Willian Borges da Silva

futebolista brasileiro

Willian Borges da Silva, mais conhecido apenas como Willian (Ribeirão Pires, 9 de agosto de 1988), é um futebolista brasileiro que atua como meio-campista e ponta. Atualmente, joga pelo Arsenal.

Willian
Willian
Willian com a Seleção Brasileira, em 2018.
Informações pessoais
Nome completo Willian Borges da Silva
Data de nasc. 9 de agosto de 1988 (32 anos)
Local de nasc. Ribeirão Pires (SP), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,75 m
destro
Apelido Motorzinho, Foguetinho
Informações profissionais
Clube atual Arsenal
Número 12
Posição meio-campista ou ponta
Clubes de juventude
1998–2005 Corinthians
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2006–2007
2007–2012
2013
2013–2020
2020–
Corinthians
Shakhtar Donetsk
Anzhi Makhachkala
Chelsea
Arsenal
0023 0000(3)
0221 000(36)
0017 0000(1)
0339 000(63)
0011 0000(0)
Seleção nacional3
2007
2011–
Brasil Sub-20
Brasil
0011 0000(0)
0070 0000(9)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de novembro de 2020.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 15 de novembro de 2019.

CarreiraEditar

CorinthiansEditar

Início

Natural de Ribeirão Pires, São Paulo, Willian começou a sua jornada muito cedo, aos seis anos de idade, no clube de futsal da sua cidade, o Ribeirão Pires FC [1]. Já no futebol de campo, Willian chegou ao Corinthians através de uma avaliação com apenas dez anos de idade, em 1998.[2]

Em 2005, com dezesseis anos, foi convocado para fazer parte da equipe que disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior e atuou em algumas partidas do torneio[3], conquistado pelo clube.[4]

Profissional

Estreou naquele mesmo ano no time principal, na partida contra a Seleção do Brasileirão 2005, iniciando a partida como titular no dia 11 de dezembro de 2005.[5]

A efetivação para o time profissional aconteceu somente em 2006, quando o time era treinado por Emerson Leão.[6]

Porém, Willian ganhou destaque somente em 2007, onde recebeu o número 10.[7] Poucas partidas após sua efetivação como titular, no dia 23 de agosto de 2007, foi vendido para o Shakhtar Donetsk em uma das maiores negociações já realizada pelo Corinthians.[8]

Shakhtar DonetskEditar

 
William em partida pelo Shakhtar Donetsk.

No dia 23 de agosto de 2007, ele assinou um contrato de cinco anos com o clube ucraniano do Shakhtar Donetsk, por 20 milhões de dólares, até 30 de junho de 2012.[9]

A estreia de Willian no clube ocorreu em uma vitória por 2 a 1 sobre o Chornomorets Odesa, em 15 de setembro de 2007. Willian entrou como um substituto aos 57 minutos, substituindo o brasileiro Jadson. Seu primeiro gol pelo clube foi em 31 de outubro de 2007, na vitória por 4 a 1 sobre o Arsenal Kiev na Copa da Ucrânia.

Para a temporada 2010–11, Willian passou a usar o número 10 do Shakhtar Donetsk. Ele terminou a temporada com 7 gols em 39 jogos, incluindo 22 jogos e cinco gols na liga, ajudando o Shakhtar Donetsk ao título da Liga da Ucrânia. Eles terminaram com 77 pontos, seis à frente do rival mais próximo, o Dínamo de Kiev.

Willian deixou o Shakhtar em 2012 para junta-se ao Anzhi por € 35 milhões (cerca de R$ 93,5 milhões). Willian marcou 74 gols em 221 partidas, além de conquistar por quatro vezes o Campeonato Ucraniano, três vezes a Copa da Ucrânia e a Supercopa da Ucrânia, além do primeiro título continental do Shakhtar Donetsk, Copa da UEFA de 2009.

Anzhi MakhachkalaEditar

No dia 31 de janeiro de 2013, seu até então comandante Mircea Lucescu confirmou o acerto entre Willian e Anzhi Makhachkala pelo valor de 35 milhões de euros (cerca de R$ 93,5 milhões), valor da multa rescisória do jogador.[10][11][12] Ele originalmente escolheu usar o número 10, no entanto, devido a restrições da UEFA que afirma a jogador deve usar um número utilizado na Liga dos Campeões da UEFA para o restante da temporada, ele foi forçado a usar o número 88 que ele tinha escolhido no Shakhtar Donetsk.[13] Depois de se mudar para a Rússia, Willian disse que estava feliz por se juntar ao Anzhi e desejou sorte e sucesso ao futuro do Shakhtar Donetsk. Em sua estreia contra o Newcastle, em um jogo da Liga Europa, saiu de campo contundido.[14] Em agosto de 2013, após a reestruturação a nível das empresas, o Anzhi escolheu redefinir todo o seu plantel, incluindo o recém contratado Willian.[15]

ChelseaEditar

 
Willian em 2015 pelo Chelsea.

No dia 25 de agosto de 2013, o Chelsea anunciou oficialmente que chegou a um acordo para assinar com o brasileiro por uma taxa de £ 30 milhões, sujeito a uma audiência de permissão de trabalho em 28 de agosto de 2013. O acordo foi oficializado em 28 de agosto de 2013 e Willian assinou um contrato de cinco anos, recebendo a camisa número 22. Willian estreou no dia 18 de setembro contra o Basileia na Liga dos Campeões da UEFA em uma derrota em casa por 1 a 2. Depois de participar de vitórias contra Swindon Town e Steaua București na Copa da Liga e na Liga dos Campeões da UEFA, respectivamente, ele estreou na Premier League no dia 6 de outubro fora de Norwich City, e marcou em uma vitória por 3 a 1.

Willian foi muito bem utilizado pelo clube inglês durante a temporada 2013–14, ajudando o clube londrino a ser semifinalistas da Liga dos Campeões 2013–14 e a fazer uma grande campanha no Campeonato Inglês, onde terminou em terceiro colocado.[16][17] Foi apresentado pelo clube três dias depois e passou a utilizar o uniforme de número 22.[18] Willian continuou sendo muito utilizado durante as partidas da temporada 2014–15, onde ajudou a equipe azul de Londres a conquistar os títulos da Premier League e da Copa da Liga Inglesa.

Na temporada 2015–16, Willian teve uma queda de rendimento assim como todo o elenco do Chelsea, que realizou uma temporada fraca em comparação às anteriores. Em 2016–17 ele voltou a ter atuações de destaque e foi peça fundamental na campanha de seu segundo título inglês pelos Blues.

Na temporada 2019–20, com a saída de Eden Hazard para o Real Madrid, Willian herdou o número 10.[19] No dia 2 de outubro de 2019, marcou em seu jogo de número 300 e ajudou o Chelsea a vencer o Lille pela Liga dos Campeões.[20] O brasileiro fez o segundo gol na partida e chegou a 18 marcados pela Champions, empatando com Ronaldinho e Juninho Pernambucano na artilharia dos brasileiros na história do torneio.[21] No dia 9 de agosto de 2020, após 7 anos, Willian confirmou sua saída do Chelsea, e fez uma carta de despedida aos fãs e aos torcedores dos Blues.[22]

ArsenalEditar

O primeiro indício da saída para os gunners foi por uma capa do trailer do jogo PES 2021, onde mesmo antes do anúncio oficial por ambos os times.[23] No dia 14 de agosto de 2020, ele foi oficialmente anunciado como novo jogador do Arsenal, assinando até 2023.[24] Em sua estreia pelo Arsenal, pela Premier League, foi o autor da duas assistências na vitória por 3-0 contra o Fulham, no Craven Cottage.

Seleção BrasileiraEditar

Sub-20Editar

Willian estreou pela Seleção Brasileira Sub-20 no Campeonato Sul-Americano de 2007 contra o Chile, no dia 7 de janeiro de 2007, em que o Brasil venceu. No mesmo ano, ele também foi convocado para a Copa do Mundo Sub-20 de 2007, torneio no qual a Seleção Brasileira foi eliminada nas quartas-de-final pela Espanha.[25]

PrincipalEditar

Já no dia 10 de novembro de 2011, Willian estreou pela Seleção Brasileira principal em um amistoso contra o Gabão.

Num amistoso contra Honduras, no dia 16 de novembro de 2013, o meia marcou pela primeira vez com a camisa do Brasil.[26]

Posteriormente[27], no dia 7 de maio de 2014, foi convocado para a Copa do Mundo de 2014 e nas oitavas de finais, diante do Chile, não converteu sua cobrança na disputa de pênaltis.

 
Willian disputando amistoso pela Seleção Brasileira em 2014.

Na Copa América de 2015, Willian ajudou o gol decisivo de Roberto Firmino na vitória por 2 a 1 sobre a Venezuela, em Santiago, resultado que levou o Brasil às quartas de final como vencedor do grupo.

Integrou o elenco que disputou a Copa América Centenário em 2016.[28]

No dia 5 de setembro de 2017, após receber lançamento de Neymar, Willian marcou contra a Colômbia um dos seus gols mais bonitos com a camisa da Seleção Brasileira.[29][30]

Em 14 de maio de 2018, ele foi um dos 23 jogadores convocados pelo técnico Tite para a Copa do Mundo de 2018.

Em 7 de junho de 2019, ele recebeu uma chamada tardia para a Copa América de 2019 para substituir o machucado Neymar. Marcou na vitória por 5 a 0 sobre o Peru. Se machucou na semi-final contra a Argentina. Ficou de fora da final contra o Peru, mas ao fim, sagrou-se campeão.

EstatísticasEditar

SeleçãoEditar

Brasil
Ano Jogos Gols
2011 2 0
2013 2 1
2014 14 3
2015 14 2
2016 11 1
2017 10 1
2019 5 1
Total 70 9

Todos os jogos pela seleção

Data Competição Local   Placar Adversário Gols
01 10 de novembro de 2011 Amistoso Libreville (GAB)   Brasil 2 — 0   Gabão
02 14 de novembro de 2011 Amistoso Doha (CAT)   Brasil 2 — 0   Egito
03 16 de novembro de 2013 Amistoso Miami (EUA)   Brasil 5 — 0   Honduras 1
04 19 de novembro de 2013 Amistoso Toronto (CAN)   Brasil 2 — 1   Chile
05 5 de março de 2014 Amistoso Joanesburgo (AFS)   Brasil 5 — 0   África do Sul
06 3 de junho de 2014 Amistoso Goiânia (BRA)   Brasil 4 — 0   Panamá 1
07 6 de junho de 2014 Amistoso São Paulo (BRA)   Brasil 1 — 0   Sérvia
08 17 de junho de 2014 Copa do Mundo Fortaleza (BRA)   Brasil 0 — 0   México
09 23 de junho de 2014 Copa do Mundo Brasília (BRA)   Brasil 4 — 1   Camarões
10 28 de junho de 2014 Copa do Mundo Belo Horizonte (BRA)   Brasil 1 — 1   Chile
11 8 de julho de 2014 Copa do Mundo Belo Horizonte (BRA)   Brasil 1 — 7   Alemanha
12 12 de julho de 2014 Copa do Mundo Brasília (BRA)   Brasil 0 — 3   Holanda
13 5 de setembro de 2014 Amistoso Miami (EUA)   Brasil 1 — 0   Colômbia
14 9 de setembro de 2014 Amistoso Nova Jersey (EUA)   Brasil 1 — 0   Equador 1
15 11 de outubro de 2014 Superclássico das Américas Pequim (CHN)   Brasil 2 — 0   Argentina
16 14 de outubro de 2014 Amistoso Singapura (SGP)   Brasil 4 — 0   Japão
17 12 de novembro de 2014 Amistoso Istambul (TUR)   Brasil 4 — 0   Turquia 1
18 18 de novembro de 2014 Amistoso Viena (AUT)   Brasil 2 — 1   Áustria
19 26 de março de 2015 Amistoso Paris (FRA)   Brasil 3 — 1   França
20 29 de março de 2015 Amistoso Londres (ING)   Brasil 1 — 0   Chile
21 7 de junho de 2015 Amistoso São Paulo (BRA)   Brasil 2 — 0   México
22 10 de junho de 2015 Amistoso Porto Alegre (BRA)   Brasil 1 — 0   Honduras
23 14 de junho de 2015 Copa América Temuco (CHI)   Brasil 2 — 1   Peru
24 17 de junho de 2015 Copa América Santiago (CHI)   Brasil 0 — 1   Colômbia
25 21 de junho de 2015 Copa América Santiago (CHI)   Brasil 2 — 1   Venezuela
26 27 de junho de 2015 Copa América Concepción (CHI)   Brasil 1 (3) — (4) 1   Paraguai
27 5 de setembro de 2015 Amistoso Nova Jersey (EUA)   Brasil 1 — 0   Costa Rica
28 8 de setembro de 2015 Amistoso Foxborough (EUA)   Brasil 4 — 1   Estados Unidos
29 8 de outubro de 2015 Elim. Copa do Mundo de 2018 Santiago (CHI)   Brasil 0 — 2   Chile
30 13 de outubro de 2015 Elim. Copa do Mundo de 2018 Fortaleza (BRA)   Brasil 3 — 1   Venezuela 2
31 13 de novembro de 2015 Elim. Copa do Mundo de 2018 Buenos Aires (ARG)   Brasil 1 — 1   Argentina
32 17 de novembro de 2015 Elim. Copa do Mundo de 2018 Salvador (BRA)   Brasil 3 — 0   Peru
33 25 de março de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Recife (BRA)   Brasil 2 — 2   Uruguai
34 29 de março de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Assunção (PAR)   Brasil 2 — 2   Paraguai
35 29 de maio de 2016 Amistoso Commerce City (EUA)   Brasil 2 — 0   Panamá
36 4 de junho de 2016 Copa América Centenário Pasadena (EUA)   Brasil 0 — 0   Equador
37 8 de junho de 2016 Copa América Centenário Orlando (EUA)   Brasil 7 — 1   Haiti
38 12 de junho de 2016 Copa América Centenário Foxborough (EUA)   Brasil 0 — 1   Peru
39 1 de setembro de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Quito (EQU)   Brasil 3 — 0   Equador
40 6 de setembro de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Manaus (BRA)   Brasil 2 — 1   Colômbia
41 6 de outubro de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Natal (BRA)   Brasil 5 — 0   Bolívia
42 11 de outubro de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Mérida (VEN)   Brasil 2 — 0   Venezuela 1
43 16 de novembro de 2016 Elim. Copa do Mundo de 2018 Lima (PER)   Brasil 2 — 0   Peru
44 23 de março de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 Montevidéu (URU)   Brasil 4 — 1   Uruguai
45 28 de março de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 São Paulo (BRA)   Brasil 3 — 0   Paraguai
46 9 de junho de 2017 Amistoso Melbourne (AUS)   Brasil 0 — 1   Argentina
47 13 de junho de 2017 Amistoso Melbourne (AUS)   Brasil 4 — 0   Austrália
48 31 de agosto de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 Porto Alegre (BRA)   Brasil 2 — 0   Equador
49 5 de setembro de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 Barranquilla (COL)   Brasil 1 — 1   Colômbia 1
50 5 de outubro de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 La Paz (BOL)   Brasil 0 — 0   Bolívia
51 10 de outubro de 2017 Elim. Copa do Mundo de 2018 São Paulo (BRA)   Brasil 3 — 0   Chile
52 10 de novembro de 2017 Amistoso Villeneuve-d'Ascq (FRA)   Brasil 3 — 1   Japão
53 14 de novembro de 2017 Amistoso Londres (ING)   Brasil 0 — 0   Inglaterra
54 23 de março de 2018 Amistoso Moscou (RUS)   Brasil 3 — 0   Rússia
55 27 de março de 2018 Amistoso Berlim (ALE)   Brasil 1 — 0   Alemanha
56 3 de junho de 2018 Amistoso Liverpool (ING)   Brasil 2 — 0   Croácia
57 10 de junho de 2018 Amistoso Viena (AUT)   Brasil 3 — 0   Áustria
58 17 de junho de 2018 Copa do Mundo Rostov do Don (RUS)   Brasil 1 — 1   Suíça
59 22 de junho de 2018 Copa do Mundo São Petersburgo (RUS)   Brasil 2 — 0   Costa Rica
60 27 de junho de 2018 Copa do Mundo Moscou (RUS)   Brasil 2 — 0   Sérvia
61 2 de julho de 2018 Copa do Mundo Samara (RUS)   Brasil 2 — 0   México
62 6 de julho de 2018 Copa do Mundo Kazan (RUS)   Brasil 1 — 2   Bélgica
63 7 de setembro de 2018 Amistoso Nova Jérsei (EUA)   Brasil 2 — 0   Estados Unidos
64 11 de setembro de 2018 Amistoso Landover (EUA)   Brasil 5 — 0   El Salvador
65 20 de novembro de 2018 Amistoso Milton Keynes (EUA)   Brasil 1 — 0   Camarões
66 14 de junho de 2019 Copa América São Paulo (BRA)   Brasil 3 — 0   Bolívia
67 22 de junho de 2019 Copa América São Paulo (BRA)   Brasil 5 — 0   Peru 1
68 27 de junho de 2019 Copa América Porto Alegre (BRA)   Brasil 1 (4) — (3) 1   Paraguai
69 2 de julho de 2019 Copa América Belo Horizonte (BRA)   Brasil 2 — 0   Argentina
70 15 de novembro de 2019 Amistoso Riade (SAU)   Brasil 0 — 1   Argentina

TítulosEditar

Corinthians
Shakhtar Donetsk
Chelsea
Seleção Brasileira

IndividualEditar

Outras atividadesEditar

Willian The GameEditar

No começo de maio de 2020, Willian anunciou através das suas redes sociais o iminente lançamento de Willian The Game, um vídeo-jogo desenvolvido pra dispositivos móveis, onde ele é o protagonista. Neste jogo, que combina charadas com futebol, o jogador deve controlar o Willian e resolver situações de gol com sucesso para poder avançar nos níveis, percorrendo toda a carreira do Willian durante o processo. O video-jogo foi lançado no dia 17 de maio para iOS e Android.[32]

DocumentárioEditar

Willian: Sonhos e GlóriasEditar

No fim de dezembro de 2018, Willian ganhou o seu documentário no Youtube, ao longo dos vídeos os episódios contam toda a trajetória do jogador, dentro e fora dos gramados, desde o início da carreira aos detalhes da sua vida pessoal.[33]

Referências

  1. «Titular da seleção, Willian era fenômeno no futsal e tinha média incrível de gols». ESPN.com. 27 de junho de 2018. Consultado em 10 de julho de 2020 
  2. «Revelado pelo Corinthians, Willian visita o Parque São Jorge». Gazeta Esportiva. 16 de julho de 2019. Consultado em 28 de março de 2020 
  3. «Corinthians conquista sua sexta Copa SP». UOL Esporte. 25 de janeiro de 2005. Consultado em 18 de abril de 2020 
  4. «Eles foram campeões da Copinha pelo Timão: relembre os destaques». LANCE!. 26 de janeiro de 2017. Consultado em 28 de março de 2020 
  5. «Corinthians perde na festa do Brasileirão 2005». UOL Esporte. 11 de dezembro de 2005. Consultado em 28 de março de 2020 
  6. «Início de carreira no Corinthians, site oficial». Consultado em 25 de junho de 2011. Arquivado do original em 4 de junho de 2011 
  7. Marcius Azevedo (11 de maio de 2007). «Corinthians define numeração para o Brasileiro; Willian será o 10». UOL Esporte. Consultado em 28 de março de 2020 
  8. Marcius Azevedo (1 de junho de 2007). «Willian quer se despedir com Corinthians na ponta e mira Europa». UOL Esporte. Consultado em 28 de março de 2020 
  9. Alexandre Palini (5 de maio de 2011). «Pratas da casa – Parte V – A Maior da História». Blog do Timão. Consultado em 28 de março de 2020 
  10. Victor Canedo (5 de fevereiro de 2013). «Willian desabafa após trocar Shakhtar pelo Anzhi: 'Dois anos tentando sair'». GloboEsporte.com. Consultado em 28 de março de 2020 
  11. «Chelsea miss out on Willian as Anzhi close in on deal» (em inglês). Metro. 31 de janeiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  12. «Anzhi signs Willian from Shakhtar» (em inglês). Fox Soccer. 1 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  13. «Виллиан выбрал номера 10 и 88» (em russo). Anzhi Makhachkala. 3 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  14. «Willian delighted to sign for Anzhi Makhachkala» (em inglês). Goal. 2 de fevereiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  15. «Tottenham and Chelsea transfer target Willian poised for bargain move as Anzhi slash budget» (em inglês). Mirror. 7 de agosto de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  16. «Terms agreed for William» (em inglês). Sítio oficial Chelsea FC. 25 de agosto de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2013. Arquivado do original em 25 de agosto de 2013 
  17. «Football club Anji and FC Chelsea agreed on transfer of halfback Willian da Silva to FC Chelsea» (em inglês). Sítio oficial FC Anzhi Makhachkala. Consultado em 26 de agosto de 2013 
  18. «Willian transfer completed» (em inglês). Sítio oficial Chelsea. 28 de agosto de 2013. Consultado em 28 de agosto de 2013. Arquivado do original em 31 de agosto de 2013 
  19. «Com Willian de 10, Chelsea anuncia numeração para a nova temporada». Torcedores.com. 3 de agosto de 2019. Consultado em 4 de fevereiro de 2020 
  20. «Em jogo 300 pelo Chelsea, Willian marca e garante vitória contra o Lille; Ajax vence Valencia». GloboEsporte.com. 2 de outubro de 2019. Consultado em 28 de março de 2020 
  21. «A redenção de Suárez e o dia em que Willian alcançou Ronaldinho: veja o melhor da Champions». GloboEsporte.com. 3 de outubro de 2019. Consultado em 28 de março de 2020 
  22. «Próximo do Arsenal, Willian se despede do Chelsea em suas redes sociais». Esporte Interativo. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  23. Esporte, iG (4 de agosto de 2020). «Willian aparece no Arsenal em teaser do Pro Evolution Soccer». Esporte. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  24. «Willian é anunciado como novo reforço do Arsenal». ge. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  25. «Brasil perde para a Espanha e é eliminado no Mundial Sub-20 - 12/07/2007 - EFE - Esporte». www.uol.com.br. Consultado em 14 de agosto de 2020 
  26. Márcio Iannacca (17 de novembro de 2013). «Com show de Neymar, Brasil supera violência de Honduras e marca cinco». GloboEsporte.com. Consultado em 28 de março de 2020 
  27. «Felipão anuncia convocados da Seleção para a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 7 de maio de 2014. Consultado em 28 de março de 2020 
  28. Alexandre Lozetti e Felipe Schmidt (5 de maio de 2016). «Dunga convoca Seleção para a Copa América com 7 jogadores olímpicos». GloboEsporte.com. Consultado em 28 de março de 2020 
  29. «Willian faz golaço, mas Brasil fica apenas no empate contra a Colômbia». Terra. 5 de setembro de 2017. Consultado em 6 de agosto de 2018 
  30. «Willian celebra golaço pela seleção sobre a Colômbia: foi o mais bonito». UOL Esporte. 5 de setembro de 2017. Consultado em 28 de março de 2020 
  31. «Willian at the double | Official Site | Chelsea Football Club». ChelseaFC. Consultado em 4 de fevereiro de 2020 
  32. Willian The Game - Website Oficial
  33. «Willian ganha documentário sobre sua carreira». Gazeta Esportiva. 7 de janeiro de 2019. Consultado em 10 de julho de 2020 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Willian