USS North Carolina (BB-55)

O USS North Carolina é um couraçado que foi operado pela Marinha dos Estados Unidos e a primeira embarcação da Classe North Carolina, seguido pelo USS Washington. Sua construção começou em outubro de 1937 no Estaleiro Naval de Nova Iorque e foi lançado ao mar em junho de 1940, sendo comissionado na frota norte-americana em abril do ano seguinte.[1] Ele foi projetado segundo algumas limitações do Tratado Naval de Washington e era armado com uma bateria principal composta por nove canhões de 406 milímetros montados em três torres de artilharia triplas, tinha um deslocamento de mais de 45 mil toneladas e conseguia alcançar uma velocidade máxima de 28 nós.[2]

USS North Carolina
USS North Carolina NYNY 11306-6-46.jpg
 Estados Unidos
Operador Marinha dos Estados Unidos
Fabricante Estaleiro Naval de Nova Iorque
Homônimo Carolina do Norte
Batimento de quilha 27 de outubro de 1937
Lançamento 13 de junho de 1940
Comissionamento 9 de abril de 1941
Descomissionamento 27 de junho de 1947
Número de registro BB-55
Estado Navio-museu
Características gerais (como construído)
Tipo de navio Couraçado
Classe North Carolina
Deslocamento 45 500 t (carregado)
Maquinário 4 turbinas a vapor
8 caldeiras
Comprimento 222,12 m
Boca 33,02 m
Calado 10 m
Propulsão 4 hélices
- 121 000 cv (89 000 kW)
Velocidade 28 nós (52 km/h)
Autonomia 17 450 milhas náuticas a 15 nós
(32 320 km a 28 km/h)
Armamento 9 canhões de 406 mm
20 canhões de 127 mm
16 canhões de 28 mm
18 metralhadoras de 12,3 mm
Blindagem Cinturão: 305 mm
Torres de artilharia: 406 mm
Convés: 140 mm
Torre de comando: 373 mm
Aeronaves 3 hidroaviões
Tripulação 1 800

O North Carolina foi mobilizado depois do Ataque a Pearl Harbor e enviado para auxiliar as forças Aliadas na Batalha de Guadalcanal. Ele escoltou porta-aviões participando da campanha e esteve presente na Batalha das Salomão Ocidentais em agosto de 1942, abatendo várias aeronaves. No mês seguinte acabou torpedeado por um submarino japonês, porém não foi seriamente danificado. A embarcação retornou ao serviço depois de reparos e continuou a proteger porta-aviões na Guerra do Pacífico pelos anos de 1943 e 1944, incluindo na Campanha nas Ilhas Gilbert e Marshall e na Campanha nas Ilhas Marianas e Palau, em que participou da Batalha do Mar das Filipinas em junho de 1944.[1]

O couraçado participou dos estágios posteriores da Batalha das Filipinas e então tomou parte em operações de apoio às Batalhas de Iwo Jima e Okinawa em 1945, incluindo diversos ataques contra o Japão. A guerra terminou em agosto e o navio transportou vários soldados de volta para casa. Ele brevemente operou na costa leste dos Estados Unidos em 1946 até ser descomissionado no ano seguinte e colocado na reserva. O North Carolina foi tirado do registro naval em 1960 e programado para ser desmontado, porém foi salvo por uma grande campanha para preservá-lo como navio-museu em seu estado homônimo. Ele foi transferido para Wilmington em 1961 e está em exibição desde 1962.[1]

Referências

  1. a b c «North Carolina III (BB-55)». Dictionary of American Naval Fighting Ships. Naval History and Heritage Command. Consultado em 16 de fevereiro de 2021 
  2. Gardiner & Chesneau 1980, p. 97

BibliografiaEditar

  • Gardiner, Robert; Chesneau, Roger (1980). Conway's All the World's Fighting Ships, 1922–1946. Annapolis: Naval Institute Press. ISBN 978-0-87021-913-9 

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre o USS North Carolina (BB-55)
  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.