Abrir menu principal

Wikipédia:Esplanada/propostas/Realizar EADs por consenso (4dez2014)

IntroduçãoEditar

Este é um tema de certa forma recorrente, e foi proposto pela última vez em março do ano passado, pelo Érico Júnior Wouters. Chegou a originar um esboço de proposta feita pela Belanidia em Usuária:Belanidia/EAD-EAB. A discussão ficou parada, então gostaria de trazê-la novamente.

A ideia parte do seguinte pressuposto: o consenso é preferível sempre à votação, e para que haja consenso, é necessário que existam critérios mais objetivos de quais argumentos são válidos, e quais não (como os WP:CDN e WP:APDE em relação as WP:PE). No início de 2013, nós trocamos a WP:EV pela WP:EC, e desde então o nível dos debates melhorou bastante. Então, não deve ser difícil imaginar que a mudança da EAD de votação para consenso iria contribuir para evitar coisas como as que temos visto em Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Afrodite e Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Frozen (2013), com anulação de votos e reversões (não quero discutir quem está certo ali, o que importa é que essa regra de anular voto não dá certo).

Proposta 1: EAD por consenso ao invés de votoEditar

Então a minha ideia do consenso é simples, é baseada na proposta do Érico, mas adaptada:

  • Criação de um grupo de avaliação, eleito em eleição anual, de 5 membros, com 3 suplentes, que deverão avaliar, por maioria simples, os argumentos usados nas EAD, e conferir, ao final da discussão, se o motivo do voto contra ainda persiste, e se está amparado nas regras. Se houver um motivo válido, de acordo com as regras, para o não destaque, o artigo não será eleito, não importa quantos o tenham apoiado. E o contrário também é válido, oposições sem base nas regras também deverão ser desconsideradas. Ressalto que tal grupo não seria novidade, já existe há muito na Wikipédia em Espanhol. Para fazer parte do grupo de avaliação basta ser autorrevisor e ter a confiança da comunidade, por seu conhecimento das regras, e sua imparcialidade.
  • O membro do grupo de avaliação que propuser uma EAD, ou tiver contribuído significativamente com aquele artigo, não poderá apoiar sua conclusão.
  • Se passar o prazo da conclusão da EAD e nenhum dos membros do grupo de avaliação se manifestar, os suplentes serão chamados a opinar, e se estes também não o fizerem, poderá ser feita uma eleição suplementar para escolher mais um membro do grupo, até o final daquele mandato.
;Comentários específicos sobre esta proposta

SubpropostaEditar

Substituir a Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Lista por algo semelhante à {{PE-header}}.

;Comentários específicos sobre esta proposta

Proposta 2: Reestruturação da documentaçãoEditar

Substituir Wikipédia:O que é um artigo bom? pelo seguinte conteúdo:

Conteúdo destacado:

Conteúdo bom:

Revalidação:

Um artigo bom deve honrar pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Consequentemente, deve-se procurar respeito aos seguintes aspectos:

  1. Redação: O artigo deve ter uma redação clara, interessante, com um tom enciclopédico e sem erros do ponto de vista gramatical e ortográfico.
  2. Abrangência: O artigo deve tratar de todos os aspectos importantes do tema, mantendo-se focado no tópico sem sair para detalhes desnecessários.
  3. Credibilidade: As informações devem ser corretas e as alegações (sobretudo as controversas) ser sustentadas por fontes credíveis. O artigo deve possuir referências bibliográficas ou outras (ligações para páginas da Internet) que permitam ao leitor confirmar as informações.
  4. Imparcialidade: O artigo deve apresentar o tema sem tomar partido, de acordo com o princípio da imparcialidade.
  5. Estabilidade: O conteúdo do artigo não muda constantemente em resultado de disputas e guerra de edições.
  6. Estilo: O artigo deve estar em concordância com os padrões definidos no livro de estilo da Wikipédia. Assim, deve possuir:
    1. Uma pequena introdução que resume o conteúdo do artigo e que prepara o leitor para um maior nível de desenvolvimento nas secções adequadas;
    2. Uma clara divisão em seções e sub-seções e consequentemente:
    3. Uma tabela de conteúdo (sumário) significativa, mas não excessiva;
    4. A formatação das referências é recomendável mas não é obrigatória, desde que os links para sites possuam os títulos das páginas correspondentes e não apenas a numeração automática "[1]".
  7. Ilustração: O artigo deve possuir ao menos uma (1) imagem relacionada ao tema discorrido (preferencialmente imagens livres), legendadas e relacionadas com o assunto abordado.
    1. Caso não haja possibilidade de se ilustrar o artigo sob licença livre, excepcionalmente, poderão ser utilizadas imagens sob a política de conteúdo restrito.
    2. Para temas abstratos como o amor, que não possuem uma imagem específica, deve-se utilizar dos símbolos (plano abstrato de ilustração). Exemplo: coração para amor, pomba para a paz.
    3. Para outros temas abstratos, como os estados de espírito, usa-se as expressões faciais ou cenas que demonstrem o tema especificamente. Por exemplo: um sorriso simbolizaria a alegria, as lágrimas, a tristeza.
    4. Para biografados sem rosto (fisionomia desconhecida) - por exemplo: pintores, escultores e escritores antigos - utilizar de uma de suas obras (plano concreto de ilustração) mais famosas como imagem principal do artigo, devidamente legendada.
      1. Para escritores, caso exista, a imagem de um de seus livros. A edição não se faz importante.
      2. A imagem de um dos personagens mais famosos de um escritor também pode ser usada, desde que utilizada com legenda apropriada, indicando claramente, não ser o biografado.
    5. A imagem principal deve ser estritamente ligada ao tema do artigo e não deverão constar imagens descontextualizadas.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. O artigo trabalhar no plano das idéias (de língua e suas regras, políticas, culturais, sociais, filosóficas...) como tema principal e não houver meios de ser ilustrada sob nenhuma circunstância específica, para não incorrer na obrigatoriedade de ser estritamente ligada ao tema principal.
  1. Tamanho: O artigo deve ter um tamanho condizente ao assunto abordado, centrando-se no tema do artigo, sem entrar em pormenores fastidiosos. Para o aprofundamento de determinadas secções e sub-secções do artigo, deve-se remeter o leitor para artigos relacionados, caso estes existam.
    • Observação: Para nenhum item aqui descrito será aberto qualquer tipo de exceção.
  1. Para a recandidatura, valem as mesmas regras do artigo destacado.

== Ver também == * [[Wikipédia:Escolha do artigo em destaque]] * [[Wikipédia:Artigos bons]] [[Categoria:!Conteúdo destacado]]

Substituir Wikipédia:O que é um artigo em destaque? pelo seguinte conteúdo:

Um artigo em destaque deve ser praticamente um artigo perfeito. Deve honrar a Wikipédia em português pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Um artigo bom também deve honrar pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Em ambos deve existir neutralidade e estabilidade, devem se focar no assunto principal sem cair em detalhes desnecessários, bem como requerem verificabilidade.

Entre as Diferenças, no entanto, temos que:

  • Artigos destacados são nosso melhor trabalho; bons artigos são simplesmente satisfatórios. Um bom artigo deve ser suficientemente bem escrito; um artigo destacado deve ser profissionalmente bem escrito.
  • Um bom artigo não precisa seguir todos os itens do livro de estilo, apesar de seguir seus itens mais importantes.
  • Um artigo em destaque precisa ser completo, um bom artigo precisa ser amplo. Ser completo requer que todos os pontos principais sejam elaborados e detalhados; ser amplo requer simplesmente a cobertura destes principais pontos.

=== Critérios para artigo destacado === Além de seguir todos os critérios para artigo bom:

    1. O artigo precisa estar adequado às normas do português – culto, formal e imparcial - e ao contido no livro de estilo.
      1. Note que culto é para evitar certos termos desaconselháveis em uma enciclopédia, derivados de uma linguagem coloquial, informal e parcial.
      2. Artigos técnicos devem ser bem redigidos, como nos demais casos. No entanto, deve-se atentar para a regra de acessibilidade de conteúdo.
    2. Variações desaconselháveis em livros gramáticos também terão avaliação, para manter a clareza e a objetividade do texto.
    3. Para enciclopédia, há de se usar a linguagem enciclopédica dissertativa-objetiva, que em geral, está relacionada com a transmissão de conhecimento.
    4. Para artigos instáveis pelos motivos acima citados, haverá a interrupção imediata da votação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem apenas vandalismos despropositados e sem fundamentos.
  1. Deve ser completo sobre o assunto em questão (ver discussão):
    1. O completo é abordar tudo o que for possível de modo objetivo e não resumido. Pode-se usar de informações completivas ao texto, como fazem as ligações internas, desde que necessárias serem mencionadas no corpo do mesmo.
    2. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação. No entanto, caso a falha seja grave e a necessidade de pesquisa e ampliação do texto seja grande e essencial, a votação será imediatamente interrompida.
      1. Falhas graves significam falta de conteúdo que prejudicam as informações passadas. No caso de países, por exemplo, faltar seções inteiras sobre clima, economia e afins, será considerada falha grave. Caso falte informações dentro dos tópicos, não. Caso falte um ou dois tópicos, não.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem assuntos que ainda se desenrolarão em desdobramentos ou atualizações.
  2. Deve ter uma wikificação perfeita, sem falhas (ver discussão):
    1. Isso significa bem formatar o texto, com as notas de rodapé ajustadas ou na ‘ref name’ - inseridas em seção específica de Notas -, bem como para os demais casos de wikificação e formas de referenciação descritas no critério sétimo destas regras.
    2. Cuidado no uso de palavras estrangeiras, utilizando de uma marcação itálica para diferenciá-las.
    3. Cuidado no uso dos recursos de diferenciação no texto, como negritos, sublinhados e cores.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se quiser destacar nomes importantes para o artigo.
    2. Se utilizar das cores em determinadas partes de uma tabela.
  3. Ligações internas (ver discussão) (ver página da votação):
    1. O artigo deve possuir todas as palavras dignas de verbetes e relevantes ao assunto do artigo entre colchetes, sem repeti-las, e de acordo com o guia de edição.
    2. Ligações internas a vermelho serão avaliadas caso a caso, devendo ou não obrigatoriedade de azulamento.
      1. É apenas recomendado ao votante justificar, caso desaprove a presença do link em vermelho, para que o proponente adeque com maior facilidade a ligação.
    3. A introdução não deve conter ligações vermelhas, pois a mesma é um resumo de todo o conteúdo a ser discorrido. Além disso, a introdução será usada na página principal, caso o artigo torne-se destacado.
      1. Esta medida é meramente estética, pois visa a não mistura de cores em apresentação de artigo.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para as adequações.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se repetir ligações internas na infobox, imagem, texto e tabela, por exemplo.
    2. Ligações azuis podem ser completivas, ou seja, não apenas estritamente ligadas ao conteúdo abordado, ainda que possuam uma leve ligação. Por exemplo: se o artigo fala sobre "Geografia" em geral e cita a "Floresta Amazônica", esta poderá ser linkada. Se o artigo é sobre uma "cantora", a palavra "dança" poderá ser linkada.
  4. Deve ter todas as referências e /ou bibliografia necessárias para a verificação de quem desejar (ver discussão):
    1. Serão aceitas fontes secundárias e primárias, segundo as regras vigentes na Wikipédia. Fontes terciárias poderão ser apenas as enciclopédicas.
    2. São utilizadas três formas de se ligar a bibliografia ao texto: o didático, inserido na predefinição <ref></ref>, o {{Harvnb}} e a ”citar livro”. Todas são comuns e devem conter as páginas específicas pesquisadas.
      1. A bibliografia não ligada ao corpo do texto, torna sua busca mais complicada ao leitor, que procurará descobrir do que se trata especificamente a referência, sendo, portanto, desaconselhado o seu uso.
    3. As demais fontes, como as de jornais e revistas (inseridos na <ref></ref> ou nas predefinições mais específicas), web e DOI, devem também constar ao longo do artigo, junto às informações passadas. Todas aparecerão na seção apropriada.
    4. Não há limite máximo de referências. O mínimo deve corroborar todas as informações passadas, sem gerar parcialidade.
    5. A repetição de uma mesma referência não é permitida, exceto pelo uso da <ref name>.
      1. Para livros, as páginas distintas não são consideradas repetições, apenas facilitadoras para se encontrar a fonte precisa.
    6. Aquele que contribuir deve seguir as regras presentes no Livro de estilo, quando utilizar de qualquer tipo de fonte nele mencionada.
      1. Referências na introdução, que apenas resume o texto abordado no artigo, são desnecessárias, desde que a informação se repita no corpo do texto e lá esteja referenciada.
    7. Ao longo do artigo, é obrigatório o uso de apenas uma das formas permitidas de referenciação na Wikipédia.
    8. Infringindo os motivos acima citados, a votação será imediatamente interrompida, pois o artigo precisa ter suas informações facilmente verificáveis, além de estarem corroboradas.
    • Não serão abertos quaisquer tipos de exceções.
  5. Deve ter um layout simples e limpo, encaixando 'redondo' o texto (ver discussão):
    1. Organização e limpeza estrutural do artigo. Por exemplo, em biografias, não se deve misturar vida pessoal com carreira e a ordem cronológica deve ser mantida para os artigos em geral, pois ainda que os assuntos sejam simultâneos, um começa primeiro.
      1. Isto não significa abolir as divisões em tópicos por assunto.
    2. Para se estruturar um artigo, deve-se levar em consideração a resolução de 1024x768, pois tem sido a mais utilizada, e não se deve desestruturar os tópicos ou a própria página.
      1. Isto significa que imagens de um tópico não devam invadir outro e as imagens devem ter o tamanho preciso das delimitações da formatação da página do artigo. O mesmo vale para as tabelas e caixas de informação
    3. Infoboxes devem ser usadas em artigos que já possuem uso aceito pela comunidade - sobre álbuns musicais, grupos da fauna e flora, geográficos (países, cidades, estados...), seleções, times e equipes, biográficas... -, pois as mesmas resumem de forma organizada (e topicais), as informações mais essenciais, sendo desnecessário procurar, ao longo do texto, certas especificidades.
    4. Seções de curiosidades não serão permitidas em artigos propostos a destaque. As mesmas devem ser incorporadas ao texto de modo dissertativo e não em forma de lista. É essencial que as informações sejam referenciadas.
      1. A inutilidade destas informações é subjetiva, sendo, portanto, permitidas de serem passadas.
    5. É aconselhado o uso das predefinições para citações, ligações a artigos principais, desambiguações, portais e navboxes, pois são de uso comum em artigos destacados.
    6. Artigos cujo código wiki tenha tamanho superior a 190KB deverão ser desmembrados, a fim de evitar falhas e demoras de carregamento em determinados servidores.
      1. Não há tamanho mínimo, desde que o artigo trate o tema de forma completa e não compacta como os artigos bons.
    7. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para realizar a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se referir a posição das imagens, pois trata-se de gosto pessoal.
    2. Se referir a galerias quando em assuntos que demonstrem necessidade das mesmas – no caso de artigos sobre artes em geral - e não apenas estejam a ocupar espaço.
    3. Para infoboxes que abranjam outros casos e casos nos quais não seria possível se criar uma. Exemplos: temas abstratos, conceituais, artísticos e históricos.
      1. Para estes, o uso é desaconselhado, pois assim, tem-se mantido o padrão.
  6. Um artigo não eleito pode se recandidatar (ver discussão):
    1. Desde que possua mudanças em seu conteúdo e sua forma, conforme auxílio de outros usuários na votação anterior.
      1. Isto significa atender as exigências das regras, que foram apontadas, pertinentemente, pelos votantes.
    2. No ato da recandidatura, o proponente deve apresentar, em seu texto, as mudanças relevantes que realizou, para acompanhamento de novos votantes.
    3. O tempo para recandidatar um artigo reprovado é de trinta dias.
    4. Caso o artigo candidato a recandidatura não se enquadre nos casos acima, a nova tentativa será imediatamente recusada.

== Ver também == * [[Wikipédia:Escolha do artigo em destaque|Escolha do artigo em destaque]] * [[Wikipédia:Artigos destacados|Artigos destacados]] * [[Wikipédia:O que é um artigo bom?|O que é um artigo bom?]] [[Categoria:!Conteúdo destacado]]

Ou alternativamente, fundir as páginas Wikipédia:O que é um artigo bom? e Wikipédia:O que é um artigo em destaque? numa única página, conforme Usuária:Belanidia/EAD-EAB (se bem que, essa opção sofreu alguma oposição nessa discussão).

;Comentários específicos sobre esta proposta

Proposta 3: WP:RevalidaçãoEditar

Seria adotado na revalidação o mesmo sistema proposto acima.

;Comentários específicos sobre esta proposta

Comentários geraisEditar

Por favor, peço que comentem com educação a proposta e não se gostam ou não de quem está propondo. Busquemos chegar a algum consenso. Mar França (discussão) 18h12min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)


  Comentário A "proposta 1", ou seja, criar administradores especiais que decidem o que é ou não aprovado, já foi proposta e não teve qualquer apoio. Qual é o propósito de discutir tudo outra vez?Antero de Quintal (discussão) 19h09min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Apoio as propostas; evitaria discussões, e estou vendo como ela funciona na wikipedia espanhol...Sem os problemas de falta de votantes, consenso ou discussões que temos por aqui. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 19h17min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Como é que "evitaria discussões"? Antero de Quintal (discussão) 19h18min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Discussões em questão do voto valer ou não, que é apontado na Proposta 1. Beatriz Alencar Que a Força esteja com você! 19h30min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Comentário Creio que que deveríamos fazer uma EAD parecida com a Wiki-en, que em vez de fazer contagens de votos, fazer um consenso caso um artigo não atinga o quórum necessário para ser eleito, no caso de 7 votos para destacados, poderia fazer uma avaliação consensual para evitar a "perda" da candidatura e ter que refazer novamente por meses depois por uma simples falta de participantes de usuários na Wiki. Não atingiu a quantidade necessária, mas o artigo cumpre os critérios e não há argumentos contra então não seria legal perder a votação. Vitor MazucoMsg 19h19min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Considero fielmente que existem na Wikipédia muitas votações de EADs que não tiveram o número de usuários participantes / votantes necessário é porque o artigo candidato em si é desinteressante e cheio de problemas. Existem essas votações na Wiki, sabia? Alguns EADs são falhos e por isso os outros se mantem longe delas. Nem sempre essa de "só por falta de 1 votante" é a realidade. --Zoldyick (Discussão) 01h52min de 14 de fevereiro de 2015 (UTC)

Na verdade, a proposta 1, feita pelo Érico, teve um apoio, o meu, e depois se perdeu em meio a um infeliz bate-boca, que espero que não se repita agora. Em 1 ano e meio, a comunidade muda, além disso, num contexto maior, com outras propostas complementares, a visão da comunidade hoje pode ser diferente. Vitor Mazuco, é exatamente isso que foi proposto. Mas claro que como na PE, deve existir um quórum mínimo de participação, não precisa ser 7, mas pelo menos os três da PE deveria ser necessário. Mas não sei se haveria consenso para isso, teria que ser discutido em outra oportunidade. Gostaria de saber se você concorda com a proposta, ou caso discorde, o que pode ser aproveitado nela? Mar França (discussão) 19h37min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Ou seja, nada mudou na proposta. É apenas WP:FORUMSHOPPING. Antero de Quintal (discussão) 19h39min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Criação de novos sysops apenas para essa função não, mas deveria ser feito um mecanismo mais simples de eleger os artigo e de não perder a candidatura por falta de participantes, mais ou menos parecido com a Wiki-en que é feita na base do consenso, algo que poderia ser implementado aqui aos poucos. Vitor MazucoMsg 19h42min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

A questão, Vitor Mazuco, é: quem fecharia os consensos na sua opinião? Não sei como é na wiki-en, mas o nome "administradores" usado na wiki-es, não é correto, por isso que não foi proposto usar esse termo, dá uma noção falsa do que eles seriam, de fato. É preciso que alguém arbitre os casos em que haja controvérsia. Se houver unanimidade a respeito de uma EAD, nem seria necessário que alguém do grupo de avaliação se manifestasse, o artigo estaria eleito automaticamente. Mas qual a tua ideia para os casos em que alguém se opuser a eleição, e o argumento não for válido, à luz das políticas? Quem avaliará, para evitar uma GE? Mar França (discussão) 20h02min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Seria encerrado exatamente da mesma forma que as propostas de anexos/listas em destaque, que são escolhidas por consenso. Antero de Quintal (discussão) 20h04min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
As listas em destaque são discussões muito menos controversas que as EAD. Hoje em dia temos algumas controvérsias na EAD em relação à anulação de votos, e não há quem arbitre isso.
Digamos que numa EAD qualquer um usuário comece a bater o pé e dizer que "o artigo está feio", por isso é contra o destaque, sem se preocupar em esclarecer melhor. Alguns resolvem desconsiderar seu comentário e declarar consenso para o destaque, mas o usuário reverte a conclusão e diz que ele não concorda, por isso não pode ser destacado. Quem é que resolve isso? Mar França (discussão) 20h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Deve-se assumir a boa fé e chamar à atenção do editor que o comentário está fora dos critérios.21h07min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Não é questão de boa ou má-fé, só de pontos de vistas conflitantes. Você está em conflito com a Bya na EAD do Frozen, isso não é má-fé nem sua, nem dela, mas na opinião dela, o seu argumento foi refutado, e na sua, não. Isso só teria algum desfecho se houvesse alguém neutro que arbitrasse a questão. Mar França (discussão) 01h07min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

  Pergunta Quais são exatamente e ponto por ponto as diferenças nas regras de AB e AD em relação às atuais? Antero de Quintal (discussão) 19h55min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Antero, praticamente não tem qualquer modificação das regras atuais, só procuramos fazer com que não ficassem repetitivas. Está tudo explicado em Usuária:Belanidia/EAD-EAB e em sua discussão. Eu peguei a ideia de lá. As regras gerais ficariam em "O que é artigo bom?", e o que houvesse a mais, seriam as regras do destaque. Alguns trechos excessivos e repetitivos foram riscados, mas isso já está tudo explicado na página da Belanidia, a diferença é que a Belanidia propôs fundir a página do destaque com a do artigo bom, e aqui estou propondo manter duas páginas em separado, mas sem que uma fique repetindo a outra. Mar França (discussão) 20h20min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Citação: praticamente não tem qualquer modificação das regras atuais Desculpe, não percebi. Afinal as regras são ou não são modificadas? Quais são exatamente as diferenças e o que é que foi modificado? Antero de Quintal (discussão) 20h21min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Já respondi: sofrerão pequenas modificações (e elas estão aqui, basta ver o que estiver riscado. Mar França (discussão) 20h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Porque é que essas alterações não estão aqui nesta página? Não é concebível esperar que a comunidade baseie uma decisão num texto de subpágina de usuário que pode ser modificado posteriormente ou até eliminado. A proposta de alteração com as modificações assinaladas deve estar numa página pública e transparente de modo a criar registos para o futuro. Portanto, por favor, pode assinalar na proposta em cima aquilo que pretende que seja removido a vermelho e os novos textos a verde? Antero de Quintal (discussão) 21h02min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Discordo Se depender de consenso dificilmente vai ter mais artigo destacado. E depois, é um assunto de conteúdo. Quem vai fechar? Um "burocrata"? Um "administrador"? Pq? Seus estatutos nada tem a ver com conteúdo, e pouco ou nada fazem nesta área. Quem fecha o "consenso"? A proposta é irreal. No mais, diante da realidade da Wiki-pt , cada vez mais me certifico que a votação é preferível ao "consenso" por aqui, em qualquer área... MachoCarioca oi 21h21min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Discordo Como disse o MC logo acima, quem tem um convívio mínimo com as votações da EAD sabe que essa proposta é completamente irreal e só iria tornar as coisas mais confusas e os proponentes reféns de desafetos. Infelizmente não temos uma comunidade madura o suficiente para decidir as coisas pelo consenso. Chronus (discussão) 21h32min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Só um breve adendo: o modelo espanhol é horrível e funciona mal. A generalidade dos destaques em espanhol (que não sejam traduções da en.wiki) são artigos confusos, mal redigidos, sem fontes e com omissões graves de conteúdo. Os nossos, mesmo que não sejam perfeitos, estão a anos luz daquela mediocridade. O que mostra que há qualquer coisa de errado no funcionamento daquilo lá e no tal grupo mágico dos cinco que decide o que é ou não destacado. Antero de Quintal (discussão) 21h40min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Concordo com a proposta. E lendo Wikipédia:Votações/Eliminação por consenso é possível ver como o futuro repete o passado. Citação: Polyethylen escreveu: «A comunidade não tem maturidade para discussões por "argumentos", como está mais do que provado.» Citação: Albmont escreveu: «Consenso significa que as regras devem ser interpretadas por apenas uma pessoa, aquela que fecha o processo. » Citação: W.SE escreveu: «1º: consenso é a ditadura de quem fecha o consenso. 2º: a comunidade não tem maturidade para discussões por "argumentos", e isso só pode mudar na próxima geração, daqui a 50 anos quando quase todo mundo já estiver falecido» Citação: MachoCarioca escreveu: «É impressionante a tentativa de certos editores de baterem cabeça aqui tentando voltar e voltar a assuntos que já deram provas de que não funcionam neste projeto» Citação: Gunnex escreveu: «No meu ver, 1. não há base intelectual suficiente para alcançar o nível das discussões por consenso que vejo por exemplo na dewiki ou enwiki» O que não quer dizer que eu concorde exatamente com a proposta do Mar França (ainda vou ler com mais detalhes). Mas o consenso é o modelo padrão de decisões da comunidade, e me assusta que alguém que quer ser burocrata seja contra as decisões por consenso. Se a WP:EC funciona bem, não existe motivo pra supor que a EAD por consenso não funcionaria. Marcos Dias ? 21h49min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Na sua opinião WP:EC funciona bem, na minha funciona mal pacas, tão mal que burocratas por lá nem sabem o que fazer qdo a coisa não é unanime. Toda hora tem gente questionando verbetes eliminados, pra tirarem ou retornarem. Qto a burocratas, vc quer mais prova de que o consenso não funciona ali q minha candidatura? Me admira realmente ler " me assusta que alguém que quer ser burocrata seja contra as decisões por consenso." Ora, o que me assusta é que consensos não sejam respeitados como não foram, obviamente que eu sou contra, por experiencia propria. Não se respeita nem consenso! Eu fico aqui imaginando com meus botões quem seriam os "cinco luminares" que chegariam ao consenso entre eles num pedido de EAD. Vão fazer prova de redação, leitura e desenvolvimento de texto antes? A nota minima tem que ser nove. Pq há vários que participam daquelas votações e/ou colocam verbetes em EAD que mal sabem escrever, como vão julgar algo? Acompanho aquilo há sete anos, colega, deixemos como está, se mexer estraga mais. MachoCarioca oi 22h01min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
@ Marcos Dias: Qual é exatamente o seu propósito em citar essas pessoas, que nem comentaram aqui? E o que é que ser burocrata tem a ver com favorecer uma posição ou outra? Qual é o problema de um burocrata que pessoalmente prefira votações? Enfim, parece que o seu comentário só pretende trazer outros assuntos para desestabilizar a discussão. Antero de Quintal (discussão) 21h56min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
E a eliminação por consenso não funciona bem. Uma grande parte dos "consensos" é transformado em votação, o que mostra que na realidade não existe de facto uma eliminação por consenso na pt.wiki. Continua a existir uma eliminação por votação à qual foi acrescentada uma semana de mini-debate que a permite encerrar por speedy close. Antero de Quintal (discussão) 22h05min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
Burocratas existem para fechar consensos. Se não existisse decisão por consenso e todas as decisões fossem por voto, não precisaríamos de burocratas. Pra que querer ser burocrata se não acredita no consenso e no final apenas ia contar cabeças? Desde que a EC foi aprovada, tivemos apenas 6 consensos contestados, e quando foram, existe o lugar correto para contestar. É um absurdo dizer que funcione mal. Marcos Dias ? 22h14min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)
A função dos burocratas nos projetos wikimedia é atribuir estatutos, qualquer que seja o modelo de escolha das várias comunidades. Não existe isso de os burocratas só atuarem em escolhas por consenso. Antero de Quintal (discussão) 22h22min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

Mas eu não quero ser burocrata para contar cabeças em pedidos de estatuto de burocratas ou eliminadores, minha posição sobre isso é clara, isso deve ser automatico a quem tem X tempo e X ediçoes aqui. Usa se quiser. 'Burocrata existe pra fechar consenso' ... contra ou a favor dele? Não! Burocrata so devia agir exatamente quando não há esse consenso, por isso exige-se ser capaz de PENSAR e nada de manual pra lá e pra cá. Quero ser burocrata exatamente pra decidir em questões cabeludas, complexas e sem consenso nenhum ou unanimidade, de onde todo mundo foge ou mete o pé pelas mãos, como as tantas vistas em PEs.. MachoCarioca oi 22h25min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

  Discordo Isso abre portas para mais rivalidades entre os editores, e não existe problemas de maior nas regras atuais como tentam aqui fazer querer. É considerável o número de artigos destacados semanalmente, e poucos são os reprovados; e se só os que raramente lá propõem algo novo vêm dificuldade em entender os critérios, então o problema não está na votação. Se uma candidatura é reprovada, existe oportunidade de os interessados corrigirem os erros apontados e realizar nova candidatura. O grupinho de avaliação é a coisa mais ridicula que vi proporem nestes últimos tempos. Aqui na pt-wiki? Não precisamos, obrigado. Shgür Datsügen (discussão) 23h12min de 4 de dezembro de 2014 (UTC)

A proposta me parece interessante e bem-intencionada, na direção correta da implementação do consenso como processo decisório, uma blindagem a sockpuppetry e meatpuppetry. No entanto, discordo da tópico sobre a criação de um "grupo de avaliadores", pois isto vai na contramão do espírito wiki de respeito à liberdade e à igualdade entre os usuários no processo editorial. Creio que há outras formas de se atingir o consenso. Em tempo: não entendi os comentários acima a respeito da atuação de administradores e burocratas como avaliadores do consenso. Esses grupos de usuários não têm qualquer relação com processos decisórios de edição. Tampouco têm burocratas quaisquer ligações com PEs. A função que lhes é atribuída envolve gestão de privilégios de utilizadores e nada mais, conforme com as políticas aprovadas pela comunidade. Aqui e em qualquer outra wiki. Evitemos politizar as coisas. Abs, Ruy Pugliesi 01h34min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Ruy Pugliesi, acho que está havendo uma má-compreensão do que seria esse grupo de avaliadores. A ideia não é que eles avaliem a qualidade dos artigos candidatos, e sim que finalizem os consensos, quando não houver unanimidade, num processo semelhante ao que fazem os eliminadores na Eliminação por consenso. Mar França (discussão) 01h41min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
@Mar França: Em um trecho da proposta, é informado que tal grupo é "eleito". Logo mais abaixo, é dito que basta ser autorrevisor para integrar o grupo. Isto me parece contraditório. Me desculpe se entendi errado, mas é o que percebi. Ruy Pugliesi 01h53min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Ruy Pugliesi, a ideia é que o grupo seria eleito por um período para, nos casos onde o consenso seja impossível, realizar uma espécie de arbitragem, semelhante ao que o extinto arbcom fazia, ou talvez mais parecido cm o que os eliminadores fazem só que apenas nas EAD (bastaria um membro do grupo opinar para finalizar o consenso, mas a decisão poderia ser revista pelos pares).
Autorrevisor seria o pré-requisito mínimo para poder ser escolhido para fazer parte do grupo. Se preferir, a escolha para o grupo poderia não ser por mandato, mas sim por periodo indeterminado, como acontece com os administradores. Mas a partir do momento em que existe uma decisão por consenso, ela tem que ser fechada por alguém que arbitre o consenso (a menos que o consenso tenha sido realmente uma unanimidade, aí qualquer um poderia fechar). Mar França (discussão) 02h06min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Porque é que não poderiam ser encerradas por editores? As ELD são encerradas por editores e nunca houve problemas. Antero de Quintal (discussão) 02h35min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

  Discordo da proposta, sou contra criação de estatutos, grupos e afins. As pessoas não conseguem chegar a um consenso sobre um artigo ser ou não merecedor de destaque, então criasse um "grupo de sábios" que vai decidir qual é o lado "vencedor" da disputa; criando mais uma área atrito. Autorrevisor não tem qualquer significado no projeto fora desobstruir as mudanças recentes, nada além disto. Até parece que é um prêmio ter este estatuto. Fabiano msg 02h45min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

Meus caros, essas EADs são tao avacalhadas, tão apresentadas e votadas de qualquer maneira, que esse verbete [1] foi destacado tendo links vermelhos na infobox o que é proibido por regra de EAD mas votado assim mesmo por essas pessoas [2]. (acredito q vários deles se candidatariam a "analisadores" do que pode ou não ser destacado) Como pode tal coisa? Este verbete não pode ir pra PP assim, é abusar demais o processo. MachoCarioca oi 03h09min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Este é outro q não podia ser destacado, verbete sem imagem do "sujeito" dela, tá nas politicas [3] MachoCarioca oi 03h42min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
As regras apenas referem que não pode haver links vermelhos na introdução por causa da página principal. A infobox não aparece na página principal. O que eu acho grave, isso sim, é como é que há gente que vota favoravelmente em artigos em que grande parte do conteúdo não tem fontes. Antero de Quintal (discussão) 04h13min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)
Foi o que eu disse ao MC, Antero. Os critérios de destaque não mencionam a proibição de ligações vermelhas na infobox, mas apenas no texto introdutório. Como fui o proponente do verbete em questão, acho que tenho a obrigação de defender meu trabalho e a opinião dos que votaram a favor da elevação do artigo ao destaque. Além disso, me parece injusto dizer que um artigo desse porte (e que passou por uma reformulação profunda em relação ao que era anteriormente) não é digno de destaque por conta de dois links vermelhos. Por fim, não precisava disso para defender seu ponto de vista, MC. Existem exemplos infinitamente piores nas EADs (como mencionado logo acima pelo Antero) que você poderia ter citado. Mas enfim, os artigos foram criados (ver Shunroku Hata e William Sterling Parsons). Chronus (discussão) 04h40min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)


Eu   Concordo com a alteração do sistema de votação para um de consenso, desde que seja exatamente idêntico ao que existe atualmente nas escolhas de listas/anexos em destaque, que tem funcionado bem. No entanto:

  •   Discordo da criação de um grupinho de super-editores com privilégios especiais. Se nem os administradores aqui têm privilégios editoriais, não concebo um grupo escolhido especificamente para ter maior poder de decisão editorial. Obviamente que alegar que este grupinho seria inócuo e "apenas" fecharia os consensos é uma falácia. Na decisão do artigo ser ou não aprovado, o grupo teria que analisar a validade de comentários puramente editoriais. Isto não tem nada a ver com o conselho de arbitragem, que apenas delibera sobre comportamentos, e não sobre conteúdo.
  •   Discordo de qualquer alteração às regras. Vejo que na "proposta" desapareceram duas longas secções longuíssimas das regras sem nenhuma justificação plausível e até tentando ocultar esse facto. As regras atuais foram decididas em consenso, são aplicadas com sucesso há vários anos, têm produzido inúmeros artigos destacados e a secção é das mais sérias do projeto. Portanto, seria preciso uma argumentação muito forte para mudar essa situação para além de ideias aleatórias de editores que nunca ou raramente participaram nos processos de destaque.

Apesar de defender o consenso, o sistema atual não é propriamente mau e os únicos problemas são com usuários que pretendem promover artigos com problemas à força, o que é raro. Portanto, se não houver consenso e ficarmos com o sistema atual continuamos bem servidos.

(Isto é o essencial. Quem tiver paciência pode ler o resto da wall of text) O processo de destaque beneficiaria do modelo de consenso. No modelo atual é-se obrigado a votar o artigo conforme ele está no momento em que se lê, ou a votar negativamente primeiro e corrigir depois. O consenso permitiria focar a discussão em revisões e melhorias extensas e incentivar a leitura do artigo e só com o acordo de todos os envolvidos é que o artigo seria promovido. No entanto, há um facto muito curioso e desconcertante que gostava de salientar como curiosidade: os mais interessados em mudar para "consenso" são geralmente os que não se aguentariam numa avaliação por consenso ou que estão associados a artigos com múltiplos problemas, dificuldades de compreensão e má vontade em corrigi-los. Estas "propostas" vêm sempre na sequência de alguém que recebeu um voto negativo, ficou ressabiado e quer mudar a wikipédia como forma de protesto, o que é um péssimo princípio de discussão. Penso que imaginam isto do consenso como uma solução milagrosa que lhes vai permitir "contornar" votos desfavoráveis e eliminar a "maçada" dos revisores, quando a realidade é precisamente a oposta: tornará as avaliações muito mais exigentes e minuciosas e fará com que um único avaliador seja suficiente para anular uma promoção. Repare-se que são situações que eu até acho bem e quanto mais rigor melhor. Não percebo é como é que há gente convencida que isto irá "facilitar" a avaliação e a promoção de artigos. No mínimo, caricato, e prevêm-se tiros pela culatra em série na eventualidade disto ser aprovado. Antero de Quintal (discussão) 05h24min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)


E a prova que o objetivo de parte desta proposta é criar um grupo de privilegiados para decidirem sozinhos o conteúdo do artigo é o próprio contrassenso na argumentação: o tal grupo de sábios alegadamente serviria para "arbitrar" nos casos em que o "consenso é impossível". Hum... espera lá. Rebobinar aqui e refletir nos termos. Então mas uma discussão sem consenso não é para encerrar como sem consenso? O que é esta "arbitragem"? Já estou mesmo a ver o que significa arbitragem: o árbitro chega aos "consensos impossíveis" e arbitra que o consenso é o que ele quiser ou for mais conveniente para os miguxos no faicebuque. Antero de Quintal (discussão) 05h42min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

  Concordo com os argumentos do Antero de Quintal. Não sou totalmente contra a alteração do sistema de escolha do artigo destacado/bom para o consenso, idêntico ao adotado nas escolhas de listas em destaque, onde vem dado certo e não me recordo de conflitos nos últimos tempos. No entanto, discordo da criação de um estatuto destinado apenas a avaliar a existência ou não de consenso, pois não vejo necessidade de tal burocracia visto que nas ELDs as candidaturas são fechadas por editores e também nunca houve problemas quanto a isso. E caso a proposta prossiga, creio que devamos estipular um período experimental para a implantação das escolhas por consenso (3 meses?) para então decidirmos por uma votação se continuaremos ou não com o sistema. Ainda assim, as votações de EAD/EABs vêm sendo aplicadas com sucesso e não vejo necessidade de pronta mudança. Em situações isoladas há problemas com a ausência de participantes, mas da mesma forma, há casos de ELDs em que as páginas são eleitas com um ou dois {{Apoio}}s, o que é perigoso se levarmos em consideração que estamos avaliando um conteúdo que figurará na página principal — ao invés que se exija um quórum mínimo. Quanto aos quesitos de AB, não estou de acordo com as alterações propostas pois não vejo necessidade de mudanças em relação aos critérios atuais. --HVL disc. 14h27min de 5 de dezembro de 2014 (UTC)

  Concordo com a proposta 2, não houve mudança substancial nos critérios (gostaria que quem diz o contrário apontasse quais partes estão faltando, pois não achei), por outro lado está mais organizado, gostei. A subproposta da proposta 1, eu   Apoio, mas desde que num primeiro momento a tal predefinição fosse um algo a mais, e que convivesse junto com a Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Lista, sem torná-la obsoleta. A criação dessa predefinição, é um trabalho técnico, e conheço poucos que saberiam fazer isso (Danilo.mac, He7d3r, !Silent e Diego Queiroz).

  Discordo leve da proposta 1. Até me agrada, mas tenho dúvidas se a burocracia de criar um "cargo" (já que nem estatuto exatamente seria) só pra isso, valeria a pena. Onjackmsg 20h37min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Em primeiro lugar, gostaria de dizer que acho a proposta boa, inclusive já havia proposto a mesma ideologia em 2011 para ser usada nos artigos bons pois não achava que isso seria eficaz nos artigos destacados, tendo em conta que eles mostram o melhor conteúdo que existe na Wikipédia, e o consenso não seria tão vantajoso. Contudo não houve bastante repercussão sobre o tópico. Fico feliz por ver este tópico a retornar e vou aproveitar para deixar a minha pequena opinião sobre o mesmo. Eu acho que o consenso é sim muito melhor que a votação, principalmente devido à unanimidade dos votos e garante ainda melhor precisão sobre a qualidade do artigo a ser destacado. No entanto, ainda tenho algumas dúvidas sobre como seria usado este consenso nos votos, e agradecia que dessem também uma definição de "consenso puro". Um exemplo que posso dar são os processos de EAnD aqui da Wikipédia, que são determinados através de consenso. Mas imaginemos um caso semelhante ao de Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Frozen (2013) (fiz referência apenas porque já foi referido aqui), em que há dez votos a favor e dois contra. Em um caso de consenso, este artigo iria receber o estatuto ou não? Pois já vi algumas EAnDs serem encerradas com sucesso com três votos a favor e um contra. Por isso gostaria de uma explicação mais clara sobre o que seria este consenso, pois caso ele for igual ao usado nos anexos, portais e tópicos, acabará sendo ineficaz, vide o exemplo citado por mim. E temos que ter em conta ainda quem será o responsável para decidir quando é o consenso foi ou não atingido, o que implica a criação de um novo estatuto de usuário, algo que estou contra, pois só hoje há poucos que estão interessados em sequer votar em EADs e EABs por aqui. Então "obrigarmos" usuários a participarem disto não será uma coisa lá muito boa. Bad_Boy97 (discussão) às 01:45:44 de sexta-feira, 19 de dezembro de 2014 (UTC+2)

Pelo que entendi é o que já foi sugerido antes, consenso sem ter um grupo de avaliação, apenas o consenso simples, como acontece com as propostas da esplanada, quando se tem consenso, aplica-se. Os próprios participantes da discussão discutem os comentários. Isso acho que pode dar certo também. Grandes abraços!!!!! Mar França (discussão) 19h53min de 20 de dezembro de 2014 (UTC)

Proposta 4: usar o consenso puroEditar

Parece que a proposta 1 está recusada, então gostaria de perguntar ao Mar França: o que acharia de usar o consenso, como é usado na wiki-en e nas ELD/ELB? O Antero, o Vitor Mazuco e o Ruy parecem ter concordado com essa ideia, acho mais fácil aprová-la do que essa sua proposta. Onjackmsg 20h37min de 17 de dezembro de 2014 (UTC)

Onjacktallcuca, pelo consenso,   Apoio sua proposta. O objetivo é o mesmo e concordo com essa ideia. Apenas achei que poderia ser melhor um grupo especializado fechar, assim como ocorre nas PEs, fechadas por eliminadores. Mas entendo que não deve ter problema ser um consenso simples. Grandes abraços!!! Mar França (discussão) 01h13min de 18 de dezembro de 2014 (UTC)

  Apoio Marcos Dias ? 02h53min de 22 de dezembro de 2014 (UTC)

Rediscussão da proposta 2Editar

Ficou meio esquecida no meio disso a #Proposta 2: Reestruturação da documentação, o Mar França acabou que não respondeu ao pedido do Antero, então eu vou tentar melhorar abaixo a proposta com o que eu entendi dela, se não for isso, Mar França, me corrija. Acredito que esteja propondo fundir Wikipédia:O que é um artigo bom? em Wikipédia:O que é um artigo em destaque?, na seção #Critérios para artigo bom.

Uma vez feita essa fusão, vou colocar em vermelho o que não entraria nela. Em verde não precisa por não entrar texto nenhum. Em azul as notas explicativas do motivo de o texto estar sendo removido.

Um artigo em destaque deve ser praticamente um artigo perfeito. Deve honrar a Wikipédia em português pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Um artigo bom também deve honrar pela sua qualidade, independentemente do tema em questão. Em ambos deve existir neutralidade e estabilidade, devem se focar no assunto principal sem cair em detalhes desnecessários, bem como requerem verificabilidade. * Não existe a necessidade de uma tabela de conteúdos para os bons artigos, mas dificilmente eles alcançariam este patamar sem precisar de uma. (Mal explicado)

Entre as Diferenças, no entanto, temos que:

  • Artigos destacados são nosso melhor trabalho; bons artigos são simplesmente satisfatórios. Um bom artigo deve ser suficientemente bem escrito; um artigo destacado deve ser profissionalmente bem escrito.
  • Um bom artigo não precisa seguir todos os itens do livro de estilo, apesar de seguir seus itens mais importantes.
  • Um artigo em destaque precisa ser completo, um bom artigo precisa ser amplo. Ser completo requer que todos os pontos principais sejam elaborados e detalhados; ser amplo requer simplesmente a cobertura destes principais pontos.

* Bons artigos não necessitam obrigatoriamente de imagens, embora seja aconselhável. (Não é isso que está dito acima)

=== Critérios para artigo bom ===

  1. Redação: O artigo deve ter uma redação clara, interessante, com um tom enciclopédico e sem erros do ponto de vista gramatical e ortográfico.
  2. Abrangência: O artigo deve tratar de todos os aspectos importantes do tema, mantendo-se focado no tópico sem sair para detalhes desnecessários.
  3. Credibilidade: As informações devem ser corretas e as alegações (sobretudo as controversas) ser sustentadas por fontes credíveis. O artigo deve possuir referências bibliográficas ou outras (ligações para páginas da Internet) que permitam ao leitor confirmar as informações.
  4. Imparcialidade: O artigo deve apresentar o tema sem tomar partido, de acordo com o princípio da imparcialidade.
  5. Estabilidade: O conteúdo do artigo não muda constantemente em resultado de disputas e guerra de edições.
  6. Estilo: O artigo deve estar em concordância com os padrões definidos no livro de estilo da Wikipédia. Assim, deve possuir:
    1. Uma pequena introdução que resume o conteúdo do artigo e que prepara o leitor para um maior nível de desenvolvimento nas secções adequadas;
    2. Uma clara divisão em seções e sub-seções e consequentemente:
    3. Uma tabela de conteúdo (sumário) significativa, mas não excessiva;
    4. A formatação das referências é recomendável mas não é obrigatória, desde que os links para sites possuam os títulos das páginas correspondentes e não apenas a numeração automática "[1]".
  7. Ilustração: O artigo deve possuir imagens livres, legendadas e relacionadas com o assunto abordado.
    1. Caso não haja possibilidade de se ilustrar o artigo sob licença livre, excepcionalmente, poderão ser utilizadas imagens sob a política de conteúdo restrito. Exceções para a não ilustração serão abertas para os mesmos casos dos artigos destacados.
  8. Tamanho: O artigo deve ter um tamanho condizente ao assunto abordado, centrando-se no tema do artigo, sem entrar em pormenores fastidiosos. Para o aprofundamento de determinadas secções e sub-secções do artigo, deve-se remeter o leitor para artigos relacionados, caso estes existam.
    • Observação: Para nenhum item aqui descrito será aberto qualquer tipo de exceção.

=== Critérios para artigo destacado === Além de seguir todos os critérios para artigo bom: # Deve ser escrito de maneira correta, clara e sem erros de português(ver discussão): (Repetido dos critérios de artigo bom)

    1. O artigo precisa estar adequado às normas do português – culto, formal e imparcial - e ao contido no livro de estilo.
      1. Note que culto é para evitar certos termos desaconselháveis em uma enciclopédia, derivados de uma linguagem coloquial, informal e parcial.
      2. Artigos técnicos devem ser bem redigidos, como nos demais casos. No entanto, deve-se atentar para a regra de acessibilidade de conteúdo.
    2. Variações desaconselháveis em livros gramáticos também terão avaliação, para manter a clareza e a objetividade do texto.
    3. Para enciclopédia, há de se usar a linguagem enciclopédica dissertativa-objetiva, que em geral, está relacionada com a transmissão de conhecimento.

### Textos narrativos mal utilizados e argumentativos são parciais, o que fere a regra primeira. (Evidente e excessivo, torna o texto prolixo sem necessidade) ## Para os motivos acima citados, o proponente terá o tempo de votação para a adequação. (desnecessário, por ser óbvio e já estar dito em WP:EAD) #*Não serão abertos quaisquer tipos de exceções.{{azul|(desnecessário, por ser óbvio){{azul| # O artigo deve ser estável (ver discussão): (Repetido dos critérios para artigo bom). ## Não deve ser objeto de disputas de conteúdo que comprometam algum dos outros critérios de destaque – como o de verificabilidade. (Repetido dos critérios para artigo bom)

    1. Para artigos instáveis pelos motivos acima citados, haverá a interrupção imediata da votação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem apenas vandalismos despropositados e sem fundamentos.
  1. O artigo deve conter, obrigatoriamente, uma (1) imagem relacionada ao tema discorrido, sempre que possível e de acordo com as políticas de imagens (ver discussão):Aqui uma contradição, nos artigos bons fala-se em "imagens", e aqui em uma imagem. Como pode a exigência para destacado ser menor?
    1. Para temas abstratos como o amor, que não possuem uma imagem específica, deve-se utilizar dos símbolos (plano abstrato de ilustração). Exemplo: coração para amor, pomba para a paz.
    2. Para outros temas abstratos, como os estados de espírito, usa-se as expressões faciais ou cenas que demonstrem o tema especificamente. Por exemplo: um sorriso simbolizaria a alegria, as lágrimas, a tristeza.
    3. Para biografados sem rosto (fisionomia desconhecida) - por exemplo: pintores, escultores e escritores antigos - utilizar de uma de suas obras (plano concreto de ilustração) mais famosas como imagem principal do artigo, devidamente legendada.
      1. Para escritores, caso exista, a imagem de um de seus livros. A edição não se faz importante.
      2. A imagem de um dos personagens mais famosos de um escritor também pode ser usada, desde que utilizada com legenda apropriada, indicando claramente, não ser o biografado.
    4. A imagem principal deve ser estritamente ligada ao tema do artigo e não deverão constar imagens descontextualizadas.
    5. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o artigo sofrerá com a interrupção imediata da votação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. O artigo trabalhar no plano das idéias (de língua e suas regras, políticas, culturais, sociais, filosóficas...) como tema principal e não houver meios de ser ilustrada sob nenhuma circunstância específica, para não incorrer na obrigatoriedade de ser estritamente ligada ao tema principal.

## O artigo tratar de biografado sem rosto e sem possibilidade de ilustração de algo concreto ou simbólico (como nos casos 3.1, 3.2 e 3.3), que não infrinja a regra de ligação ao tema. (A regra, mais abaixo, já diz que isso não se aplica mais) #* Nota: devido a votação que aprovou o uso de conteúdo restrito, a exceção 3.1 das imagens foi eliminada, conforme aqui anteriormente avisado. As demais, após a implementação da nova medida, poderão também sofrer com modificações. (basta remover a regra obsoleta)

  1. Deve ser completo sobre o assunto em questão (ver discussão):
    1. O completo é abordar tudo o que for possível de modo objetivo e não resumido. Pode-se usar de informações completivas ao texto, como fazem as ligações internas, desde que necessárias serem mencionadas no corpo do mesmo.

### Atentar para as diferenças entre os artigos bons. (desnecessário em caso de fusão de todas as regras numa página só)

    1. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação. No entanto, caso a falha seja grave e a necessidade de pesquisa e ampliação do texto seja grande e essencial, a votação será imediatamente interrompida.
      1. Falhas graves significam falta de conteúdo que prejudicam as informações passadas. No caso de países, por exemplo, faltar seções inteiras sobre clima, economia e afins, será considerada falha grave. Caso falte informações dentro dos tópicos, não. Caso falte um ou dois tópicos, não.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Envolverem assuntos que ainda se desenrolarão em desdobramentos ou atualizações.
  1. Deve ter uma wikificação perfeita, sem falhas (ver discussão):
    1. Isso significa bem formatar o texto, com as notas de rodapé ajustadas ou na ‘ref name’ - inseridas em seção específica de Notas -, bem como para os demais casos de wikificação e formas de referenciação descritas no critério sétimo destas regras.
    2. Cuidado no uso de palavras estrangeiras, utilizando de uma marcação itálica para diferenciá-las.
    3. Cuidado no uso dos recursos de diferenciação no texto, como negritos, sublinhados e cores.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se quiser destacar nomes importantes para o artigo.
    2. Se utilizar das cores em determinadas partes de uma tabela.
  2. Ligações internas (ver discussão) (ver página da votação):
    1. O artigo deve possuir todas as palavras dignas de verbetes e relevantes ao assunto do artigo entre colchetes, sem repeti-las, e de acordo com o guia de edição.
    2. Ligações internas a vermelho serão avaliadas caso a caso, devendo ou não obrigatoriedade de azulamento.
      1. É apenas recomendado ao votante justificar, caso desaprove a presença do link em vermelho, para que o proponente adeque com maior facilidade a ligação.
    3. A introdução não deve conter ligações vermelhas, pois a mesma é um resumo de todo o conteúdo a ser discorrido. Além disso, a introdução será usada na página principal, caso o artigo torne-se destacado.
      1. Esta medida é meramente estética, pois visa a não mistura de cores em apresentação de artigo.
    4. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para as adequações.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se repetir ligações internas na infobox, imagem, texto e tabela, por exemplo.
    2. Ligações azuis podem ser completivas, ou seja, não apenas estritamente ligadas ao conteúdo abordado, ainda que possuam uma leve ligação. Por exemplo: se o artigo fala sobre "Geografia" em geral e cita a "Floresta Amazônica", esta poderá ser linkada. Se o artigo é sobre uma "cantora", a palavra "dança" poderá ser linkada.
  3. Deve ter todas as referências e /ou bibliografia necessárias para a verificação de quem desejar (ver discussão):
    1. Serão aceitas fontes secundárias e primárias, segundo as regras vigentes na Wikipédia. Fontes terciárias poderão ser apenas as enciclopédicas.
    2. São utilizadas três formas de se ligar a bibliografia ao texto: o didático, inserido na predefinição <ref></ref>, o {{Harvnb}} e a ”citar livro”. Todas são comuns e devem conter as páginas específicas pesquisadas.
      1. A bibliografia não ligada ao corpo do texto, torna sua busca mais complicada ao leitor, que procurará descobrir do que se trata especificamente a referência, sendo, portanto, desaconselhado o seu uso.
    3. As demais fontes, como as de jornais e revistas (inseridos na <ref></ref> ou nas predefinições mais específicas), web e DOI, devem também constar ao longo do artigo, junto às informações passadas. Todas aparecerão na seção apropriada.
    4. Não há limite máximo de referências. O mínimo deve corroborar todas as informações passadas, sem gerar parcialidade.
    5. A repetição de uma mesma referência não é permitida, exceto pelo uso da <ref name>.
      1. Para livros, as páginas distintas não são consideradas repetições, apenas facilitadoras para se encontrar a fonte precisa.
    6. Aquele que contribuir deve seguir as regras presentes no Livro de estilo, quando utilizar de qualquer tipo de fonte nele mencionada.
      1. Referências na introdução, que apenas resume o texto abordado no artigo, são desnecessárias, desde que a informação se repita no corpo do texto e lá esteja referenciada.
    7. Ao longo do artigo, é obrigatório o uso de apenas uma das formas permitidas de referenciação na Wikipédia.
    8. Infringindo os motivos acima citados, a votação será imediatamente interrompida, pois o artigo precisa ter suas informações facilmente verificáveis, além de estarem corroboradas.
    • Não serão abertos quaisquer tipos de exceções.
  4. Deve ter um layout simples e limpo, encaixando 'redondo' o texto (ver discussão):
    1. Organização e limpeza estrutural do artigo. Por exemplo, em biografias, não se deve misturar vida pessoal com carreira e a ordem cronológica deve ser mantida para os artigos em geral, pois ainda que os assuntos sejam simultâneos, um começa primeiro.
      1. Isto não significa abolir as divisões em tópicos por assunto.
    2. Para se estruturar um artigo, deve-se levar em consideração a resolução de 1024x768, pois tem sido a mais utilizada, e não se deve desestruturar os tópicos ou a própria página.
      1. Isto significa que imagens de um tópico não devam invadir outro e as imagens devem ter o tamanho preciso das delimitações da formatação da página do artigo. O mesmo vale para as tabelas e caixas de informação
    3. Infoboxes devem ser usadas em artigos que já possuem uso aceito pela comunidade - sobre álbuns musicais, grupos da fauna e flora, geográficos (países, cidades, estados...), seleções, times e equipes, biográficas... -, pois as mesmas resumem de forma organizada (e topicais), as informações mais essenciais, sendo desnecessário procurar, ao longo do texto, certas especificidades.
    4. Seções de curiosidades não serão permitidas em artigos propostos a destaque. As mesmas devem ser incorporadas ao texto de modo dissertativo e não em forma de lista. É essencial que as informações sejam referenciadas.
      1. A inutilidade destas informações é subjetiva, sendo, portanto, permitidas de serem passadas.
    5. É aconselhado o uso das predefinições para citações, ligações a artigos principais, desambiguações, portais e navboxes, pois são de uso comum em artigos destacados.
    6. Artigos cujo código wiki tenha tamanho superior a 190KB deverão ser desmembrados, a fim de evitar falhas e demoras de carregamento em determinados servidores.
      1. Não há tamanho mínimo, desde que o artigo trate o tema de forma completa e não compacta como os artigos bons.
    7. Infringindo os motivos acima citados e não enquadrado nas exceções abaixo, o proponente terá o tempo de votação para realizar a adequação.
    • Exceções serão abertas quando:
    1. Se referir a posição das imagens, pois trata-se de gosto pessoal.
    2. Se referir a galerias quando em assuntos que demonstrem necessidade das mesmas – no caso de artigos sobre artes em geral - e não apenas estejam a ocupar espaço.
    3. Para infoboxes que abranjam outros casos e casos nos quais não seria possível se criar uma. Exemplos: temas abstratos, conceituais, artísticos e históricos.
      1. Para estes, o uso é desaconselhado, pois assim, tem-se mantido o padrão.
  5. Um artigo não eleito pode se recandidatar (ver discussão):
    1. Desde que possua mudanças em seu conteúdo e sua forma, conforme auxílio de outros usuários na votação anterior.
      1. Isto significa atender as exigências das regras, que foram apontadas, pertinentemente, pelos votantes.
    2. No ato da recandidatura, o proponente deve apresentar, em seu texto, as mudanças relevantes que realizou, para acompanhamento de novos votantes.
    3. O tempo para recandidatar um artigo reprovado é de trinta dias.
    4. Caso o artigo candidato a recandidatura não se enquadre nos casos acima, a nova tentativa será imediatamente recusada.

#Não serão abertos quaisquer tipos de exceções. Desnecessário

É isso, Mar França? Onjackmsg 14h11min de 19 de dezembro de 2014 (UTC)

Sim, perfeito. Grandes abraços!!!!!!! Mar França (discussão) 19h53min de 20 de dezembro de 2014 (UTC)

  Apoio Marcos Dias ? 02h51min de 22 de dezembro de 2014 (UTC)

  Apoio BelanidiaMsg 17h53min de 1 de janeiro de 2015 (UTC)

  Apoio a nova proposta formulada e sugiro que ela seja anexada ao que está sendo discutido aqui. Chronus (discussão) 06h52min de 3 de janeiro de 2015 (UTC)

  Feito Onjackmsg 00h53min de 5 de janeiro de 2015 (UTC)

Alguém me pode explicar o que se passou aqui? O Mar França, em cima, propôs alterar as duas páginas de regras de EAB e EAD, sem fundir qualquer conteúdo. Ontem foram fundidas as duas páginas, redirecionando uma para a outra e removendo parte das regras, alegando que existe um "consenso". Onde está o consenso ou a discussão onde se chegou à conclusão que se deveria fundir as duas páginas, se nem sequer foram apontados motivos para fundir? Antero de Quintal (discussão) 16h00min de 6 de janeiro de 2015 (UTC)

mas que absurdo! consenso com 3 pessoas, tratando de um tópico que já gerou discussões longuíssimas envolvendo dezenas de editores? já coloco aqui minha discordância de tudo isso. Tetraktys (discussão) 01h26min de 14 de fevereiro de 2015 (UTC)
O que foi feito que seja desfeito, três ou quatro editores não tem autoridade para mudar algo de tal monta que afeta completamente todo o sistema de escolha de artigos em destaque. O que é que o Onjack tenha feito por favor desfaçam. MachoCarioca oi 01h31min de 14 de fevereiro de 2015 (UTC)
Já desfiz. MachoCarioca oi 01h36min de 14 de fevereiro de 2015 (UTC)
Eu apenas concordei com a proposta mais acima. Mas também não considero que houve "consenso" e acredito que o assunto deve ser mais/melhor discutido antes que qualquer mudança seja feita. Chronus (discussão) 01h51min de 14 de fevereiro de 2015 (UTC)