Abrir menu principal

Copa América Centenário

XLV Copa América
Copa América Centenário
Logotipo oficial.
Dados
Participantes 16
Organização CONMEBOL
CONCACAF
Anfitrião Estados Unidos
Período 326 de junho
Gol(o)s 91
Partidas 32
Média 2,84 gol(o)s por partida
Campeão Chile (2º título)
Vice-campeão Argentina
3.º colocado Colômbia
4.º colocado Estados Unidos
Melhor marcador Chile Eduardo Vargas – 6 gols
Melhor ataque (fase inicial) Argentina – 10 gol(o)s
Melhor defesa (fase inicial) 1 gol(o):
Maior goleada
(diferença)
México 0–7 Chile
Levi's StadiumSanta Clara
18 de junho, quartas de final
Público 1 483 855
Média 46 370,5 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
Chile Alexis Sánchez
Melhor goleiro Chile Claudio Bravo
Fair play Argentina
◄◄ Chile 2015 Soccerball.svg 2019 Brasil ►►

A Copa América Centenário foi uma edição especial da competição de futebol que foi realizada entre 3 e 26 de junho de 2016 nos Estados Unidos.[1] É a primeira Copa América fora da América do Sul, sendo o torneio oficializado com um acordo entre a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) e a Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (CONCACAF), com o intuito de celebrar o aniversário de 100 anos da CONMEBOL e do torneio.[2]

Nesta edição, pela primeira vez houve dezesseis equipes na competição, incluindo seis da CONCACAF (Estados Unidos, México, Costa Rica, Jamaica e outras duas definidas em play-offs de acordo com o desempenho na Copa Ouro da CONCACAF de 2015 – Panamá e Haiti), além dos dez times da CONMEBOL.[3] Em 17 de dezembro de 2015, foram confirmados os estádios, datas e horários dos jogos.

Foi o primeiro torneio unindo as Américas desde o Campeonato Pan-Americano de Futebol, disputado em 1952, 1956 e 1960. Foi a quarta vez que a CONMEBOL realizou um de seus torneios nos Estados Unidos, após a Recopa Sul-Americana no país em 1990, 2003 e 2004 e a primeira vez que a Copa América foi disputada fora da América do Sul.

Numa reedição da final do ano anterior, o Chile derrotou a Argentina novamente na decisão por pênaltis por 4 a 2, após empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, e conquistou o segundo título consecutivo.[4]

Mesmo vencendo esta edição especial do torneio, o Chile já havia assegurado a vaga na Copa das Confederações FIFA de 2017 por ser o vencedor da Copa América de 2015.

PlanejamentoEditar

Em fevereiro de 2012, Alfredo Hawit, então presidente interino da CONCACAF, anunciou que era esperado que a competição ocorreria em solo americano em 2016, como uma celebração da CONMEBOL.[5] O então presidente da CONMEBOL Nicolás Leoz disse "Espero que possamos organizar um grande evento, porque temos 100 anos e queremos comemorar grande."

O torneio foi anunciado pela CONMEBOL em 24 de outubro de 2012[6] e confirmado pela CONCACAF em 1 de maio de 2014.[7]

Em 26 de setembro de 2014, a Federação Internacional de Futebol (FIFA) anunciou que o torneio foi adicionado ao calendário de jogos internacionais da entidade, o que significa que os clubes devem liberar jogadores convocados para a competição, abrindo a possibilidade da participação de estrelas como Lionel Messi, Luis Suárez, Neymar, James Rodríguez entre outros.[8]

Caso de corrupção na FIFA em 2015Editar

O evento foi oficialmente anunciado em 1 de maio de 2014,[9] mas a realização foi questionada após casos de corrupção na FIFA.[10][11]

Em maio de 2015, 14 pessoas, incluindo 9 diretores da FIFA, foram indiciados pelo Federal Bureau of Investigation (FBI), acusados de fraude, extorsão e lavagem de dinheiro.[12] Os indiciados foram presos no Hotel Baur au Lac, em Zurique, na Suíça, enquanto se preparavam para participar do 65º Congresso da FIFA, onde iria à vir acontecer a eleição para presidente da FIFA.[13]

O FBI alegou a utilização de suborno, fraude e lavagem de dinheiro para corromper a emissão de meios de comunicação social e direitos de marketing para os jogos da FIFA nas Américas, estimados em 150 milhões de dólares,[14] incluindo pelo menos US$ 110 milhões para a escolha dos Estados Unidos como sede da Copa América Centenário.[15] Além disso, a acusação também alega que o suborno foi usado em uma tentativa de influenciar contratos de patrocínio de uniformes, o processo de seleção para a Copa do Mundo FIFA de 2010 e a eleição presidencial da FIFA de 2011.[14]

O caso afetou o mundo do futebol e pôs em xeque a realização do torneio.[16] Em agosto de 2015, Juan Ángel Napout, presidente da CONMEBOL, confirmou a realização do evento,[17] embora não confirmou o anfitrião. Isto ocorreu as investigações na FIFA envolveram executivos de associações organizadoras, o que não confirmou a realização nos Estados Unidos, já que muitos investigados não podiam entrar no território estadunidense.[18] Em agosto de 2015, Juan Ángel Napout confirmou a realização nos Estados Unidos após uma reunião entre a CONMEBOL, a CONCACAF e a Federação de Futebol dos Estados Unidos (USS) e anunciou as próximas sedes, sendo a edição de 2019 a ser realizada no Brasil e a edição de 2023 (posteriormente foi anunciada que esta edição será realizada em 2024) a ser realizada no Equador.[19]

Cidades-sedesEditar

Em 8 de janeiro de 2015 a CONCACAF e a CONMEBOL anunciaram as 24 áreas metropolitanas americanas que manifestaram interesse em sediar partidas do torneio.[20]

Os estádios candidatos deveriam ter a capacidade mínima de 60 000 lugares. A lista final dos locais, entre 8 e 13 sedes, seria anunciado em maio de 2015. No entanto, a lista não foi lançada devido aos casos de corrupção que mancharam o futebol mundial em 2015. As dúvidas quanto à realização do torneio se deram até a confirmação oficial por parte da CONMEBOL, CONCACAF e USS.[21]

Em 19 de novembro de 2015 foram anunciados os dez locais selecionados para o torneio. Dos dez estádios, quatro localizam-se na costa leste, quatro na costa oeste, um no centro-oeste e um no sul, sendo oito deles usados para o futebol americano. As dez cidade-sedes e seus respectivos estádios são:[22]

Pasadena, CA Seattle, WA Santa Clara, CA East Rutherford, NJ Orlando, FL
Rose Bowl
Capacidade: 92 542
CenturyLink Field
Capacidade: 69 000
Levi's Stadium
Capacidade: 68 500
MetLife Stadium
Capacidade: 82 500
Camping World Stadium
Capacidade: 60 219
         
Chicago, IL Houston, TX Foxborough, MA Filadélfia, PA Glendale, AZ
Soldier Field
Capacidade: 61 500
NRG Stadium
Capacidade: 71 795
Gillette Stadium
Capacidade: 68 756
Lincoln Financial Field
Capacidade: 69 176
University of Phoenix Stadium
Capacidade: 63 400
         

Abaixo, a lista dos 14 estádios dentre os candidatos que foram descartados na escolha das sedes.[23][24]

Estádio Capacidade Cidade
Georgia Dome 71 000 Atlanta, Georgia
M&T Bank Stadium 71 000 Baltimore, Maryland
FirstEnergy Stadium 67 000 Cleveland, Ohio
Sports Authority Field at Mile High 76 000 Denver, Colorado
Ford Field 65 000 Detroit, Michigan
Lucas Oil Stadium 63 000 Indianápolis, Indiana
Arrowhead Stadium 79 500 Kansas City, Missouri
Nissan Stadium 69 000 Nashville, Tennessee
Qualcomm Stadium 70 000 San Diego, Califórnia
Edward Jones Dome 66 000 St. Louis, Missouri
Raymond James Stadium 65 000 Tampa, Flórida
EverBank Field 84 000 Jacksonville, Flórida
AT&T Stadium 80 000 Arlington, Texas
FedEx Field 79 000 Landover, Maryland

ConvocaçõesEditar

Seleções participantesEditar

 
Mapa dos países participantes.

CONCACAF e CONMEBOL anunciaram conjuntamente que o torneio seria disputado nos Estados Unidos com 16 equipes: seis das Américas do Norte e Central e do Caribe e 10 da América do Sul.[25]

Time Qualificação Aparições Melhor resultado
América do Norte, Central e Caribe
  Estados Unidos (anfitrião) Automática 4° lugar (1995)
  México Automática 10ª Vice-campeão (1993 e 2001)
  Costa Rica Campeão da Copa Centroamericana de 2014 Quartas de final (2001, 2004)
  Jamaica Campeão da Copa do Caribe de 2014 Fase de grupos (2015)
  Panamá Vencedor do Play-off classificatório Estreante
  Haiti Vencedor do Play-off classificatório Estreante
América do Sul
  Argentina Automática 41ª Campeão (1921, 1925, 1927, 1929, 1937, 1941, 1945, 1946, 1947, 1955, 1957, 1959, 1991 e 1993)
  Bolívia Automática 26ª Campeão (1963)
  Brasil Automática 35ª Campeão (1919, 1922, 1949, 1989, 1997, 1999, 2004 e 2007)
  Chile Automática 38ª Campeão (2015)
  Colômbia Automática 21ª Campeão (2001)
  Equador Automática 26ª 4º lugar (1959 e 1993)
  Paraguai Automática 36ª Campeão (1953 e 1979)
  Peru Automática 31ª Campeão (1939 e 1975)
  Uruguai Automática 43ª Campeão (1916, 1917, 1920, 1923, 1924, 1926, 1935, 1942, 1956, 1959, 1967, 1983, 1987, 1995 e 2011)
  Venezuela Automática 17ª 4º lugar (2011)

ArbitragemEditar

Os árbitros e assistentes para o torneio foram definidos em 4 de maio.[26]

Árbitro Reserva

MarketingEditar

BolaEditar

A Nike Ordem Ciento foi anunciada como a bola oficial da Copa América Centenário em 21 de fevereiro de 2016. A bola, principalmente branco tem decoração pincelada vermelha. A bola traz o logotipo da competição monocromático em dourado e a inscrição "Nike Ordem Ciento".[27]

SorteioEditar

O sorteio que determinou a composição dos grupos foi realizado em 21 de fevereiro de 2016 no Hammerstein Ballroom, em Nova Iorque.[28][29] As seleções do pote A foram previamente definidas de acordo com a condição de país sede (Grupo A: Estados Unidos), melhor classificação no ranking de seleções da FIFA em dezembro de 2015 (Grupo D: Argentina), além das outras duas seleções de cada confederação com os melhores resultados históricos (Grupo B: Brasil e Grupo C: México). As demais seleções foram alocadas de acordo com o ranking da FIFA de dezembro de 2015:[30]

Pote 1 Pote 2 Pote 3 Pote 4
  Estados Unidos (como A1)
  Brasil (como B1)
  México (como C1)
  Argentina (como D1)
  Chile
  Colômbia
  Uruguai
  Equador
  Costa Rica
  Panamá
  Haiti
  Jamaica
  Paraguai
  Bolívia
  Peru
  Venezuela

Primeira faseEditar

O calendário de partidas e a definição dos cabeças-de-chave de cada grupo foi divulgado em 17 de dezembro de 2015.[31][32]

Grupo AEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Estados Unidos 6 3 2 0 1 5 2 +3
2   Colômbia 6 3 2 0 1 6 4 +2
3   Costa Rica 4 3 1 1 1 3 6 –3
4   Paraguai 1 3 0 1 2 1 3 –2
3 de junho Estados Unidos   0 – 2   Colômbia Levi's Stadium, Santa Clara
21:30 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Zapata   8'
Rodríguez   42' (pen)
Público: 67 439
Árbitro:  MEX Roberto García
4 de junho Costa Rica   0 – 0   Paraguai Camping World Stadium, Orlando
17:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 14 334
Árbitro:  ARG Patricio Loustau

7 de junho Estados Unidos   4 – 0   Costa Rica Soldier Field, Chicago
20:00 (UTC−4)
Dempsey   9' (pen)
Jones   37'
Wood   42'
Zusi   87'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 39 642
Árbitro:  ECU Roddy Zambrano
7 de junho Colômbia   2 – 1   Paraguai Rose Bowl, Pasadena
22:30 (UTC−4)
Bacca   12'
Rodríguez   30'
CONMEBOL
CONCACAF
Ayala   71' Público: 42 766
Árbitro:  BRA Héber Lopes

11 de junho Estados Unidos   1 – 0   Paraguai Lincoln Financial Field, Filadélfia
19:00 (UTC−4)
Dempsey   27' CONMEBOL
CONCACAF
Público: 51 041
Árbitro:  CHI Julio Bascuñán
11 de junho Colômbia   2 – 3   Costa Rica NRG Stadium, Houston
21:00 (UTC−4)
Fabra   7'
Moreno   73'
CONMEBOL
CONCACAF
Venegas   2'
Fabra   34' (g.c.)
Borges   58'
Público: 45 808
Árbitro:  VEN José Argote

Grupo BEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Peru 7 3 2 1 0 4 2 +2
2   Equador 5 3 1 2 0 6 2 +4
3   Brasil 4 3 1 1 1 7 2 +5
4   Haiti 0 3 0 0 3 1 12 –11
4 de junho Haiti   0 – 1   Peru CenturyLink Field, Seattle
19:30 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Guerrero   61' Público: 20 190
Árbitro:  PAN Jhon Pitti
4 de junho Brasil   0 – 0   Equador Rose Bowl, Pasadena
22:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 53 158
Árbitro:  CHI Julio Bascuñán

8 de junho Brasil   7 – 1   Haiti Camping World Stadium, Orlando
19:30 (UTC−4)
Philippe Coutinho   14',   29',   90+2'
Renato Augusto   35',   86'
Gabriel   59'
Lucas Lima   67'
CONMEBOL
CONCACAF
Marcelin   60' Público: 28 241
Árbitro:  USA Mark Geiger
8 de junho Equador   2 – 2   Peru University of Phoenix Stadium, Glendale
22:00 (UTC−4)
E. Valencia   39'
Bolaños   48'
CONMEBOL
CONCACAF
Cueva   5'
Flores   13'
Público: 11 937
Árbitro:  COL Wilmar Roldán

12 de junho Equador   4 – 0   Haiti MetLife Stadium, East Rutherford
18:30 (UTC−4)
E. Valencia   11'
J. Ayoví   20'
Noboa   57'
A. Valencia   78'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 50 976
Árbitro:  BOL Gery Vargas
12 de junho Brasil   0 – 1   Peru Gillette Stadium, Foxborough
20:30 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Ruidíaz   75' Público: 36 187
Árbitro:  URU Andrés Cunha

Grupo CEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   México 7 3 2 1 0 6 2 +4
2   Venezuela 7 3 2 1 0 3 1 +2
3   Uruguai 3 3 1 0 2 4 4 0
4   Jamaica 0 3 0 0 3 0 6 –6
5 de junho Jamaica   0 – 1   Venezuela Soldier Field, Chicago
17:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Martínez   15' Público: 25 560
Árbitro:  PER Víctor Carrillo
5 de junho México   3 – 1   Uruguai University of Phoenix Stadium, Glendale
20:00 (UTC−4)
Á. Pereira   4' (g.c.)
Márquez   85'
Herrera   90+2'
CONMEBOL
CONCACAF
Godín   74' Público: 60 025
Árbitro:  PAR Enrique Cáceres

9 de junho Uruguai   0 – 1   Venezuela Lincoln Financial Field, Filadélfia
19:30 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Rondón   36' Público: 23 002
Árbitro:  ARG Patricio Loustau
9 de junho México   2 – 0   Jamaica Rose Bowl, Pasadena
22:00 (UTC−4)
Hernández   18'
Peralta   81'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 83 263
Árbitro:  BRA Wilton Sampaio

13 de junho México   1 – 1   Venezuela NRG Stadium, Houston
20:00 (UTC−4)
J. M. Corona   80' CONMEBOL
CONCACAF
Velázquez   10' Público: 67 319
Árbitro:  CUB Yadel Martínez
13 de junho Uruguai   3 – 0   Jamaica Levi's Stadium, Santa Clara
22:00 (UTC−4)
Hernández   21'
Watson   66' (g.c.)
Corujo   88'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 40 166
Árbitro:  COL Wilson Lamouroux

Grupo DEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Argentina 9 3 3 0 0 10 1 +9
2   Chile 6 3 2 0 1 7 5 +2
3   Panamá 3 3 1 0 2 4 10 –6
4   Bolívia 0 3 0 0 3 2 7 –5
6 de junho Panamá   2 – 1   Bolívia Camping World Stadium, Orlando
19:00 (UTC−4)
Pérez   11',   87' CONMEBOL
CONCACAF
Arce   54' Público: 13 466
Árbitro:  CRC Ricardo Montero
6 de junho Argentina   2 – 1   Chile Levi's Stadium, Santa Clara
22:00 (UTC−4)
Di María   51'
Banega   59'
CONMEBOL
CONCACAF
Fuenzalida   90+3' Público: 69 451
Árbitro:  URU Daniel Fedorczuk

10 de junho Chile   2 – 1   Bolívia Gillette Stadium, Foxborough
19:00 (UTC−4)
Vidal   46',   90+10' (pen) CONMEBOL
CONCACAF
Campos   61' Público: 19 392
Árbitro:  USA Jair Marrufo
10 de junho Argentina   5 – 0   Panamá Soldier Field, Chicago
21:30 (UTC−4)
Otamendi   7'
Messi   68',   78',   87'
Agüero   90'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 53 885
Árbitro:  SLV Joel Aguilar

14 de junho Chile   4 – 2   Panamá Lincoln Financial Field, Filadélfia
20:00 (UTC−4)
Vargas   15',   43'
Sánchez   50',   89'
CONMEBOL
CONCACAF
Camargo   5'
Arroyo   75'
Público: 27 260
Árbitro:  ECU Roddy Zambrano
14 de junho Argentina   3 – 0   Bolívia CenturyLink Field, Seattle
22:00 (UTC−4)
Lamela   13'
Lavezzi   15'
Cuesta   32'
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 45 753
Árbitro:  PER Víctor Carrillo

Fase finalEditar

Quartas de final Semifinais Final
                   
16 de junho – Seattle        
   Estados Unidos  2
21 de junho – Houston
   Equador  1  
   Estados Unidos  0
18 de junho – Foxborough
     Argentina  4  
   Argentina  4
26 de junho – East Rutherford
   Venezuela  1  
   Argentina  0 (2)
17 de junho – East Rutherford
     Chile (pen)  0 (4)
   Peru  0 (2)
22 de junho – Chicago
   Colômbia (pen)  0 (4)  
   Colômbia  0 Terceiro lugar
18 de junho – Santa Clara
     Chile  2  
   México  0    Estados Unidos  0
   Chile  7      Colômbia  1
25 de junho – Glendale

Quartas de finalEditar

16 de junho Estados Unidos   2 – 1   Equador CenturyLink Field, Seattle
21:30 (UTC−4)
Dempsey   22'
Zardes   65'
CONMEBOL
CONCACAF
Arroyo   74' Público: 47 322
Árbitro:  COL Wilmar Roldán

17 de junho Peru   0 – 0   Colômbia MetLife Stadium, East Rutherford
20:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 79 194
Árbitro:  ARG Patricio Loustau
    Penalidades  
Ruidíaz  
Tapia  
Trauco  
Cueva  
2 – 4   Rodríguez
  Cuadrado
  D. Moreno
  Pérez
 

18 de junho Argentina   4 – 1   Venezuela Gillette Stadium, Foxborough
19:00 (UTC−4)
Higuaín   8',   28'
Messi   60'
Lamela   71'
CONMEBOL
CONCACAF
Rondón   70' Público: 59 183
Árbitro:  MEX Roberto García

18 de junho México   0 – 7   Chile Levi's Stadium, Santa Clara
22:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Puch   16',   88'
Vargas   44',   52',   57',   74'
Sánchez   49'
Público: 70 547
Árbitro:  BRA Héber Lopes

SemifinalEditar

21 de junho Estados Unidos   0 – 4   Argentina NRG Stadium, Houston
21:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Lavezzi   3'
Messi   32'
Higuaín   50',   86'
Público: 70 858
Árbitro:  PAR Enrique Cáceres

22 de junho Colômbia   0 – 2   Chile Soldier Field, Chicago
20:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Aránguiz   7'
Fuenzalida   11'
Público: 55 423
Árbitro:  SLV Joel Aguilar

Disputa pelo terceiro lugarEditar

25 de junho Estados Unidos   0 – 1   Colômbia University of Phoenix Stadium, Glendale
20:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Bacca   31' Público: 30 000
Árbitro:  URU Daniel Fedorczuk

FinalEditar

 Ver artigo principal: Final da Copa América Centenário
26 de junho Argentina   0 – 0 (pro)   Chile MetLife Stadium, East Rutherford
20:00 (UTC−4)
CONMEBOL
CONCACAF
Público: 82 026
Árbitro:  BRA Héber Lopes
    Penalidades  
Messi  
Mascherano  
Agüero  
Biglia  
2 – 4   Vidal
  Castillo
  Aránguiz
  Beausejour
  Silva
 

PremiaçãoEditar

Copa América Centenário
 
Chile
Campeão
(2º título)
Prêmio Bola de Ouro Prêmio Chuteira de Ouro Prêmio Luva de Ouro
 CHI Alexis Sánchez  CHI Eduardo Vargas  CHI Claudio Bravo
Prêmio Fair Play
  Argentina

Equipe do torneioEditar

Goleiro Defesa Meias Atacantes

  Claudio Bravo

  Mauricio Isla

  Nicolás Otamendi

  Gary Medel

  Jean Beausejour

  Arturo Vidal

  Javier Mascherano

  Charles Aránguiz

  Lionel Messi

  Eduardo Vargas

  Alexis Sánchez

Fonte:[33]

EstatísticasEditar

ArtilhariaEditar

AssistênciasEditar

Homem do JogoEditar

Maiores públicosEditar

Público Seleção Placar Seleção Estádio Data Fase Ref.
1 83 263 México   2–0   Jamaica Rose Bowl 9 de junho Grupo C [37]
2 82 026 Argentina   0–0 (2–4 p)   Chile MetLife Stadium 26 de junho Final [38]
3 79 194 Peru   0–0 (2–4 p)   Colômbia MetLife Stadium 17 de junho Quartas de final [39]
4 70 858 Estados Unidos   0–4   Argentina NRG Stadium 21 de junho Semifinal [40]
5 70 547 México   0–7   Chile Levi's Stadium 18 de junho Quartas de final [41]
6 69 451 Argentina   2–1   Chile Levi's Stadium 6 de junho Grupo D [42]
7 67 439 Estados Unidos   0–2   Colômbia Levi's Stadium 3 de junho Grupo A [43]
8 67 319 México   1–1   Venezuela NRG Stadium 13 de junho Grupo C [44]
9 60 025 México   3–1   Uruguai University of Phoenix Stadium 5 de junho Grupo C [45]
10 59 183 Argentina   4–1   Venezuela Gillette Stadium 18 de junho Quartas de final [46]

Classificação finalEditar

A classificação final é determinada através da fase em que a seleção alcançou e a sua pontuação, levando em conta os critérios de desempate.

Pos. Seleção Gr Pts J V E D GP GC SG
Final
1   Chile D 13 6 4 1 1 16 5 +11
2   Argentina D 16 6 5 1 0 18 2 +16
Decisão do 3º e 4º lugares
3   Colômbia A 10 6 3 1 2 7 6 +1
4   Estados Unidos A 9 6 3 0 3 7 8 –1
Eliminados nas quartas de final
5   Peru B 8 4 2 2 0 4 2 +2
6   Venezuela C 7 4 2 1 1 4 5 –1
7   México C 7 4 2 1 1 6 9 –3
8   Equador B 5 4 1 2 1 7 4 +3
Eliminados na fase de grupos
9   Brasil B 4 3 1 1 1 7 2 +5
10   Costa Rica A 4 3 1 1 1 3 6 –3
11   Uruguai C 3 3 1 0 2 4 4 0
12   Panamá D 3 3 1 0 2 4 10 –6
13   Paraguai A 1 3 0 1 2 1 3 –2
14   Bolívia D 0 3 0 0 3 2 7 –5
15   Jamaica C 0 3 0 0 3 0 6 –6
16   Haiti B 0 3 0 0 3 1 12 –11

Referências

  1. «U.S. to host 2016 Copa America» (em inglês). ESPNFC. 1 de maio de 2014. Consultado em 7 de julho de 2014 
  2. «La Copa Centenário y su repercusión en la prensa internacional» (em espanhol). CONMEBOL. 12 de setembro de 2015. Consultado em 19 de novembro de 2015 
  3. «Conmebol anuncia edição especial da Copa América em 2016, nos EUA». GloboEsporte.com. 24 de outubro de 2012. Consultado em 24 de outubro de 2012 
  4. «Messi isola pênalti, Chile volta a frustrar a Argentina e conquista o bi». UOL Esporte. 26 de junho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016 
  5. Juan Martín Montes (8 de fevereiro de 2012). «Pretenden nueva era en Concacaf» (em espanhol). MedioTiempo. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  6. «Conmebol anuncia edição especial da Copa América em 2016, nos EUA». GloboEsporte.com. 24 de outubro de 2012. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  7. «Conmebol e Concacaf dão vida a Copa América Centenário». CONMEBOL. 1 de maio de 2014. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  8. «Copa América Centenário officially added 2016 FIFA events calendar» (em inglês). CONMEBOL. 26 de setembro de 2014. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  9. Mike Prindiville (1 de maio de 2014). «US to host Copa America Centenario in 2016» (em inglês). NBC Sports. Consultado em 2 de maio de 2014 
  10. «La Copa América Centenario 2016 a celebrarse en EEUU, estaría en duda» (em espanhol). ESPN. 2 de junho de 2015. Consultado em 25 de julho de 2015 
  11. Ryan Rosenblatt (28 de maio de 2015). «The Gold Cup will be played despite FIFA arrests, Copa America 2016 may be off» (em inglês). SB Nation. Consultado em 25 de julho de 2015 
  12. «FIFA Indictments» (em inglês). New York Times. 27 de maio de 2015. Consultado em 28 de maio de 2015 
  13. «Fifa officials arrested on corruption charges as World Cup inquiry launched» (em espanhol). The Guardian. 27 de maio de 2015. Consultado em 27 de maio de 2015 
  14. a b «Nine FIFA Officials and Five Corporate Executives Indicted for Racketeering Conspiracy and Corruption» (em inglês). Departamento de Justiça dos Estados Unidos. 27 de maio de 2015. Consultado em 27 de maio de 2015 
  15. Bryan Armen Graham (27 de maio de 2015). «Fifa in crisis amid corruption arrests and World Cup voting inquiry – live updates (15:51)» (em inglês). The Guardian. Consultado em 27 de maio de 2015 
  16. «Copa América Centenário é confirmada pela Conmebol». CBF. 6 de novembro de 2015. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  17. «Conmebol confirma la Copa América del Centenario 2016» (em espanhol). AS. 26 de agosto de 2015. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  18. «Copa América Centenario no se hará en EE.UU. ni con 16 equipos» (em espanhol). AS. 27 de agosto de 2015. Consultado em 29 de agosto de 2015 
  19. «Conmebol confirma la Copa América del Centenario 2016» (em espanhol). Studio Fútbol. 1 de setembro de 2015. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  20. «Centennial Cup America 2016 Venue Selection Process Draws Interest from 24 Metropolitan Areas across U.S.» (em inglês). CONCACAF. 8 de janeiro de 2015. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  21. «Conmebol e Concacaf confirmam Copa América Centenário nos EUA». Terra. 17 de setembro de 2015. Consultado em 20 de novembro de 2015 
  22. «Com palco do Tetra, Conmebol oficializa 10 sedes da Copa América». GloboEsporte.com. 19 de setembro de 2015. Consultado em 19 de setembro de 2015 
  23. "Copa America coming to U.S. in ’16", Washington Post, 1 de maio de 2014
  24. Doble ración de Copa América, Marca, 5 de janeiro de 2014.
  25. ESPN Brasil (1 de maio de 2014). «Copa América 2016 será nos Estados Unidos e terá seleções da Conmebol e Concacaf» 
  26. «ÁRBITROS COPA AMERICA CENTENARIO USA 2016» (PDF). CONMEBOL. Consultado em 5 de maio de 2016 
  27. «Ordem Ciento: The Official Match Ball of COPA America Centenario». Nike. 21 de fevereiro de 2016. Consultado em 17 de junho de 2016 
  28. «Sorteio da Copa América Centenário será realizado em 21 de fevereiro». Fox Sports. 19 de janeiro de 2016. Consultado em 24 de janeiro de 2016 
  29. Globo Esporte. «Brasil se dá bem e enfrentará Equador, Haiti e Peru na Copa América 2016». Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  30. «Group Seeds and Game Dates Announced for 2016 Copa America Centenario» (em inglês). CONCACAF. 17 de dezembro de 2015. Consultado em 24 de janeiro de 2016 
  31. «Brasil jogará em palco do tetra e Orlando na Copa América Centenário». GloboEsporte.com. 17 de dezembro de 2015. Consultado em 17 de dezembro de 2015 
  32. «Copa America Centenario - Full Schedule Graphic» (em inglês). CA2016.com. Consultado em 17 de dezembro de 2015 
  33. «Onze sul-americanos compõem o time ideal da Copa América Centenário». CONMEBOL. 28 de junho de 2016 
  34. a b c d e f «Estatísticas Gols e Assistências» (em ingles). CONCACAF. Consultado em 14 de junho de 2016. Arquivado do original em 15 de outubro de 2016 
  35. a b c «Estatísticas Gols e Assistências» (em ingles). CONCACAF. Consultado em 24 de junho de 2016. Arquivado do original em 15 de outubro de 2016 
  36. a b c d e f g h «Premiação». CA2016.com. Consultado em 6 de junho de 2016 
  37. «Mexico beats Jamaica, earns Copa quarterfinal spot» (em inglês). CONCACAF. 10 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  38. «Chile sagra-se campeão da Copa América Centenário». CONMEBOL. 26 de junho de 2016. Consultado em 27 de junho de 2016 
  39. «Colômbia ganha classificação nos pênaltis». CONMEBOL. 17 de junho de 2016. Consultado em 18 de junho de 2016 
  40. «Haverá final sul-americana: Argentina goleia EUA e vai pelo título». CONMEBOL. 21 de junho de 2016. Consultado em 22 de junho de 2016 
  41. «De goleada, Chile derrota México e avança às semis». CONMEBOL. 18 de junho de 2016. Consultado em 23 de junho de 2016 
  42. «Argentina mostra credencial de candidata: venceu Chile 2-1». CONMEBOL. 7 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  43. «Colômbia inaugura Copa América Centenário derrotando EUA 2-0». CONMEBOL. 3 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  44. «Com sobressaltos, México garante o primeiro lugar do Grupo C» (em espanhol). CONMEBOL. 13 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016 
  45. «México se apresenta como favorito ao vencer Uruguai». CONMEBOL. 5 de junho de 2016. Consultado em 11 de junho de 2016 
  46. «Com Messi, Argentina atropela Venezuela 4-1 e parte às semis». CONMEBOL. 18 de junho de 2016. Consultado em 19 de junho de 2016 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Copa América Centenário