Abrir menu principal

Wikipédia β

Portal:Conteúdo destacado

The featured content star

Conteúdo destacado na Wikipédia

Conteúdo destacado representa o melhor que a Wikipédia tem a oferecer. Esta página faz ligações com todos os conteúdos destacados da Wikipédia e apresenta um exemplo de cada tipo de conteúdo selecionado aleatoriamente.

Conteúdo destacado aleatório

Para ver abaixo outra seleção aleatória de conteúdos destacados, clique aqui.

Escolha dos conteúdos destacados

Você pode participar do processo de seleção dos destaques em:

Conteúdo destacado:

Conteúdo bom:

Revalidação:

Artigo destacado aleatório

Russula emetica 117475.jpg

Russula emetica é um cogumelo basidiomiceto que pode ser encontrado na natureza na Europa, norte da África, Ásia e América do Norte. É a espécie-tipo do gênero Russula. Possui um chapéu predominantemente vermelho, de até 8,5 cm de diâmetro e com um formato que varia de convexo a achatado. Sua estipe (o "tronco" do cogumelo) é lisa, branca e atinge 10,5 cm de altura. As lamelas também são brancas e espaçadas entre si; já sua carne é frágil e tem um sabor muito forte e picante. O pigmento que confere a cor vermelha ao chapéu é parcialmente solúvel em água, de modo que quando o cogumelo é exposto à chuva pode perder um pouco de sua cor.

A espécie foi descrita pela primeira vez por Schäffer em 1774, sendo chamada na época de Agaricus emeticus. Mas foi Persoon quem a transferiu, em 1796, para o gênero Russula, preservando o epíteto emetica, palavra derivada do grego antigo emetikos (εμετικος), que significa "emético" ou "indutor de vômito". É uma referência a um dos sintomas provocados pela ingestão do cogumelo, que também pode causar náuseas, diarreia e cólicas abdominais. Apesar disso, o fungo tem sido usado na culinária após passar por algum processo que reduza a quantidade de toxinas, como a parboilização. Pode ser salgado, preparado como pickles e sua cutícula é usada como tempero para goulash. Vários animais se alimentam do cogumelo, como algumas espécies de esquilos, lesmas, caracóis e moscas-das-frutas. (leia mais...)

Lista destacada aleatória

Este anexo lista os distritos de Conceição do Mato Dentro, que são uma divisão oficial do município brasileiro supracitado, localizado no interior do estado de Minas Gerais. As subdivisões estão de acordo com a prefeitura da cidade, enquanto que o total de habitantes, a área e a quantidade de domicílios particulares foram coletadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) durante o censo realizado no ano de 2010 e as datas de criação foram extraídas por este instituto da Enciclopédia dos Municípios Brasileiros.

O atual município foi criado inicialmente como um distrito de Serro, pelo alvará de 16 de janeiro de 1750 e com o nome de Conceição do Serro. Pela lei provincial nº 533, de 10 de outubro de 1851, foi elevado à categoria de vila e pela lei provincial nº 171, de 23 de março de 1840, foi elevado à categoria de cidade (instalada em 12 de março de 1842), passando a denominar-se Conceição pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923, e Conceição do Mato Dentro pela lei estadual nº 1058, de 31 de dezembro de 1943. No decorrer da história do município ocorreu a criação e emancipação de diversos distritos do município, sendo que a última alteração foi feita em 21 de novembro de 2007, quando da criação de Santo Antônio do Cruzeiro. Hoje restam onze distritos, sendo que a sede é o mais populoso, contando com 11 250 habitantes, e possui a maior área, de 384,2 km². O segundo mais populoso é Tabuleiro do Mato Dentro, com 1 166 pessoas, e o segundo maior em área é Costa Sena, com 313,7 km².

Imagem destacada aleatória

Galerie Colbert.jpg
Sala circular da Galeria Colbert, Paris.

Conteúdo recentemente destacado

Artigos Imagens Listas Portais