Meus Filhos, Minha Vida

telenovela brasileira produzida e exibida pelo SBT
 Nota: Não confundir com Meu Filho, Minha Vida.

Meus Filhos, Minha Vida é uma telenovela brasileira produzida e exibida pelo SBT entre 8 de junho de 1984 e 8 de março de 1985, em 237 capítulos, às 19h45, substituindo Vida Roubada e sendo substituída por Jogo do Amor. Escrita por Ismael Fernandes, com colaboração de Crayton Sarzy e Henrique Lobo, sob direção de Henrique Lobo e Jardel Mello e direção geral de Antonino Seabra.[1] Foi a primeira novela original do SBT, após 12 adaptações de mexicanas.[1] Sucesso de público, chegou a atingir 20 pontos e rendeu à Miriam Pires o Prêmio APCA de Melhor Atriz.[2]

Meus Filhos, Minha Vida
Meus Filhos, Minha Vida
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Duração 45 minutos
Criador(es) Ismael Fernandes
Elenco
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Episódios 237
Produção
Diretor(es) Antonino Seabra
Roteirista(s) Crayton Sarzy
Henrique Lobo
Tema de abertura "Obrigado Meu Deus", Agnaldo Rayol
Exibição
Emissora original SBT
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 8 de junho de 1984 – 8 de março de 1985
Cronologia
Programas relacionados Razão de Viver

Conta com Miriam Pires, Dênis Derkian, Raymundo de Souza, Carlo Briani, Sônia de Paula, Arlete Montenegro, Rogério Márcico e Cláudia Alencar nos papéis principais.

Produção editar

Devido a boa repercussão de sua primeira novela longa, Vida Roubada – após anos produzindo obras curtas entre 50 e 90 capítulos e com um único núcleo – Sílvio Santos decidiu dar um passo adiante e encomendou para Ismael Fernandes uma obra autoral aos moldes tradicionais.[1] Assim, Meus Filhos, Minha Vida foi a primeira novela original do SBT, após 12 adaptações de textos mexicanos, sendo também a primeira a ter núcleos paralelos que não necessariamente se interligam.[1] Para tal, a emissora investiu na contratação de atores da Rede Globo e Band, como Miriam Pires, Dênis Derkian, Carlo Briani, Cláudia Alencar e Carmem Silva.[3][4] Devido ao sucesso, os 120 capítulos programados inicialmente acabaram se tornando 237.[1]

Reboot editar

A novela ganhou um reboot – versão de uma obra com outro encaminhamento – em 1996 chamada Razão de Viver, protagonizada por Irene Ravache, Adriana Esteves e Joana Fomm.

Enredo editar

Luzia é uma costureira batalhadora de São Paulo que sustenta sozinha os três filhos: Mário, André e Pedro. Após o primeiro ser preso num assalto, a mãe vende sua casa para pagar os advogados, deixando para trás as amigas Jandira e Alzira, e eles vão morar num cortiço alugado, sendo o estopim para que André, revoltado com a pobreza, abandone a família e a namorada Cleusa para ir para o Rio de Janeiro, onde conhece a rica e deprimida Olga, que sempre foi submissa aos desmandos dos pais Yara e Pascoal, decidindo dar o golpe-do-baú nela. Com o nome fichado, Mário também decide ir para o Rio buscando uma nova vida e atrás deve vai Pedro, temendo que o irmão volte a se envolver no crime.

Para trás fica Zilda, namorada de Mário, que sempre a tratou Luzia como uma mãe e nem imagina que o amado conheceu outra mulher, Rosa, esperando que um dia ele volte para se casar com ela. No cortiço também moram Sonia e Gilson, um casal de trambiqueiros que vive de dar golpes e roubam o dinheiro que Luzia pede para enviar religiosamente aos filhos, além de Cristina e Heitor, casal desempregado que não sabe como sustentar o filho João. Há ainda o romance da modelo Matilde e do fotógrafo Alex. Na reta final, André se apaixona por Isabel, irmã indomável e dominadora de Olga, que volta da Europa.

Elenco editar

Ator Personagem
Miriam Pires Luzia Santos
Dênis Derkian André Santos
Raymundo de Souza Mário Santos
Carlo Briani Pedro Santos
Sônia de Paula Olga Montenegro
Arlete Montenegro Yara Montenegro
Rogério Márcico Pascoal Montenegro
Cláudia Alencar Zilda
Patrícia Scalvi Rosa
Célia Coutinho Sonia Pacheco
João Signorelli Gilson Pacheco
Carmem Silva Ana Pacheco
Wilma Dias Matilde
Arnaldo Weiss Alex Veiga
Gésio Amadeu Dante
Helena Ramos Cleusa
Fábio Mássimo Dr. Rafael
Wilma de Aguiar Jandira
Gessy Fonseca Alzira
Tereza Teller Cristina Morada
Alberto Baruque Heitor Morada
José Parisi Padre Miguel
Ivete Bonfá Fátima
Bárbara Fazzio Flora
Miguel M. Abrahão Marquinhos
Sônia Lima Sabrina
Daliléa Ayala Violante
Alexandra Corrêa Clarice
Felipe Donavan Camargo
Lu Martan Alípio
Wendel Bezerra João Morada

Participações especiais editar

Ator Personagem
Cleyde Yáconis Adelaide
Eliane Giardini Isabel Montenegro
Eleu Salvador Benjamim Montenegro
Roberto Scudero Zé Carlos
Abrahão Farc Advogado de Mário
Carlos Koppa Agenor
Paulo Hesse Pascoal Pai
Cláudio Curi Delegado da Colômbia
Bruno Giordano Dudu
Aparecida de Castro Antonieta
Daliléa Ayala Dalila
Dante Ruy Noé
Elvira Gentil Rogéria
Carlos Silveira Policial
Nhá Barbina Madame Rúbia
Edgard Franco Ed
Eleu Salvador Eliseu
Xandó Batista Armando
Elvira Gentil Cibele
Henrique Lisboa Jonas
Helô Pinheiro Ela mesma
Marly Marley Ela mesma
Mauro Alencar Ele mesmo

Reprises editar

Foi reprisada pela primeira vez entre 4 de março a 4 de outubro de 1985, às 15h30, em 149 capítulos substituindo Os Ricos Também Choram e sendo substituída por O Direito de Nascer.

Foi reprisada pela segunda vez entre 7 de maio a 3 de novembro de 1990, às 18h30, em 156 capítulos, substituindo Cortina de Vidro e sendo substituída por Brasileiras e Brasileiros.

Audiência editar

Foi a primeira novela realmente competitiva do SBT, garantindo a vice-liderança e fechando com média geral de 12 pontos.[5] Seu recorde foi 20 pontos, atingido em 18 de outubro de 1984.[6]

Triha sonora editar

Todas as canções da novela foram interpretadas por Agnaldo Rayol, com exceção de Even the Nights Are Better e Therms of Endearment Theme, que são instrumentais.

  • Obrigado meu Deus (Tema de abertura)
  • Champagne
  • É sempre amor (As Time Goes By)
  • Trovador
  • Fascinação

Referências

  1. a b c d e «"Meus Filhos, Minha Vida"». Teledramaturgia. Consultado em 5 de maio de 2016. Arquivado do original em 5 de junho de 2012 
  2. «Com "Meus Filhos, Minha Vida" o SBT encontra o caminho da audiência no horário nobre». R7. Consultado em 26 de junho de 2023 
  3. «Novela 'Meus Filhos Minha Vida' é exibida há 36 anos mundo afora. SBT diz ser pirataria e elenco protesta». heloisatolipan. Consultado em 26 de junho de 2023 
  4. «Atriz Miriam Pires assina para estrelar a novela 'Meus Filhos, Minha Vida' no SBT». SBTpédia. Consultado em 26 de junho de 2023 
  5. «Há 32 anos, SBT encerrava (pela primeira vez) seu núcleo de teledramaturgia com Uma Esperança no Ar». observatoriodatv. Consultado em 26 de junho de 2023 
  6. «MELODRAMA EM SEGUNDA VINDA». TV Pesquisa. Consultado em 26 de junho de 2023 

Ligações externas editar