Abrir menu principal

Ilton Chaves

futebolista brasileiro
(Redirecionado de Hilton Chaves)

Ilton de Oliveira Chaves, mais conhecido apenas como Ilton Chaves[nota 1] (Itinga, 28 de março de 1937) é um ex-treinador e ex-futebolista brasileiro, que atuava como volante[1].

Ilton Chaves
Informações pessoais
Nome completo Ilton de Oliveira Chaves
Data de nasc. 28 de março de 1937 (82 anos)
Local de nasc. Itinga (MG),  Brasil
Nacionalidade  Brasileiro
Informações profissionais
Posição ex-Treinador
(ex-Volante)
Clubes de juventude
0000–1955
0000–1955
Brasil América de Teófilo Otoni
Brasil Atlético Mineiro
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos (golos)
1955–1960
1961–1963
1963–1964
1964–1969
Brasil Atlético Mineiro
Brasil América Mineiro
Brasil America
Brasil Cruzeiro
212 (9)


Seleção nacional3
1963
1963
Brasil Brasil
Minas Gerais Seleção Mineira
2 (0)
Times/Equipas que treinou3
1969–1970
1969–1970
1970
1970–1971
1971–1972
1972–1975
1975
1976
1977
1977
1978
1978–1979
1979
1979–1980
1981
1981
1982
1983
1983–1984
1984
1986–1987
1988




Brasil Cruzeiro (auxiliar-técnico)
Brasil Cruzeiro (interino)
Brasil Cruzeiro
Brasil Cruzeiro
Brasil Valeriodoce
Brasil Cruzeiro
Minas Gerais Seleção Mineira
Brasil Uberaba
Brasil Ceará
Brasil América Mineiro
Brasil Sport
Brasil Valeriodoce
Brasil Santos
Brasil Cruzeiro
Brasil Santa Cruz
Brasil Náutico
Brasil Valeriodoce
Brasil Villa Nova
Brasil Cruzeiro
Brasil Villa Nova
Brasil Atlético Mineiro
Brasil Valeriodoce
Catar Al-Rayyan
Brasil Guarani-MG
Brasil Itabuna
Brasil Tupi
Brasil Uberlândia

Índice

CarreiraEditar

Como jogadorEditar

Início no Atlético-MGEditar

Nascido na região mineira do Vale do Jequitinhonha, Ilton começou a jogar futebol em Teófilo Otoni, de onde, com apenas 18 anos, foi transferido para as divisões de base do Atlético Mineiro. Permaneceu no Galo por cerca de 5 anos, conquistando um Tricampeonato Mineiro e uma Copa Belo Horizonte[2].

Américas, de Minas e do RioEditar

Ainda na capital mineira, porém sem muito brilho, atuou pelo América Mineiro. Anos depois, foi para o America carioca, onde também não conseguiu mostrar seu melhor futebol.

Fim de carreira e consagração no CruzeiroEditar

Algum tempo depois, retornou à Belo Horizonte, onde vestira a camisa do Cruzeiro por meia década, e também onde encerrou sua carreira como atleta. Assim como no Galo, Ilton levantou a taça de Campeão Mineiro, é bem verdade que uma vez a mais na Raposa. Mas o maior feito dessa equipe foi outro: a Taça Brasil de 1966, conquistada de forma invicta.

Seleção BrasileiraEditar

As boas atuações de Ilton levaram-no à Seleção Brasileira. Entretanto, como muitos outros, ele não conseguiu se sair tão bem com a Amarelinha. Disputou apenas duas partidas e não marcou gols, durante o Campeonato Sul-Americano de 1963, realizado na Bolívia[3].

Como treinadorEditar

Após pendurar as chuteiras, permaneceu na Raposa como auxiliar-técnico por 2 anos, onde também chegou a atuar algumas vezes como treinador interino nesse período. Tempos depois, ganhou a primeira oportunidade — de muitas que estavam por vir — de dirigir efetivamente o Cruzeiro.

Em Minas, além do Cruzeiro, também dirigiu Valeriodoce[4][5][6][7][8][9][10], Uberaba[11][12], América Mineiro[13], Villa Nova[14][15][16][17][18][19][20][21][22], Atlético-MG, Guarani-MG, Tupi, Uberlândia e Seleção Mineira[23].

Fora dos domínios mineiros, esteve no comando de Ceará[24], Sport[25], Santos, Santa Cruz[26][27], Náutico[28] e Itabuna, além do Al-Rayyan, do Catar, que foi seu único clube estrangeiro.

EstatísticasEditar

Como jogadorEditar

Anos Clubes J V E D GM %
1955–1960 Atlético-MG[29] 212 111 40 61 9 58,64%
1961–1963 América-MG
1963–1964 America-RJ
1964–1969 Cruzeiro
1963 Seleção Brasileira 2 1 0 1 0 50%
1963 Seleção Mineira

Como treinadorEditar

Anos Clubes J V E D GP GC SG %
1969–1970 (interino)
1970
1970–1971
1972–1975
1979–1980
1983–1984
Cruzeiro[30] 389 213 89 87 62,38%
1971–1972
1978–1979
1982
1988
Valério
1975 Seleção Mineira
1976 Uberaba
1977 Ceará
1977 América-MG
1978 Sport
1979 Santos 18 5 9 4
1981 Santa Cruz
1981 Náutico
1983
1984
Villa Nova
1986–1987 Atlético-MG[31][32] 76 46 22 8 134 48 86 70,17%
Al-Rayyan
Guarani-MG
Itabuna
Tupi
Uberlândia

TítulosEditar

Campanhas de destaqueEditar

Como jogadorEditar

Seleção Brasileira

Como treinadorEditar

Cruzeiro

Notas

  1. Algumas fontes da Internet divergem as informações sobre a ortografia do primeiro nome de Ilton Chaves. As formas encontradas foram: Hilton, Ilton e Ílton.

Referências

  1. CHEREM, Carlos Eduardo (13 de dezembro de 2012). «Saiba quem são os 23 jogadores da seleção de ouro do Mineirão». VejaBH.com. Consultado em 27 de agosto de 2015 
  2. Rayssa.Marques (6 de maio de 2009‎). «Ilton de Oliveira Chaves». GaloDigital.com. Consultado em 21 de março de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. LEME DE ARRUDA, Marcelo (7 de julho de 2015). «All Players of Brazilian National Team» (em inglês). RSSSFBrasil.com. Consultado em 26 de agosto de 2015 
  4. «Esporte – Em uma disputa para uma melhora em sua classificação, Valério do Rio Doce disputara com América e time sub-20 do Cruzeiro». JuntoComVc.com. 19 de julho de 2014. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  5. «Teste 417». Abril. Placar. 1 (447): 67 (ver 44). Consultado em 28 de agosto de 2015 
  6. «América e Valeriodoce». Abril. Placar. 1 (460): 67 (ver 45). 16 de fevereiro de 1979. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  7. A. Carvalho, Sérgio (26 de janeiro de 1979). «Quatro campeões em busca do título». Abril. Placar. 1 (457): 67 (ver 26–29). Consultado em 28 de agosto de 2015 
  8. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (642): 83 (ver 72). 10 de setembro de 1982. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  9. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (635): 83 (ver 76). 23 de julho de 1982. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  10. 31/05/1988 - Atlético MG 1x1 Valério MG (em português) OCantoDoGalo.com (blog). Visitado em 28 de agosto de 2015.
  11. «Uberaba 1 x 1 Cruzeiro, 26/09/1976». Futpédia.com. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  12. «Os técnicos caem como maçãs podres». Abril. Placar. 1 (343): Páginas ilegíveis. 5 de novembro de 1976. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  13. COSTA, Jorge (19 de junho de 2008). América F.C. (MG) (em português) SóSúmulas.com (blog). Visitado em 28 de agosto de 2015.
  14. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (684): 83 (ver 76–77). 1 de julho de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  15. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (704): 75 (ver 68). 18 de novembro de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  16. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (703): 75 (ver 68). 11 de novembro de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  17. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (705): 75 (ver 68–69). 25 de novembro de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  18. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (706): 75 (ver 70). 2 de dezembro de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  19. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (697): 75 (ver 70). 30 de setembro de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  20. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (689): 75 (ver 67–68). 5 de agosto de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  21. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (685): 75 (ver 70–71). 8 de julho de 1983. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  22. «Tabelão». Abril. Placar. 1 (735): 83 (ver 70). 22 de junho de 1984. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  23. RIBEIRO, Henrique (27 de maio de 2013). Agenda Histórica (em português) AlmanaqueDoCruzeiro.com (blog). Visitado em 28 de agosto de 2015.
  24. Nunes, Marcos (21 de janeiro de 1977). «Hílton Chaves chegou ao Ceará por dentro da conjuntura». Abril. Placar. 1 (352): 67 (ver 36–37) 
  25. Aragão, Lenivaldo (24 de março de 1978). «Toque de bola, um sonho que o Sport acalenta». Abril. Placar. 1 (413): 83 (ver 44). Consultado em 27 de agosto de 2015 
  26. «Bahia 5 x 0 Santa Cruz, 04/04/1981». Futpédia.com. Consultado em 28 de agosto de 2015 
  27. «Santa Cruz – Os cartolas fazem pouco e exigem muito». Abril. Placar. 1 (557): 81 (ver 27). 16 de janeiro de 1981. Consultado em 27 de agosto de 2015 
  28. C. S. NASCIMENTO, Marcos (4 de março de 2010). Campeonato Pernambucano 1981 - Segundo Turno (em português) BRFut.com (blog). Visitado em 27 de agosto de 2015.
  29. Ílton "HILTON" de Oliveira CHAVES (jogador) (em português) OCantoDoGalo.com (blog). Visitado em 21 de março de 2015.
  30. Camponez (25 de maio de 2010‎). «Ílton Chaves». CruzeiroPédia.org. Consultado em 6 de abril de 2014  Verifique data em: |data= (ajuda)
  31. MARTINS, Victor (19 de janeiro de 2015). «Técnico recordista no futebol mineiro, Levir vai virar top 3 no Atlético». UOL.com. Consultado em 27 de agosto de 2015 
  32. Ílton "HILTON" de Oliveira CHAVES (treinador) (em português) OCantoDoGalo.com (blog). Visitado em 21 de março de 2015.
  33. GloboEsporte.com (25 de dezembro de 2010). «Ilton Chaves comemora reconhecimento do título de 1966». GloboEsporte.com. Consultado em 6 de abril de 2014 
  34. CALDAS E ALMEIDA, José Ricardo (6 de fevereiro de 2008). «Taça Minas Gerais 1973». RSSSFBrasil.com. Consultado em 28 de agosto de 2015 

Ligações externasEditar

Precedido por

Gérson dos Santos
Filpo Núñez
Brito
Barbatana
Orlando Fantoni
Técnico do Cruzeiro
1969–1970 (interino)
1970
1970–1971
1972–1975
1979–1980
1983–1984
Sucedido por

Filpo Núñez
João Crispim
Antônio Lacerda Filho
Tim
Oswaldo Brandão
Precedido por
Técnico do Ceará
1977
Sucedido por
Precedido por
Técnico do Sport
1978
Sucedido por
Precedido por
Clodoaldo
Técnico do Santos
1979
Sucedido por
Pepe
Precedido por
Técnico do Náutico
1981
Sucedido por
Precedido por
Walter Olivera
Técnico do Atlético-MG
1986–1987
Sucedido por
Palhinha
  Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.