Anahí

Cantora mexicana, conhecida como "Princesa del Pop Latino"
Disambig grey.svg Nota: Para o álbum, veja Anahí (álbum).

Anahí Giovanna Puente Portilla mais conhecida simplesmente como Anahí (Cidade do México, 14 de maio de 1983) é uma cantora, atriz, compositora, escritora e empresária mexicana.[4]

Anahí
Anahí em 2009.
Nome completo Anahí Giovanna Puente Portilla
Nascimento 14 de maio de 1983 (38 anos)
Cidade do México, México
Fortuna Aumento US$10 milhões (2015)[1]
Progenitores Mãe: Marichelo Portilla
Pai: Enrique Puente
Cônjuge Manuel Velasco (c. 2015)
Filho(a)(s) 2
Ocupação
Período de atividade 1985–presente
Prêmios Lista completa
Carreira musical
Gênero(s)
Instrumento(s)
Gravadora(s)
Afiliações
Assinatura
Anahí Sig.svg

Como cantora lançou seu primeiro disco homônimo em 1993, sendo seguido pelos álbuns ¿Hoy Es Mañana? (1996), Anclado En Mi Corazón (1997) e Baby Blue (2000).[5][6][7] Em 2004, integrou o grupo RBD, onde lançaram seis álbuns de estúdio, seis de vídeo e três ao vivo. Venderam mais de 25 milhões de discos, ganhando diversos prêmios e duas indicações ao Grammy Latino.[8][9] Em 2009, com o fim do grupo, Anahí retornou ao cenário musical com o álbum Mi Delirio, que vendeu mais de 30 mil cópias no Brasil, sendo certificado como disco de ouro.[10][11][12] Em 2016, foi lançado o sexto álbum de estúdio, Inesperado.[13] O álbum contou com quatro singles, incluindo "Rumba" em parceria com o cantor porto-riquenho Wisin e a balada romântica "Amnesia".[14]

Anahí também trabalhou como atriz.[15] Sua primeira aparição na televisão foi na série Chiquilladas em 1985, onde permaneceu por 5 anos.[15] Sua estreia em novelas foi em Madres Egoístas, em 1991.[15] No ano seguinte viveu seu primeiro protagonista na novela infantil Ángeles Sin Paraíso.[15] Em 1995, fez parte do elenco de Alondra.[15] Integrou o elenco de El Diario de Daniela em 1998 e Mujeres Engañadas em 1999.[15] Em 2000, protagonizou a novela juvenil Primer Amor.[15] Em 2003, deu vida a antagonista na segunda temporada da novela Clase 406.[15] Em 2004, interpretou Mia Colucci na novela Rebelde, onde ficou internacionalmente conhecida.[15] Em 2007, interpretou a sí mesma de forma fictícia na série RBD, La Familia.[15] Em 2011, interpretou a protagonista Angélica na novela Dos Hogares.[16][17][18]

Anahí já foi diversas vezes indicada em prêmios da indústria da música, como o Prêmio TVyNovelas, Prêmio People en Español, Premios Juventud e Kids Choice Awards.[19][20][21] Considerada um sex symbol, a cantora foi eleita a mulher mais sexy da América Latina em 2009 pela revista Maxim, no mesmo ano, foi eleita a décima mulher mais sexy do planeta pela revista VIP, além de ter sido considerada a segunda latina mais buscada no Google. Em 2011, foi eleita pela revista Quién a celebridade com o corpo mais perfeito, e em 2012 foi eleita uma das 100 mulheres mais sexys do planeta, também pela Maxim.[22][23][24][25][26]

BiografiaEditar

Anahí nasceu na Cidade do México em 14 de maio de 1983, sob o signo de touro. Filha de Maria del Consuelo "Marichelo" Portilla e de Enrique Manuel Puente, é a caçula de cinco irmãos, entre eles a atriz Marichelo Puente.[4][27][28][29] Anahí é neta da atriz Sara López por parte de pai.[30]

1985–1992: Início da carreiraEditar

 
Cidade do México, cidade natal de Anahí.

Anahí começou sua carreira aos dois anos de idade, por pura casualidade, no programa infantil Chiquilladas, da Televisa quando foi acompanhar sua irmã Marichelo a gravação do programa e durante o intervalo pegou uma escova e começou a cantar e dançar na frente do espelho e foi quando chamou a atenção do produtor que resolveu coloca-la enfrente as câmeras para ver a reação da pequena.[4] Assim, tornou-se parte do programa, onde além de atuar, interpretava o tema de encerramento diário: "Te Doy Un Besito".[4] Desde muito pequena a atriz mirim veio realizando vários trabalhos na televisão, surpreendendo a todos com seu carisma e qualidade artística inata. Ainda durante vários anos, a pequena notável foi a imagem da marca de refrigerantes Pepsi-Cola.[4] Além de Chiquilladas, Anahí participou de outros programas infantis, como La Telaraña, em 1986 e Súper Ondas, em 1989.[4] Desde então, a atriz não se limitou somente à televisão e passou a atuar nas telonas, em filmes como Asesinato a Sangre Fría, e Había Una Vez Una Estrella, ambos em 1989.[4] Por sua atuação neste último filme, recebeu em 1991, o prêmio Palma de Oro por seu destaque como atriz infantil.[4] Em 1991, grava outro filme, Nacidos Para Morir, e neste mesmo ano atua nas novelas Muchachitas e Madres Egoístas.[15] Em 1992, participa dos filmes Ayúdame Compadre, onde atua junto de sua irmã Marichelo; El Ganador, e No Me Defiendas Compadre e protagonizou a telenovela infantil Ángeles Sin Paraíso ao lado de Felipe Colombo.[15]

1993–2003: Primeiros álbuns e telenovelasEditar

Em março de 1993, lançou seu primeiro disco homônimo, que promove por toda a República no ano seguinte, quando se apresenta durante cinco semanas no circo Atayde, com El Show de Anahí.[4] No mesmo ano, interpreta o tema "Mensajero del Señor", dedicado ao Papa João Paulo II, devido à sua visita a Yucatán, no México.[31] Em 1995, aos doze anos, participa da telenovela Alondra.[15] Ainda no mesmo ano Anahí grava a série Mujer, Casos De La Vida Real que mostra o cotidiano de mulheres trabalhadoras que cuidavam dos filhos.[15] Em 1996, lança seu segundo disco ¿Hoy Es Mañana? e grava a telenovela Tú y Yo.[15] Em 1997, participa da telenovela Mi Pequeña Traviesa e lança seu terceiro disco, Anclado En Mí Corazón e o seu primeiro VHS ao vivo intitulado Concierto Anclado en mi Corazón, gravado no teatro Alameda.[32] Em 1998, atuou na novela Vivo por Elena.[15] Ainda em 1998, aos quinze anos de idade, Anahí para de frequentar escolas e passa a ter professores particulares em casa, terminando os estudos mais cedo e, posteriormente, formando-se em estilista de moda.[4] Neste mesmo ano, é chamada para gravar a série Una Pura y Dos Con Sal.[15]

Com o fim da série, Anahí entra para o elenco de El Diario de Daniela (1998) interpretando a vilã Adelia, e no ano seguinte, participa da novela Mujeres Engañadas e protagoniza o filme Inesperado Amor.[15] Em agosto de 2000, lançou o quarto álbum de estúdio Baby Blue, que vende cerca de 100 mil cópias no México.[33] Em outubro do mesmo ano, Anahi protagoniza a telenovela Primer Amor do produtor Pedro Damián, ao lado de Kuno Becker, com quem realiza um dueto para a novela intitulado, "Juntos".[34] Em 2003, Anahí é convidada novamente por Damián para se integrar à segunda temporada da novela Clase 406, onde protagoniza o papel de Jéssica Riquelme, uma garota milionária, órfã de mãe, caprichosa e de coração frio; ao decorrer da trama, sua personagem vai se transformando até torna-se mais doce e humilde.[35]

2004–2008: RBDEditar

 Ver artigo principal: RBD
 
O grupo na 2ª edição dos Prêmios Juventud em 2005.

Depois de seu desempenho em Primer Amor e Clase 406, o produtor Pedro Damián a convida para realizar um papel protagonista na telenovela Rebelde (2004), adaptação da telenovela argentina Rebelde Way (2002).[15] A par da telenovela, forma-se o grupo RBD, composto por ela, Dulce María, Maite Perroni, Alfonso Herrera, Christian Chávez e Christopher von Uckermann.[36]

Em novembro de 2004, a banda lançou o álbum de estreia, intitulado Rebelde, vendendo mais de 2 milhões de cópias mundialmente.[37] Quando o grupo lançou o segundo álbum, Nuestro Amor, surpreendeu rompendo recordes ao conseguir disco de platina em somente sete horas após o lançamento, e foi nomeado ao Grammy Latino como Melhor Álbum Vocal Pop de Dupla ou Grupo.[38]
[39] Também ganharam disco de platina por mais de 500 mil cópias vendidas; mais tarde o disco foi certificado como disco de platina e ouro por suas altas e continuadas vendas em diversos países.[40] A primeira turnê do grupo, intitulada Tour Generación RBD, vendeu todos os ingressos em tempo recorde no México, incluindo uma série de seis shows no Palacio de los Deportes, com capacidade para mais de 40 mil pessoas. Durante um desses shows, foi gravado o primeiro DVD do grupo, Tour Generación RBD en vivo.[41]

Paralelamente ao grupo, é lançado Antología, disco com as melhores canções de suas produções anteriores: ¿Hoy Es Mañana?, Anclado En Mí Corazón, Baby Blue e a canção "Juntos", trilha sonora da novela Primer Amor.[42] Em 2006, os direitos do seu álbum anterior Baby Blue são adquiridos pela Universal Music que o relança em junho a nível mundial sob o título de Una Rebelde en Solitario.[43] No ano seguinte, é lançada também outra recopilação: Antes De Ser Rebelde, desta vez com os temas do segundo e terceiro álbum da cantora.[44]

 
A banda pela primeira vez no Brasil em 03 de fevereiro de 2006.

Em abril de 2006, foi lançado o segundo DVD, intitulado Live in Hollywood.[45] Em outubro, o grupo desembarcou no Brasil para realizar a segunda parte da Tour Generación RBD, que passou por 12 cidades, encerrando no Rio de Janeiro, para mais de 44 mil pessoas, onde foi gravado o terceiro DVD da banda, o Live in Rio.[46] A turnê foi considerada a maior turnê de um artista internacional realizada no país, em um total de 300 mil pessoas e arrecadando mais de 37 milhões de dólares.[47][48] Nessa mesma época, superaram a marca de dois milhões de discos vendidos nos Estados Unidos. Em novembro, é lançado então, o terceiro álbum do grupo, intitulado Celestial e uma edição especial em português.[49][50] Em dezembro de 2006, foi lançado o álbum Rebels, primeiro disco em língua inglesa do grupo.[51][52]

 
Anahí em Madrid durante a Tour Empezar Desde Cero (2008).

Em março de 2007, o sexteto apresenta o sitcom RBD: La Familia, uma série que trata de mostrar como o grupo é na "vida real", com situações parecidas com a vida que levam, para que os fãs tenham uma ideia de como é o RBD atrás dos bastidores, não se trata de um reality show, tudo o que ocorre na série é ficção.[53][54] A série foi finalizada em junho do mesmo ano com 13 episódios.[55] A companhia Mattel colocou a venda uma edição especial da Barbie dos personagens femininos principais da novela Rebelde, sendo comercializadas no México, Estados Unidos e alguns países da América Latina.[56] Em maio, o grupo foi convidado para se apresentar na 56ª edição do Miss Universo, que ocorreu no Auditório Nacional da Cidade do México, o grupo realizou um medley com as canções "Wanna Play", "Cariño Mio" e "Money, Money", canções do disco Rebels.[57] Junto ao RBD, faz uma participação especial na novela mexicana Lola... Érase Una Vez! (2007). Em novembro, foi lançado o quinto álbum do grupo, Empezar Desde Cero, vendendo cerca de 500 mil cópias mundialmente, sendo 300 mil apenas no México.[58] Ainda recebeu a segunda indicação da carreira ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Vocal Pop de Dupla ou Grupo.[59]

Em fevereiro de 2008, o grupo inicia a Tour Empezar Desde Cero nos Estados Unidos e gravam o DVD Live in Brasília durante o 48° aniversário de Brasília, para mais de 500 mil pessoas.[60] Ainda no mesmo mês, faz sua estreia solo em uma parceria com o cantor italiano Tiziano Ferro e Dulce María na canção "El Regalo Más Grande", alcançando o segundo lugar na parada italiana. A canção faz parte do álbum A Mi Edad (2008) de Ferro.[61]

Em 15 de agosto de 2008, após quatro anos de êxito, o grupo RBD anuncia sua separação e realiza uma turnê de despedida chamada Gira del Adiós World Tour, que passa por toda América Latina, Europa e Estados Unidos.[62] Após o anuncio da separação, Anahí organizou uma passeata mundial contra o fim do grupo, que foi realizada em 23 de agosto. Todos os fãs da América Latina e Europa atenderam o pedido e foram as ruas protestar.[63] O último show da carreira do grupo aconteceu em 21 de dezembro de 2008 na cidade de Madri no Palacio de Deportes para 15 mil pessoas.[64] Em 2009 lançam, então, o último álbum de estúdio Para Olvidarte De Mí e o DVD Tournée do Adeus, gravado em São Paulo durante a última turnê da banda.[65][66]

2009–2011: Mi Delirio e Dos HogaresEditar

 Ver artigos principais: Mi Delirio, Mi Delirio World Tour e Dos Hogares
 
Anahí em Los Angeles, em novembro de 2009.

Em 2009, Anahí assina um contrato com a gravadora EMI, e tem o single "Mi Delirio" lançado em julho durante os Premios Juventud.[67] Em novembro, retornou ao Brasil para iniciar a sua primeira turnê, intitulada Mi Delirio World Tour e ainda participou do Programa do Jô.[68][69] A turnê ainda passou pela Argentina, Chile, Eslovênia, México, Romênia, Sérvia e Venezuela. Foi eleita pela Billboard como a sétima turnê mais lucrativa do primeiro trimestre e 2010, sendo apenas nos 9 primeiros shows do ano, foram arrecadados mais de 851 mil dólares.[70] Em 24 de novembro de 2009, é lançado, então, o quinto álbum de estúdio, Mi Delirio, que recebeu disco de ouro no Brasil pelas 30 mil cópias vendidas.[71][72] Ainda em novembro, foi lançado o vídeo musical da faixa-título do disco, sendo censurado no YouTube, por conter cenas improprias para menores de 18 anos. O Youtube alegou que o vídeo não segue as regras de conteúdo veículado no site. Dias depois, o clipe foi liberado e já se encontra disponível no site.[73]

 
Anahí se apresentando em Tijuana em 2010.

Em fevereiro de 2010, participou do Festival Viña del Mar no Chile, onde encerrou sua apresentação com uma performance polêmica da canção "Él Me Mintió".[74] A primeira fase da turnê foi encerrada em março na Cidade do México, com um grande espetaculo e várias participações especiais. Em maio, lançou o vídeo musical do single promocional "Quiero" e em junho, o clipe do segundo single do álbum, "Me Hipnotizas", que chegou a ganhar o prêmio Orgullosamente Latino como Canção Latina do Ano.[75][76] Em setembro, foi a apresentadora do Kids' Choice Awards México, onde concorreu em três categorias, ganhando em Artista Favorita e Look Favorito, além disso, cantou pela primeira vez a canção "Alérgico".[77]

Retornou ao Brasil em outubro com a segunda fase da turnê e ainda participou do Programa do Gugu, Hebe, Acesso MTV, Domingo Legal, Tudo É Possível e Eliana.[78][79][80][81] Em novembro, lançou uma reedição do álbum Mi Delirio que contém faixas inéditas e um texto especial do autor brasileiro Paulo Coelho, debutando em décimo quarto lugar no México ficando sete semanas no Top 100.[82]

 
Anahí durante a canção "Mi Delirio" na Mi Delirio World Tour em São Paulo, 2011.

Em 26 de março de 2011, foi lançado o vídeo musical da canção "Libertad", do cantor Christian Chávez com a participação da mexicana.[83] Voltou ao Brasil em março com a terceira fase da turnê, tendo participações do cantores Christian Chávez, Noel Schajris e Penya, que passou por São Paulo e Rio de Janeiro e teve seu fim no México.[84]

Depois de prolongadas negociações, Anahí aceitou desempenhar o papel principal na telenovela mexicana Dos Hogares, escrita e produzida por Emilio Larrosa.[85] A novela estreou em 27 de junho de 2011 e seu último capítulo em 20 de janeiro de 2012 e marcou a volta da atriz a televisão, quatro anos após sua última aparição em uma série de TV.[86] Além de atuar, Anahí interpretou o tema de abertura, o single promocional "Dividida", tendo seu vídeo musical lançado em agosto de 2011.[87] A canção foi indicada aos Premios Juventud como melhor tema de novela.[88] Outra canção que Anahí gravou para a trilha sonora da telenovela foi "Rendirme En Tu Amor", um dueto com Carlos Ponce, seu par romântico na novela.[89] Em maio de 2011, foi convidada pela MTV Latinoamérica para gravar a canção "Click", tema de abertura da novela colombiana Popland!, em parceria com o cantor argentino Ale Sergi e com o cantor mexicano Brian Amadeus.[90][91][92]

2012–2019: InesperadoEditar

 Ver artigo principal: Inesperado

Em julho de 2012, Anahí postou em sua conta no Twitter um trecho de uma música que estava escrevendo com Noel Schajris e Claudia Brant.[93][94] A canção foi lançada em fevereiro de 2013, intitulada "Absurda".[95][96][97][98] Após o lançamento da canção, o projeto do próximo álbum foi engavetado e a cantora começou a se dedicar a compromissos como futura primeira-dama do estado mexicano de Chiapas.[99]

Em 25 de maio de 2015, Anahí lançou o lyric vídeo da canção "Están Ahí", em agradecimento aos seus fãs, após 2 anos sem lançar nenhuma música.[100][101][102] A cantora voltou aos palcos em 16 de julho de 2015 ao performar na décima-primeira edição dos Premios Juventud a canção "Rumba" junto com o cantor porto-riquenho Wisin, primeiro single do seu sexto álbum de estúdio que chegou a ter o título provisório de Amnesia.[103][104] Em 28 de agosto de 2015, foi lançado o vídeo musical da canção "Rumba", gravado na cidade de Miami sob a direção de Jessy Terrero.[105][106] A canção alcançou a primeira posição na lista da Billboard Tropical Songs[107][108] e o oitavo lugar na Billboard Latin Pop Songs, ambas dos Estados Unidos.[109] Em 11 de dezembro de 2015, foi lançado o segundo single do álbum, "Boom Cha", que alcançou um êxito mediano, ficando em primeiro lugar no Brasil e em segundo lugar no México, e no mesmo dia o vídeo musical da canção foi divulgado.[110] Em 12 de fevereiro de 2016, a cantora lançou o terceiro single, "Eres", a canção é uma balada romântica em parceria com o cantor mexicano Julión Álvarez.[111][112] No mês seguinte, foi lançado o vídeo musical, gravando em San Cristóbal de las Casas.[113][114][115][116]

Em 03 de junho de 2016, foi lançado o sexto álbum em estúdio da cantora, Inesperado.[117][118] O álbum se diferencia do disco anterior, Mi Delirio (2009) – que é um disco pop eletrônico – pois inclui ritmos regionais mexicanos na canção "Eres", de gênero pop latino em "Me Despido", "Arena y Sol", "Siempre Tú" e "Juntos En La Obscuridad", influências brasileiras em "Boom Cha", além de ritmos espanhois nas regravações "Temblando" e "La Puerta de Alcalá".[119] O disco alcançou o primeiro lugar na Colômbia, Brasil, México, Espanha, Chile e Estados Unidos na categoria de música latina, igual na Argentina, no qual conseguiu o primeiro lugar nessa categoria.[120] Nos Estados Unidos, o álbum estreou em sexto lugar na lista Latin Pop Albums e em décimo-sétimo lugar na Top Latin Albums, ambas da Billboard.[121][122] Em 16 de junho de 2016, foi lançado o vídeo musical do quarto e último single, "Amnesia".[123][124] Em 14 de julho, Anahí performou a canção na décima-terceira edição dos Premios Juventud.[125]

Em 14 de novembro de 2019, junto com sua irmã Marichelo Puente, lançou o podcast "Están Ahí", em sua conta oficial do Spotify.[126] Cada episódio conta com um convidado diferente.[126] Em 27 de novembro de 2019, lançou sua página oficial intitulada An by Anahí, na qual dá conselhos sobre nutrição, fitness e ioga, além do vídeo de cada podcast.[127]

2020–presente: Reunião da RBDEditar

Após 4 anos sem lançar um lançamento oficial, a cantora lançou a canção "Latidos" em 24 de janeiro de 2020, dedicada a seu filho primogênito, Manuel.[128][129][130]

Em 30 de setembro de 2020, foi anunciado um concerto virtual em que constariam somente os quatro integrantes originais: Anahí, Christian, Christopher e Maite.[131] Em apenas 24 horas após o ínicio das vendas, o show vendeu mais de 100 mil ingressos.[132] Alfonso e Dulce María optaram por não participar devido a questões pessoais.[133][134][135] Em 17 de novembro, o grupo lança o single "Siempre He Estado Aquí" nas plataformas digitais, o primeiro em onze anos.[136][137] No dia 26 de dezembro, o grupo realiza a apresentação virtual Ser o Parecer – The Global Virtual Union, sendo vista por 1,5 milhão de pessoas nas primeiras 12 horas.[138] O álbum ao vivo do concerto, intitulado Ser O Parecer: The Global Virtual Union foi lançado em 10 de junho de 2021 pela Universal nas plataformas digitais.[139][140]

Vida pessoalEditar

 
Anahí em Los Angeles em 2009.

Durante as gravações da novela Primer Amor, Anahí enfrentou um distúrbio alimentar grave, anorexia nervosa.[141] Em seu peso mais baixo, ela pesava aproximadamente 36 quilos, estava dentro e fora dos cinco centros de tratamento diferentes, e tinha sido enviada para vários médicos e psicólogos em torno México.[142] No dia 29 de abril de 2001, a cantora voltou de viagem de férias com a família, e começou a ter sensações de desmaios, sendo levada às pressas para um hospital, onde seu coração parou por oito segundos.[143] Em 2008, com o apoio da Televisa, lançou a campanha "Si Yo Puedo, Tú También", que ajuda adolescentes com essa doença.[144]

Em 11 de março de 2011, Anahí divulgou que descobriu através de uma tomografia que, o oxigênio que naturalmente deve chegar ao cérebro, estava bloqueado em uma grande porcentagem, devido a um desvio de septo que, poderia causar um acidente vascular cerebral, para resolver o problema, a cantora teve que fazer uma cirurgia.[145]

RelacionamentosEditar

Entre 2003 e 2004, namorou o ator mexicano Alex Sirvent.[146][147] Ainda em 2004, durante as gravações da novela mexicana Rebelde, a cantora começou a namorar o ator Christopher von Uckermann.[148] O namoro durou apenas 8 meses, porém continuaram amigos.[149] Em 2007, teve um breve romance com o ator mexicano Jaime Camil.[150]

Em 2008, Anahí começou a namorar o empresário Rodrigo Ruíz de Teresa.[151] O casal se conheceu através de um amigo em comum, o empresário Pepe Díaz.[151] O namoro durou um ano.[152] Em 2009, namorou o empresário espanhol Anuar Name.[153] O relacionamento não durou muito tempo, pois Anahí vivia no México, e ele na Espanha.[154]

Em abril de 2012, Anahí começou a namorar com o então senador do Estado de Chiapas, Manuel Velasco Coello, sendo eleito governador em junho do mesmo ano.[155][156][157][158][159] Em 9 de setembro de 2013, Manuel confirmou durante uma entrevista que o casamento com a cantora se realizaria entre este ano e o próximo ano em Chiapas.[160][161] Em 4 de outubro de 2014, Anahí e Velasco ficaram noivos.[162]

CasamentoEditar

Em janeiro de 2015, Leticia Coello, mãe de Manuel, revelou que o casamento seria realizado no mês de abril.[163] Em 7 de janeiro, Anahí revelou através de sua conta no Instagram que o vestido de noiva contará com o trabalho de mulheres chiapanecas, o desenho estará a cargo de Benito Santos e José Ramón Hernández será o coordenador de moda.[164] Em 19 de abril, o governador emitiu um comunicado onde dizia que sua união matrimonial com Anahí não teria recepção nem festa, e tão pouco lua de mel devido a seu compromisso político.[165] Para finalizar, declarou que o governo do Estado não realizou nenhuma reforma na Catedral de San Marcos en Tuxtla Gutiérrez por causa de seu casamento.[166]

Em 25 de abril de 2015, às 10 horas da manhã, Anahí e Manuel se casaram na Catedral de San Cristóbal de las Casas em San Cristóbal de las Casas, Chiapas.[167][168] Foi realizada pelo bispo Felipe Arizmendi Esquivel e contou com a presença de apenas 100 pessoas próximas ao casal.[169]

Em 22 de agosto de 2015, Anahí e Manuel comemoram seu segundo casamento, desta vez no civil.[170] A cerimônia privada foi realizada no Club de Golf Bosques de Santa Fe na Cidade do México.[171] Entre os convidados estiveram políticos e amigos dos noivos como o produtor mexicano Pedro Damián, criador da novela Rebelde e da banda RBD, na qual Anahí fez parte.[172][173]

MaternidadeEditar

Anahí confirmou estar grávida do primeiro filho no dia 11 de setembro de 2016, onde foi capa da edição mexicana da revista mexicana Caras.[174] Em sua conta no Instagram, a cantora compartilhou a foto da capa da revista e escreveu: "Com muita emoção, compartilho com vocês a notícia mais linda".[175] No mesmo mês, a cantora ainda divulgou que esperava um menino e que chamará Manuel, assim como o pai.[176] Manuel Velasco Puente nasceu em 17 de janeiro de 2017 as 22:36h em Tuxtla Gutiérrez, Chiapas.[177] Segundo informação do diário Reforma, o bebê pesou 2,6 kilos e mediu 49 centimetros.[178]

Em 28 de outubro de 2019, a cantora anunciou sua segunda gravidez.[179] No dia 08 de novembro de 2019, a cantora revelou que espera novamente um menino.[180] Emiliano Velasco Puente nasceu de 37 semanas em 02 de fevereiro de 2020 na Cidade do México.[181][182]

Outras atividadesEditar

EmpresáriaEditar

Logomarca da Avista (à esquerda) e BE by Anahí (à direita).

Em 2006, Anahí inaugurou sua primeira loja em um shopping na Cidade do México. Contando com o apoio de seus companheiros de RBD, Anahí cortou a fita de inauguração. A loja tinha roupas e acessórios que levam seu nome. Em novembro de 2006, foi relatado que, desde sua inauguração, a loja vendeu mais de US$ 50.000 em mercadorias. Em março de 2007, a cantora decidiu suas atividades.[183]

Em 2011, Anahí passou a fazer parte do grupo Aviesta no México, tornando-se sua diretora de moda, com uma página de vendas online, seu objetivo era se expandir para outros países.[184][185] No dia 25 de abril de 2012, o lançamento oficial de sua linha de calçados, bolsas e loja virtual aconteceu em uma festa organizada no Obelisco de Polanco, México, na qual ela compartilhou com convidados, imprensa e vários fãs.[186] Anahí quebrou recordes de vendas nos primeiros três meses e vendeu mais de 2 milhões de dólares em sapatos em menos de 7 meses. Em agosto de 2012, Aviesta foi lançado nos Estados Unidos.[187] Em 2013, a cantora anunciou que por conta de outros projetos não era mais diretora de moda de Aviesta.[188]

Em março de 2013, foi anunciado o lançamento de BE by Anahí, uma linha de esmaltes de unha.[189] Na Glamour da América Latina foi revelado que era uma coleção de vinte e cinco cores diferentes, e que tinham nomes como "rebelde", "delírio", "absurdo", "clique", " hipnótico" e "salve-me", sendo esses os nomes de algumas de suas canções mais conhecidas.[190]

Em dezembro de 2020, Anahí lançou uma linha de maquiagens, a An Makeup, onde nomeou a primeira paleta de sombras da grife de Mia Palette, em referência a sua personagem na novela Rebelde (2004–06).[191]

EscritoraEditar

Em 02 de dezembro de 2018, foi lançado o livro sobre maternidade, intitulado Valiente, escrito por Anahí e editado por Miguel Ángel Porrúa em versão digital e formato físico.[192][193] Foi previamente anunciado através das redes sociais da cantora.[194][195][196] Fala de suas experiências durante a gravidez, receitas, exercícios e foi criado com a ajuda da nutricionista e coach de saúde Laila Kuri.[197] Através de suas redes sociais, Anahí anunciou que parte do lucro do livro serão doados a área de oncologia do hospital de especialidades pediátricas de Tuxtla Gutiérrez, Chiapas.[198]

ApresentadoraEditar

Em julho de 2009, Anahí conduziu os Premios Juventud, junto com a mexicana Karyme Lozano e o ator Juan Soler. Além de conduzir, Anahí apresentou pela primeira vez seu single "Mi Delirio".[199] Em outubro de 2009, apresentou junto com Snoop Dogg, a categoria "Melhor Video do Ano" no Los Premios MTV Latinoamérica.[200]

Em setembro de 2010, apresentou os Kids Choice Awards México junto com Omar Chaparro.[201] Em 2010, conduziu o programa "Las 15 mejores colaboraciones de la década 00's" na MTV Tres, apresentando as melhores colaborações do ano 2000.

Em 14 de dezembro de 2014, a cantora foi a apresentadora da décima-oitava edição do Teletón México, junto com Gilbeto Gless, Omar Chaparro e Adrián Uribe, além de ter feito uma doação de 300 mil pesos atráves de sua fundação Sálvame.[202]

ComposiçãoEditar

 
Anahí em Puebla, no México, 2010.

Além de cantar, Anahí se destaca por compor várias canções, começando pelo álbum Mi Delirio, compondo e produzindo a maior parte do disco, junto Miguel Blas, Gil Cerezo e Ulises Lozano o tema do mesmo nome do disco, sendo esse o primeiro single do álbum. Junto a Amerika Jiménez e Antonio Rayo compos a canção "Qué Más Da", e com a compositora argentina Claudia Brant, os temas "Te Puedo Escuchar" e "Pobre Tu Alma", onde foi co-escritora. Também foi co-escritora da canção "Gira La Vida" junto com Richard Harris e Facundo Monty. Para a edição deluxe do disco, Anahí compôs junto com Noel Schajris seu terceiro single "Alérgico".[203] O escritor brasileiro Paulo Coelho, pediu para Anahí compor uma canção para seu livro O Aleph, que junto com o cantor Mario Sandoval, escreveu "Aleph", mesmo título do livro.[204][205]

Em 2011, Anahí compôs a canção "Dividida" para a novela Dos Hogares, na qual foi a protagonista.[206] Compôs novamente com Noel Schajris e Claudia Brant a canção "Absurda".[207]

Para seu sexto álbum de estúdio, Inesperado, lançado em 2016, Anahí foi co-autora de apenas três canções das doze presente no disco. "Rumba", primeiro single do disco foi escrito pelo cantor Wisin, Luis O' Neil e Anahí. "Boom Cha", o segundo single, contou com a co-autoria de Anahí junto com Zuzuka Poderosa, Cláudia Brant, Cassiano Juliano, David Quinones, Júlio Reyes-Rosas, Urales Vargas. A última composição foi "Eres", com participação de Julión Álvarez e composta por Anahí, Jovany Barreto, Luis Salazar, Paolo Tondo, Tat Tong e Mariana Vega.[208]

Atividades humanitáriasEditar

 
Anahí em uma coletiva de imprensa em 2006.

Depois de ter sofrido de anorexia nervosa em 2001, Anahí tomou a decição de participar de diversas campanhas sobre esse problema, com a intenção de compartilhar essa experiência com jovens que como ela que passaram por essa situação. Em outubro de 2008, com o apaio da Televisa, em colaboração com a Secretaria de Salud, Anahí participou da campanha "Si Yo Puedo, Tú También", ajudando os adolescente que sofrem de distúrbios alimentares.[209][210][211]

Após a morte de 3 fãs durante uma tarde de autógrafos no Brasil, em 4 de fevereiro de 2006, Anahí lançou junto ao grupo RBD a "Fundación Sálvame" (em homenagem a música "Sálvame") para ajudar crianças de rua. Iniciou suas operações em 1 de maio de 2007.[212] A fundação serviu no México, Brasil e Espanha. A primeira atividade para arrecadar dinheiro seria através de um show gratuito em Copacabana no Rio de Janeiro e tudo que os patrocinadores iriam distribuir, iam diretamente para a fundação. Porém, por motivos desconhecidos até hoje, o show não foi realizado.[213]

Em maio de 2009, Anahí apresentou a campanha "Mexicanas, Mujeres de Valor", que busca promover a qualidade de gênero e de respeito através de mensagens que favorecem a paz social, a união familiar e o orgulho de ser mulher mexicana. Em agosto, Anahí ofereceu em Monterrei, um conferencia a jovens sobre o problema de anorexia e bulimia que viveu. A cantora ofereceu uma conferencia sobre o tema dentro do evento organizado pelo "Instituto Estatal de la Juventud". Ainda se mostrou forte ao falar sobre a experiencia que quase lhe custou a vida e que iniciou quando tinha apenas 14 anos de idade. Aproximadamente 700 jovens estiveram presente no evento.

 
Anahí durante um show acústico no Brasil em 2010.

Em 19 de fevereiro de 2010, Anahí participou da sexta edição do Xpo Joven, que teve o tema "Tu Eres el Cambio". O evento aconteceu no Centro de Conveniências e Exposições de Chihuahua, onde Anahí contou suas experiencias e sobre a parada cardia que sofreu por causa da anorexia. Em março de 2010, a cantora ofereceu três shows em Monterrey, Guadalajara e Cidade do México, pois todo o dinheiro arrecadado foi doado para as vitimas do Terremoto do Chile. Em julho, Anahí doou uma de suas sais, que usou durante alguns shows do RBD, para o leilão que arrecadou fundos para as vitimas do Furação Alex.[214] Em outubro, se apresentou no concerto "Cantémosle a Veracruz", para arrecadar fundos em benefício aos as vitimas do Furacão Karl que aconteceu no estado da República Mexicana.[215]

Anahí já se apresentou em vários eventos do Teleton, que promove a reabilitação física, que busca arrecadar dinheiro para ajudar a criação de centros de reabitação infantil para crianças com deficiências. Com o RBD, participou de diversas edições do Teletón pelo mundo. Em 6 de outubro de 2010, se apresentou no Teletón de El Salvador.[216] Em dezembro de 2010, se apresentou no Teletón do Equador,[217] e em dezembro de 2011, no Teletón México.[218]

Em março de 2011, participou do projeto que procura ajudar os danificados do duplo desastre natural e das crises nucleares no Japão. A canção "Alérgico" foi incluída no álbum Voces por Japón.[219] Em 18 de setembro de 2011, o canal National Geographic apresentou a produção original "Obsesión: Cuerpos que Gritan", gravada na América Latina, que registra os depoimentos de pessoas que sofrem dentro de seu próprio corpo e tratam de buscar uma saída. Anahí falou sobre o "inferno" que viveu por 5 anos, durante as fases em que esteve doente de anorexia e como conseguiu superar essa doença.[220] Em dezembro, Anahí visitou a Fundação Ellen West, apoiando a María Carmen Betanzos, vitima de anorexia que começou a recuperação no centro de apoio graças a ajuda da cantora no Programa Laura. Em 2011, junto com o elenco de Dos Hogares, cedeu sua voz para a campanha em prol da mulher, elaborada pela Fundação Cultura Televisa, lançando uma linha de ajudantes gratuita para todas as mulheres que são abusadas, receberem ajuda.[221]

 
Anahí se apresentando em São Paulo em 2011.

Em 6 de outubro, Anahí se une a Fundação Non Violence, como novo membro de embaixadores da paz, foi a primeira latina a participar dessa campanha, sendo convidada pela viúva de John Lennon, Yoko Ono.[222][223] Desenhou sua própria escultura e participou enviando mensagens de paz e de amor para o México, Brasil e o resto do mundo. Em 2012, junto com outros embaixadores globais, apresentou sua escultura na exposição mundo "Pistolas por la Paz", durantes os Jogos Olímpicos de Londres 2012.[224]

Em 3 de janeiro de 2012, junto com a presidente do DIF Estatal, Leticia Coello, entregou mais de 1,500 brinquedos as famílias da colonia Pakal-Na’, com objetivo de festejar o "Día de los Reyes Magos" em Palenque, Chiapas.[225]

No final de 2013, Anahí começou a trabalhar na Fundación Salvame, que inicialmente era destinada a ajudar pessoas que sofriam com anorexia e bulimia. Esse novo projeto é destinado a ajudar crianças do Estado de Chiapas vítimas de violência e maus tratos.[226] Em 8 de outubro de 2014, a fundação foi inaugurada oficialmente em Chiapas.[227]

Em 13 de dezembro de 2014 participou do TeletónUSA que teve como meta arrecadar quinze milhões de dólares para ajudar crianças com deficiência nos Estados Unidos.[228]

Primeira-dama de ChiapasEditar

Anahí de Velasco
Primeira-dama de Chiapas  
Período 25 de abril de 2015
07 de dezembro de 2018
Governador Manuel Velasco
Antecessor(a) Isabel Aguilera de Sabines
Sucessor(a) Rosalinda Hernández
Dados pessoais
Nascimento 14 de maio de 1983 (38 anos)
Cidade do México, D.F
  México
Nacionalidade mexicana
Cônjuge Manuel Velasco (c. 2015)
Filhos Manuel (n. 2017)
Emiliano (n. 2020)
Religião Católica

Em 30 de setembro de 2015, Anahí realizou um desenho que foi avaliado em 700 mil pesos,[229] destinado a contribuir com a causa da "Fundação Duerme Tranquilo", quem realizou uma grande festa anual para a arrecadação de fundos, os quais são utilizados para melhor projetos na área da saúde, dando apoio ao Hospital Juárez de México, o Instituto Nacional de Cancerología, o Instituto Nacional de Neurología e Neurocirugía, e o Instituto Nacional de Pediatría.[230][231] 

Como Primeira-dama de Chiapas[232] começou uma série de visitas a diferentes escolas e centros comunitários de Tuxtla Gutiérrez.[233][234][235] Em 8 de outubro de 2015, Anahí visitou o Centro de Desarrollo Comunitario (CEDECO) para apoiar a mães solteiras e crianças em Tuxtla Gutiérrez, Chiapas.[236][237][238]

Em 5 de novembro de 2015, visitou a escola Delfina Rincón, onde junto as crianças, assistiu a obra de teatro Las palabras mágicas de amistad, na qual tem como objetivo passar valores de respeito, amizade e solidariedade.[239] em 6 de novembro de 2015, Anahí visitou o Centro de Educación Básica do estado de Chiapas (Cebech), onde realizou uma palestra sobre a prevenção do cancer.[240] Esteve acompanhada por Claudia Santillana Rivera, presidente da fundação Un paso a la vez, quem deu seu testemunho como sobrevivente da doença.[240] Em 10 de novembro de 2015, visitou o Centro de Equino terapia de la Secretaría de Seguridad y Protección Ciudadana do Governo de Chiapas, onde conviveu com crianças que recebem terapias.[241][242] Em 14 de dezembro de 2015, acompanhada de María Inés García, levou presentes a crianças da Casa Hogar Infantil.[243][244]

Em 16 de dezembro de 2015, Anahí junto com seu marido Manuel Velasco Coello, viajaram para a Cidade do Vaticano e conheceram o Papa Francisco.[245][246]

Em 4 de fevereiro de 2016, visitou o município de Zinacantán, junto com Manuel Martínez Jiménez, onde conviveu com artesãs, vestiu trajes habitual das mulheres zinacantecas e entregou máquinas de costura a cada uma das quarenta artesãs presentes destinadas a facilitar o trabalho diário das mesmas.[247][248][249]

Depois da visita do Papa Francisco em Chiapas,[250] Anahí seguiu com seu trabalho como Primeira-dama e visitou o Albergue temporal de Mujeres Maltratadas, onde se dá atenção integral a mulheres citímas de violência.[251] Entregou máquinas de costura, comoutadores e jogos.[252] 

Em 4 de março de 2016, visitou o Hospital de Especialidades Pediátricas onde levou jogos para cada paciente para que tenham uma distração durante sua estadia e tratamento no hospital.[253][254]

Influências e imagemEditar

Thalía (à esquerda) e Madonna (à direita) são algumas das artistas que mais inspiram Anahí.

Em diversas entrevista, Anahí disse que ainda que sua música seja focada no pop, suas influências e gostos são de diversos gêneros como reggaeton, jazz, electrónica e o R&B. Segundo a cantora, uma de suas maiores influencias é Thalía, que comentou: "Vejo que é uma mulher brilhante, exitosa e linda, que além de tudo, nunca se descuidou de seu coração e de quem é."[255] Anahí disse que outras de suas influências é a cantora colombiana Shakira, o cantor britânico Robbie Williams e o cantor espanhol Alejandro Sanz, na qual comentou: "Acredito que uma das minhas grandes influências musicais, ou das pessoas que mais admiro é Shakira, pois tem um talento incrível. Robbie Williams, que é  um excelente performance. E tenho um grande sonho de realizar algum projeto com Alejandro Sanz, é um ídolo para mim." Anahí confessou ao "diário Milenio" que outras de suas influencias são artistas como Madonna, Lady Gaga e Gloria Trevi, que comentou que se sente influenciada pelo feito de que são: "personagens que odeiam e amam. Sei que me encontro nessa categoria, as pessoas escutam meu nome e tem uma reação muito radical, o que não é ruim, pois como artista é necessário levantar paixões. De nada serve que te encontrem em um ponto onde o que fazes não tem importância. Quero apresentar este material, que as pessoas saibam que a musica do meu novo single foi feita por Kinky, e que trago uma banda bem talentosa no palco, como Matute."[256]

Por outra parte, Anahí é conhecida por renovar sua imagem através da mídia, com o grupo RBD e como solista com seus vídeos musicais. A revista People en Español a considerou "uma jovem versátil",[257] assim como também uma mulher "que tem um corpo invejável".[258] Anahí já foi considerada em inúmeras ocasiões com um sex symbol, a revista Quien, a descreveu como "uma cantora que se reinventou e está cada vez mais linda".[259] Segundo o site Terra, Anahí "mudou sua eterna imagem por uma femme fatale"[260] e uma cantora que "te hipnotiza com sua delirante sensualidade".[261] A assessora de imagem Wendy Crespi considerou que: "seu estilo foi aperfeiçoado e bem definido já que representa mais a idade que tem. Ela evoluiu sua aparência juvenil, agora a vemos mais segura, mais confiante e madura.", observou ainda que: "Tem um estilo sedutor, tem confiança em sí mesma e es extrovertida. Se sente confortável com seu corpo." Sara Galindo, editora executiva de moda da revista ELLE México, assegura entender dos looks de show, mas consider que tem todo o potencial para ser  primeira dama mais chic e fantástica do México, dito que: "É uma menina muito simpática, tem uma grande beleza e é só questão de tempo para ajustar alguns detalhes".[262] Carlos Vega, editor de música de Univision.com a considerou: "A artista que é mais internacional em termos de usuários, o número é impressionante, da Eslovênia para o Brasil e Espanha.

 
Anahí na Sérvia em 2010.

No álbum Celestial (2006) do RBD, Anahí ficou encarregada da imagem do disco, se inspirou no estilo urbano, tipo estilo de mendigo. Em seu videoclipe "Mi Delirio", a cantora interpreta uma mulher louca presa em um hospital psiquiátrico, o vídeo foi considerado pelo YouTube muito provocante, sendo censurado por uns dias.[263] Segundo Univision, Anahí usa um look mais atrevido, sensual, e com um vestuário mais chamativo. De acordo com a revista Quién, em seu videoclipe "Me Hiptnozas", Anahí apareceu muito sexy, dança para as câmeras e mostra sua esbelta figura.[264] No vídeo, mostrou que é uma grande amante da natureza, demostrando o calor e o conforto que inspira a cantora na floresta, também mostra outra mensagem que é a negatividade da guerra.[265] Na turnê Mi Delirio World Tour, durante sua apresentação na canção "El Me Mintió" no Festival Viña del Mar, Anahí usou um vestido de noiva com facas cravadas nas costas e todo ensanguentado.[266] A cantora disse no diário Milenio que: "minha inspiração foi quando estava em Chicago passando por uma loja de roupa, e vi uma boneca que tinha uma faca no pescoço. Pensei em como adicionar o vestido de noiva para representar uma traição em um momento tão importante, mas não me importo que digam que eu copiei Lady Gaga, ao contrário, é um elogio. O jornal La Tercera disse que Anahí: "se esforçou com as aulas de atuação que adquiriu na Televisa, fez uma performance no minimo, curiosa. Tentou chorar durante a canção "Sálvame", ajoelhou-se e colocou as mãos em seu rosto. La Cuarta acrescentou que: "Foi pura emoção, mas tanto esforço não foi suficiente nem para um pedacinho de brilho". No entanto, Anahí voltou a realizar a apresentação no México, no Teatro Metropolitan, junto com a cantora Amanda Miguel, onde, vestidas de noivas, arrancaram o coração.[267] O programa Ventaneando disse: "Que maravilha esse dueto, eu o-aplaudo por que Amanda Miguel é uma das melhores vozes da América Latina e Anahí teve o prazer de cantar com ela. Ela (Anahí) se atreve a fazer coisas diferentes, e isso é bem interessante, ja que muitas outras (cantoras) quiseram ser completa como Anahí. Dança, canta e está nos palcos desde que tem dois ano de idade. Na turnê Mi Delirio World Tour, Anahí usou roupas com inspiração no cabaret durante a canção "Mi Delirio".

Somente no website Twitter, a cantora possui mais de nove milhões de seguidores (até janeiro de 2020), o que a torna a segunda mexicana com o maior número usuários conectados a sua conta da rede social, sendo superada apenas por Paulina Rubio, que tem mais de onze milhões.[268][269]

DiscografiaEditar

 Ver artigo principal: Discografia de Anahí

FilmografiaEditar

Televisão
Título Ano Personagem Notas
Chiquilladas 1986–89 Vários personagens / Frambuesa Estreia na televisão
La Telaraña 1989 Paty Episódio: "Terremoto"
La Hora Marcada 1989 Cristina Episódio: "David"
1989 Boneca Episódio: "Martha"
Papá Soltero 1990 María Eugenia Episódio: "Fuera de Control"
Madres Egoístas 1991 Gabriela "Gaby" Cantú Coadjuvante; 80 episódios
Muchachitas 1991–92 Betty Ortigoza Coadjuvante; 200 episódios
Ángeles Sin Paraíso 1992–93 Claudia Cifuentes Protagonista; 160 episódios
Dr. Cándido Pérez 1992 Garota Episódio: "El Que con Niños Anda..."
Alondra 1995 Margarida Leblanc Coadjuvante; 160 episódios
Tú y Yo 1996–97 Melissa Álvarez Coadjuvante; 137 episódios
Mujer, Casos De La Vida Real 1996 Fabiola Episódio: "Angélica"
Mi Pequeña Traviesa 1997–98 Samantha López Carrillo Coadjuvante; 100 episódios
Vivo por Elena 1998 Natalia "Talita" Carvajal Coadjuvante; 115 episódios
El Diario de Daniela 1998–99 Adelia Monroy Antagonista; 100 episódios
Mujeres Engañadas 1999–00 Jéssica Duarte Coadjuvante; 120 episódios
Locura de Amor 2000 Giovanna Luna Guerra Episódio: "6 de outubro de 2000"
Primer Amor: A Mil Por Hora 2000–01 Protagonista; 101 episódios
Clase 406 2003 Jessica Riquelme Drech Temporada 3 e 4
Rebelde 2004–06 Mia Colucci Cáceres Protagonista; 440 episódios
RBD, La Familia 2007 Annie Protagonista; 13 episódios
Lola... Érase Una Vez 2007 Ela mesma Episódio: "5 de setembro de 2007"
Dos Hogares 2011–12 Angélica Estrada Mejía Ballesteros Protagonista; 150 episódios
Lucky Ladies 2015 Ela mesma Episódio: "17 de dezembro de 2015"
Cinema
Título Ano Personagem
Asesinato A Sangre Fría 1989 Vitória
Había Una Vez Una Estrella 1989 María Juana
Nacidos Para Morir 1991 Júlia
Ayudame Compadre 1992 Carla
El Ganador 1992 Mariana Sant
No Me Defiendas Compadre 1996 Estephania
Inesperado Amor 1999 Ana
Tarde Azul 2000 Nicole
Web / Internet
Título Ano Nota Canal
Ana 2019–20 Ela mesma AnByAnahi
  • ↑a Vlog de nutrição/culinária, yoga, fitness e blog de podcast.

TurnêsEditar

Prêmios e indicaçõesEditar

Referências

  1. «Anahí Net Worth» (em inglês). Celebrity Net Worth. Consultado em 6 de julho de 2021 
  2. «Anahí - Biografía». EMI. Consultado em 29 de abril de 2013. Arquivado do original em 30 de março de 2013 
  3. Billboard en Español. «Los mejores exponentes del pop latino». Consultado em 20 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 12 de fevereiro de 2013 
  4. a b c d e f g h i j «Anahí: Biografía». Mundo Hispanico. Consultado em 26 de agosto de 2020 
  5. «Anclado En Mi Corazon - Anahí» (em inglês). Allmusic Guide. Consultado em 19 de junho de 2012 
  6. «Anahí - Allmusic» (em inglês). Allmusic Guide. Consultado em 19 de junho de 2012 
  7. «Anahi: Baby Blue» (em inglês). Portal Allmusic. Consultado em 12 de julho de 2012 
  8. «Grammy Latino 2006: veja indicados». territoriodamusica. 2006. Consultado em 27 de setembro de 2006 
  9. Puga, Alejandro (27 de dezembro de 2020). «Ser o Parecer 2020: así fue la reunión de RBD». Expresso 
  10. «Anahí: cantora mexicana conquista disco de ouro com o álbum "Mi delírio"». Extra Globo. Consultado em 1 de abril de 2011 
  11. «Anahí recebe disco de ouro no Brasil pelas vendas superiores a 30 mil copias». Caras. 31 de março de 2011. Consultado em 31 de março de 2011 
  12. «Anahí Mini Bio». Consultado em 6 de julho de 2021 
  13. «Fifth Harmony e Projota estão nos lançamentos da semana». Gshow. 8 de junho de 2016. Consultado em 6 de julho de 2021 
  14. «Em novo clipe, da música 'Amnesia', Anahí mostra corpo escultural. Assista!». Caras. 16 de junho de 2016. Consultado em 6 de julho de 2021 
  15. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s «Anahí, su paso por las telenovelas» (em espanhol). Quién. 22 de junho de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  16. «Anahí comenzará grabaciones de `Dos hogares´» (em espanhol). Quién. 5 de abril de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  17. «Anahí y Carlos Ponce de romance... sólo en tele» (em espanhol). Quién. 28 de junho de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  18. «Anahí se arrepiente de haber protagonizado "Dos hogares": "La historia nunca me llegó a encantar"» (em espanhol). RPP. 28 de setembro de 2020. Consultado em 6 de julho de 2021 
  19. «Anahí se apresenta e ganha prêmios importantes do Kids Choice Awards». IMDB. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  20. «Ganhadores: Prêmios People En Español 2010». Consultado em 5 de agosto de 2010 
  21. «Los Ganadores de Prêmios Tu Mundo 2012» (em espanhol). Telemundo. Consultado em 6 de julho de 2021 
  22. «Anahí é eleita uma das 100 Mulheres mais 'Hot' do planeta pela MAXIM» [ligação inativa]22/05/2012.
  23. «Revista VIP». vip. Consultado em 14 de novembro de 2009. Arquivado do original em 2 de novembro de 2011 
  24. Quien. «Los que han sobresalido de las bandas musicales». Consultado em 4 de junho de 2014 
  25. «Thalía es la más buscada en Google». People en Español. 25 de março de 2009 
  26. «Los cuerpos perfectos de las celebridades». Consultado em 8 de agosto de 2014 
  27. «Entrevista com Anahí». Programa do Jô. 2 de novembro de 2009. Rede Globo 
  28. «Sobrinha da RBD Anahí quer seguir os passos da tia». Ofuxico. Consultado em 13 de julho de 2012 
  29. «Grávida, Anahí ganha beijinhos dos sobrinhos na barriga e encanta fãs». Caras. 16 de setembro de 2016. Consultado em 6 de julho de 2021 
  30. «Anahí não se desgruda de sua sobrinha Ana Paula». Mais Mulheres. Consultado em 6 de julho de 2021 
  31. «Anahí, la chica 'rebelde' cuya historia cambió con la anorexia y hoy promueve una vida saludable» (em espanhol). El Universo. 19 de maio de 2020. Consultado em 6 de julho de 2021 
  32. «Anahi Vhs Anclado En Mi Corazón». Paramúsica. Consultado em 6 de janeiro de 2017 
  33. «Anahí a través de los años» (em espanhol). People en Español. 14 de maio de 2017. Consultado em 22 de julho de 2021 
  34. «¿Recuerdas "Primer amor a mil por hora"? Así lucen los protagonistas en la actualidad» (em espanhol). Diario Correo. 26 de setembro de 2017. Consultado em 6 de julho de 2021 
  35. «¡Soy de la 'Clase 406'! El antes y el después de los actores tras 15 años de la série» (em espanhol). Hola. 24 de outubro de 2018. Consultado em 6 de julho de 2021 
  36. «Da TV mexicana para os palcos do mundo: relembre a história do RBD». Omelete. 4 de outubro de 2020. Consultado em 6 de julho de 2021 
  37. «RBD - Biography» (em inglesa). AOL Music. Consultado em 13 de março de 2012 [ligação inativa]
  38. «Latin Grammy awards Thursday». USA Today (em inglés). Gannett Company. 3 de novembro de 2006. Consultado em 20 de maio de 2015 
  39. «Lista completa de nominados al Latin Grammy». Terra.com. Telefónica S.A. Consultado em 20 de maio de 2015 
  40. RBD - Certificados Arquivado em 1 de abril de 2012, no Wayback Machine..
  41. «RBD: mais que uma banda, um sentimento.» (em português). rbdnews.com. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 14 de agosto de 2012 
  42. «Anahi (2) ‎– Antología». Discogs (em inglês). 2005. Consultado em 12 de julho de 2012 
  43. «Anahi - Una Rebelde en Solitario». Allmusic (em inglês). Consultado em 12 de julho de 2012 
  44. «Anahi (2) – Antes De Ser Rebelde». Discogs. Consultado em 12 de julho de 2012 
  45. «Live in Hollywood [DVD]». Portal AllMusic. Consultado em 29 de fevereiro de 2012 
  46. «Grupo RBD chega ao Brasil para shows em 13 cidades brasileiras». Ramiro Burr's. Consultado em 18 de setembro de 2006 
  47. «EGO - LISTA: As dez bandas que mais lotaram o Maracanã». Ego. 29 de maio de 2008. Consultado em 6 de julho de 2021 
  48. «Apresentação do RBD no Maracanã vai virar DVD». Portal Terra. Consultado em 29 de setembro de 2006 
  49. «RBD Albums». Better World Books. Consultado em 24 de outubro de 2008 
  50. «Celestial in Billboard». Billboard. Consultado em 24 de outubro de 2008 
  51. «Rebels in Billboard». Billboard. Consultado em 6 de janeiro de 2007 
  52. «We Are RBD in Billboard». Billboard. Consultado em 6 de janeiro de 2007 
  53. «RBD: La familia (TV Series 2007– )» (em inglês). imdb.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  54. «RBD La Familia» (em espanhol). sky.com.mx. Consultado em 13 de março de 2012 
  55. «Los 'Rebelde' regresan a televisión con 'RBD: La familia'» (em espanhol). Formula TV. 23 de março de 2007. Consultado em 6 de julho de 2021 
  56. «De las muñecas de las integrantes al récord Guinness: 10 datos curiosos de RBD que quizá no sabías» (em espanhol). Las Estrellas. 12 de março de 2021. Consultado em 6 de julho de 2021 
  57. «RBD fará show no Miss Universp». Vem que tem.net. Consultado em 13 de março de 2012. Arquivado do original em 30 de outubro de 2013 
  58. «Certificaciones Amprofon - Amprofon». Amprofon.com.mx. Consultado em 18 de abril de 2012. Arquivado do original em 5 de Março de 2016 
  59. «Empezar Desde Cero by RBD on MSN Music» (em inglês). RBD Awards and Nominations. Consultado em 30 de maio de 2012 
  60. «#6AnosLiveInBrasilia: O show com mais de meio milhão de pessoas». RBD Forever. 21 de abril de 2014. Consultado em 26 de julho de 2020 
  61. «¿Dónde está Tiziano Ferro y su 'Rojo relativo'?» (em espanhol). Lavanguardia. 6 de dezembro de 2018. Consultado em 6 de julho de 2021 
  62. «RBD anuncia a separação». G1. 15 de agosto de 2008. Consultado em 6 de julho de 2021 
  63. «Fãs fazem passeata na Avenida Paulista contra fim do RBD». Portal G1.Globo.com. Consultado em 5 de março de 2012 
  64. «El último concierto de RBD en España» (em espanhol). Hola. 22 de dezembro de 2008. Consultado em 6 de julho de 2021 
  65. «Após 'turnê do adeus', RBD lança álbum de despedida». Ramiro Burr's. Consultado em 10 de março de 2009 
  66. «Circula en Internet una nueva canción de RBD llamada 'Para Olvidarte de Mí'» (em espanhol). univision.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  67. «Anahi - RBD's Anahi Performs at Premios Juventud 2009» (em inglês). Portal About.com. Consultado em 28 de junho de 2012. Cópia arquivada em 17 de abril de 2013 
  68. «Cantora Anahi lança primeiro disco». Globoplay. 2 de novembro de 2009. Consultado em 6 de julho de 2021 
  69. «Anahi inicia turnê». G1. 3 de novembro de 2009. Consultado em 6 de julho de 2021 
  70. «Hot Tours: Black Eyed Peas, Muse, Lady Gaga... Billboard.com». billboard.com. 2011. Consultado em 1 de maio de 2011 
  71. «Mi Delirio é disco de ouro no Brasil». Caras. 31 de março de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  72. TVNotas. «Anahi» (em espanhol) 
  73. «Clipe de Anahí, é censurado no Youtube». Ego. 15 de dezembro de 2009. Consultado em 6 de julho de 2021 
  74. «Anahí faz show vestida de noiva». Terra. 24 de fevereiro de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  75. «Anahi ganha premio Orgullosamente Latino». Terra. 30 de agosto de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  76. «Saiu "Me Hipnotizas", novo clipe da Anahí!». Capricho. 1 de junho de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  77. «Anahi ganha prêmio no KCA México 2010». Revista Abril. 28 de setembro de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  78. «Anahi toma caiprinha no Tudo é Possivel». R7. 8 de outubro de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  79. «Hebe recebe Restart e Anahí em gravação de programa». Ego. 4 de outubro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  80. «Anahi no Programa do Gugu». Consultado em 20 de setembro de 2011. Arquivado do original em 10 de outubro de 2010 }}
  81. «Eliana entrevista Anahi». SBT. 17 de outubro de 2010. Consultado em 6 de julho de 2021 
  82. «Mi Delirio Deluxe debuta em 14 no México». Consultado em 20 de setembro de 2011. Arquivado do original em 11 de julho de 2012 
  83. «Anahi e Christian lançam clipe Libertad». Consultado em 20 de setembro de 2011. Arquivado do original em 7 de abril de 2011 
  84. «Anahí e Christian Chávez 'cumprem promessa' e relembram RBD em SP». G1]. 26 de março de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  85. «Anahí se vuelve un ángel». People en Español. 6 de junho de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  86. «Anahí protagonizará nueva telenovela de Televisa Dos Hogares». musicacinetv (em espanhol). 21 de fevereiro de 2011. Consultado em 1 de junho de 2019 
  87. «Anahí está Dividida». People en Español. 6 de junho de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  88. Premios Juventud. «PJ 2012 Ganadores (Novelas)». Univision 
  89. «Anahí lança novas músicas e pode voltar ao Brasil». Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  90. «Anahí hace 'Click' en Popland!» (em espanhol). Quién. 19 de agosto de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  91. «Anahí, Bryan Amadeus y Ale Sergi estrenan "Click"». People en Español. 16 de agosto de 2011. Consultado em 6 de julho de 2021 
  92. «Anahí hace 'click' en MTV» (em espanhol). El Siglo de Torreón. 12 de agosto de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  93. «Anahí lança single 'Absurda' com lyric vídeo na web» [ligação inativa] Página visitada em 31/01/2013
  94. «Ex-RBD Anahí lança nova música, 'Absurda'»  Página visitada em 31/01/2013
  95. «Saiu! Ouça o novo single da Anahí, "Absurda", que já tem lyric video»  Página visitada em 31/01/2013
  96. «Two new music of Anahi registered on the website of ASCAP» (em inglês). Anahi Online. Consultado em 21 de abril de 2012. Arquivado do original em 3 de março de 2012 
  97. «Ex- RBD Anahí se casa com governador mexicano.». 25 de abril de 2015. Consultado em 25 de abril de 2015 
  98. «Se casan Manuel Velasco y Anahí en Chiapas» (em espanhol). El Universal. 25 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  99. «Ex-RBD usa vestido caríssimo em evento como primeira-dama». O Fuxico. 25 de setembro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  100. «Anahí lança single após dois anos». Quem. 26 de maio de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  101. «Ex-RBD Anahí surpreende os fãs com nova música. Assista!». O Fuxico. 26 de maio de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  102. «Anahí é líder absoluta do iTunes Brasil com novo single». Latin Pop Brasil. 28 de maio de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  103. «Anahi lançará novo disco, Amnesia, apenas em fevereiro». Latin Pop Brasil. 6 de novembro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  104. «Ex-RBD Anahi adia para fevereiro de 2016 o lançamento de seu novo álbum, "Amnesia"». PureBreak. 6 de novembro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  105. «VIDEO: 'Rumba' de Anahí llega al número uno a horas de su estreno» (em espanhol). Quién. 28 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  106. «Wisin y Anahí presentan el videoclip oficial de "Rumba"» (em espanhol). Perú. 31 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  107. «Artist - Anahi». Billboard (em inglês). Consultado em 10 de setembro de 2015 
  108. «Tropical Airplay». Billboard (em inglês). 24 de outubro de 2015. Consultado em 13 de outubro de 2015 
  109. «Billboard charts - Anahí». Billboard Biz. 15 de agosto de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  110. Portal POPLine. «Anahí alcança topo do iTunes Brasil com lançamento oficial de Boom Cha». Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  111. Torres, Leonardo (11 de fevereiro de 2016). «Anahí lança mais uma música do álbum novo: ouça "Eres"». Popline 
  112. Torres, Leonardo (4 de fevereiro de 2016). «Anahí revela trecho da letra de música nova: "Eres"». Popline 
  113. «Anahí y Julión Álvarez grabaron video de su canción Eres». Telemundo. 1 de março de 2016. Consultado em 2 de março de 2016 
  114. «Anahí filma videoclip de su nuevo tema musical junto a Julión Álvarez». Marmor Informa. 1 de março de 2016. Consultado em 2 de março de 2016. Arquivado do original em 13 de março de 2016 
  115. «Anahí y Julión Álvarez graban en Chiapas el video de Eres». starmedia. 1 de março de 2016. Consultado em 2 de março de 2016. Arquivado do original em 5 de março de 2016 
  116. «Lo nuevo de Anahí y Julión Álvarez». CM TV. Consultado em 30 de março de 2016 
  117. «Anahí regressa ao showbiz com Inesperado». Uol. 7 de junho de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  118. «Amnésia de Anahí ahora será Inesperado» (em espanhol). Los 40. 19 de maio de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  119. «Analizamos Inesperado, el nuevo álbum de Anahí» (em espanhol). Los 40. 3 de junho de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  120. «Anahí es número 1 en los charts con su nuevo disco 'Inesperado'». Univisión. 3 de junho de 2016. Consultado em 6 de junho de 2016 
  121. «Latin Pop Albums Charts History». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2016 
  122. «Top Latin Albumes Charts History». Billboard (em inglês). Consultado em 14 de junho de 2016 
  123. «Anahi objavila spot 'Amnesia'». Tracara. 16 de junho de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  124. «Anahí estreia clipe de 'Amnesia'». Gshow. 16 de junho de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  125. «Anahí apresenta "Amnesia" no palco do Premios Juventud 2016». Popline. 14 de julho de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  126. a b «Anahí se confiesa en su nuevo podcast y revela: 'Esto nunca lo había contado'». Hola México (em espanhol). 17 de novembro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  127. «La espera ha terminado, en pleno embarazo, Anahí lanza hoy su plataforma». Hola México (em espanhol). 27 de novembro de 2019. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  128. «Latidos de Anahí». iTunes Store. Apple Inc. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 24 de janeiro de 2020 
  129. «Anahí faz homenagem a filhos em lyric video de Latidos; assista». Uol. 24 de janeiro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  130. «Anahí y la canción que creó inspirada en a maternidad» (em espanhol). Hola. 22 de janeiro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  131. «RBD anuncia live 'Ser o parecer' para 26 de dezembro sem Alfonso Herrera e Dulce María». G1. 30 de setembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  132. «Live paga do RBD já vendeu mais de 100 mil ingressos em menos 24h, diz TV mexicana». Caras. 6 de outubro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  133. «RBD entrega motivo da ausência de Poncho e Dulce María no retorno do grupo». Uol. 8 de outubro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  134. «Dulce María lamenta ausência em reencontro do RBD: 'Me dói muito não estar'». Uol. 4 de novembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  135. «Dias depois de Dulce Maria, Alfonso Herrera revela nascimento de filho». Uol. 6 de dezembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  136. «RBD vai lançar música nova antes de reunião em live, diz Anahí». Uol. 23 de outubro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  137. «RBD lança 'Siempre He Estado Aquí'». Omelete. 17 de novembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  138. «Anahí nostálgica e Christian empoderado: Saiba como foi o show do RBD». Uol. 26 de dezembro de 2020. Consultado em 20 de julho de 2021 
  139. «RBD: O êxito do pop latino em "Ser O Parecer: The Global Virtual Reunion"». O Povo. 16 de junho de 2021. Consultado em 20 de julho de 2021 
  140. «RBD lança álbum ao vivo com regravações dos principais sucessos do grupo». Metropolitana FM. 14 de junho de 2021. Consultado em 20 de julho de 2021 
  141. «De ruminação a compulsão: os transtornos alimentares que afetam os jovens». Veja. 11 de janeiro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  142. «Anahí revela que Televisa quis impedi-la de interpretar Mia Colucci em "Rebelde" e relembra comentário de produtor detonador de anorexia: "Foram anos difíceis"». Hugo Gloss. 24 de setembro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  143. «Anahí relembra trabalhos e desabafa sobre anorexia: "minha vida muda hoje!"». TodaTeen. 11 de janeiro de 2018. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  144. «Cantora Anahí, do RBD, faz campanha contra anorexia em TV mexicana». G1. 15 de outubro de 2008. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  145. «Anahí, ex-RBD, é submetida a cirurgia de emergência no México» (em espanhol). Ego. 13 de março de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  146. «Dan a conocer todo el historial amoroso de los integrantes de RBD». El Intransigente (em espanhol). 19 de setembro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  147. «Anahí: los momentos más polémicos de la vida de la exRBD [FOTOS Y VIDEOS]». La Republica (em espanhol). 14 de maio de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  148. «RBD y el laberinto amoroso de sus miembros: un novio plantado en el altar y más historias». El Comercio (em espanhol). 2 de setembro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  149. «Ex-RBD Christopher Uckermann tem nova namorada». O Fuxico. 26 de abril de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  150. «Anahí do RBD está mesmo saindo com Jaime Cami». Meio Norte. 18 de setembro de 2007. Consultado em 15 de janeiro 2021 
  151. a b «Anahí truena con Rodrigo Ruiz de Teresa». Quién (em espanhol). 20 de abril de 2009. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  152. «10 famosas que pasaron de niñas buenas a "come hombres"». De 10 (em espanhol). 13 de dezembro de 2016. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  153. «Los libaneses poderosos de México». Revista Clase (em espanhol). 5 de agosto de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  154. «Anahí y Rodrigo Ruiz de Teresa con nuevas conquistas» (em espanhol). Quién. 22 de maio de 2009. Consultado em 22 de julho de 2021 
  155. «Manuel Velasco y Anahí en la Nextel Cup Querétaro». Consultado em 30 de março de 2013. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2014  09/09/2012.
  156. «Anahí y Manuel Velasco en la lista de `Las parejas más atractivas´» (em espanhol). Quién. 29 de janeiro de 2013. Consultado em 22 de julho de 2021 
  157. Hola México (22 de agosto de 2012). «En ¡HOLA!: Anahí y Manuel Velasco, el más romántico beso de película». Consultado em 6 de novembro de 2012 
  158. Univisión (22 de agosto de 2012). «Anahí y Manuel Velasco, virtual gobernador de Chiapas, presumieron su amor en Nueva York». Consultado em 6 de novembro de 2012 
  159. «Anahí posa para a revista Caras e descarta planos para CD novo: "no momento, não"». Popline. 4 de março de 2013. Consultado em 22 de julho de 2021 
  160. «Manuel Velasco: "(La boda) puede ser este año o el que entra"» (em espanhol). Quién. 10 de setembro de 2013. Consultado em 22 de julho de 2021 
  161. «Anahí se casará hasta el próximo año con Manuel Velasco» (em espanhol). Diário. 11 de setembro de 2013. Consultado em 22 de julho de 2021 
  162. «Anahí se comprometió con Manuel Velasco». Consultado em 8 de novembro de 2015. Arquivado do original em 6 de outubro de 2014 
  163. «Manuel Velasco, gobernador de Chiapas, y Anahí se casarán en abril» (em espanhol). Expansion. 7 de janeiro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  164. «Anahí da a conocer los primeros detalles de su vestido de novia en Instagram (FOTOS)» (em espanhol). People en Español. 8 de janeiro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  165. «Boda de Anahí y Manuel Velasco será austera y sin luna de miel, dice el político» (em espanhol). Publimetro. 20 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  166. «Manuel Velasco aclara total austeridad en boda con Anahí» (em espanhol). Excelsior. 19 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  167. «Una boda en Chiapas sin recepción, luna de miel y por la mañana» (em espanhol). El País. 27 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  168. «Anahí, cantante y actriz de 'Rebelde', comparte 'el momento más feliz de su vida': su boda con el gobernador de Chiapas, Manuel Velasco» (em espanhol). Hola. 26 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  169. «Los detalles de la boda de Anahí y Manuel Velasco (VIDEO)» (em espanhol). People en Español. 25 de abril de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  170. «La segunda boda de Anahí y Manuel Velasco» (em espanhol). Sopitas. 25 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  171. «Detalles de la boda secreta de Anahí y Manuel Velasco» (em espanhol). Quién. 25 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  172. «Anahí se vuelve a casar, ¿para que ahora sí fuera Angélica Rivera?» (em espanhol). La Opinion. 24 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  173. «En boda de Velasco y Anahí, invitados firman acuerdo de confidencialidad y les quitan celulares» (em espanhol). Proceso. 25 de agosto de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  174. «Anahí confirma gravidez para revista: 'Presente de Deus'». Ego. 12 de setembro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  175. «Ex-RBD Anahí anuncia gravidez: 'Estoy embarazada'» (em espanhol). Veja. 12 de setembro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  176. «Anahí revela el nombre de su futuro bebé» (em espanhol). People en Español. 15 de setembro de 2016. Consultado em 22 de julho de 2021 
  177. «¡La primera foto del bebé de Anahí!». Caras México. 18 de janeiro de 2017. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  178. Trejos, Carolina (18 de janeiro de 2017). «Anahí dio a luz a su bebé ¡Bienvenido Manuel!». People en Español. Consultado em 18 de janeiro de 2017 
  179. «Tú dices R.... Anahí dice ¡bebé! La actriz está embarazada por segunda vez» (em espanhol). Quién. 28 de outubro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  180. «¿Niña o niño? Anahí y Manuel Velasco anuncian el sexo y nombre de su segundo hijo» (em espanhol). Hola. 8 de novembro de 2019. Consultado em 22 de julho de 2021 
  181. «Anahí dá à luz Emiliano, seu segundo filho». Quem. 3 de fevereiro de 2020. Consultado em 22 de julho de 2021 
  182. «¡Ya nació el segundo hijo de Anahí! Mira la primera foto del recién nacido» (em espanhol). People en Español. 3 de fevereiro de 2020. Consultado em 22 de julho de 2021 
  183. «Anahi inaugura su tienda en México». Youtube 
  184. «Anahí inaugura tienda virtual Aviesta». Consultado em 31 de março de 2013. Arquivado do original em 8 de julho de 2013  TVyNovelas
  185. «Celebra Anahí su nueva faceta de empresaria» (em espanhol). Quién. 26 de abril de 2012. Consultado em 22 de julho de 2021 
  186. «Así fue la fiesta de Anahí por el lanzamiento de Aviesta». Quién (em espanhol) 
  187. «Anahí busca ser referencia en el mundo de la moda». Quién (em espanhol) 
  188. «Anahí anuncia que ya no será directora de moda de tienda de zapatos». Quién (em espanhol). 30 de outubro de 2013. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  189. «Anahí lanza su propia línea de esmaltes para uñas». E! Online (em espanhol). 18 de julho de 2013. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  190. «Anahí lanza línea de barnices». Quién (em espanhol). 17 de julho de 2013. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  191. «Anahí anuncia linha de maquiagem e homenageia Mia Colucci». POPLine (em espanhol). 14 de dezembro de 2020. Consultado em 15 de janeiro de 2021 
  192. Montoya, Humberto. «Anahí ahora es escritora; no volverá al canto». El Universal. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  193. GONZÁLEZ, MOISÉS. «Anahí se sincera sobre su cambio de vida y su esperado regreso a los escenarios: "Siempre creí, como no conocí otra vida, que mi misión era hacer feliz a la gente [a través de mi trabajo], [pero] ahora conozco otra vida"». People en Español. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  194. GONZÁLEZ, MOISÉS (3 de dezembro de 2018). «Anahí ¡se lanza como escritora!». People en Español. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  195. Inzunza, Francisco (3 de dezembro de 2018). «Anahí se lanzará de escritora con el libro "Valiente"». El Debate. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  196. «Un libro de maternidad, el enigmático mensaje de Anahí (VIDEO)». La Verdad. 2 de dezembro de 2018. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  197. Montaño, Francisco. «Anahí revela su libro Valiente en donde comparte su experiencia de ser mamá». El Sol de México. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  198. «Anahí abre su corazón en libro para hablar de la maternidad». Posta. Consultado em 4 de dezembro de 2018 
  199. «Anahí presenta su nuevo sencillo Mi Delirio en los Premios Juventud 2009»  6 de noviembre de 2012
  200. «Todo sobre los Premios MTV Latinoamérica» (em espanhol). People en Español. 16 de outubro de 2009. Consultado em 22 de julho de 2021 
  201. «Anahí conducirá los "Kids Choice Awards"» (em espanhol). People en Español. 6 de agosto de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  202. «Anahí faz generosa doação atráves de sua fundação Sálvame». Consultado em 25 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 26 de dezembro de 2016 
  203. «Triunfo Alérgico de Anahí en Internet». Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original em 28 de julho de 2011  20 de outubro de 2010
  204. «4 curiosidades sobre Anahí: de papel em Rebelde a música para Paulo Coelho [LISTA]». Rolling Stone. 14 de maio de 2021. Consultado em 22 de julho de 2021 
  205. «Compone Anahí para Paulo Coelho» (em espanhol). Noroeste. 8 de novembro de 2015. Consultado em 22 de julho de 2021 
  206. «Anahi lanza su nueva canción "Dividida".». Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original em 27 de fevereiro de 2014  06-11-12
  207. «Anahí presenta 'Absurda', su nuevo sencillo» (em espanhol). TVNotas. 30 de janeiro de 2013. Consultado em 22 de julho de 2021 
  208. «Anahi - Inesperado (All Music)». AllMusic. Consultado em 22 de julho de 2021 
  209. «Anahi contra la bulimia y anorexia». Fundacion Televisa. Consultado em 30 de setembro de 2012 
  210. «Súmate a la campaña contra la anorexia y bulimia». Fundacion Televisa. Consultado em 30 de setembro de 2012 
  211. «Campana Television». fundaciontelevisa. Consultado em 6 de abril de 2006. Arquivado do original em 17 de outubro de 2008 
  212. «La Fundación 'Sálvame', una esperanza para la educación». Esmas.com. Consultado em 13 de março de 2012 
  213. «Fundación "Sálvame" de RBD funcionará en mayo» (em espanhol). Oklahoman. 27 de março de 2007. Consultado em 22 de julho de 2021 
  214. «Famosos subastan pertenencias por víctimas de Nuevo León» (em espanhol). People en Español. 9 de setembro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  215. «`Alérgico´ de Anahí es número uno en ventas» (em espanhol). Quién. 20 de outubro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  216. «Aleks Syntek, Anahí y Fanny Lu alegraron cierre del Teletón en El Salvador» (em espanhol). Terra. 7 de fevereiro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  217. «Anahí participará en la Teletón Por la Vida 2010 de Ecuador» (em espanhol). Tera. 4 de dezembro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  218. «Teleton Mexico 2011: Anahi, Britney Spears, Arjona... Detalles y señal en vivo» (em espanhol). Impre. 2 de dezembro de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  219. «Artistas mexicanos lanzan álbum "Voces por Japón"» (em espanhol). La Tercera. 29 de março de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  220. «Anahí platica en la tv su infierno con la anorexia» (em espanhol). El Universal. 13 de setembro de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  221. «Dos Hogares apoya a las mujeres» (em espanhol). Tera. 7 de setembro de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  222. «Anahí embajadora de la paz». People en Español. Consultado em 6 de outubro de 2011 
  223. «Atriz e cantora Anahí participará da Olimpíada de Londres». Portal Natelinha. Consultado em 13 de julho de 2012. Arquivado do original em 21 de julho de 2012 
  224. «Anahí vai se apresentar nas Olimpíadas de Londres». Portal Ofuxico. Consultado em 29 de abril de 2012 
  225. «Leticia Coello y Anahí en entrega de juguetes» (em espanhol). Noticias Net. 4 de janeiro de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  226. «Anahí está "feliz" con la próxima apertura de la Fundación Sálvame» (em espanhol). People en Español. 29 de setembro de 2014. Consultado em 22 de julho de 2021 
  227. «Ex-RBD Anahi visita sua fundação no México». OFuxico. 13 de novembro de 2014. Consultado em 22 de julho de 2021 
  228. «Las celebridades comparten imágenes del Teletón USA (FOTOS)». People en Español. 13 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de dezembro de 2014 
  229. «Fundación Duerme Tranquilo realiza subasta anual». Sexenio. 1 de outubro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  230. «En pro de la salud de los niños: Fundación Duerme Tranquilo». Noticias en la mira. 29 de setembro de 2015. Consultado em 1 de outubro de 2015. Arquivado do original em 14 de setembro de 2017 
  231. «2ª subasta Duerme Tranquilo». Martha Debayle. Consultado em 1 de outubro de 2015 
  232. «Los momentos de Anahí como Primera Dama de Chiapas». Caras México. 21 de novembro de 2015. Consultado em 17 de dezembro de 2015 
  233. GARCÍA, CYNTHIA (12 de novembro de 2015). «¿Qué es lo que más disfruta Anahí de su papel como Primera Dama de Chiapas?». Hola México. Consultado em 12 de novembro de 2015 
  234. «Anahí cumple como primera dama». Siete 24. 11 de novembro de 2015. Consultado em 12 de novembro de 2015. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2015 
  235. «Anahí consigue unir sus dos pasiones: Ayudar y cantar». Gaceta México. 10 de novembro de 2015. Consultado em 12 de novembro de 2015 
  236. Castro, Nohelia (9 de outubro de 2015). «Anahí, solidaria con las madres solteras de Chiapas (FOTOS)». People en Español. Consultado em 9 de outubro de 2015 
  237. López, Brianda (8 de outubro de 2015). «Anahí visita a madres solteras en Chiapas». Quien. Consultado em 8 de outubro de 2015 
  238. «Anahí muestra su labor como Primera Dama de Chiapas». TVyNovelas. Consultado em 9 de outubro de 2015. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2015 
  239. «Convive Anahí de Velasco con niñas y niños de la escuela "Delfina Rincón"». En Tiempo Real. 5 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  240. a b «Lleva Anahí de Velasco información sobre el cáncer a estudiantes». Cuarto Poder. 6 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  241. «Visita Anahí de Velasco pacientes del Centro de Equinoterapia». Chiapas Hoy. 10 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015 [ligação inativa]
  242. «Visita Anahí de Velasco pacientes del Centro de Equinoterapia». 3 Minutos Informa. 10 de novembro de 2015. Consultado em 10 de novembro de 2015. Arquivado do original em 9 de setembro de 2016 
  243. «Así se estrenó Anahí como Primera Dama en México (+Fotos)». Noticia al día. 16 de dezembro de 2015. Consultado em 17 de dezembro de 2015. Arquivado do original em 17 de dezembro de 2015 
  244. «Lleva obsequios Anahí de Velasco a niñas y niños de la Casa Hogar Infantil». La Voz del Norte. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 14 de dezembro de 2015 [ligação inativa]
  245. Castro, Nohelia (16 de dezembro de 2015). «Anahí y Manuel Velasco conocen al papa Francisco en el Vaticano (FOTOS)». People en Español. Consultado em 15 de fevereiro de 2016 
  246. «Visitan Velasco y Anahí al Papa en el Vaticano». El Zócalo. 17 de dezembro de 2015. Consultado em 15 de fevereiro de 2016 
  247. «Anahí de Velasco Convive con mujeres artesanas de Zinacantán». Osadía Informativa. 4 de fevereiro de 2016. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  248. «Anahí de Velasco convive con mujeres artesanas de Zinacantán». Icoso Chiapas. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 
  249. «Anahí de Puente convive con mujeres artesanas de Zinacantá». Boletín Chiapas. 4 de fevereiro de 2016. Consultado em 4 de fevereiro de 2016 [ligação inativa]
  250. Soto, Carolina (16 de fevereiro de 2016). «Anahí sobre la visita del Papa: 'No importan las diferencias, como hermanos somos un solo corazón'». Revista Hola México. Consultado em 18 de fevereiro de 2016 
  251. «Anahí de Velasco visita Albergue Temporal de Mujeres Maltratadas». Negocios 360. 25 de fevereiro de 2016. Consultado em 4 de março de 2016. Arquivado do original em 6 de março de 2016 
  252. «Anahí de Velasco visita refugio para mujeres maltratadas». Chiapas Hoy. 25 de fevereiro de 2016. Consultado em 4 de março de 2016 [ligação inativa]
  253. «Anahí visita a niños en Oncología de Hospital Pediátrico». Cuarto Poder. 4 de março de 2016. Consultado em 4 de março de 2016 
  254. «Visita Anahí Hospital Pediátrico». Es! Diario Popular. 4 de março de 2016. Consultado em 4 de março de 2016. Arquivado do original em 6 de março de 2016 
  255. «¡THALÍA Y ANAHÍ SE VAN DE PARRANDA! ¿Estarán planeando trabajar juntas?». Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original em 4 de setembro de 2012  2012-08-30
  256. «Cambió Anahí sus prioridades» (em espanhol). Milenio. 17 de março de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  257. «Anahí estrena look en la portada de InStyle» (em espanhol). OFuxico. 28 de junho de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  258. «Anahí exhibe su cuerpazo en el mar» (em espanhol). People en Español. 20 de março de 2012. Consultado em 22 de julho de 2021 
  259. «La evolución de Anahí» (em espanhol). Quién. 13 de março de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  260. «Anahí y sus cambios de looks a través de los años» (em espanhol). Terra. 26 de julho de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  261. «Anahí te hipnotiza con su delirante sensualidad» (em espanhol). Terra. 22 de agosto de 2011. Consultado em 22 de julho de 2021 
  262. «Anahí: su look según las expertas» (em espanhol). Quién. 29 de novembro de 2012. Consultado em 22 de julho de 2021 
  263. «El videoclip de Mi Delirio, primer sencillo de Anahí, fue censurado en Internet» (em espanhol). Univision. 15 de dezembro de 2009. Consultado em 22 de julho de 2021 
  264. «Anahí graba video de `Me hipnotizas´». Consultado em 1 de abril de 2013. Arquivado do original em 30 de dezembro de 2013  09-12-12
  265. «Anahí lanza el videoclip del sencillo 'Me Hipnotizas'» (em espanhol). Terra. 1 de junho de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  266. «Anahí decepciona en Viña del Mar» (em espanhol). Quién. 24 de fevereiro de 2010. Consultado em 22 de julho de 2021 
  267. «Anahí comparte escenario con Amanda Miguel» (em espanhol). Informador. 9 de dezembro de 2012. Consultado em 22 de julho de 2021 
  268. «Anahí é a rainha do Twitter». Portal Ofuxico. Consultado em 13 de julho de 2012 
  269. «Anahí é a mexicana mais seguida do twitter». 'M' de Mulher. Consultado em 28 de maio de 2012 

Ligações externasEditar

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
  Categoria no Commons