Abrir menu principal
Mário Marquez, O.F.M.Cap.
Bispo da Igreja Católica
Bispo de Joaçaba
Hierarquia
Papa Francisco
Arcebispo metropolita Wilson Tadeu Jönck, SCJ
Ordem Religiosa Frei Roberto Genuin, O.F.M.Cap.
Atividade Eclesiástica
Ordem Ordem dos Frades Menores Capuchinhos
Diocese Diocese de Joaçaba
Nomeação 22 de dezembro de 2010
Predecessor Dom João Oneres Marchiori
Mandato 2009 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 22 de novembro de 1980
Nomeação episcopal 31 de maio de 2006
Ordenação episcopal 6 de agosto de 2006
por Dom Luiz Mancilha Vilela
Lema episcopal VIVER E ANUNCIAR O EVANGELHO
Brasão episcopal
BishopCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Joaçaba,  Santa Catarina
23 de novembro de 1952 (66 anos)
Nacionalidade brasileiro
Funções exercidas Bispo-auxiliar de Vitória (2006-2010)
dados em catholic-hierarchy.org
Bispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Frei Mário Marquez, OFMCap (Joaçaba, 23 de novembro de 1952) é um frade capuchinho e bispo católico brasileiro. Foi bispo-auxiliar de Vitória e é o quarto bispo da Diocese de Joaçaba.

Índice

BiografiaEditar

Filho de Waldomiro Marquez e Bona Júlia Antônia Marquez, fez seus estudos de 1º grau em sua cidade natal e no Seminário Nossa Senhora dos Navegantes - no município de Ouro - e de 2º grau no Seminário Santa Maria dos Freis Capuchinhos em Engenheiro Gutierrez, em Irati. Cursou filosofia no Instituto de Filosofia e Teologia do Instituto Popular de Assistência Social em Ponta Grossa e teologia no Instituto Teológico de Santa Catarina em Florianópolis. Estudou no "Curso de Adaptação Militar para oficial Capelão" no Campo dos Afonsos em 1985 e cursou pedagogia na Faculdade Tuiuti em Curitiba (1988).

Foi ordenado padre em 22 de novembro de 1980 e trabalhou como pároco das paróquias de Nossa Senhora Aparecida em Uraí (1980 a 1982) e de São Pedro Apóstolo em Rancho Alegre (1981 a 1982) e foi membro do Conselho Presbiteral na Diocese de Cornélio Procópio de 1980 a 1982. Em Curitiba foi vigário paroquial das paróquias Nossa Senhora das Mercês (1982 a 1991) e Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (1992 a 1993), capelão civil na Capelania Militar da Aeronáutica, capelão militar e pároco da Capelania Nossa Senhora de Loreto do CINDACTA II (1985 a 1993), diretor da Pré Escola Céu Azul do CINDACTA II (1991 a 1993), coordenador do Encontro do Diálogo na Arquidiocese de Curitiba (1991-1993) e presidente do Setor dos Frades Capuchinhos da Região Metropolitana de Curitiba (1992 a 1993).

Foi ainda subchefe regional e chefe da Capelania do COMAR II e pároco da Igreja Divino Espírito Santo e Nossa Senhora de Loreto em Recife (1994 a 1996), subchefe regional e chefe da Capelania do COMAR VI em Brasília (1996 a 2006), coordenador do Encontro do Diálogo, da Arquidiocese de Brasília (1996 a 1999), coordenador nacional do Encontro do Diálogo (1999 a 2002), cura da Catedral Militar do Brasil (1996 a 2006), membro do Conselho Presbiteral do Ordinariado Militar pelos capelães da Aeronáutica (1995 a 2006), membro do Colégio dos Consultores do Ordinariado Militar e membro da Equipe CADRE do Encontro Matrimonial Mundial para a língua portuguesa.

EpiscopadoEditar

Nomeado bispo em 31 de maio de 2006, tomou posse em outubro daquele ano como bispo auxiliar de Vitória e bispo titular de Nasai. No dia 22 de dezembro de 2010, o Papa Bento XVI o nomeou bispo da Diocese de Joaçaba.[1]

Durante a 49ª Assembleia dos Bispos do Brasil em Aparecida do Norte, no dia 10 de maio de 2011, foi eleito vice-presidente do Regional Sul-4 da CNBB.

Referências

  1. «Porto Alegre e São Luís ganham bispos auxiliares e dom Mário Marquez é transferido para Joaçaba». CNBB. Consultado em 26 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

Precedido por
Walmir Alberto Valle
 
Bispo de Joaçaba

2010 - atual
Sucedido por
incumbente
  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.