Partido Libertário (Estados Unidos)

O Partido Libertário (em inglês: Libertarian Party) é um partido político nos Estados Unidos que promove as liberdades civis, o não intervencionismo, o capitalismo laissez-faire e a limitação do tamanho e do escopo do governo. O partido foi concebido em agosto de 1971 em reuniões na casa de David Nolan em Westminster, Colorado,[6] e foi oficialmente formado em 11 de dezembro de 1971 em Colorado Springs, Colorado.[7] A fundação do partido foi motivada em parte devido a preocupações sobre a administração Nixon, a Guerra do Vietnã, o alistamento obrigatório e a introdução da Moeda fiduciária.[8]

Partido Libertário
Libertarian Party
Presidente Joe Bishop-Henchman
Secretário-geral Caryn Ann Harlos
Fundação 11 de dezembro de 1971 (49 anos)
Sede 1444 Duke St.
Alexandria, Virginia 22314
Ideologia Libertarismo[1]
Não-intervencionismo[2]
Conservadorismo fiscal[3]
Liberalismo cultural[3]
Laissez-faire[3]
Liberalismo económico[3]
Liberalismo clássico[3]
Ala jovem Libertarian Youth Caucus
Ala LGBT Outright Libertarians
Membros (2020) Aumento 609 234[a][4]
Afiliação internacional Aliança Internacional dos Partidos Libertários
Interlibertarians[5]
Senado
0 / 100
Câmara dos Representantes
0 / 435
Cores      Dourado
Símbolo eleitoral
Libertarian Disc.svg
Página oficial
lp.org
Política dos Estados Unidos

Partidos políticos

Eleições

O partido geralmente promove uma plataforma liberal clássica, em contraste com o liberalismo moderno e progressivismo do Partido Democrata e o conservadorismo do Partido Republicano. Gary E. Johnson, o candidato presidencial do partido em 2012 e 2016, afirma que o Partido Libertário é mais culturalmente liberal do que os democratas e mais fiscalmente conservador do que os republicanos.[9] Suas posições de política fiscal incluem redução de impostos, abolição do Internal Revenue Service (IRS), redução da dívida governamental, permitindo que as pessoas optem por sair da Previdência Social, eliminar o Estado de bem-estar social, em parte por meio de instituições de caridade privadas. Suas posições de política cultural incluem o fim da proibição das drogas ilegais, reformar o sistema criminal americano, mantar a segunda emenda, e acabar com a Pena de morte nos Estados Unidos.[10][11] O Partido também apoia o Casamento entre pessoas do mesmo sexo e outros Direitos LGBT.[12]

PlataformaEditar

A sua plataforma eleitoral é baseada em elementos da filosofia libertária como a defesa de uma economia de livre mercado (laissez-faire), dos direitos individuais, como a liberdade de associação e orientação sexual, e a propriedade privada.

Anteriormente uma questão não consensual, a partir de 2014, seu programa passou a pedir a não-interferência do governo (a favor ou contra) nas questões relacionadas à gravidez.[13] O partido é genericamente a favor do porte de armas para defesa pessoal e segundo interpretam a 2ª Emenda da Constituição, e da abolição das leis que proíbem a prostituição e a posse e consumo de drogas para uso pessoal. É ainda contra o serviço militar obrigatório.

Este partido foi fundado em parte como alternativa ao governo republicano da época, quando o então-presidente Nixon decretou congelamento de preços e salários. O seu termo de adesão, o Princípio da Não Agressão (em inglês o Non-Aggression Principle ou NAP) é semelhante ao princípio moral formulado pela escritora imigrante Ayn Rand em abril de 1947 e reproduzido em "The Letters of Ayn Rand"[14]

Resultados eleitoraisEditar

Eleições presidenciaisEditar

Data Candidato Cl. Votos % +/- Colégio Eleitoral +/- Status
1972 John Hospers 10.º 3 674
0,01 / 100,00
1 / 538
Não Eleito
1976 Roger MacBride 4.º 172 557
0,21 / 100,00
 0,20
0 / 538
 1 Não Eleito
1980 Ed Clark 4.º 921 128
1,06 / 100,00
 0,85
0 / 538
  Não Eleito
1984 David Bergland 3.º 228 111
0,25 / 100,00
 0,81
0 / 538
  Não Eleito
1988 Ron Paul 3.º 431 750
0,47 / 100,00
 0,22
0 / 538
  Não Eleito
1992 Andre Marrou 4.º 290 087
0,28 / 100,00
 0,19
0 / 538
  Não Eleito
1996 Harry Browne 5.º 485 759
0,50 / 100,00
 0,22
0 / 538
  Não Eleito
2000 Harry Browne 5.º 384 431
0,36 / 100,00
 0,14
0 / 538
  Não Eleito
2004 Michael Badnarik 4.º 397 265
0,32 / 100,00
 0,04
0 / 538
  Não Eleito
2008 Robert Laurence Barr 4.º 523 715
0,40 / 100,00
 0,08
0 / 538
  Não Eleito
2012 Gary E. Johnson 3.º 1 275 971
0,99 / 100,00
 0,59
0 / 538
  Não Eleito
2016 Gary E. Johnson 3.º 4 058 500
3,29 / 100,00
 2,30
0 / 538
  Não Eleito
2020 Jo Jorgensen 3.º 1 862 620
1,18 / 100,00
 2,11
0 / 538
  Não Eleito

NotasEditar

  1. Só inclui indivíduos que tenham se registrados nas 31 jurisdições que permitem o registro no Partido Libertário. Jurisdições incluem Alasca, Arizona, Arkansas, Califórnia, Colorado, Connecticut, Delaware, Washington, DC, Flórida, Idaho, Iowa, Kansas, Kentucky, Louisiana, Maine, Maryland, Massachusetts, Nebraska, Nevada, Nova Hampshire, Nova Jersey, Novo México, Nova York, Carolina do Norte, Oklahoma, Oregon, Pensilvânia, Dakota do Sul, Utah, Virgínia Ocidental e Wyoming.

Referências

  1. Rothbard, Murray Newton (1978). For a New Liberty: The Libertarian Manifesto. [S.l.: s.n.] p. 153. Even more remarkably, the Libertarian party achieved this growth while consistently adhering to a new ideological creed—”libertarianism”—thus bringing to the American political scene for the first time in a century a party interested in principle rather than in merely gaining jobs and money at the public trough. 
  2. «Libertarian Party opposes further intervention in Iraq» 
  3. a b c d e «Ideological Third Parties and Splinter Parties» 
  4. Winger, Richard (27 de julho de 2020). «March 2020 Ballot Access News Print Edition». ballot-access.org. Consultado em 10 de maio de 2020 
  5. http://interlibertarian.altervista.org/INTERLIBERTARIANS/Members_page.html
  6. Martin, Douglas (2010). «David Nolan, 66, Is Dead; Started Libertarian Party». The New York Times 
  7. «David Nolan Reflects on the Libertarian Party on its 30th Anniversary». The Colorado Freedon Report 
  8. «Libertarian Party». Encyclopædia Britannica 
  9. Ershadi, Julie (2013). «Gary Johnson: I'm More Conservative and More Liberal Than Both Parties» 
  10. «Crime and justice - Libertarians believe that the existing justice system is seriously flawed.» 
  11. «Platform» 
  12. «Libertarian Party applauds DOMA strikedown». 2013 
  13. http://www.lp.org/platform
  14. págs. 367 e 378.

Leitura adicionalEditar

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a política dos Estados Unidos é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.