Abrir menu principal

Cocito (futebolista)

futebolista brasileiro
(Redirecionado de Thiago Cocito)

Thiago Marcelo Silveira Cocito, mais conhecido como Cocito (Bebedouro, 24 de agosto de 1977), é um ex-futebolista brasileiro que atuava como volante. Atualmente trabalha como empresário no ramo de construção civil.[1]

Cocito
Informações pessoais
Nome completo Thiago Marcelo Silveira Cocito
Data de nasc. 24 de agosto de 1977 (42 anos)
Local de nasc. Bebedouro (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,79 m
destro
Apelido Cocito
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição volante
Clubes de juventude
1994–1996 Botafogo-SP
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1996–1998
1998–2003
2003
2004
2005
2005–2006
2006–2007
2007
2008
2009
2009
Botafogo-SP
Atlético Paranaense
Corinthians
Grêmio
Atlético Paranaense
Tenerife
Real Murcia
Fortaleza
Avaí
Boavista-RJ
Vila Nova

Índice

CarreiraEditar

Cocito começou sua carreira no Botafogo-SP em 1997. Suas boas atuações atraíram o interesse do Atlético Paranaense, que o contratou em 1998. Em 2001, foi um dos símbolos de raça e disposição em campo na campanha que deu o título de campeão brasileiro ao Atlético Paranaense. No mesmo ano, ficou marcado por um lance trivial de disputa de bola no qual Kaká[2], que na época jogava no São Paulo, acabou lesionado durante as quartas de final do Campeonato Brasileiro. O árbitro da partida não marcou falta.

Transferiu-se para o Corinthians em 2003. Ainda teve passagens por Grêmio, em 2004, e novamente por Atlético Paranaense em 2005, antes de jogar na Europa. No Velho Continente, Cocito atuou por Tenerife entre 2005 e 2006, e Real Murcia em 2006, ambos da Espanha.

Para a temporada de 2007, o jogador assinou com o Fortaleza, retornando para o futebol brasileiro. No ano seguinte, passou pelo Avaí, onde fez parte do elenco na campanha do time na conquista do acesso à Série A no Campeonato Brasileiro da Série B de 2008. Em 2009, o atleta assinou com o Boavista-RJ para a disputa do Campeonato Carioca.

No meio do ano transferiu-se para o Vila Nova para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, onde foi titular em onze partidas das quinze em que foi relacionado. Mas uma antiga lesão no joelho o fez frequentar com frequência o departamento médico do clube e Cocito foi dispensado. No mesmo ano, ele se aposentou e atualmente trabalha como empresário no ramo de construção civil.

TítulosEditar

Referências

  1. «Cocito, aquele mesmo, agora ataca de empresário de jogador». Futebol Interior. 23 de dezembro de 2010. Consultado em 2 de agosto de 2019 
  2. «Cocito lembra dia em que lesionou Kaká e detona: "hoje, pensam mais em tatuagem"». Jovem Pan. 14 de setembro de 2016. Consultado em 2 de agosto de 2019 

Ligações externasEditar