Abrir menu principal
Fernando Cachopa
Voleibol
Nome completo Fernando Gil Kreling
Apelido Cachopa
Modalidade Voleibol indoor
Nascimento 13 de janeiro de 1996 (23 anos)
Caxias do Sul, RS
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 85 kg Altura: 1,85 m
Clube Brasil Sada Cruzeiro Vôlei
Medalhas
Competidor do Bandeira do Brasil Brasil
Copa Pan-Americana
Ouro Reno (Nevada) 2015 Equipe
Campeonato Sul-Americano Sub-23
Ouro Cartagena das Índias 2016 Equipe
Campeonato Mundial Sub-23
Ouro Uberlândia 2013 Equipe
Copa Pan-Americana Juvenil
Ouro Gatineau 2015 Equipe
Campeonato Sul-Americano Sub-23
Ouro Saquarema 2014 Equipe
Campeonato Sul-Americano Juvenil
Ouro Saquarema 2014 Equipe
Campeonato Sul-Americano Infantojuvenil
Ouro Santiago 2012 Equipe
Campeonato Sul-Americano Infantil
Ouro Guayaquil 2011 Equipe
Competidor do Cruzeiro
Campeonatos Mundiais
Ouro Betim e Belo Horizonte 2016 Equipe
Ouro Betim 2015 Equipe
Bronze Polônia 2017 Equipe
Campeonato Sul-Americano de Clubes
Ouro Montes Claros 2018 Equipe
Ouro Montes Claros 2017 Equipe
Ouro Taubaté 2016 Equipe
Prata San Juan 2015 Equipe

Fernando Gil Kreling (Caxias do Sul, 13 de janeiro de 1996 é um voleibolista indoor brasileiro atuante na posição de levantador, com marca de alcance de 319 cm no ataque e 301 cm no bloqueio, conquistou títulos nas categorias de base da seleção brasileira, disputou três edições de Campeonato Mundial na categoria Sub-23, nos anos de 2013, 2015 e 2017; sagrou-se medalhista de ouro na Copa Pan-Americana de 2015 nos Estados Unidos.Em clubes é tetracampeão do Campeonato Sul-Americano de Clubes nos anos de 2015, 2016, 2017 e 2018, e bicampeão do Campeonato Mundial de Clubes nos anos de 2015 e2016, e nesta competição possui a medalha de bronze na edição de 2017.

Índice

CarreiraEditar

Em sua terra natal ocorre sua trajetória de voleibolista, quando ingressou nas categorias de base da APAAVôlei/Marcopolo/UCS aos 10 anos[1] e visou a carreira profissional a partir de 2008[2], e ganhou o apelido de Cachopa, pelo estilo de cabelo que associaram ao formato de uma colmeia de abelha, também chamada de cachopa[3].

É irmão do também levantador Felipe Gil Kreling, em que se espelhou para ingressar na modalidade e em 2011 foi convocado pelo técnico Percy Oncken para categoria de base da Seleção Brasileira, quando disputou a primeira edição do Campeonato Sul-Americano Infantil sediado em Guayaquil, Equador, sendo capitão do grupo[4][5]sagrando-se medalhista de ouro[6]e também premiado como melhor levantador na edição[7].

Convocado para Seleção Gaúcha e conquistou o vice-campeonato na edição do Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais de 2012, primeira divisão, na categoria infantojuvenil, sediado em São Caetano do Sul[8], neste mesmo ano representou a APAAVOLEI/UCS/Prefeitura de Caxias do Sul na conquista dos Jogos Abertos de Caxias do Sul[9], sob o comando do técnico Giovani Brisotto[10], conquistou também o título da Copa Rio Grande Sul Infantojuvenil cuja fase final deu-se em Porto Alegre[11].

Novamente foi convocado pelo técnico Percy Oncken na temporada de 2012, para compor o elenco infantojuvenil da Seleção Brasileira[12], disputou amistosos com equipes internacionais[13], e fez parte do elenco que competiu na edição do Campeonato Sul-Americano Infantojuvenil de 2012, este sediado em Santiago, Chile, e conquistou a medalha de ouro, e novamente premiado como o melhor levantador[14][15]. Também representou o Colégio Madre Imilda nos anos de 2012 e 2013 nas edições dos Jogos Escolares Professor Luiz César dos Santos, antes já havia conquistando dois títulos em categorias do torneio, sendo premiado no ano de 2012 na categoria voleibol juvenil masculino[16], quando ficou em terceiro lugar[17], na edição de 2013 acendeu a pira olímpica[18] e sob o comando da professora Rosmari Moschen conquistou mais um título[19].

Pela a Seleção Brasileira na categoria infantojuvenil, em preparação para o Campeonato Mundial, disputou a Superliga Brasileira B 2013[20] e não avançou a fase final nesta edição; em seguida competiu no Campeonato Mundial Infantojuvenil de 2013 realizado nas cidades mexicanas de Tijuana e Mexicali[21]e disputou esta edição vestindo a camisa #14[22], ocasião que o Brasil não avançou as finais, terminando na quinta colocação[23][24], mas figurou nas estatísticas como o quarto entre os melhores levantadores[25], e mais tarde recebeu convocado para Seleção Brasileira, desta vez na categoria sub-23, para os treinamentos em preparação ao primeiro Campeonato Mundial de 2013 realizado em Uberlândia, Brasil[26], quando vestiu a camisa #2[27] e conquistou a medalha de ouro[28].

No ano de 2014 foi convocado para integrar a Seleção Brasileira para os treinamentos da seleção juvenil[29] e disputou a edição do Campeonato Sul-Americano Juvenil na cidade de Saquarema, Brasil, ocasião da conquista da medalha de ouro, sendo eleito o melhor levantador da competição[30]; também foi convocado para a Seleção Brasileira para disputar a primeira edição do Campeonato Sul-Americano Sub-22, mais tarde chamaria Sub-23, realizado na cidade Saquarema[31]ocasião da conquista da medalha de ouro[32]. A partir de 2014 integrou as categorias de base do Sada Cruzeiro Vôlei [33]e conquistando o vice-campeonato da Taça Paraná de 2014, categoria juvenil, embora ele e os demais do elenco na faixa infantojuvenil, e foi premiado como o melhor levantador e o melhor jogador da edição[34], também conquistou os títulos do Campeonato Metropolitano Infantojuvenil (Assessoria Regional 6) [35], do Metropolitano Juvenil (Assessoria Regional 6) [36], Copa Minas Infantojuvenil[37]e o Campeonato Mineiro Infantojuvenil[35].

Ainda em 2014 foi convocado para um período de treinamento com a Seleção Brasileira principal[38].Disputou a edição da Superliga B 2014 pelo clube que utilizou a alcunha Sada/Funec/Contagem, composto pelas categorias de base infantojuvenil e juvenil[39], mesmo assim competindo com elencos adultos fizeram a melhor campanha da primeira fase, por decisão do STJD a equipe foi impedida de disputar o terceiro jogo da fase semifinal por escalação irregular de atletas, sendo desclassificada, finalizando na terceira posição[40];também com elenco adulto disputou a edição de Superliga Brasileira A, correspondente a temporada 2014-15[15]e obteve o seu primeiro nacional[41].

No final da jornada 2014-15 disputou pelo Sada Cruzeiro na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes em 2015, este sediado em San Juan, na Argentina, ocasião da conquista a medalha de prata[42][43][44], com elenco profissional do Sada Cruzeiro disputou a edição do Campeonato Mundial de Clubes de 2015, sediado em Betim, vestindo a camisa #14[45]obtendo a inédita medalha de ouro em sua carreira[46].

No ano de 2015 recebeu convocação para Seleção Brasileira em preparação para o Campeonato Mundial Juvenil no México[47], na sequência disputou a edição da Copa Pan-Americana Sub-21 em Gatineau, no Canadá, vestindo a camisa#14[48]conquistando a medalha de ouro[49][50].

Representou na sequência o selecionado brasileiro no Campeonato Mundial Juvenil de 2015 em Tijuana e Mexicali, cidades mexicanas, também vestindo a camisa#14 e novamente assumiu a função de capitão de um elenco brasileiro[51] e alcançou a quarta posição final[52][53] e figurou na quinta posição entre os melhores levantadores do torneio[54].

Ainda na temporada de 2015 foi convocado para Seleção Brasileira Sub-23 para disputar edição do Campeonato Mundial Sub-23 de 2015 em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, vestindo a camisa #7 encerrou na quinta colocação[55]e nesta jornada conquistou pela Seleção Brasileira de Novos a medalha de ouro na Copa Pan-Americana em Reno [56].

Nas competições do período de 2015-16 permanece no Sada Cruzeiro Vôlei e disputou a edição do Campeonato Mineiro de 2015[57][58], adiante disputou a primeira edição da Supercopa Brasileira em 2015, realizada em Itapetininga, conquistando o título[59]e conquistou o título da Superliga Brasileira A 2015-16[60], registrando oito pontos, destes foram 4 de ataques, 1 de bloqueios e 3 de saques[61] e ainda alcançou o título da Copa Brasil de 2016, evento sediado em Campinas[62].

No ano de 2016 sagrou-se campeão na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes, sediado em Taubaté[63], disputando outra edição do Campeonato Mundial de Clubes e vestindo a camisa #14[64]obtendo o bicampeonato mundial[65]. Recebeu convocação em 2016 para Seleção Brasileira para disputar o Campeonato Sul-Americano Sub-23 na cidade colombiana de Cartagena das Índias [66], conquistando a medalha de ouro de forma invicta[67] e integrou a seleção do campeonato como melhor levantador[68].

Renovou para as competições do período de 2016-17 com o Sada Cruzeiro, sagrando-se bicampeão do Campeonato Mineiro de 2016[69]e foi bicampeão também da Supercopa Brasileira de 2016[70]>; disputou também na edição da correspondente Superliga Brasileira A[71][72], obtendo o tricampeonato consecutivo nacional[73][74][15].

Disputou a edição da Copa Brasil de 2017 realizada em Campinas, ocasião que avançou as semifinais e time sofreu eliminação[75], também sagrou-se tricampeão da edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes de 2017, sediado em Montes Claros [76], fazendo parte da seleção do campeonato na condição de segundo melhor ponteiro[77].

O técnico Giovane Gávio o convocou para disputar a edição do Campeonato Mundial Sub-23 em Cairo, no Egito, integrando o elenco que se preparava para o Desafio Internacional Brasil- Argentina, na cidade de Videira [78][79],e venceu os dois amistosos integrantes do referido desafio[80];vestindo a camisa #14 e capitaneando a equipe[81], sendo a terceira edição que disputa deste campeonato[82],alcançou as semifinais e finalizou na quarta colocação[83][84][85].

Em mais uma temporada pelo Sada Cruzeiro disputou as competições do período 2017-18, na pré-temporada disputou aa edição do Desafio Sul-Americano de Vôlei na San Juan (Argentina) conquistando o título[86], também alcançando o tricampeonato do Campeonato Mineiro de 2017[87] e o tricampeonato também na edição da Supercopa de 2017[88] e conquistou nesta mesma temporada o bicampeonato da Copa Brasil de 2018 em São Paulo[89] e neste mesmo ano sagrou-se tetracampeão na edição do Campeonato Sul-Americano de Clubes novamente sediada em Montes Claros [90].E venceu a primeira partida da final da Superliga Brasileira A 2017-18[91]. e ao vencer a segunda partida dos playoffs da fase final sagrou-se tetracampeão nacional de forma consecutiva[92].

Renovou com o Sada Cruzeiro por mais uma temporada e conquistou o título do Campeonato Mineiro de 2018[93], e foi eleito o melhor jogador do campeonato[94], na sequência conquistou o vice-campeonato da Supercopa Brasileira de 2018 realizada em Belo Horizonte[95].

Títulos e resultadosEditar

Premiações individuaisEditar

Ligações externasEditar

  1. Gilberto Mendes (28 de abril de 2016). «APAAVôlei – Visitas especiais e Festival Mercosul». Visão Esportiva.com]] (em portugues). Consultado em 1 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  2. «Revelação do voleibol brasileiro, Fernando Cachopa lança marca oficial». Espaço do Vôlei (em portugues). 17 de janeiro de 2017. Consultado em 1 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  3. «14 - FERNANDO CACHOPA». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 6 de dezembro de 2017. Consultado em 1 de maio de 2018 
  4. «Campeão sul-americano, levantador caxiense Fernando Gil Kreling volta da seleção». Pioneiro (em portugues). 24 de novembro de 2011. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  5. «SELEÇÃO INFANTIL MASCULINA: Percy Oncken convoca para Sul-Americano». CBV (em portugues). 29 de setembro de 2011. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 26 de agosto de 2017 
  6. «SUDAMERICANO INFANTIL MASCULINO: Brasil vence a Argentina y se lleva el oro». CSV (em espanhol). 21 de novembro de 2011. Consultado em 3 de maio de 2018 
  7. a b «SUL-AMERICANO INFANTIL MASCULINO: Brasil supera Argentina é campeão». CBV (em portugues). 21 de novembro de 2011. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2017 
  8. a b Carlos Ribeiro (21 de maio de 2012). «Notícias APAA Vôlei UCS-SELEÇÃO GAÚCHA INFANTO MASCULINA». Jornal Show de Bola (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  9. a b Carlos Ribeiro (21 de maio de 2012). «APAAVOLEI / UCS / PREFEITURA DE CAXIAS DO SUL VENCE OS JOGOS ABERTOS DE VÔLEI MASCULINO». Jornal Show de Bola (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  10. Carlos Ribeiro (21 de maio de 2012). «Notícias APAA Vôlei UCS-JOGOS ABERTOS DE CAXIAS DO SUL». Jornal Show de Bola (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  11. a b Carlos Ribeiro (27 de maio de 2012). «Notícias APAA Vôlei UCS- COPA RS INFANTO MASCULINA». Jornal Show de Bola (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  12. «SELEÇÃO INFANTO JUVENIL MASCULINA: Técnico Percy Oncken faz primeira convocação do ano». CBV (em portugues). 15 de junho de 2012. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  13. «Seleção infantojuvenil masculina faz dois amistosos contra Itália no Tijuca». Melhor do Vôlei (em portugues). 22 de agosto de 2012. Consultado em 3 de maio de 2018 
  14. a b «Brasil se queda con el título y va con Argentina y Chile para el Mundial». CSV (em espanhol). 11 de novembro de 2012. Consultado em 1 de maio de 2018 
  15. a b c «Perfil Fernando (Cachopa)». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 2018. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  16. «Festa premia os melhores dos Jogos Escolares e da Miniolimpíada 2012- VOLEIBOL JUVENIL MASCULINO: FERNANDO GIL KRELING (MADRE IMILDA)». Prefeitura Municipal de Caxias do Sul (em portugues). 1 de dezembro de 2012. Consultado em 3 de maio de 2018 
  17. «Murialdo conquista o título no vôlei masculino juvenil». Pioneiro (em portugues). 21 de novembro de 2012. Consultado em 2 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  18. Carlos Ribeiro (2 de abril de 2013). «ABERTOS OS JOGOS ESCOLARES 2013». Jornal Show de Bola (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  19. «Escola Madre Imilda é campeã no vôlei masculino juvenil». Pioneiro (em portugues). 29 de novembro de 2013. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  20. «Superliga Série B–Temporada 2013-Brasil». CBV (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  21. «Convocação-Convocação Seleção Brasileira Infanto-Juvenil Masculina». CBV (em portugues). 28 de fevereiro de 2013. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 27 de agosto de 2017 
  22. «2013 Boy's U19 World Championship». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  23. «2013 FIVB Boy's U19 World Championship-Final Ranking». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  24. «MUNDIAL INFANTOJUVENIL MASCULINO: Brasil conquista a quinta colocação». CBV (em portugues). 7 de julho de 2013. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 2 de maio de 2018 
  25. «2013 FIVB Boy's U19 World Championship-STATISTICS-SETTERS». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  26. «Convocação- Convocação da Seleção Brasileira Masculina Sub-23». CBV (em portugues). 21 de agosto de 2013. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  27. «FIVB Volleyball Men's U23 World Championship –Brazil 2013-TEAM COMPOSITION-BRA / Brazil». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  28. «PRESS RELEASE-Brazil claim first U23 gold in magnificent finale». FIVB (em ingles). 13 de outubro de 2013. Consultado em 3 de maio de 2018 
  29. «SELEÇÃO JUVENIL MASCULINA: 25 atletas são convocados atletas para avaliação». CBV (em portugues). 7 de abril de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 2 de maio de 2018 
  30. a b «SUDAMERICANO JUVENIL: Argentina, Brasil y Chile en el podio». CSV (em espanhol). 31 de agosto de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018 
  31. «Convocação da Seleção Brasileira Sub-22 Masculina». CBV (em portugues). 20 de agosto de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 26 de agosto de 2017 
  32. «SUDAMERICANO SUB 22: Brasil es el campeón y con Argentina garantizan cupo en el Mundial sub 23». CSV (em espanhol). 13 de outubro de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018 
  33. Renato Araújo (9 de abril de 2014). «Levantador de 18 anos do Sada Cruzeiro é chamado para a seleção». Cruzeiro Esporte Clube (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  34. a b c d Daniel Ottoni (14 de novembro de 2014). «Sada Cruzeiro leva todos os prêmios individuais na Taça Paraná». O Tempo (jornal) (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  35. a b c d «SADA CRUZEIRO INFANTO É CAMPEÃO DO METROPOLITANO E ENCERRA 2014 COM TAÇA DE OURO». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 11 de dezembro de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  36. a b «SADA CRUZEIRO BATE MINAS E É TRICAMPEÃO DO METROPOLITANO JUVENIL». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 25 de novembro de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  37. a b «Copa Minas Infanto-Juvenil 2014 termina com título do Sada Cruzeiro». FMV (em portugues). 4 de dezembro de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  38. Daniel ottoni. «Levantador do juvenil do Sada é convocado para seleção adulta». O Tempo (jornal) (em portugues). 9 de abril de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018 
  39. Daniel Ottoni (18 de março de 2014). «Sada-Funec-Contagem faz história e está na final da Superliga B». O Tempo (jornal) (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  40. a b «STJD coloca a Voleisul/Paquetá Esportes na final da Superliga B». Portal Terra (em portugues). 31 de março de 2014. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 12 de abril de 2015 
  41. a b «Sada Cruzeiro vence Sesi-SP e conquista o tricampeonato da Superliga». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 12 de abril de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  42. «Sada Cruzeiro perde para o UPCN e é vice no Sul-Americano de vôlei». O Estadão (em portugues). 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 26 de março de 2015 
  43. «SUDAMERICANO DE CLUBES: UPCN San Juan vence a Sada y es nuevamente campeón». CSV (em espanhol). 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  44. «Deportes-UPCN es el nuevo campeón sudamericano de voley». UPCN Digital (em espanhol). 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 16 de fevereiro de 2015 
  45. «Men´s Club World Championship Betim 2015-Team-Compositon-SADA CRUZEIRO VOLEI». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  46. «Sada Cruzeiro recover FIVB Men's Club World Championship crown». FIVB (em ingles). 31 de outubro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  47. O Globo (7 de maio de 2015). «Vôlei: Seleção Juvenil inicia preparação para o Mundial do México» (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 1 de maio de 2018 
  48. «Brasil derrota o Chile e vai enfrentar os EUA na final da Copa Pan-Americana Masculina sub-21 de Vôlei». Clic RBS (em portugues). 27 de junho de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  49. «Brazilians lift Men's U21 Pan American Cup trophy». NORCECA (em ingles). 28 de junho de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  50. «2015 U21 Coupe Pan A–PAN AM CUP-Americaine Daily Bulletin-INDIVIDUAL AWARDS-Pág3» (PDF). NORCECA (em ingles). 28 de junho de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  51. «FIVB Volleyball Men's U21 World Championships Mexico 2015–Team roster- Brazil». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  52. a b «FIVB Volleyball Men's U21 World Championships Mexico 2015–Final Standing». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  53. «Seleção sub-21 de vôlei retorna ao Brasil após quarto lugar no Mundial». A Gazeta Esportiva (em portugues). 22 de setembro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  54. «FIVB Volleyball Men's U21 World Championships Mexico 2015–PLAYER STATISTICS-BEST SETTERS». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  55. «FIVB Volleyball Men's U23 World Championship 2015-Finals (Places 5-6)» (PDF). FIVB (em ingles). 31 de agosto de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  56. «2015 Men's Panamerican Cup, Reno, Nevada, USA-Finals (Places 1-2)» (PDF). Norceca. 17 de agosto de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  57. «Sada Cruzeiro bate UFJF e passa a liderar o Mineiro». Melhor do Vôlei (em portugues). 27 de setembro de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  58. a b «Em partida emocionante, Cruzeiro supera Minas e festeja hexacampeonato estadual de vôlei». O Estado de Minas (em portugues). 13 de junho de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  59. a b Rodolfo Quaranta (6 de novembro de 2015). «Cruzeiro bate o desfalcado Taubaté e leva o troféu da Supercopa para MG». GloboEsporte.com (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 9 de novembro de 2015 
  60. a b Danielle Rocha (10 de abril de 2016). «Cruzeiro passa sufoco, mas leva o tetra da Superliga e é "campeão de tudo"». GloboEsporte.com (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  61. «FERNANDO KRELING». CBV (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018 
  62. a b «Cruzeiro bate Campinas, leva Copa do Brasil e aumenta hegemonia nacional». Globoesporte.com (em portugues). Grupo Globo. 23 de janeiro de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  63. «SADA SE LLEVA EL ORO EN EL XVI SUDAMERICANO DE CLUBES». CSV (em espanhol). 21 de fevereiro de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018 
  64. «Men´s Club World Championship Betim 2016-Team-Compositon-SADA CRUZEIRO VOLEI». FIVB (em ingles). Consultado em 3 de maio de 2018 
  65. «Flawless display of Sada Cruzeiro to successfully retain crown at World Champs». FIVB (em ingles). 23 de outubro de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018 
  66. Regys Silva (25 de abril de 2016). «Convocada seleção masculina sub-23 de vôlei para o Sul-Americano». Surto Olímpico.com (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 29 de agosto de 2017 
  67. «Invicta, seleção masculina conquista o Sul-Americano Sub-23 na Colômbia». GloboEsporte.com (em portugues). 26 de junho de 2015. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 29 de agosto de 2017 
  68. a b «Sul-Americano Sub-23: Brasil domina premiação individual, com 4 brasileiros entre os melhores». Melhor do Vôlei (em portugues). 26 de junho de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 24 de maio de 2017 
  69. a b «SADA CRUZEIRO VENCE O MINAS E CONQUISTA O HEPTACAMPEONATO MINEIRO». Sada Cruzeiro Vôlei (em portugues). 7 de outubro de 2016. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  70. a b Daniel Ottoni (29 de outubro de 2016). «SÓ DÁ ELES!-Sada Cruzeiro vence Brasil Kirin e leva mais uma Supercopa». O Tempo (jornal) (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2017 
  71. «Sada Cruzeiro é o primeiro finalista da Superliga masculina». Zero Hora Esportes. 23 de abril de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  72. «Superliga Série A-Temporada 2016-2017- Sada». CBV (em portugues). 2016. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 17 de agosto de 2017 
  73. «Superliga 2016/2017-CLASSIFICAÇÃO SUPERLIGA MASCULINA-CLASSIFICAÇÃO FINAL». CBV. 19 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018. Arquivado do original em 10 de maio de 2017 
  74. a b «SADA CRUZEIRO BATE VÔLEI BRASIL KIRIN E É TETRACAMPEÃO DA SUPERLIGA». Sada Cruzeiro Vôlei. 10 de abril de 2016. Consultado em 1 de maio de 2018 
  75. Daniel Ottoni. «PELO CAMINHO-Em jogo eletrizante, Sada Cruzeiro cai para o Sesi na Copa Brasil». O Tempo (jornal) (em portugues). 19 de janeiro de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  76. Daniel Ottoni. «Soberano-Sada Cruzeiro fatura o tetra sul-americano sem perder um único set». O Tempo (jornal) (em portugues). 25 de fevereiro de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  77. «SADA CRUZEIRO ES TETRACAMPEÓN DEL SUDAMERICANO DE CLUBES DE MONTES CLAROS». CSV (em espanhol). 25 de fevereiro de 2017. Consultado em 1 de maio de 2018 
  78. Jornal Folha Editora (10 de maio de 2017). «Seleções do Brasil e da Argentina farão amistosos em Videira». Editora Folha de Videira. Consultado em 3 de maio de 2018 
  79. João Vitor Cirilo (8 de maio de 2017). «COM MORAL-Giovane convoca seleção sub-23 com sete do vôlei mineiro». O Tempo (jornal) (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018 
  80. «Seleção Brasileira Sub-23 vence Argentina em amistosos no interior catarinense». Espaço do Vôlei. 11 de julho de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  81. «FIVB Volleyball Men's U23 World Championship 2017-Egypt –TEAM-COMPOSITION-BRA». FIVB (em ingles). 2015. Consultado em 3 de maio de 2018 
  82. «Caxiense Fernando Cachopa vive a expectativa pela estreia no seu terceiro Mundial Sub-23 pela seleção». Pioneiro]] (em portugues). 15 de agosto de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de maio de 2018 
  83. «FIVB Volleyball Men's U23 World Championship 2017-Egypt –Final Standing». FIVB (em ingles). 25 de agosto de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  84. a b «HISTORY WRITTEN AS ARGENTINA CLAIM WORLD U23 TITLE». FIVB (em ingles). 25 de agosto de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 }}
  85. «ARGENTINA DETHRONE RUSSIA WITH EPIC WIN FOR HISTORIC WORLD TITLE» (em inglês). Fivb.org. 25 de agosto de 2017. Consultado em 3 de maio de 2018 
  86. AmaVoleibol.com (25 de setembro de 2017). «Sada Cruzeiro campeão na Argentina» (em portugues). Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2018 
  87. a b Daniel Ottoni (7 de outubro de 2017). «Sada Cruzeiro supera o Minas na decisão e conquista mais um título». O Tempo. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  88. a b Daniel Ottoni (12 de outubro de 2017). «ÚNICO CAMPEÃO DA SUPERCOPA, SADA CRUZEIRO REITERA HEGEMONIA NACIONAL COM O TERCEIRO TÍTULO». Sada Cruzeiro Vôlei. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  89. a b Marcos Guerra (27 de janeiro de 2018). «Cruzeiro supera o Sesi-SP no tie-break e fatura o tri da Copa Brasil de vôlei». GloboEsporte.com. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 4 de março de 2018 
  90. Andréia Santos (3 de março de 2018). Ediminas, ed. «VOLEY-Plata histórica para Lomas». Cruzeiro Esporte Clube. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 3 de março de 2018 
  91. «Cruzeiro vence Sesi-SP na primeira a final da Superliga de vôlei». Folha de S.Paulo. 28 de abril de 2018. Consultado em 3 de maio de 2018. Cópia arquivada em 2 de maio de 2018 
  92. a b Elisa Ladeira (7 de maio de 2018). «Sada Cruzeiro vence o Sesi-SP e é campeão da Superliga masculina 2017/18». Diário Regional Digital (em portugues). Consultado em 8 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2018 
  93. Raphael Vidigal (13 de outubro de 2018). «Sada Cruzeiro é campeão mineiro de vôlei pela nona vez seguida». O Tempo (em portugues). Consultado em 8 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2018 
  94. a b Raphael Vidigal & Daniel Ottoni (13 de outubro de 2018). «Rodriguinho é eleito o melhor jogador do Campeonato Mineiro». O Tempo (em portugues). Consultado em 8 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2018 
  95. a b «Sesi-SP bate Sada Cruzeiro e conquista a Supercopa Brasileira de vôlei masculino». O Estadão (em portugues). 21 de outubro de 2018. Consultado em 8 de novembro de 2018. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2018