Abrir menu principal
Grande Prêmio da Grã-Bretanha
de Fórmula 1 de 1996
Silverstone Circuit 1996.png
32º GP da Grã-Bretanha realizado em Silverstone
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 14 de julho de 1996
Nome oficial XLIX British Grand Prix[nota 1]
Local Circuito de Silverstone, Silverstone, Midlands Orientais, Inglaterra, Grã-Bretanha, Reino Unido
Total 61 voltas / 309.392 km
Condições do tempo Ameno, ensolarado
Pole
Piloto
Reino Unido Damon Hill Williams-Renault
Tempo 1:26.875
Volta mais rápida
Piloto
Canadá Jacques Villeneuve Williams-Renault
Tempo 1:29.288 (na volta 29)
Pódio
Primeiro
Canadá Jacques Villeneuve Williams-Renault
Segundo
Áustria Gerhard Berger Benetton-Renault
Terceiro
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes

Resultados do Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 realizado em Silverstone em 14 de julho de 1996. Décima etapa da temporada, teve como vencedor o canadense Jacques Villeneuve, da Williams-Renault.[1][2][nota 2]

Resumo da provaEditar

Resultado dos treinosEditar

Logo nos treinos livres de sexta-feira os carros da Williams mostraram que a prova britânica seria um evento particular da equipe em razão da performance de Jacques Villeneuve e Damon Hill num duelo particular onde o canadense impôs sete décimos de segundo sobre seu companheiro no time de Grove,[3] embora Hill tenha usado pneus em piores condições. No sábado o filho de Graham Hill deu o troco e assegurou o primeiro lugar por menos de dois décimos de segundo em relação a Villeneuve e alimentou expectativas de um duelo similar ao ocorrido na Austrália,[4] sobretudo pela vontade do canadense em pagar na mesma moeda a frustração sofrida quando Hill venceu a prova no Canadá.[5]

Ricardo Rosset obteve o tempo de 1:30.529, porém foi constatado que o carro estava com peso abaixo do permitido e por isso ele foi punido caindo da 17ª para a 20ª posição no grid.[6]

Sobre a corridaEditar

Logo na largada ocorreu uma inversão de expectativas quando Villeneuve saiu à frente e trouxe consigo Alesi, Häkkinen e Schumacher deixando Hill na quinta posição graças a uma péssima largada do inglês que desperdiçou sua pole enquanto Barrichello fechava a zona de pontuação. Algum tempo depois a Ferrari saiu da prova quando, entre as voltas três e cinco, Michael Schumacher teve uma pane hidráulica e Eddie Irvine perdeu o motor e com isso Berger subiu para o sexto lugar.

Girando mais rápido que o resto do pelotão à base de um segundo por volta, Villeneuve comandou o primeiro terço de corrida sem nenhuma preocupação e retornou à pista em quarto lugar após seu pit stop, entretanto sua condição melhorou quando Hill abandonou a disputa na vigésima sétima volta ao perseguir Häkkinen na Copse,[2] erro creditado por Hill a falhas ora na suspensão, ora nos freios. Em seguida a liderança voltou às mãos de Villeneuve quando Häkkinen e Alesi foram ao pit lane. Favorecido por 35 segundos de vantagem, o piloto da Williams fez sua parada final nos boxes após dois terços de prova e manteve-se como líder da prova enquanto Berger ascendeu ao segundo lugar após a Benetton de Alesi abandonar por causa dos freios e depois de Häkkinen ir aos boxes pela última vez.[6] Atrás deles vinham Barrichello, Coulthard e Brundle.

Jacques Villeneuve venceu e tornou-se o primeiro piloto de fora da Europa a triunfar no Reino Unido desde Ayrton Senna em 1993. Ao comentar sua vitória, ele destacou que a prova foi decidida na largada e que por precisar de duas paradas de box ele aproveitou que estava adiante de Hill e acelerou, pois sabia que o inglês faria um pit stop enquanto, no seu caso, seriam duas paradas.[7] Além de reduzir sua desvantagem no campeonato para quinze pontos, o filho de Gilles Villeneuve cumpriu a promessa e venceu na casa de seu adversário, tal como Damon Hill fizera há um mês no Canadá.[5] O pódio contou ainda com as presenças de Gerhard Berger e Mika Häkkinen enquanto Rubens Barrichello, David Coulthard e Martin Brundle fecharam a zona dos pontos.

Última corrida da equipe Forti e do piloto Andrea Montermini.

Classificação da provaEditar

Treino oficialEditar

Pos. Piloto Construtor Tempo Diferença
1 5   Damon Hill Williams-Renault 1:26.875
2 6   Jacques Villeneuve Williams-Renault 1:27.070 + 0.195
3 1   Michael Schumacher Ferrari 1:27.707 + 0.832
4 7   Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 1:27.856 + 0.981
5 3   Jean Alesi Benetton-Renault 1:28.307 +1.432
6 11   Rubens Barrichello Jordan-Peugeot 1:28.409 + 1.534
7 4   Gerhard Berger Benetton-Renault 1:28.653 + 1.778
8 12   Martin Brundle Jordan-Peugeot 1:28.946 + 2.071
9 8   David Coulthard McLaren-Mercedes 1:28.966 + 2.091
10 2   Eddie Irvine Ferrari 1:29.186 + 2.311
11 15   Heinz-Harald Frentzen Sauber-Ford 1:29.591 + 2.716
12 18   Ukyo Katayama Tyrrell-Yamaha 1:29.913 + 3.038
13 14   Johnny Herbert Sauber-Ford 1:29.947 + 3.072
14 19   Mika Salo Tyrrell-Yamaha 1:29.949 + 3.074
15 17   Jos Verstappen Footwork-Hart 1:30.102 + 3.227
16 9   Olivier Panis Ligier-Mugen/Honda 1:30.167 + 3.292
17 10   Pedro Paulo Diniz Ligier-Mugen/Honda 1:31.076 + 4.201
18 21   Giancarlo Fisichella Minardi-Ford 1:31.365 + 4.490
19 20   Pedro Lamy Minardi-Ford 1:31.454 + 4.579
Limite dos 107% 1:32.956
20 16   Ricardo Rosset Footwork-Hart Sem tempo
DNQ 23   Andrea Montermini Forti-Ford 1:35.206 +8.331
DNQ 22   Luca Badoer Forti-Ford 1:35.304 +8.429
Fonte:[1]

CorridaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 6   Jacques Villeneuve Williams-Renault 61 1:33:00.874 2 10
2 4   Gerhard Berger Benetton-Renault 61 + 19.026 7 6
3 7   Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 61 + 50.83 4 4
4 11   Rubens Barrichello Jordan-Peugeot 61 + 1:06.716 6 3
5 8   David Coulthard McLaren-Mercedes 61 + 1:22.507 9 2
6 12   Martin Brundle Jordan-Peugeot 60 + 1 volta 8 1
7 19   Mika Salo Tyrrell-Yamaha 60 + 1 volta 14
8 15   Heinz-Harald Frentzen Sauber-Ford 60 + 1 volta 11
9 14   Johnny Herbert Sauber-Ford 60 + 1 volta 13
10 17   Jos Verstappen Footwork-Hart 60 + 1 volta 15
11 21   Giancarlo Fisichella Minardi-Ford 59 + 2 voltas 18
Ret 3   Jean Alesi Benetton-Renault 44 Freios 5
Ret 9   Olivier Panis Ligier-Mugen/Honda 40 Handling 16
Ret 10   Pedro Paulo Diniz Ligier-Mugen/Honda 38 Motor 17
Ret 5   Damon Hill Williams-Renault 26 Roda 1
Ret 20   Pedro Lamy Minardi-Ford 21 Câmbio 19
Ret 16   Ricardo Rosset Footwork-Hart 13 Pane elétrica 20
Ret 18   Ukyo Katayama Tyrrell-Yamaha 12 Motor 12
Ret 2   Eddie Irvine Ferrari 5 Diferencial 10
Ret 1   Michael Schumacher Ferrari 3 Pane hidráulica 3
DNQ 23   Andrea Montermini Forti-Ford 21
DNQ 22   Luca Badoer Forti-Ford 22
Fonte:[1]

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. A denominação oficial da corrida britânica não reflete, necessariamente, o número real de provas realizadas sob um mesmo nome, informação esta inserida abaixo na caixa de sucessão.
  2. Voltas na liderança: Jacques Villeneuve 54 voltas (1-23; 31-61), Jean Alesi 7 voltas (24-30).

Referências

Precedido por
Grande Prêmio da França de 1996
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1996
Sucedido por
Grande Prêmio da Alemanha de 1996
Precedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1995
Grande Prêmio da Grã-Bretanha
51ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1997