Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

José Antônio Rabelo de Andrade, mais conhecido como Toninho Andrade (Rio de Janeiro, 1 de Janeiro de 1964) é um treinador do futebol brasileiro, com currículo destacado em times de menor expressão do futebol nacional - em especial no estado do Rio de Janeiro. Atualmente está no Volta Redonda.

Toninho Andrade
Informações pessoais
Nome completo José Antônio Rabelo de Andrade
Data de nasc. 1 de janeiro de 1964 (55 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro-RJ,  Brasil
Informações profissionais
Equipa atual Brasil Volta Redonda
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
2003
2006
2007
2008
2009
2009-2010
2010
2010-2011
2011
2011
2011-2013
2013
2014
2015
2015-2016
2016
2017
2018-
Brasil Portuguesa-RJ
Brasil Macaé Esporte
Brasil Ituano
Brasil Americano
Brasil Americano
Brasil Macaé Esporte
Brasil Americano
Brasil Rio Branco
Brasil Americano
Brasil Rio Branco
Brasil Macaé Esporte
Brasil Cabofriense
Brasil Volta Redonda
Brasil Madureira
Brasil Macaé Esporte
Brasil Resende
Brasil Macaé Esporte
Brasil Bonsucesso
0? (?V, ?E, ?D)
0? (?V, ?E, ?D)
0? (?V, ?E, ?D)
020 (9V, 2E, 9D)
019 (6V, 5E, 8D)
035 (15V, 7E, 13D)
06 (3V, 2E, 1D)
018 (6V, 6E, 6D)
05 (2V, 1E, 2D)
01 (1V, 0E, 0D)
074 (33V, 16E, 25D)
Última atualização: 16 de janeiro de 2018

CarreiraEditar

Em 2003, Toninho vence o Módulo Extra do Campeonato Carioca - equivalente à segunda divisão - com a Portuguesa, ascendendo o time à Série A do Carioca.

Em seguida, treina, entre outros, o Macaé na Segunda Divisão do Carioca de 2006, o Olaria, e o Ituano na Série B do Brasileiro de 2007.

Em 2008, é chamado para tentar tirar o Americano (na sua terceira passagem pelo time) do rebaixamento do Carioca de 2008: são três vitórias e três derrotas em seis jogos, o suficiente para conquistar o objetivo e deixar o time em décimo-terceiro. No mesmo ano é vice-campeão da Copa Rio com o alvi-negro campista, classificando-o para a Copa do Brasil.[1][2]

Em 2009, volta ao time de Campos durante a Taça Guanabara,[3] na qual vence o Troféu Moisés Matthias de Andrade (torneio destinado aos terceiro e quarto colocados de cada grupo, paralelo às semifinais e final).[4] Termina o Carioca de 2009 na décima colocação. Continua para a disputa a Copa do Brasil de 2009 e chega às oitavas-de-final numa campanha surpreendente, eliminando os tradicionais Santa Cruz e Botafogo,[5] até ser desclassificado pela Ponte Preta. Neste ínterim, também treina a equipe nas três rodadas iniciais da Copa Rio 2009.

Desclassificado da Copa do Brasil, trasfere-se para o Macaé (segunda vez dirigindo o clube)[6] para a conclusão da Copa Rio (cai na penúltima fase), na qual prepara o time para a primeira edição da Série D. Tem grande sucesso na empreitada: conquista o vice-campeonato e leva o time macaense de volta à Série C.[7]

Em 2010 continua no time alvi-anil para a disputa do Carioca de 2010. Porém, após uma péssima sequência no time, é demitido.[8] Imediatamente retorna ao Americano para nova tentativa de salvar o time alvi-negro do rebaixamento no mesmo Campeonato: com três vitórias (incluindo uma sobre o Vasco em São Januário), dois empates e apenas uma derrota, salva o time da queda, mantendo o "Cano" como único do Rio de Janeiro - além dos "quatro grandes" - a nunca ter caído no Estadual, classificando-o na décima-segunda posição geral.[9] É contratado pelo capixaba Rio Branco para a disputa da Série D de 2010,[10] mas acaba eliminado na segunda fase. Comanda os capixabas também na Copa Espírito Santo 2010 até a eliminação nas quartas-de-final.[11]

Apesar de ter sido contratado pelo Americano para a disputa do Campeonato Carioca de 2011 com antecedência,[12] o bom desempenho do treinador no Rio Branco fez com que a diretoria do time capixaba o mantivesse para 2011.[13] Porém, no fim de janeiro, após uma derrota para o Vitória, no clássico local, o técnico pediu demissão.[14] De lá, enfim assume o Americano,[15] onde fica por pouco mais de um mês, quando decide retornar ao Rio Branco.[16]

Tendo feito apenas um jogo à frente do Capa-Preta do Espírito Santo, sai em definitivo, desta vez para assumir o Macaé Esporte a quatro rodadas do fim do Carioca.[17] Consegue o objetivo de livrar o time do rebaixamento no Estadual de 2011, encerrado na décima-quarta posição geral. Apesar de ter tido tempo na preparação para a Série C, não repetiu o sucesso da Série D de 2009, e o time precisou de um verdadeiro milagre para não ser rebaixado.[18]

Em 2012, Toninho Andrade manteve-se no Macaé e, com mais tempo de preparação, conquistou melhores resultados: o 7º lugar no Carioca foi sua melhor campanha na Série A. Já na Série C conquistou o 1º lugar em seu grupo, mas parou nas quartas-de-final frente ao Paysandu, o que impediu o acesso à Série B.[19]

Continuou no Macaé em 2013, mas não renovou o contrato após a disputa do Carioca, no qual fez uma mediana campanha.[20] Foi contratado pela Cabofriense para disputar a Série B do Carioca,[21] e mesmo tendo assumido a equipe de Cabo Frio na metade do torneio, venceu o 2º turno (Taça Corcovado) e sagrou-se campeão da Segunda Divisão Estadual.[22]

Em 2014, Toninho Andrade foi contratado rapidamente, pelo Volta Redonda em substituição a Tarcísio Pugliese, que preferiu acertar com o Icasa.[23] Na noite de 6 de Novembro de 2014, a diretoria do Volta Redonda anunciou o desligamento do treinador Toninho Andrade do clube, Toninho esteve à frente da equipe carioca em 25 jogos, obtendo dez vitórias, sete empates e oito derrotas.

Em 15 de Dezembro de 2014 Toninho acertou sua ida para o Madureira, para acerta com o Madureira, Toninho Andrade precisou rejeitar duas propostas que recebeu do futebol do Espírito Santo - entre elas, do Rio Branco, com quem já foi campeão do Capixaba. No dia 31 de agosto de 2015, Toninho foi demitido do comando do Madureira, após a goleada que o time carioca sofreu perante o Juventude por 5 a 0. Toninho surpreendeu no comando do Madureira no estadual de 2015,ao todo de sua passagem pelo time foram 32 jogos que Toninho comandou a equipe carioca sendo: 11 vitórias, 12 empates e 9 derrotas.

Em 9 de novembro de 2015, Toninho acertou com o Macaé, Toninho terá uma difícil missão de livrar a equipe carioca da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro de Futebol - Série B. Se desligou do Macaé em março de 2016, ele comandou a equipe em 12 jogos, 2 vitórias, 3 empates e 7 derrotas, ficando com um aproveitamento de 25 %.[24]

Após aproximadamente 4 meses sem clube, Toninho Andrade acertou com o Resende Futebol Clube, outra equipe carioca, a equipe iria disputar a Copa Rio de 2016.[25] Toninho conseguiu guiar a equipe até as semi-finais da Copa Rio de 2016, no mês de outubro o Resende anunciou que Toninho não renovaria com a equipe para 2017.[26]

Toninho Andrade assumiu o Macaé pela sexta vez, ele tem como objetivo recuperar a equipe carioca no estadual de 2017.[27] Com um mau campeonato Carioca feito pelo Macaé, a diretoria da equipe resolveu modificar o comando técnico novamente, demitindo Toninho Andrade, o clube não consegui ganhar nenhuma partida no estadual[28]

Em 15 de janeiro de 2018, o Bonsucesso resolveu trocar de técnico para ajuda-lo na luta contra o rebaixamento, Toninho Andrade é o novo comandante do clube.[29]

TítulosEditar

Outras campanhas destacadasEditar

Histórico em competiçõesEditar

  • Negritos indicam os títulos.
  • Só são consideradas no histórico as campanhas caso o técnico tenha terminado a competição por aquele clube.
     Acesso à divisão superior.
     Rebaixado à divisão inferior.

Futebol NacionalEditar

Futebol CariocaEditar

Futebol CapixabaEditar

Copa Espírito Santo
Ano Time Pos.
2010 Rio Branco

Ver tambémEditar

Referências

  1. Colin Foster (6 de junho de 2008). «Toninho Andrade comemora classificação para a final da Copa Rio». Sidneyrezende.com. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  2. Colin Foster (21 de junho de 2008). «Nova Iguaçu vence o Americano e se sagra campeão da Copa Rio». Sidneyrezende.com. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  3. GloboEsporte.com (16 de fevereiro de 2009). «Paulo Campos é demitido. Toninho Andrade é o novo técnico do Americano». Globoesporte.globo.com. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  4. Lancepress (1 de março de 2009). «Americano leva o Troféu Moisés Matthias de Andrade». O Globo. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  5. Gazeta Esportiva (16 de abril de 2009). «Americano elimina o Botafogo nas cobranças de pênaltis». Esporte.ig.com.br. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  6. Redação FutRJ (12 de maio de 2009). «Confirmado! Toninho Andrade é o novo treinador do Macaé Esporte». Sidneyrezende.com. Consultado em 11 de setembro de 2010 
  7. Agência Estado (1 de novembro de 2009). «São Raimundo-PA bate Macaé-RJ e conquista a Série D». Parana-online.com.br. Consultado em 11 de setembro de 2010 
  8. Goal.com (5 de março de 2010). «Dário Lourenço volta a ser treinador do Macaé». Goal.com. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  9. NF10 (5 de abril de 2010). «Toninho Andrade é carregado pela torcida do Americano». Nf10.com.br. Consultado em 11 de setembro de 2010 
  10. Igor Gonçalves (17 de junho de 2010). «Toninho Andrade é o novo técnico do Rio Branco». Gazetaonline.globo.com. Consultado em 11 de setembro de 2010 
  11. Sidney Magno Novo (16 de outubro de 2010). «Rio Branco empata com o Real Noroeste e está eliminado da Copa ES 2010». Gazetaonline.globo.com. Consultado em 18 de outubro de 2010 
  12. Carlos Emir (14 de agosto de 2010). «Americano entra em campo de vez e se prepara». Ururau.com.br. Consultado em 11 de setembro de 2010 
  13. Redação FutRio (25 de setembro de 2010). «Americano troca treinador para última rodada da Copa Rio». Futrio.net. Consultado em 6 de outubro de 2010 
  14. Thierry Gozzer (1 de fevereiro de 2011). «Após derrota para o Vitória, Toninho Andrade entrega o cargo e não é mais o técnico do Rio Branco». Gazetaonline.globo.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2011 
  15. Redação Futebol Rio (4 de fevereiro de 2011). «Toninho Andrade é apresentado no Americano e comanda primeiro treino». Futebolriobrasil.blogspot.com. Consultado em 11 de novembro de 2011 
  16. Yan Berriel (15 de março de 2011). «Toninho Andrade deixa o Americano». Futebolriobrasil.blogspot.com. Consultado em 11 de novembro de 2011 
  17. Lancepress (21 de março de 2011). «Toninho Andrade surpreende e assina com Macaé». O Globo. Consultado em 11 de novembro de 2011 
  18. Tiago Ferreira (19 de setembro de 2011). «Macaé 6 x 4 Marília: um jogo para ficar na história!». Macaeesporte.com.br. Consultado em 4 de outubro de 2011 
  19. Tiago Ferreira (12 de novembro de 2012). «Macaé vence o Paysandu por 3 a 2, mas fica sem o acesso». Consultado em 13 de novembro de 2012 
  20. Grande Área - Futebol Interior (2 de maio de 2013). «Técnico e preparador físico deixam o Macaé». Consultado em 4 de maio de 2013 
  21. Globoesporte.com (11 de maio de 2013). «100%: Toninho Andrade é o novo comandante da Cabofriense». 18h30. Consultado em 10 de junho de 2013 
  22. Chandy Teixeira e Tébaro Schmidt (4 de setembro de 2013). «Cabofriense vence o Bonsucesso e está de volta à elite do futebol carioca». Consultado em 16 de setembro de2013  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  23. Grande Área - FI. «Volta Redonda contrata técnico experiente no Estado». Consultado em 27 de janeiro de 2014 
  24. «toninho-andrade-e-demitido-do-macae-apos-derrota-para-o-tigres» 
  25. «Resende acerta com técnico Toninho Andrade para a disputa da Copa Rio». globoesporte.com 
  26. «Toninho Andrade deixa o comando do Resende RJ» 
  27. «René Simões não aguenta pressão e é dispensado do Macaé». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 12 de fevereiro de 2017 
  28. «Depois de quase desistir da Série C, Macaé "estreia em casa" diante do Carijó». Toque de Bola. 9 de junho de 2017 
  29. «No Carioca, Bonsucesso troca de treinador e anuncia ex-Madureira». www.futebolinterior.com.br. Consultado em 16 de janeiro de 2018