Wikipédia:Artigos destacados

Esta estrela simboliza os artigos destacados da Wikipédia

Artigos destacados na Wikipédia

Esta página contém uma lista de artigos que a comunidade da Wikipédia lusófona identificou e avaliou como artigos de excelente qualidade, e que por isso foram artigos de destaque na página principal.


No momento, dos 1268 artigos que já foram destaque desde 2004, 952 permanecem destacados, uma vez que em 2008 foi iniciado um processo de revalidação que acabou por remover diversos deles, principalmente os mais antigos. Considerando que a Wikipédia lusófona possui atualmente um número total de 962 508 artigos, pode-se afirmar que, de modo aproximado, 1 de cada 1011 artigos permanece listado aqui como destaque.


As edições da Wikipédia em outras línguas possuem também artigos destacados que podem ajudar a melhorar o conteúdo da Wikipédia em português. A existência de um artigo destacado noutra língua pode ser detectada através da presença de uma pequena estrela (Cscr-featured1.png) na coluna das ligações interlinguísticas de cada artigo.


Veja um artigo destacado aleatório clicando aqui.


Conteúdo destacado:

Conteúdo bom:

Revalidação:

Artigo destacado aleatório


Índice de edição antiga com a divisão em cinco Partes

A Ética demonstrada à maneira dos geômetras (em latim: Ethica, ordine geometrico demonstrata), geralmente referida apenas como Ética de Espinoza, é considerada a principal obra do filósofo holandês de origem portuguesa Baruch Espinoza. Foi publicada postumamente, em 1677, ano da morte do autor.

Está organizada segundo um método axiomático-dedutivo, visando garantir a certeza dos resultados, embora à custa de uma leitura não especialmente fácil. Dividida em cinco partes, a obra parte da metafísica para chegar à ética:

  • Na Parte I, sobre Deus, o autor demonstra que existe apenas uma substância infinita que se manifesta em infinitos atributos, que, no seu conjunto, são a própria substância; apenas dois deles, extensão e pensamento, são perceptíveis ao homem. Estes dois atributos «exprimem-se em "modos" ("afecções" da substância), distintos em número infinito, enquanto prolongamento da infinidade dos atributos, e finitos, ou seja articulados nas coisas particulares.» Os modos, materiais e ideais, são dominados por um determinismo a que não se subtrai o próprio Deus, identificado com a natureza no seu todo;
  • Na Parte II, sobre a mente, descreve o paralelismo entre o corpo e a mente do homem que dá origem ao nosso conhecimento sensível e mostra como, para além deste, é possível aceder ao conhecimento adequado, isto é, claro e distinto, e certamente verdadeiro;
  • Na Parte III, sobre os afetos, mostra como a gama completa das emoções humanas depende de um impulso fundamental para a auto-preservação, ao instinto de sobrevivência a partir do qual, correspondendo a um aumento da própria força, deriva a alegria e, correspondendo a uma diminuição, a tristeza;
  • A Parte IV analisa tanto como as ideias inadequadas do homem determinam a sua passividade relativamente às causas externas das quais acaba por ser um escravo, como a capacidade da razão para motivar o homem a combater as paixões e a conviver pacificamente com os outros homens;
  • Na Parte V demonstra que a mente humana, na medida em que atinge a concepção de ideias que não dependem do tempo, é eterna e, como tal, é uma parte da infinidade eterna do intelecto de Deus. A mente humana encontra assim, nesta comunhão intelectual com Deus, neste mútuo amor intelectual, a sua máxima felicidade/beatitude.
Desde a sua publicação inicial, a Ética de Espinoza tem influenciado o pensamento e a obra de inúmeros grandes filósofos posteriores até ao presente. (leia mais...)

Conteúdo


Aqui está o sumário temático de artigos destacados por escolha dos editores

Arte

Geral

Artistas

Arquitetura

Escultura

Pintura

Ciência

Cientistas

Astronomia e astronáutica

Biologia

Botânica

Energia

Micologia

Zoologia

Ciências da Terra

Física

Informática

Matemática

Química

Ciências sociais

Geral

Direito e criminologia

Economia e negócios

Educação

Etnologia

Política

Anarquistas

Políticos

Sociologia

Desporto

Desportistas

Habilidades

Associações, organizações e seleções desportivas

Modalidades desportivas

Eventos desportivos

Jogos Olímpicos

Xadrez

Entretenimento

Atores e roteiristas

Cinema

Hobbies, jogos e brinquedos

Jogos eletrônicos

Teatro

Televisão

Geografia

Continentes, países e territórios

Cidades e regiões autônomas

Brasil

Estados do Brasil

Regiões metropolitanas do Brasil

Municípios do Brasil

Logradouros

Geografia física

Geopolítica

História

Antiguidade (até 476)

Idade Média (476–1453)

Idade Moderna (1453–1789)

Idade Contemporânea (1789–atualidade)

História de países ou territórios

História de Portugal

História do Brasil

Literatura e linguística

Geral

Escritores

Livros

Linguística

Histórias em quadrinhos/Banda desenhada

Filosofia e psicologia

Filosofia

Psicologia

Medicina

Doenças

Biografias

Música

Dança

História da música

Álbuns

Canções

Gêneros musicais

Composições eruditas

Músicos e grupos musicais

Premiações

Religião

Geral

Cristianismo

Paganismo

Religiosos

Sociedade e generalidades

Geral

Museus e instituições culturais

Prêmios, condecorações e vexilologia

Ciência militar

Militares

Transporte

Nobreza