2013))
Odisseia
Informação geral
Formato Série
Género Comédia
Duração 40 minutos
Estado Transmissão Concluída
Criador(es) Bruno Nogueira,
Gonçalo Waddington
e Tiago Guedes
País de origem Portugal Portugal
Idioma original português
Produção
Diretor(es) Tiago Guedes
Produtor(es) Frederico Serra
Distribuída por RTP
Roteirista(s) Bruno Nogueira,
Gonçalo Waddington
e Tiago Guedes
Elenco Bruno Nogueira,
Gonçalo Waddington,
Miguel Borges,
Tiago Rodrigues,
Cesário Monteiro e
Tiago Guedes
Tema de abertura "Estou Além", António Variações
Exibição
Emissora de televisão original RTP1
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Formato de áudio Estéreo
Transmissão original 20 de janeiro de 2013 - 9 de março de 20139 de março de 2013
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 8
Cronologia
Programas relacionados Último a Sair

Odisseia é uma série de televisão portuguesa de meta-humor. Protagonizada pelos atores Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington, este programa foi produzido pela Take It Easy, para ser exibido na RTP1.[1][2]

Sendo composta por 8 episódios, a sua transmissão começou no domingo, 20 de janeiro de 2013, às 21h00m[3] e terminou no sábado 9 de março do mesmo ano.[4]

ProduçãoEditar

Em 2011, ainda estava a ser transmitido Último a Sair que havia juntado os atores principais de Odisseia, em jantares entre Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington, surgiu o interesse de ambos em criar um enredo que passaria por uma viagem de dois amigos pelo país. Pouco depois, Tiago Guedes haveria de se juntar ao projeto para escrever e realizar, por na altura estar a participar com Bruno Nogueira e Miguel Guilherme na peça de teatro É como Diz o Outro, no Casino de Lisboa.[5][6] Apesar de bastantes interrupções, os três criadores tiveram nove meses seguidos a escrever os episódios. Neste processo foi explorada uma vertente tal como em Último a Sair, onde a realidade e a ficção se misturam e o elenco, produtores, convidados e toda a equipa se cruzam, saindo dos bastidores.[7]

Desde cedo na fase de escrita, os autores chegaram à conclusão que o número de episódios ideal para Odisseia seria 8, mesmo sendo 13 o valor mais usual para uma série do género. Assim, os criadores optaram por introduzir esta conceção na narrativa. A série foi mesmo publicitada como sendo composta por 13 episódios, quando na realidade, o oitavo marcou o seu final, sob o pretexto de que haviam sido os Diretores de Conteúdos da RTP quem havia ordenado o cancelamento da mesma.[8]

No mês de julho de 2012 começaram as gravações da série,[9] tendo-se estendido ao longo do segundo semestre do ano. Tratando-se de uma série de tipo "on the road", as filmagens decorreram em diferentes pontos do país, como no Crato[10] e na Sertã, Castelo Branco.[11]

No primeiro episódio esteve prevista a participação especial de António Calvário, que ia interpretar o tema, Cucurucucu Paloma de Caetano Veloso, numa alusão ao filme Fala com Ela de Pedro Almodóvar”, mas por ser necessária uma autorização para recriar a cena, o convite foi retirado.[12] Esta situação haveria de ser solucionada com a participação especial de Belle Dominique.

A estreia da produção chegou a ser pré-anunciada para dia 21 de outubro de 2012, mas a RTP decidiu adiar o projeto. Na altura, a notícia foi bem recebida pela equipa, uma vez que ofereceu mais tempo para concluir a fase de edição e pós-produção.[13]

Assim, a série viria a estrear no domingo 20 de janeiro, enquadrada no novo formato de programação da RTP em 2013.[14] Transmitida semanalmente, a série trocaria o seu dia de emissão com Depois do Adeus após a emissão do terceiro episódio, tendo-se mudado para o mesmo horário, 21h, de sábado.[15]

Sinopse GeralEditar

Na sinopse oficial divulgada pela RTP lê-se: «“Odisseia” é uma história contada em duas narrativas que se cruzam.

«Na primeira, temos Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington (interpretando-se a si mesmos), dois amigos que partem numa viagem por Portugal em autocaravana. Ambos sentem necessidade de se afastarem das suas vidas profissionais e familiares e de pensarem numa solução para os seus dramas pessoais.

«Na segunda narrativa, contada como um making-of ficcionado, existem os argumentistas da própria série Odisseia: Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e um terceiro elemento, Tiago Guedes, o realizador.

«Os três autores, qual Deus ex Machina, decidem o destino dos nossos heróis e da própria história enquanto vai sendo escrita, interferindo diretamente na viagem dos dois amigos, escolhendo os atores que devem aparecer na história, como o Nuno Lopes, a Rita Blanco, o Manuel João Vieira ou o cantor Camané, mudando os desejos e motivações dos protagonistas, deste modo brincando com as suas vidas.

«Nesta odisseia, os nossos heróis, vivendo aventuras absurdas e travando amizades improváveis, sempre com o olhar atento e implacável dos seus criadores, irão aperceber-se de que a solução para as suas vidas está em encarar as suas responsabilidades e não em fugir delas. Ser homem é um destino e não uma fatalidade».[16]

Elenco e PersonagensEditar

PrincipaisEditar

A seguir encontra-se uma listagem das personagens principais, sendo elas, salvo as exceções indicadas, versões ficcionalizadas dos atores que as interpretam[17]:

RecorrentesEditar

A lista que se segue apresenta as personagens que realizaram participações recorrentes durante a série. Aqui estão incluídas as suas principais características e os respetivos atores que as interpretam[18]:

  • Nuno Lopes, Nuno / Estrábico / Empregado de Mesa / GNR (7 Episódios).
  • João Paulo Santos, Assistente de Plateau (5 Episódios).
  • Pedro Melo, Engenheiro de Som (5 Episódios).
  • Ana Azinheira, Anotadora (3 Episódios).
  • Carla Maciel, Carla (3 Episódios).
  • Daniela Lorvão, Daniela (3 Episódios).
  • Teresa Sobral, Mãe de Bruno (3 Episódios).
  • Tiago Almada, 2º Assistente de Realização (3 Episódios).

Participações de 2 Episódios:

  • Diana Ferreira, Beta-Hippie-Chic.
  • Hugo Andrade, Diretor de Programas da RTP.
  • Joana Duarte, Beta-Hippie-Chic.
  • Leonardo Campetelli, Perche.
  • Manuel Encarnação, Manuel.
  • Nuno Vaz, Subdiretor de Programas da RTP.
  • Pedro Gil, Tunning 1.
  • Rita Blanco, Rita.
  • Vasco Viana, Diretor de Fotografia.

Artistas ConvidadosEditar

A seguir, estão listados todos os atores e outros artistas que participaram em Odisseia:

Participações especiais em Odisseia
  • Episódio 01 (Não te atrevas, ó musa...)[19]

- Domingos Machado, como Belle Dominique.

- Zercileide Lima, como Flávia.

Alfredo Brito, Ana Lopes, António Durães, Eduardo Jordão, Francisco Sousa, João Ceregeiro, João Paes, José Maria Matos, José Mayer, Laura Soveral, Miguel Marques, Patrícia Mateus, Paula Soler, Sofia Mendonça, Teresa Ceregeiro e Vasco Vieira.


  • Episódio 02 (Harry Dean Stanton)[20]

- João Pedro Vaz, como Harry Dean.

- Vitória Guerra, como Vitória Kinski

Beatriz Mendonça, Cristina Madrinha, David Almeida e Mariana Coelho.


  • Episódio 03 (Não foi por mal!)[21]

- Isabel Abreu, como Vera.

Hugo Rafael Largo, Pedro Mata e Tonan Quito.


  • Episódio 04 (Antes dum gang-bang eu só digo disparates)[22]

Prof. Dr. José Pinto da Costa, Miguel Mendes, Sérgio Graciano e Tiago Almada.


  • Episódio 05 (…Só temo o que lá vou encontrar e depois de lá não poder r…)[23]

- António Fonseca, como Balhelhas.

Filipe Pinto.


  • Episódio 06 (Variações)[24]

- Romeu Costa, como António Variações.

- Amigos do Cante, como Coro Alentejano.

Jerónimo Rocha, Luís Moreira e Tomaz Nolasco.


  • Episódio 08 (Cinquenta mil, seiscentos e setenta e nove euros e sessenta…)[25]

- Camané.

Andreia Nunes, António Duarte, David Chan, David Valente, Fernando Marques, Gonçalo Portela, Inês Mata, João Carlos Aguiar, Manuel João Vieira, Miguel d’Orey, Paulo Chang, Paulo Monteiro, Pedro Curto, Rita Lello e Rui Pimenta.

Ficha TécnicaEditar

([26][27])

Banda SonoraEditar

  • Toda a Direção Musical de Odisseia é da responsabilidade de Bruno Vasconcelos e Nuno Rafael.[28]



Lista de EpisódiosEditar

Temp. Episódios Transmissão Original Dia da Semana Audiências
(média dos episódios)
Estreia de Temp. Final de Temp.
1 8
20 de janeiro de 2013
9 de março de 2013
Domingo (ep. 01 a 03)
Sábado (restantes)
313 354
Webisódios 8
21 de janeiro de 2013
13 de março de 2013
Segunda-feira (ep. 01)
Quarta-feira (ep. 2, 3, 4, 7 e 8)
Quinta-feira (ep. 5 e 6)
-


Abaixo, estão listados os episódios de Odisseia, exibidos entre 20 de janeiro e abril de 2013:

Ep.# Título Argumento Realização Transmissão Original Espectadores
01 Não te atrevas, ó musa…[29] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 20 de janeiro de 2013 342 517[30]
Gonçalo recebe uma mensagem no telemóvel e vai até ao Hospital buscar Bruno. Depois de o levar a casa, fica com Bruno porque o médico aconselhou a que não ficasse sozinho. Bruno e Gonçalo passam os próximos dias juntos, acabando na festa de 50 anos de casados dos avós de Bruno.
02 Harry Dean Stanton[31] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 27 de janeiro de 2013 371 112[32] (‡)
Bruno e Gonçalo despedem-se das respetivas famílias porque Bruno tem um espetáculo fora de Lisboa e Gonçalo leva-o na sua autocaravana. Sem paciência para o público do espetáculo Bruno acaba por insultá-los. Nuno Lopes está no meio da audiência e instiga o público a expulsar Bruno do auditório.
03 Não foi por mal![33] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 3 de fevereiro de 2013 303 056[34]
Gonçalo acorda, não vê Bruno e procura-o. Nenhum dos dois sabe do Nuno. Decidem seguir viagem em vez de voltar para Lisboa. Num restaurante são abordados por dois tunnigs, que vão ser achincalhados por serem tão labregos. Mais tarde, junto de uma magnífica vista, no interior do país, os tunnings voltam para lhes tirar o sossego.
04 Antes dum gang-bang eu só digo disparates[35] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 9 de fevereiro de 2013 313 581[36]
Bruno e Gonçalo levam Nuno ao centro de saúde depois de tentarem reanimá-lo sem sucesso. Sem verem o problema resolvido, deixam Nuno para trás e seguem viagem. Alguém lhes tenta assaltar a autocaravana: é Rita Blanco, que se revela louca. Eles seguem-na sem saber como tudo vai acabar. Rita leva-os a acampar, e acaba por levar Bruno a desistir de gravar uma cena.
05 ...Só temo o que lá vou encontrar e depois de lá não poder r…[37] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 16 de fevereiro de 2013 314 168[38]
Bruno e Gonçalo param a autocaravana e ouvem uns murmúrios. Seguem o som e vão ao encontro de um velho que se tenta suicidar, acabando por libertá-lo. Gonçalo almoça com Carla e os filhos, num encontro marcado às escondidas pelo Bruno. Mais tarde, duas betas-hippie-chiques oferecem-lhes comprimidos provocando-lhes uma viagem alucinante. Terminam num mini-boom com muitos beijos e o Nuno Lopes à mistura.
06 Variações[39] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 23 de fevereiro de 2013 255 653[40] (†)
Acordam forçadamente num barco-casa, à deriva no meio do Alqueva, ainda sob o efeito dos comprimidos. Os dois juntamente com Nuno e com as betas-hippie-chiques encenam uma espécie de novela mexicana. A RTP não está satisfeita com o rumo que os episódios estão a tomar. O produtor tenta convencê-los a terminar a série em animação. Um helicóptero tira-os do barco e larga-os numa seara-paraíso onde são recebidos por uma versão do António Variações.
07 Era um acordo de cavalheiros![41] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 2 de março de 2013 276 667[42]
Enquanto Nuno começa a preparar-se para desempenhar um papel pouco convencional para um filme, Bruno e Gonçalo discutem violentamente sobre o destino a dar às suas vidas, discussão essa que acaba por envolver alguns membros da equipa técnica. Finalmente decidem ir para Lisboa, mas antes libertam-se do Nuno Lopes. Depois de saradas todas as feridas, os dois heróis são surpreendidos com uma notícia vinda da RTP que os impede de seguir viagem.
08 Cinquenta mil, seiscentos e setenta e nove euros e sessenta…[43] Bruno Nogueira, Gonçalo Waddington e Tiago Guedes Tiago Guedes 9 de março de 2013 330 081[44]
A produção não tem dinheiro para terminar o episódio, mas o produtor, Tiago Rodrigues, tem uma ideia brilhante. A ideia sai furada, deixando toda a equipa numa situação ainda pior. O episódio prossegue, com o "material" possível captado pelas câmaras do making-of, até que HERMES os resgata, permitindo a todos terminarem a Odisseia com dignidade.

Legenda:

  • (‡) Episódio Mais Visto
  • (†) Episódio Menos Visto

Diários OdisseiaEditar

Abaixo, estão listados os webisódios Diários Odisseia, acerca do processo de making-of de Odisseia, lançados no facebook oficial da série poucos dias após a transmissão de cada episódio. Os mesmos são da autoria de Joana Soares tendo contado com a colaboração do câmara Tiago Xavier.[45]

Ep.# Título Autoria e Edição Centrado em Data de Lançamento Duração
01 I’m god and I rule the world[46] Joana Soares Miguel Borges 21 de janeiro de 2013 2:11 min
02 Não tenho nada a dizer[47] Joana Soares Casa de Espetáculos e da Cultura na Sertã 30 de janeiro de 2013 3:07 min
03 Nunca viste um homem de cuecas?[48] Joana Soares Cenas exteriores na Sertã 7 de fevereiro de 2013 2:37 min
04 Eu não vou dizer isto![49] Joana Soares Rita Blanco 14 de fevereiro de 2013 2:34 min
05 在中國的話[50] Joana Soares Gravação e Edição do 5º Episódio 21 de fevereiro de 2013 1:39 min
06 Isto e um gajo que desarma bombas![51] Joana Soares Cena Stopmotion e Romeu Costa 28 de fevereiro de 2013 2:26 min
07 Mistérios[52] Joana Soares Gravação do tema ‘’Warst wurst’’ 6 de março de 2013 3:06 min
08 Entra toda a gente e mais não sei quê[53] Joana Soares Gravação do último Episódio 13 de março de 2013 4:11 min

ReceçãoEditar

AudiênciasEditar

Com uma estreia modesta, o primeiro episódio de Odisseia foi apenas o 27º mais visto do dia, com 3,6% de rating e 6,7% share.[54] A mudança do dia de emissão para o sábado trouxe à série uma ligeira subida nos valores de audiência na emissão do seu quarto episódio (onde atingiu 7,4% de quota de mercado),[55] mas as semanas seguintes foram marcadas por novas percentagens de rating mínimas. Os valores das audiências nunca haveriam de demonstrar uma grande evolução, tendo a série, no seu último capítulo, alcançado igualmente a vigésima sétima posição da tabela geral com 3,5% de rating e 7,1% de share, o que equivale em média a 300 mil telespetadores.[56]

CríticaEditar

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Público (favorável) [57]
Diário de Notícias (favorável) [58]
Time Out      [59]
Sábado (favorável) [60]
Rua de Baixo (favorável) [61]
IMDb 9.2/10

Apesar disso, vários espectadores e figuras públicas elogiaram o produto nas redes sociais, principalmente pelo facto de este configurar uma alternativa aos principais programas da concorrência (Vale Tudo na SIC e Secret Story - Casa dos Segredos: Desafio final na TVI). Nuno Markl foi um deles, tendo destacado o carácter imaginativo, mais moderno e destemido da série.[62]

No seio da crítica portuguesa, as opiniões relativamente à série foram consistentemente favoráveis. Eduardo Cintra Torres (Correio da Manhã) descreve-a como bem pensada, produzida, realizada e interpretada, principalmente pela dupla protagonista. Fala numa inovação na ficção televisiva, no sentido em que se introduz não uma só, mas diferentes narrativas complexas que se desdobram, cruzam e misturam num novelo exigente para espectadores habituados apenas as produtos novelescos ou reality-shows.[63] No mesmo sentido, João Lopes (Diário de Notícias) fala numa inteligente desmontagem da arte de fazer ficção que se transpõe num jogo de espelhos de um delírio descontrolado. Acima de tudo, distingue a utilização da série enquanto um laboratório absurdo em televisão, algo que se revela, na sua opinião, serviço público.[64] A Time Out aborda as influências (não evidentes) de The Office de Ricky Gervais e Stephen Merchant. Esta crítica destaca o modo como a série trabalha a quarta parede, bem como a interpretação de Nuno Lopes.[65] Jorge Reis-Sá (Sábado) chama a Odisseia “a melhor coisa que a televisão portuguesa transmite desde a muito tempo”, tecendo comparações com Os Lusíadas de Luís Vaz de Camões pelo calculismo de como desenvolvem as emoções e referências à cultura pop ao longo do argumento. Fala também de aspetos mais técnicos, como a linguagem cinematográfica e a fotografia, cujas cores são componente essencial para cada cena.[66] Finalmente, Nuno Miguel Gonçalves (Rua de Baixo), descreve Odisseia enquanto o objeto televisivo mais transgressor que se viu em Portugal desde 1983 com a conceção da série O Tal Canal de Herman José. Para além de muitos aspetos referidos pelas críticas anteriores, refere as participações especiais de Nuno Lopes e as vertentes da sua personagem, a interpretação tenebrosamente hilariante de Rita Blanco e as reminiscências a António Variações trazidas por Romeu Costa e pela voz de Camané no tema que encerra a narrativa. Conclui que foi cumprido o objetivo dos autores em criar uma amálgama de auto-reconhecimento, muitas vezes documental, que a separa ainda mais do que é “real” para junto de um surrealismo exacerbado.[67]

Prémios e NomeaçõesEditar

Ano Prémio/Premiação Categoria Indicado Resultado
2014 Troféu TV7Dias
V Troféus de Televisão 2013
Melhor Ator de Série Gonçalo Waddington Nomeação[68]
Melhor Programa de Humor Odisseia Nomeação[69]
Melhor Ator / Humorista Nuno Lopes Nomeação[70]
Melhor Ator / Humorista Gonçalo Waddington Nomeação[71]
Prémio Autores 2014 Melhor Programa de Entretenimento Odisseia Vencedor[72]

Reações ao Falso CancelamentoEditar

Desde a fase de pré-produção que a série vinha a ser descrita pelos seus autores como sendo composta por treze episódios apesar de tal não corresponder à verdade. O trio de autores, desde a fase de conceção da série a caracterizavam enquanto uma viagem de dois actores, interpretando-se a si próprios, a fugirem das suas vidas em Lisboa e perderem-se nas estradas de Portugal para se verem interrompidos, a cada episódio, pela irrealidade do seu imaginário. Assim, ao chegarem à conclusão que o ideal seria fazer oito episódios, quando o número normal para um produto televisivo do género seria fazer 13, acharam que a melhor forma de a terminar seria com esta ideia de interrupção pela irrealidade, sob o pretexto de que o destino de Odisseia havia sido o seu cancelamento pelos diretores de programação da RTP.[73]

Este aspeto foi introduzido na narrativa de Odisseia no seu sétimo episódio, tendo o oitavo sido mesmo publicitado como sendo o último. Após a transmissão deste seguiram-se mensagens de incredulidade no facebook oficial da série,[74] tendo sido mesmo criado o movimento Queremos os 5 episódios Odisseia a que temos direito, reivindicando a produção e transmissão do número restante de episódios que haviam sido anunciados desde a publicação da sinopse oficial.[75]

MerchandisingEditar

Logo após o término da transmissão da série, foi criado um serviço de encomenda de t-shirts da marca Fake [1], iguais às utilizadas pela dupla protagonista de Odisseia ao longo de todos os episódios e que se tornariam uma das imagens de marca da mesma. Estão disponíveis as duas versões da t-shirt de Gonçalo Waddington (MickeyMau Normal e MickeyMau Exploded), bem como três versões da de Bruno Nogueira (Robot Normal, Robot Mãos ao Alto e Robot Pistola).[76]

DVDEditar

Fonte da RTP, quanto a um lançamento de um posterior DVD, afirmou que tal é muito provável que surja cerca de três meses depois da série terminar a sua transmissão.[77]

No entanto, a idealização e preparação dos conteúdos-extra e inéditos do DVD atrasou a sua edição. O dia 21 de Novembro marcaria o seu lançamento.[78]

Temporada Especificações Conteúdos-extra Data de Lançamento
1
  • 8 episódios
  • 4 discos
  • Vídeo: 4:3 Full Frame
  • Áudio: Dolby Digital 5.1 Surround
  • Legendas: Inglês, Português para Surdos[79]
  • Comentários Áudio do Bruno Nogueira, do Gonçalo Waddington e do Tiago Guedes aos 8 episódios
  • 8 episódios “Uma Outra Odisseia” - 30 min cada
  • Outros vídeos inéditos, mais de 98 min:

- Making of Genérico

- Cenas Cortadas e Cenas Estendidas

- Bloopers

  • Fotografias de Rodagem
  • Ilustrações de Fãs
  • Jogo de Tabuleiro da Série (não inclui peões e dado)[80]

Zona 2:

21 de Novembro de 2013[81]

ReferênciasEditar

  1. «Dir. Mkt e Comunicação (2013). "Estreia: Odisseia". In Comunicação». Consultado em 17 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 26 de abril de 2014 
  2. «Rodrigues, E. (2013). "Odisseia está no facebook". In Estado do sítio.». Consultado em 17 de janeiro de 2013 [ligação inativa]
  3. «Take it easy film (2013). "Take it easy film". In Facebook». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  4. «Rádio e Televisão de Portugal (2013). "Programação: Sábado - 9 MAR". In RTP Programação». Consultado em 6 de março de 2013. Arquivado do original em 7 de março de 2013 
  5. «Branco, L.F. (2013). "Bruno Nogueira e Gonçalo Waddington explicam a sua nova odisseia na RTP". In IOnline». Consultado em 17 de janeiro de 2013 
  6. «FantasticTV (2012). "Bruno Nogueira volta à RTP com Odisseia". In FantasticTV». Consultado em 8 de janeiro de 2013 
  7. «Santos, P. (2012). "Bruno Nogueira vai trazer uma autêntica Odisseia à RTP1 [com vídeo]". In Zapping». Consultado em 26 de dezembro de 2012 
  8. «Valente, F. (2013). "Uma série de ficção tão arriscada nunca se viu no horário nobre". In Público». Consultado em 9 de março de 2013 
  9. «Henriques, T. (2012). "Novo programa de bruno Nogueira começa a ser gravado em julho". In A Televisão». Consultado em 3 de julho de 2012 
  10. «C.M. Crato (2012). "Série da RTP filmada no Crato". In C.M. Crato». Consultado em 18 de dezembro de 2012 [ligação inativa]
  11. «Odisseia (2013). "Odisseia em Sertã, Castelo Branco". In Facebook Odisseia». Consultado em 24 de janeiro de 2013 
  12. «Gomes, P. (2012). "António Calvário desconvidado de nova série da RTP". In A Televisão». Consultado em 27 de agosto de 2012 
  13. «Santos, P. (2012). "Especial 2013: Conheça Odisseia, o novo programa de domingo RTP1". In Zapping». Consultado em 6 de dezembro de 2012 
  14. «Dir. Mkt e Comunicação (2013). "Estreia: Odisseia". In Comunicação». Consultado em 17 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 26 de abril de 2014 
  15. «Comunicação RTP (2013). "Odisseia e Depois do Adeus: Novos dias de emissão". In Comunicação». Consultado em 7 de fevereiro de 2013 [ligação inativa]
  16. «RTP (2013). "Odisseia: Sobre este programa". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  17. «RTP (2013). "Odisseia: Sobre este programa". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  18. «RTP (2013). "Odisseia: Sobre este programa". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  19. «RTP Play (2013). "Não te atrevas, ó musa... – Episódio 1". In RTP Play». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  20. «RTP Play (2013). "Não foi por mal! - Episódio 3". In RTP Play». Consultado em 4 de fevereiro de 2013 
  21. «RTP Play (2013). "Harry Dean Stanton - Episódio 2". In RTP Play». Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  22. «RTP Play (2013). "Antes dum gang-bang eu só digo disparates - Episódio 4". In RTP Play». Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  23. «RTP Play (2013). "…Só temo o que lá vou encontrar e depois de lá não poder r… - Episódio 5". In RTP Play». Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  24. «RTP Play (2013). "Variações - Episódio 6". In RTP Play». Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  25. «RTP Play (2013). "Cinquenta mil, seiscentos e setenta e nove euros e sessenta… - Episódio 8". In RTP Play». Consultado em 28 de janeiro de 2013 
  26. «RTP Play (2013). "Não te atrevas, ó musa... – Episódio 1". In RTP Play». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  27. «RTP (2013). "Odisseia: Sobre este programa". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  28. «RTP Play (2013). "Não te atrevas, ó musa... – Episódio 1". In RTP Play». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  29. «RTP (2013). "Odisseia: Não te atrevas, ó musa…". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  30. «CAEM (2013). "Audiências 2013-01-20". In A minha TV». Consultado em 22 de janeiro de 2013 
  31. «RTP (2013). "Odisseia: Harry Dean Stanton". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  32. «Mourinha, J. (2013). "Os mais vistos de domingo". In A minha TV». Consultado em 29 de janeiro de 2013 
  33. «RTP (2013). "Odisseia: Não foi por mal!". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  34. «Mourinha, J. (2013). "Os mais vistos de domingo". In A minha TV». Consultado em 5 de fevereiro de 2013 
  35. «RTP (2013). "Odisseia: Antes dum gang-bang eu só digo disparates". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  36. «Ferreira, D. (2013). "Ao sábado, Odisseia sobe nas audiências". In A Televisão». Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  37. «RTP (2013). "Odisseia: ...Só temo o que lá vou encontrar e depois de lá não poder r…". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  38. «CAEM (2013). "Audiências 2013-02-16". In A minha TV». Consultado em 22 de fevereiro de 2013 
  39. «RTP (2013). "Odisseia: Variações". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  40. «CAEM (2013). "Audiências 2013-02-23". In A minha TV». Consultado em 28 de fevereiro de 2013 
  41. «RTP (2013). "Odisseia: Era um acordo de cavalheiros". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  42. «CAEM (2013). "Audiências 2013-03-02". In A minha TV». Consultado em 12 de março de 2013 
  43. «RTP (2013). "Odisseia: Cinquenta mil, seiscentos e setenta e nove euros e sessenta…". In RTP1». Consultado em 16 de janeiro de 2013 
  44. «CAEM (2013). "Audiências 2013-03-09". In A minha TV». Consultado em 12 de março de 2013 
  45. «Waddington, G. (2013). "Diário Odisseia, Ep01, I'm god and I rule the world". In @G_Waddington». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  46. «Waddington, G. (2013). "Diário Odisseia, Ep01, I'm god and I rule the world". In @G_Waddington». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  47. «Piedade, B. (2013). "Diários Odisseia, Episódio 2". In Odisseia ao minuto». Consultado em 30 de janeiro de 2013 [ligação inativa]
  48. «Piedade, B. (2013). "Episódio 3, Diários Odisseia". In Odisseia ao minuto». Consultado em 13 de fevereiro de 2013 [ligação inativa]
  49. «GWaddington (2013). "Odisseia". In GWaddington.com». Consultado em 13 de março de 2013 
  50. «Mitchelsd (2013). "Diários Odisseia - Episódio 5 - Odisseia". In MomTV». Consultado em 21 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 2 de março de 2013 
  51. «GWaddington (2013). "Odisseia". In GWaddington.com». Consultado em 13 de março de 2013 
  52. «GWaddington (2013). "Odisseia". In GWaddington.com». Consultado em 13 de março de 2013 
  53. «GWaddington (2013). "Odisseia". In GWaddington.com». Consultado em 13 de março de 2013 
  54. «CAEM (2013). "Audiências 2013-01-20". In A minha TV». Consultado em 22 de janeiro de 2013 
  55. «Ferreira, D. (2013). "Ao sábado, «Odisseia» sobre nas audiências". In A Televisão». Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  56. «Palma, A. (2013). "Último episódio de «Odisseia» regista baixa audiência". In Quinto Canal». Consultado em 10 de março de 2013 
  57. «Torres, E.C. (2013). "Odisseia: Uma viagem inovadora na ficção televisiva". In Correio da Manhã». Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  58. «Lopes, J. (2013). "Teletextos: O mundo não é transparente". In Diário de notícias». Consultado em 12 de fevereiro de 2013 
  59. «Time Out (2013). "Crítica: Odisseia". In Time out». Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  60. «Reis-Sá, J. (2013). "Os Lusíadas". In Sábado». Consultado em 21 de fevereiro de 2013 
  61. «Gonçalves, N.M. (2013). "Odisseia". In Rua de baixo». Consultado em 16 de março de 2013 
  62. «Wenn (2013). "Famosos rendidos a Odisseia". In MSN Entretenimento». Consultado em 21 de janeiro de 2013 
  63. «Torres, E.C. (2013). "Odisseia: Uma viagem inovadora na ficção televisiva". In Correio da Manhã». Consultado em 10 de fevereiro de 2013 
  64. «Lopes, J. (2013). "Teletextos: O mundo não é transparente". In Diário de notícias». Consultado em 12 de fevereiro de 2013 
  65. «Time Out (2013). "Crítica: Odisseia". In Time out». Consultado em 13 de fevereiro de 2013 
  66. «Reis-Sá, J. (2013). "Os Lusíadas". In Sábado». Consultado em 21 de fevereiro de 2013 
  67. «Gonçalves, N.M. (2013). "Odisseia". In Rua de baixo». Consultado em 16 de março de 2013 
  68. «DescobrirPress, SA (2014). "V Troféus Televisão TV7 Dias 2013". In TV7 Dias». Consultado em 9 de março de 2014. Arquivado do original em 6 de março de 2014 
  69. «DescobrirPress, SA (2014). "V Troféus Televisão TV7 Dias 2013". In TV7 Dias». Consultado em 9 de março de 2014. Arquivado do original em 6 de março de 2014 
  70. «DescobrirPress, SA (2014). "V Troféus Televisão TV7 Dias 2013". In TV7 Dias». Consultado em 9 de março de 2014. Arquivado do original em 6 de março de 2014 
  71. «DescobrirPress, SA (2014). "V Troféus Televisão TV7 Dias 2013". In TV7 Dias». Consultado em 9 de março de 2014. Arquivado do original em 6 de março de 2014 
  72. «SPA (2014). "PRÉMIO AUTORES 2014». Consultado em 10 de maio de 2014. Arquivado do original em 4 de junho de 2014  Texto "Vencedores”. In SPAutores.pt" ignorado (ajuda)
  73. «Valente, F. (2013). "Uma série de ficção tão arriscada nunca se viu no horário nobre". In Público». Consultado em 9 de março de 2013 
  74. «Odisseia (2013). "Odisseia". In Facebook Odisseia». Consultado em 14 de março de 2013 
  75. «Queremos os 5 episódios Odisseia a que temos direito(2013). "Porque treze é treze, não é oito". In Facebook Queremos os 5 episódios Odisseia a que temos direito». Consultado em 14 de março de 2013 
  76. «Fake (2013). "PRE-ORDER // t-shirts Bruno e Gonçalo". In Fake». Consultado em 16 de março de 2012 
  77. «Santos, P. (2012). "Especial 2013: Conheça Odisseia, o novo programa de domingo RTP1". In Zapping». Consultado em 6 de dezembro de 2012 
  78. «Odisseia (2013). "Lançamento FNAC // DVD Odisseia". In Facebook». Consultado em 6 de dezembro de 2013 
  79. «FNAC Portugal - ACDLDMPT, Lda (2013). "Odisseia - Série completa". In FNAC». Consultado em 6 de dezembro de 2013 
  80. «Loja RTP (2013). "Odisseia». Consultado em 6 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 27 de dezembro de 2013  Texto "Série completa”. In Loja RTP" ignorado (ajuda)
  81. «FNAC Portugal - ACDLDMPT, Lda (2013). "Odisseia - Série completa". In FNAC». Consultado em 6 de dezembro de 2013 

Ligações externasEditar