Sikêra Júnior

jornalista brasileiro

José Siqueira Barros Júnior, mais conhecido como Sikêra Júnior (Palmares, 17 de junho de 1966),[2] é um apresentador de televisão, radialista, ator, humorista, youtuber e cantor brasileiro. Atualmente, é apresentador do Alerta Amazonas, na TV A Crítica, em Manaus, e do Alerta Nacional, na RedeTV!.[3]

Sikêra Júnior
Sikêra Júnior em abril de 2021.
Nome completo José Siqueira Barros Júnior
Pseudônimo(s) Sikêra Júnior
Conhecido(a) por Sisi
Super Sikêra
Corôa
Juninho
Nascimento 17 de junho de 1966 (55 anos)
Palmares, PE, Brasil
Residência Manaus, AM, Brasil
Nacionalidade brasileiro
Estatura 1.82 m
Progenitores Mãe: Alaíde Guimarães
Pai: José Siqueira
Cônjuge Laura Peixoto[1]
Filho(a)(s) Siqueira Neto
Larissa Siqueira
Viviane Barros
Henrique Siqueira
Ocupação Apresentador de televisão, ator, humorista, radialista, cantor e youtuber .
Principais trabalhos Plantão Alagoas
Cidade em Ação
Alerta Amazonas
Alerta Nacional
Exterminadores do Além Contra a Loira do Banheiro

Nascido em Palmares, começou a carreira no rádio aos 14 anos. Em 2000, ingressou como repórter na TV Alagoas (atual TV Ponta Verde) e, no final de 2016, tornou-se viral nas redes sociais após jogar uma "praga" contra os usuários de maconha. Suas apresentações tornaram-se memes e difundiram-se rapidamente na internet. Sikêra tem mais de 6 milhões de seguidores no Instagram[4] e um canal no YouTube com cerca de 4 milhões de inscritos.[5]

Carreira

Rádio

Nascido em Palmares, começou a carreira no rádio aos 14 anos na Rádio Cultura dos Palmares. Ainda em Pernambuco, trabalhou em outras rádios da região e na Globo Nordeste.[6]

Televisão

No ano 2000 ingressou como repórter na TV Alagoas (atual TV Ponta Verde). Em 2012, assumiu a titularidade do Plantão Alagoas.[6] No final de 2016, tornou-se viral nas redes sociais, após jogar uma "praga" contra os usuários de maconha e afirmar que "eles iriam morrer antes do natal".[7] Contudo, seu sucesso quase mudou completamente ainda no final daquele ano, pois Sikêra sofreu ataque cardíaco que quase ceifou-lhe a vida, provocando o seu afastamento na apresentação do Plantão Alagoas por um tempo. Após ficar 1 mês afastado devido a um infarto no início de 2017, surpreendeu o público retornando ao seu programa dentro de um caixão e fazendo novas provocações aos usuários de maconha.[8]

No ano de 2018, aceitou proposta do Sistema Arapuan de Comunicação, em João Pessoa, com quem assinou contrato para apresentar o programa policial Cidade em Ação, da TV Arapuan, afiliada à RedeTV!, cuja estreia ocorreu no dia 12 de março de 2018.[9]

Em 14 de junho de 2019, apresentou pela última vez o programa Cidade em Ação e deixou a TV Arapuan, de João Pessoa, para assinar com a TV A Crítica, de Manaus, onde apresenta o programa policial Alerta Amazonas, cuja estreia ocorreu em 23 de julho de 2019.[3][10] Em dezembro de 2019, foi anunciado como novo apresentador da RedeTV!, onde comanda o Alerta Nacional, seu primeiro programa em rede nacional e também o primeiro programa em rede nacional gerado a partir de Manaus. A estreia do novo projeto aconteceu no 28 de janeiro de 2020, a partir das 18 horas, no horário de Brasília.[11]

Quando a RedeTV! colocou Sikêra Júnior em rede nacional, a resposta do público foi positiva, sendo que o programa Alerta Nacional chegou a triplicar os números de audiência do canal em relação aos registrados pela emissora naquela faixa horária anteriormente.[12]

Música

Ainda no Plantão Alagoas, em 2017 ao comentar a prisão de uma menor de idade detida em fragrante delito com uma quantidade de maconha, Sikêra em improviso cantou pela primeira vez uma espécie de versão beta do que seria o seu Meme e maior sucesso musical, o "Raggae do Maconheiro", que teve com mais de 4 milhões de visualizações em seu canal no YouTube com o título de "Maconheira feia do cão".[13]

Em 2021, Sikêra começou se apresentar em transmissões ao vivo na internet a principio, com apresentações e ensaios da nova formação da agora chamada: Sikêra Jr e Banda Manicômio.[14]

Sikêra tem como repertório de músicas populares nos anos 1980 e 1990.[15] Em diversas lives realizadas e retransmitidas pela TV Acritica e RedeTV! também foram arrecadadas doações para instituições de caridade.[16]

Cinema

Participou do filme Exterminadores do Além contra a Loira do Banheiro, gravado e lançado em 2018. Encenando o Diretor Nogueira, fez parte do elenco principal ao lado de Danilo Gentili, Léo Lins, Murilo Couto, Dani Calabresa, Pietra Quintela e Ratinho.[17]

Filmografia

Televisão

Programas
Ano Título Emissora Papel
20002012 Plantão Alagoas TV Ponta Verde Repórter[18]
20122018 Apresentador[18][19][20]
20172018 Programa do Sikêra
20182019 Cidade em Ação TV Arapuan
2019–presente Alerta Amazonas TV A Crítica
2020–presente Alerta Nacional RedeTV!

Cinema

Ano Título Personagem
2018 Exterminadores do Além contra a Loira do Banheiro Diretor Nogueira[21]

Internet

Ano Título Cargo Plataforma
2010–presente Sikêra Júnior Apresentador YouTube

Controvérsias

Sikêra Júnior também é conhecido por ser controverso e fazer declarações consideradas racistas,[22] homofóbicas,[23][24] machistas e misóginas,[25] além de negacionistas sobre a COVID-19.[26]

Mulheres e negros

Em 5 de junho de 2018, o apresentador proferiu ao vivo no Cidade em Ação, um programa policial na TV Arapuan, afiliada da RedeTV na Paraíba, falas consideradas discriminatórias, machistas, misóginas e racistas contra uma mulher negra que estava sob custódia em uma cadeia pública de João Pessoa. No vídeo, ele afirma que "mulher que não pinta as unhas é sebosa e nojenta" e também fez gestos que simulavam o uso de barbeador de lâminas nas genitálias e nas axilas, indicando que mulheres que não se depilam também seriam "sebosas". Em determinado momento das agressões, ele também afirma que as narinas da mulher parecem uma "venta de jumenta".[27][28]

Por conta das declarações, o Ministério Público Federal (MPF) ajuizou, em junho de 2021, uma ação civil pública em que pede a condenação de Sikêra para reparar o dano moral coletivo decorrente de discurso de ódio às mulheres. À Justiça, o MPF pede que o apresentador indenize em 200 mil reais a mulher negra que teve a dignidade ofendida por ele, além do pagamento de 2 milhões de reais a entidades feministas ou de promoção de direitos humanos ou, alternativamente, ao Fundo Nacional de Direitos Difusos.[28]

Jornalistas

 
Sikêra Júnior e Jair Bolsonaro posam para uma foto exibindo uma placa de "CPF cancelado"

Em março de 2020, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas (SJP-AM) divulgou uma nota de repúdio contra Sikêra Júnior, após o apresentador declarar que "em redações de jornais e de TV’s existem os que escrevem contra o país (...) [e os] que só querem atrapalhar (...) as outras emissoras de televisão no Brasil, quesito Tv e Rádio, estão mudando. A gente vai tirar quem tá atrapalhando, quem só escreve contra o país, quem só quer atrapalhar o processo né? Quem quer torcer contra (...) chega de tanto esquerdista escondido nas redações das TVs".[29]

Em nota, o sindicato disse que "a fala do apresentador de TV agride a função social e a ética do jornalismo e dos jornalistas".[29] Como resposta, o apresentador expôs a presidente do sindicato em rede social dizendo: "Essa é Dora Tupinambá, presidente do Sindicato dos Jornalistas do Amazonas. A que fez nota de repúdio contra mim! Tá explicado". O comentário é devido a duas fotos de Dora Tupinambá, com as legendas que dizem: "Mulher não vota em Bolsonaro" e "#EleNão" Em uma terceira imagem tem uma publicação do SJP-AM com a imagem de Marielle Franco.[30]

Pandemia de Covid-19

Assim como o presidente Jair Bolsonaro, o apresentador vinha apresentando um posicionamento contra o isolamento social, minimizando a doença em alguns aspectos em meio a pandemia de COVID-19. Ele também defendeu tratamentos sem eficácia comprovada contra a doença, como a cloroquina.[31] Segundo um documento apresentado na CPI da Covid pela Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social) em junho de 2021, o Governo Jair Bolsonaro repassou 120 mil reais de cachê ao apresentador sob a justificativa de que ele teria participado de sete campanhas publicitárias do governo, entre elas está a do 'Cuidado Precoce para a Covid-19', que indicava o tratamento logo após os primeiros sintomas, pela qual Sikêra recebeu 24 mil reais.[32]

Em outubro de 2020, Sikêra foi hospitalizado como suspeito de um dos portadores do vírus.[33] No entanto, seu primeiro teste teve diagnóstico negativo para o COVID-19.[34] Posteriormente, no Alerta Nacional confirmou ter sido infectado pelo coronavírus, onde também declarou que se arrependeu de ter subestimado a doença.[35] Em 23 de abril de 2020, foi afastado do programa por um mês, em virtude dele ter apresentado diversos sintomas do COVID-19, durante a pandemia do novo coronavírus. No dia anterior, ele passou mal enquanto apresentava o programa e foi substituído urgentemente na edição regional do programa pela jornalista Mayara Rocha.[36] Após ter testado negativo, foi confirmado em uma contraprova, em 29 de abril, que o apresentador estava com a doença.[37]

Pessoas LGBT

Em agosto de 2020, o apresentador foi condenado em primeira instância a pagar 30 mil reais à modelo transexual Viviany Beleboni por chamá-la de "raça desgraçada"[38] enquanto exibia, em seu programa, uma imagem dela representada como Jesus crucificado durante a 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, ocorrida na Avenida Paulista no ano de 2015.[39] Em novembro, no entanto, a 16ª Vara Cível de São Paulo indeferiu uma das três ações movidas pela modelo contra Sikêra e determinou que ela pagasse 10% de multa para cobrir as custas processuais. A modelo entrou com um recurso para reverter a decisão, mas ela foi mantida pela 5ª Câmera do Direito Privado de São Paulo com aumento da multa para 15%.[40]

Em 30 de junho de 2021, o MPF ajuizou uma ação civil pública contra Sikêra Júnior e a RedeTV por conta do apresentador ter associado, na edição do programa do dia 25 de junho, o crime de pedofilia e uso de drogas aos homossexuais. Na ação, há ainda o pedido de indenização de 10 milhões de reais por danos morais coletivos, que seriam voltados à estruturação de centros de cidadania LGBT.[41] Por suas declarações, Sikêra virou alvo de boicote nas redes sociais e pressão para que empresas deixassem de patrocinar seu programa. Como resultado, 43 companhias anunciaram a suspensão de publicidade no programa de Sikêra, entre elas BMW, Ford, TIM, Casas Bahia, Samsung, Renault e Caixa Econômica Federal.[42] O programa, que costumava ter um intervalo comercial de 4 minutos de duração, passou a ter apenas 1 minuto e 45 segundos de propagandas após a controvérsia.[43] Após a saída de patrocinadores, a emissora emitiu ainda uma carta de repúdio às falas do apresentador.[42][44] Em 7 de julho 2021, a apresentadora Nathalia Arcuri decidiu deixar a RedeTV por não concordar com os comentários machistas e homofóbicos de Sikêra Júnior.[45]

Referências

  1. Leo, Dias (29 de abril de 2020). «Família e amigos de Sikêra Jr. também foram contaminados pelo coronavírus». TV e Famosos - UOL. Consultado em 6 de junho de 2020 
  2. RedeTV!. «Sikêra Jr faz 54 anos e recebe homenagem emocionante». RedeTV! - Alerta Nacional. Consultado em 24 de junho de 2020 
  3. a b SOUZA, Pedro (22 de junho de 2019). «Sikêra Júnior é apresentado como novo reforço da TV A Crítica». A Crítica. Consultado em 1 de maio de 2020 
  4. «Sikêra Junior supera marca de 3 milhões de seguidores no Instagram». Só Notícias. 16 de março de 2020. Consultado em 2 de março de 2021 
  5. RedeTV! (7 de setembro de 2020). «RedeTV! atinge a marca de 10 milhões de seguidores no Facebook». RedeTV! - Jornalismo (em inglês). Consultado em 2 de março de 2021 
  6. a b «É uma etapa 'assustadora', diz Sikêra Júnior sobre estreia em rede nacional». Jornal do Commercio. 4 de janeiro de 2020. Consultado em 26 de Fevereiro de 2020 
  7. «Apresentador diz que maconheiros morrerão até o Natal e viraliza na internet». Natelinha Uol. Consultado em 16 de junho de 2019 
  8. «Apresentador que infartou após "matar" maconheiros volta à TV em caixão». Uol. Consultado em 16 de junho de 2019 
  9. «Sikêra Jr troca SBT de Alagoas pela RedeTV!». Observatório da Televisão. Consultado em 16 de junho de 2019 
  10. «Apresentador Sikêra Júnior deixa Sistema Arapuan e deve atuar em emissora de Manaus». PB Hoje. Consultado em 16 de junho de 2019 
  11. Perline, Gabriel (14 de dezembro de 2019). «RedeTV! promove apresentador de Manaus que derrota diariamente o Jornal Nacional». Notícias da TV - UOL. Consultado em 15 de dezembro de 2019 
  12. «Sikêra Júnior triplica audiência da RedeTV! com estreia do Alerta Nacional». F5. 28 de janeiro de 2020. Consultado em 2 de março de 2021 
  13. «sikera1000's Most Recent YouTube Videos - Socialblade.com». socialblade.com. Consultado em 18 de junho de 2021 
  14. «Sikêra Jr. convida seguidores para live de sua banda de rock». pleno.news. Consultado em 18 de junho de 2021 
  15. paraiba.com.br (30 de maio de 2020). «Sikêra Jr. se apresenta cantando rock com banda Manicômio em live na RedeTV!». Portal PARAIBA.COM.BR. Consultado em 18 de junho de 2021 
  16. «Sikêra Jr realiza live beneficente neste sábado (30) | Entretenimento». A Crítica (em inglês). Consultado em 18 de junho de 2021 
  17. «Após fazer filme com Danilo Gentili, Sikêra Júnior avalia experiência no cinema: "Não gostei"». Observatório do Cinema. Consultado em 16 de junho de 2019 
  18. a b «Sikera Jr traz seu "Novo Espetáculo" ao Recife». Entrevista Vip. Consultado em 23 de junho de 2019 
  19. «Sikêra Jr troca SBT de Alagoas pela RedeTV!». Observatorio da Televisão. Consultado em 23 de junho de 2019 
  20. «Sikêra Júnior é o novo apresentador da TV A Crítica em Manaus». TV Cariri. Consultado em 23 de junho de 2019 
  21. «Novo filme de Danilo Gentili será inspirado em 'Os caça-fantasmas'». www.uai.com.br. 13 de junho de 2018. Consultado em 14 de junho de 2018 
  22. Redação NDTV (27 de março de 2021). Notícias da TV, ed. «Sikêra Jr. reproduz gesto racista e debocha de investigação contra assessor de Bolsonaro». Consultado em 6 de agosto de 2021 
  23. Edição IstoÉ (30 de junho de 2021). Isto É, ed. «Sikêra Jr perde patrocinadores após fala homofóbica e diz manter posicionamento». Consultado em 6 de agosto de 2021 
  24. Parceria Lance/IstoÉ (5 de agosto de 2021). Isto É, ed. «Sikêra Jr perde processo contra Neto por ter sido chamado de homofóbico». Consultado em 6 de agosto de 2021 
  25. Rodrigo Alcântara (7 de julho de 2021). Bola VIP, ed. «Sikêra Jr. tem perfil removido do Instagram após piada machista». Consultado em 6 de agosto de 2021 
  26. Na Telinha - UOL (8 de janeiro de 2021). UOL, ed. «Sikêra Jr. divulga fake news sobre coronavirus». Consultado em 6 de agosto de 2021 
  27. «Cinco declarações polêmicas de Sikêra Jr na TV - Televisão». NaTelinha. Consultado em 19 de agosto de 2020 
  28. a b Carlos Rocha (7 de junho de 2021). «MPF pede condenação de Sikêra Júnior por ofensa às mulheres». Consultado em 21 de setembro de 2021 
  29. a b Jonas Wesley (2 de março de 2020). «Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas (SJP-AM)». azonas1. Consultado em 18 de março de 2020. Cópia arquivada em 18 de março de 2020 
  30. Bruno Pacheco (4 de março de 2020). «Após nota de repúdio, Sikera Jr atiça milícia virtual contra presidente do sindicato». amazonas1. Consultado em 18 de março de 2020. Cópia arquivada em 18 de março de 2020 
  31. «Sikêra Jr. enaltece cloroquina e ataca "povo safado da esquerda"». 20 de maio de 2020. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  32. iG, ed. (17 de junho de 2021). «Governo pagou R$ 120 mil para Sikera Jr.: "Não trabalho de graça"». Consultado em 21 de setembro de 2021 
  33. Erick Mota (25 de outubro de 2020). «Sikêra Jr. muda discurso anti-isolamento após suspeita de covid-19». Congresso em Foco. UOL. Consultado em 25 de abril de 2020. Cópia arquivada em 25 de abril de 2020 
  34. «Estou me recuperando, diz Sikêra Jr, apos teste negativo para Covid-19». Diario de Pernambuco. 24 de abril de 2020 
  35. «Sikêra Jr. está com coronavírus». O Antagonista. 29 de abril de 2020. Consultado em 29 de abril de 2020 
  36. «RedeTV! afasta Sikêra Jr. por suspeita de contaminação do novo coronavírus». Uol. Consultado em 23 de abril de 2020 
  37. César, Daniel; Nascimento, Sandro (29 de abril de 2020). «Sikêra Jr testa positivo para o novo coronavírus». NaTelinha. Consultado em 29 de abril de 2020 
  38. «Sikêra Jr. terá de pagar R$ 30 mil à atriz trans 'crucificada' na Parada LGBT». Catraca Livre. 7 de agosto de 2020. Consultado em 9 de agosto de 2020 
  39. «Opinião - Rogério Gentile: Apresentador é condenado após chamar modelo trans de raça desgraçada». Folha de S.Paulo. 7 de agosto de 2020. Consultado em 9 de agosto de 2020 
  40. «Modelo trans é condenada a pagar R$ 15 mil para Sikêra Jr». ISTOÉ Independente. 29 de abril de 2021. Consultado em 30 de abril de 2021 
  41. Leonardo Ribeiro (30 de junho de 2021). Jornal Extra, ed. «Ministério Público Federal propõe ação contra Sikêra Jr por homofobia e pede R$ 10 milhões de indenização». Consultado em 3 de julho de 2021 
  42. a b «Sikêra Jr perdeu 43 patrocinadores após fala homofóbica». Metrópoles. 10 de Julho de 2021. Consultado em 10 de Julho de 2021 
  43. «Sikêra Jr. perde 57% do intervalo comercial após ofensas a LGBTs». CartaCapital. 1 de Julho de 2021. Consultado em 10 de Julho de 2021 
  44. «Contrato transforma Sikêra em dor de cabeça de R$ 38 milhões para a RedeTV!». Noticiais da TV. 9 de Julho de 2021. Consultado em 10 de Julho de 2021 
  45. «Nathalia Arcuri deixa a RedeTV! após comentários homofóbicos e machistas de Sikêra Jr». Diário do Nordeste. Consultado em 9 de julho de 2021 

Ligações externas