Portal:Conteúdo destacado

The featured content star

Conteúdo destacado na Wikipédia

Conteúdo destacado representa o melhor que a Wikipédia tem a oferecer. Esta página faz ligações com todos os conteúdos destacados da Wikipédia e apresenta um exemplo de cada tipo de conteúdo selecionado aleatoriamente.

Conteúdo destacado aleatório

Para ver abaixo outra seleção aleatória de conteúdos destacados, clique aqui.

Escolha dos conteúdos destacados

Você pode participar do processo de seleção dos destaques em:

Conteúdo destacado:

Conteúdo bom:

Revalidação:

Artigo destacado aleatório

Um hipopótamo-pigmeu (Choeropsis liberiensis) no zoológico de Bristol, Inglaterra.

O hipopótamo-pigmeu (nome científico: Choeropsis liberiensis) é uma espécie de mamífero da família Hippopotamidae, nativo das florestas e pântanos da África Ocidental. É uma das duas espécies viventes da família dos hipopótamos, e a única espécie atual do gênero Choeropsis. Ao contrário do hipopótamo-comum, é uma espécie mais adaptada ao ambiente terrestre, motivo pelo qual apresenta diversas características morfológicas distintas e mais relacionadas com os habitats florestais em que vive. Devido aos hábitos furtivos e noturnos, pouco se conhece a respeito do comportamento social, reprodutivo e alimentar do hipopótamo-pigmeu.

É uma espécie ameaçada de extinção, sendo considerada em perigo pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN). Sua área de distribuição diminuiu drasticamente nos últimos trinta anos, principalmente pelo desmatamento, que fragmentou as populações. A guerra civil na região também influenciou negativamente as populações de hipopótamos, principalmente na Libéria. Duas subespécies são conhecidas, cujas populações estão separadas, por cerca de 1 800 km, pelo corredor Togo-Daomé. A subespécie nigeriana encontra-se possivelmente extinta, sendo registrada somente por alguns crânios coletados na década de 1940 pelo explorador colonial britânico Ian Robert Penicuick Heslop. (leia mais...)

Lista destacada aleatória

A discografia de Lorde, uma cantora neozelandesa, consiste em um álbum de estúdio e três extended plays. Lançou nove singles (incluindo quatro promocionais) e três vídeos musicais. Aos 13 anos, conseguiu assinar contrato com a Universal Music Group (UMG) e começou a escrever a sua própria música. Em Novembro de 2012, lançou o seu primeiro The Love Club de forma independente através da plataforma digital SoundCloud. O EP foi editado posteriormente pela UMG em Março de 2013, e o seu primeiro single "Royals", conseguiu alcançar a liderança de várias tabelas musicais de diversos países. Ao atingir a primeira posição na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos, a cantora tornou-se na primeira da Nova Zelândia a conseguir tal feito.

O seu álbum de estreia, Pure Heroine, foi lançado em Setembro de 2013 e conseguiu liderar as tabelas de vendas da Austrália e Nova Zelândia, além de ser certificado com múltiplas platinas nesses mesmos países. O segundo single, "Tennis Court", chegou à primeira posição da tabela musical neozelandesa. Seguiram-se "Team", que entrou nos dez melhores lugares no Canadá e Estados Unidos, "No Better" e "Glory and Gore" como faixas de trabalho do disco de originais. Em Janeiro de 2014, Lorde tinha vendido 6 milhões e 800 mil registos apenas em território norte-americano.

Imagem destacada aleatória

Artist’s impression of a gamma-ray burst shining through two young galaxies in the early Universe.jpg Interpretação artística de duas galáxias nos primórdios do universo. O ponto brilhante à esquerda é uma erupção de raios gama. Quando a luz da erupção atravessa as duas galáxias à direita em seu caminho para a Terra, algumas cores são absorvidas pelo gás existente nas mesmas, deixando assim lacunas específicas em seu espectro. O estudo cuidadoso destes espectrogramas tem revelado aos astrônomos que estas duas galáxias eram incrivelmente ricas em elementos químicos pesados.

Conteúdo recentemente destacado

Artigos Imagens Listas Portais