Lista de premiados no Festival do Rio

Criado em 1999, o Festival do Rio desde 2002 premia os melhores filmes brasileiros exibidos em competição, em diversas categorias. Os vencedores recebem o Troféu Redentor, uma estatueta que lembra um Cristo Redentor feito de pedaços de filme 35mm.

2019[1]Editar

Júri oficialEditar

Os premiados foram:

  • Melhor Longa-Metragem de Ficção - Fim de Festa, de Hilton Lacerda
  • Melhor Direção de Ficção - Maya Da-Rin, por A Febre
  • Melhor Atriz - Regina Casé, por Três Verões
  • Melhor Ator – Fabrício Boliveira, por Breve Miragem de Sol
  • Melhor Atriz Coadjuvante – Gabriela Carneiro da Cunha, por Anna
  • Melhor Ator Coadjuvante - Augusto Madeira, por Acqua Movie
  • Melhor Fotografia – Miguel Vassy, por Breve Miragem de Sol
  • Melhor Montagem - Renato Vallone, por Breve Miragem de Sol
  • Melhor Roteiro - Hilton Lacerda, por Fim de Festa
  • Melhor Curta-Metragem - A Mentira, de Klaus Diehl e Rafael Spínola
  • Melhor Longa-Metragem de Documentário - Ressaca, de Vincent Rimbaux e Patrizia Landi
  • Melhor Direção de Documentário - Vincent Rimbaux e Patrizia Landi, por Ressaca
  • Prêmio Especial do Júri – Som do filme A Febre - Felippe Schultz Mussel e Breno Furtado (Som direto), Felippe Schultz Mussel e Romain Ozanne, (Edição de som) e Emmanuel Croset (Mixagem)
  • Menção honrosa do Júri - Favela é Moda (Emílio Domingos) e M8 – Quando a Morte Socorre a Vida (Jeferson De)

Novos RumosEditar

Melhor Filme - Sete Anos em Maio, de Affonso Uchôa Melhor Curta - Revoada, de Victor Costa Lopes Prêmio Especial do Júri - Chão, Camila Freitas Menção honrosa (longa-metragem) - Marcelo Diorio, ator e co-roteirista de Rosa Azul de Novalis Menção honrosa (curta-metragem) - Bonde, de Asaph Luccas

Júri popularEditar

Melhor Longa de Ficção - M8 - Quando a Morte Socorre a Vida, de Jeferson De Melhor Longa Documentário - Favela é moda, de Emílio Domingos Melhor Curta - Carne, de Camila Kater

Prêmio FelixEditar

Melhor Longa-Metragem Ficção: Retrato de Uma Jovem Em Chamas, de Céline Sciamma Melhor Longa Documentário: Lemebel, um artista contra a ditadura chilena, de Joanna Reposi Garibaldi Melhor Longa Brasileiro: Alice Júnior, de Gil Baroni Prêmio Especial do Júri: Bicha-Bomba, de Renan de Cillo Menção Honrosa - Camille Cabral, pela atuação em luta dos direitos humanos

Mostra GeraçãoEditar

Melhor filme Júri Popular -Alice Júnior, de Gil Baroni

2018[2]Editar

Júri OficialEditar

Os premiados foram:

Menção Honrosa curta-metragem – "Universo Preto Paralelo", de Rubens Passaro
  • Melhor Direção de Ficção - João Salaviza e Renée Nader Messora, por "Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos"
  • Melhor Direção de Documentário - Suzanna Lira, por "Torre das donzelas"
  • Menção Honrosa Direção de Documentário: Daniel Gonçalves, por "Meu Nome é Daniel"
  • Melhor Atriz - Ítala Nandi, por "Domingo"
  • Melhor Ator - Shico Menegat, por "Tinta Bruta", e Valmir do Côco, por "Azougue Nazaré"
  • Melhor Atriz Coadjuvante -Eliane Giardini, por "Deslembro"
  • Melhor Ator Coadjuvante - Bruno Fernandes, por "Tinta Bruta"
  • Melhor Fotografia - Renée Nader Messora, por "Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos"⠀
  • Melhor Montagem - André Sampaio, por "Azougue Nazaré"
  • Melhor Roteiro - Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, por "Tinta bruta"⠀
  • Prêmio Especial do Júri - "Azougue Nazaré", de Tiago Melo

Novos RumosEditar

  • Melhor curta: Lembra, de Leonardo Martinelli⠀
  • Melhor filme: Ilha, de Ary Rosa e Glenda Nicácio
  • Prêmio Especial do Júri: Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diogenes⠀
  • Menção Honrosa: Mormaço, de Marina Meliande
  • Menção Honrosa: Eduarda Fernandes pela atuação (Luna, de Cris Azzi)
  • Menção Honrosa: Alexandre Amador pela atuação (Vigia, de João Victor Borges)
  • Menção Honrosa: Verónica Valenttino pela atuação (Jéssika, de Galba Gogóia)" [1]

Júri popularEditar

Deslembro de Flávio CastroEditar

Mostra GeraçãoEditar

Prêmio Mostra Geração: "Shade – Entre bruxas e heróis", de Rasko Miljkovic, filme da Sérvia em parceria com a Macedônia.

Prêmio FelixEditar

  • Especial do Júri: "Inferninho", de Guto Parente e Pedro Diogene⠀
  • Melhor longa documentário: "Obscuro Barroco", de Evangelia Kranioti⠀
  • Melhor longa ficção: "Sócrates", de Alex Moratto⠀
  • Troféu Suzy Capó - Personalidade Felix do ano: Saulo Amorim, presidente nacional da Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas.

Prêmio FipresciEditar

  • "Deslembro", de Flavia Castro

2017Editar

Júri OficialEditar

Os premiados foram:

Menção Honrosa curta-metragem – Roberta Gretchen Coppola, por Vaca Profana

Júri popularEditar

Prêmio FelixEditar

Mostra GeraçãoEditar

Menções honrosas: Historietas Assombradas, o Filme, de Victor-Hugo Borges, e Altas Expectativas, de Pedro Antonio Paes e Álvaro Campos

Prêmio FipresciEditar

2016Editar

Júri OficialEditar

O júri foi presidido por Charles Tesson e composto também por por Maria Augusta Ramos, Rodrigo Santoro e Sandra Kogut. Os premiados foram:

Júri popularEditar

Mostra Novos RumosEditar

Prêmio FipresciEditar

Prêmio FelixEditar

Mostra GeraçãoEditar

2015Editar

Júri OficialEditar

O júri foi presidido por Walter Carvalho e composto também por por Christian Sida-Valenzuela, Alan Poul, Pape Boye e Vivian Ostrovsky. Os premiados foram:

Novos RumosEditar

O júri foi presidido por Rosane Svartman e composto também por Diana Almeida, Karen Sztajnberg e Natália Lage. Os premiados foram:

Prêmio FipresciEditar

O júri foi composto por Christian Petterman, Flávia Guerra e Ricardo Cota. O premiado foi:

Juri PopularEditar

2014Editar

Júri OficialEditar

Júri popularEditar

Mostra Novos RumosEditar

Prêmio FelixEditar

Prêmio FipresciEditar

Mostra GeraçãoEditar

2013Editar

Júri OficialEditar

O júri foi formado por Fabiano Canosa, Lázaro Ramos, Doris Hegner, Helena Ignez e Marie-Pierre Macia. Os premiados foram:

Júri PopularEditar

Novos RumosEditar

O júri foi formado por Anna Azevedo, António Ferreira e Maria Flor. Os premiados foram:

Prêmio FipresciEditar

O júri foi composto por Carmem Gray, Juan Manuel Dominguez, Ricardo Largman e Luiz Fernando Gallego. O premiado foi:

Mostra Geração - Prêmio do PúblicoEditar

Prêmio Forno de Minas para Curta-MetragemEditar

2012Editar

Júri OficialEditar

Novos RumosEditar

O júri foi formado por Roberto Berliner, Eduardo Nunes e Maria Ribeiro. Os premiados foram:

Prêmio FipresciEditar

O júri foi composto por Isaac Leon Frias, Denise Lopes e Nelson Hoineff. O premiado foi:

Júri PopularEditar

Mostra GeraçãoEditar

2011[9]Editar

Júri oficialEditar

Júri popularEditar

Prêmio FipresciEditar

Mostra Novos RumosEditar

Mostra GeraçãoEditar

2010Editar

Júri oficialEditar

O júri oficial foi presidido por Gustavo Dahl e contou ainda com Bruna Lombardi, Jorge Sanchez e Léo Monteiro de Barros[10]

Júri popularEditar

Mostra Novos RumosEditar

2009Editar

Júri oficialEditar

O júri oficial foi presidido por Fernando Solanas e composto por Roman Paul, François Sauvagnargues, Helena Solberg e Julia Lemmertz[11].

Júri popularEditar

Prêmio FipresciEditar

O júri foi presidido por Paulo Portugal e contou com os críticos Rodrigo Fonseca e Mario Abadde.

Mostra GeraçãoEditar

2008Editar

Júri oficialEditar

O júri foi presidido por Wieland Speck e composto Camila Pitanga, Jorge Duran e Lita Stantic[12].

Júri popularEditar

Prêmio FIPRESCIEditar

O júri foi presidido por Diego Brodersen (Argentina) e composto por Lídice Varas (Chile), Fernando Palumbo (Uruguai), Ivonete Pinto (Brasil) e Pedro Butcher (Brasil)

Mostra GeraçãoEditar

2007Editar

Júri oficialEditar

O júri foi presidido por Affonso Beato e composto por Marília Pêra, Chico Diaz, Clare Stewart e Luciano Savegna[13]

Júri popularEditar

Prêmio FIPRESCIEditar

O júri foi composto por João Luiz Vieira e Marcelo Janot (Brasil), Rui Tendinha (Portugal), Chiara Arroyo (Espanha) e Cláudio Cordero (Peru)

Mostra GeraçãoEditar

Júri da ABD&CEditar


2006Editar

Júri oficialEditar

O júri foi presidido por Nelson Pereira dos Santos e composto por Christiane Torloni, Marcelo Piñero, Renata Magalhães e Christian Jeune[14].

Júri popularEditar

Prêmio FIPRESCIEditar

  • Melhor filme latino-americano: O Cheiro do Ralo, de Heitor Dhalia

Mostra GeraçãoEditar

Júri da ABD&CEditar

2005Editar

Júri oficialEditar

O júri foi presidido por Marco Muller e composto por Kátia Lund, Milton Gonçalves e Elena Soarez[15].

Prêmio FipresciEditar

O júri foi composto pelos críticos Klaus Eder (Alemanha), Gabe Klinger (EUA), Leandro Listorti (Argentina), João Luiz Vieira (Brasil) e Leonardo Luiz Ferreira (Brasil).

Júri da ABD&CEditar

Mostra GeraçãoEditar

Júri popularEditar

2004Editar

Júri oficialEditar

Composto por Ruy Guerra (presidente), Alain Fresnot, Dira Paes e Laurent Jacob[16]

Júri popularEditar

2003Editar

Júri OficialEditar

Cacá Diegues presidiu o júri[17].

Júri PopularEditar

  • Melhor longa-metragem de ficção: Narradores de Javé, de Eliane Caffé
  • Melhor longa-metragem documentário: Fala Tu, de Guilherme Coelho
  • Melhor curta-metragem: Rua da Escadinha, 162, de Márcio Câmara

Mostra Geração FuturaEditar

2002Editar

Prêmio FipresciEditar

Prêmio UIPEditar

Referências

  1. «Festival do Rio 2019 chega ao fim com entrega do Troféu Redentor no Museu do Amanhã». G1. 19 de dezembro de 2019. Consultado em 29 de janeiro de 2020 
  2. «'Tinta bruta' é o grande vencedor do Festival do Rio 2018». G1. Consultado em 25 de agosto de 2019 
  3. Festival do Rio 2017: terror 'As boas maneiras' é premiado como melhor filme. O Globo, 16 de outubro de 2017
  4. Rio: 'Fala comigo' é eleito melhor filme; veja lista de vencedores. G1 Rio, 17 de outubro de 2016
  5. Boi neon e Olmo levam o Troféu Redentor 2015. Festival do Rio, 13 de outubro de 2015
  6. Festival do Rio de 2014 anuncia vencedores. Ancine - Sala de Imprensa
  7. De menor e O lobo atrás da porta vencem o Redentor. Festival do Rio
  8. Conheça os ganhadores do Troféu Redentor na 14ª edição do Festival do Rio. Ancine, 15 de outubro de 2012
  9. Festival do Rio 2011 já tem seus vencedores. Adoro Cinema, 19 de outubro de 2011
  10. Vips sai vencedor do Festival do Rio 2010. Rolling Stone, 6 de outubro de 2010
  11. Premiados Festival do Rio 2009 Arquivado em 1 de julho de 2016, no Wayback Machine.. Academia Brasileira de Cinema
  12. Festival do Rio divulga premiados e balanço geral. Planeta Tela
  13. Festival do Rio 2007 anuncia os seus vencedores. Omelete, 5 de outubro de 2007
  14. Festival do Rio 2006 - A festa de encerramento na Cidade Maravilhosa. Omelete, 6 de outubro de 2006
  15. Premiados do Festival do Rio. Críticos, 8 de outubro de 2005
  16. "Contra Todos" e "Vida de Menina" vencem o Festival do Rio. O Estado de São Paulo, 8 de outubro de 2004
  17. Festival Do Rio - Narradores de Javé, de Eliana Caffé, é o grande vencedor! Confira os premiados! E-Pipoca, 10 de outubro de 2003
  18. Festival do Rio BR 2002 anuncia premiados. Folha de S.Paulo, 12 de outubro de 2002