Abrir menu principal

Campeonato Europeu de Futebol de 2004

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre o evento desportivo. Para o jogo eletrónico, veja UEFA Euro 2004 (jogo eletrônico).
Campeonato Europeu de Futebol de 2004
UEFA Euro 2004
Portugal 2004
Uefa Euro 2004.png
Dados
Participantes 16
Organização UEFA
Anfitrião Portugal
Período 12 de junho – 4 de julho
Gol(o)s 77
Partidas 31
Média 2,48 gol(o)s por partida
Campeão Grécia (1º título)
Vice-campeão Portugal
3.º colocado República Checa
Países Baixos
Melhor marcador República Checa Milan Baroš – 5 gols
Melhor ataque (fase inicial) 8 gols:
Melhor defesa (fase inicial) 2 gols:
Maior goleada
(diferença)
Suécia 5–0 Bulgária
Estádio José AlvaladeLisboa
14 de junho, Grupo C, 1ª rodada
Público 1 156 473
Média 37 305,6 pessoas por partida
Premiações
Melhor jogador
(UEFA)
Grécia Theodoros Zagorakis
◄◄ 2000 Soccerball.svg 2008 ►►

A 12.ª edição do Campeonato Europeu de Futebol, mais conhecido por "Euro 2004" teve lugar em Portugal, entre 12 de junho a 4 de julho de 2004. Para organizar o terceiro maior evento desportivo do mundo, Portugal construiu e renovou 10 estádios. Cerca de um milhão de turistas visitaram Portugal neste período, aos quais se juntam mais de 2.000 voluntários e 10.000 jornalistas de todo o mundo.

O UEFA Euro 2004 viu também serem introduzidas novas medidas de segurança a nível dos ingressos para os jogos, assim como uma nova forma de organização. Esta passaria a ser conjunta, entre a Federação de Futebol de cada país e a UEFA.

Portugal foi escolhido pela UEFA a 12 de outubro de 1999 para organizar o evento, vencendo assim as outras duas candidaturas apresentadas, a da Espanha e a candidatura conjunta da Áustria e da Hungria.[1]

Curiosidades do Euro 2004Editar

  • Pela primeira vez desde a assinatura do Acordo de Schengen, Portugal fechou temporariamente as suas fronteiras terrestres ao longo do período em que decorreu o campeonato. Para suspender temporariamente o acordo, o Governo de Portugal accionou o artigo 2.º do tratado, que lhe permite assim fazê-lo e justificou a decisão alegando ser por razões de segurança e de ordem pública, conseguindo desta forma controlar quem entrava no país e manter a segurança interna.[2]
  • A UEFA considerou e classificou o Campeonato Europeu de Futebol de 2004, como o melhor de sempre. O Comité Executivo da UEFA justificou estas afirmações, referindo o excelente trabalho de organização e colaboração feito em conjunto entre a UEFA, a Federação Portuguesa de Futebol, o Governo de Portugal e os responsáveis pelos estádios. Os membros do Comité referiram até que "nunca até à data, um campeonato europeu foi tão bem preparado e tão bem organizado."[3]
  • Só os 24 jogos da fase de grupos, foram vistos por mais de 849 milhões de telespetadores em todo o mundo, registrando um recorde e superando todos os campeonatos anteriores.[3]
  • Para receber o campeonato e apoiar a sua equipa, os portugueses coloriram Portugal de Norte a Sul com as bandeiras do seu país, penduradas em janelas e fachadas de edifícios de todas as formas e feitios. Algumas estimativas não oficiais, apontam para que tenham sido utilizadas no efeito entre 4 a 5 milhões de bandeiras. Foi após esta iniciativa dos portugueses, que surgiu a moda por todo o mundo de colocar as bandeiras de cada país nas janelas e fachadas das casas e edifícios, durante os campeonatos de futebol não só europeus como mundiais em forma de apoio dos habitantes à sua seleção.[4]

Fase de qualificaçãoEditar

A qualificação disputou-se entre setembro de 2002 e novembro de 2003. Cinquenta equipas foram divididas em dez grupos e cada equipa jogou com o resto das equipas do grupo em duas ocasiões. As primeiras dez equipas classificaram-se diretamente para o Euro 2004, enquanto que os dez segundos efetuaram jogos de desempate, para determinar as outras cinco equipas. As dezasseis equipas (incluindo Portugal, que não necessitou de passar pelo processo de classificação por ser a equipa anfitriã) que participaram no campeonato foram as seguintes:

EstádiosEditar

Foram construídos 10 estádios que custaram 665 milhões de euros com a capacidade para 376 mil lugares.[5]


Lisboa Lisboa Porto
Estádio do Sport Lisboa e Benfica Estádio Alvalade XXI Estádio do Dragão
Capacidade: 65.647 Capacidade: 50.095 Capacidade: 50.033
     
Aveiro Coimbra Braga
Estádio Municipal de Aveiro Estádio Cidade de Coimbra Estádio Municipal de Braga
Capacidade: 32.830 Capacidade: 29.622 Capacidade: 30.286
     
Guimarães Loulé Porto Leiria
Estádio D. Afonso Henriques Estádio Algarve Estádio do Bessa Século XXI Estádio Dr. Magalhães Pessoa
Capacidade: 30.000 Capacidade: 30.305 Capacidade: 28.263 Capacidade: 23,888
       

Custos para o erário públicoEditar

Entre custos de manutenção e pagamento da dívida à banca, os estádios construídos (Algarve, Aveiro, Braga, Coimbra e Leiria) são uma fonte de prejuízos para as autarquias envolvidas.

O Estádio Algarve, das câmaras de Faro e de Loulé, tem um custo diário de cerca de 10 mil euros, cerca de 3,6 milhões de euros por ano.[6]

Em Braga, o pagamento do empréstimo de 20 anos à banca representa cerca de 10% no orçamento anual da câmara. Segundo um vereador da cidade os encargos mensais são "o equivalente à compra de um Ferrari".[7]

Em Leiria, durante três anos, o contrato em apreço fez com que a empresa municipal pagasse à União de Leiria, em vez de receber. O estádio teve quatro milhões de euros de prejuízos no ano de 2005 e cerca de três milhões em 2006. A União de Leiria deixou mesmo de realizar jogos no estádio, tendo-se deslocado para o estádio da Marinha Grande. O diretor-geral da SAD da União de Leiria, referiu que o contrato de utilização do estádio de Leiria previa o pagamento de 17.500 euros por jogo, mais 500 euros por cada treino extra.[8]

Em Coimbra, a câmara cedeu o estádio à Académica, que o concessionou a uma empresa privada. Todavia, uma das peças da engenharia financeira que viabilizaria o complexo foi parar aos tribunais, por suspeita de violação do PDM.[9]

Em Aveiro, o estádio custa aos munícipes cerca de 3,5 milhões de euros por ano, tendo-se até ponderado a sua demolição.[10][11]

Escalações das seleçõesEditar

CalendárioEditar

Junho-Julho de 2004
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
7
 
 
8
 
 
9
 
 
10
 
 
11
 
 
12   (A)
Por-Gre
Esp-Rus
13   (B)
Sui-Cro
Fra-Ing
14   (C)
Din-Ita
Sue-Bul
15   (D)
Ale-Hol
Che-Let
16   (A)
Gre-Esp
Rus-Por
17   (B)
Ing-Sui
Cro-Fra
18   (C)
Bul-Din
Ita-Sue
19   (D)
Let-Ale
Hol-Che
20   (A)
Esp-Por
Rus-Gre
21   (B)
Cro-Ing
Sui-Fra
22   (C)
Ita-Bul
Din-Sue
23   (D)
Hol-Let
Ale-Che
24
Quartos final 1
(A1-B2)
25
Quartos final 2
(B1-A2)
26
Quartos final 3
(C1-D2)
27
Quartos final 4
(D1-C2)
28
 
 
29
 
 
30
Semifinal 1
(CF1-CF3)
1
Semifinal 2
(CF2-CF4)
2
 
 
3
 
 
4
Final
(SF1-SF2)

Todos os jogos de 12 a 19 de junho começaram às 17.00 (o primeiro) e às 19.45 (o segundo).

Todos os jogos a partir de 20 de junho começaram às 19.45.

Primeira faseEditar

Grupo AEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Portugal 6 3 2 0 1 4 2 +2
2   Grécia 4 3 1 1 1 4 4 0
3   Espanha 4 3 1 1 1 2 2 0
4   Rússia 3 3 1 0 2 2 4 −2
12 de junho Portugal   1 – 2   Grécia Estádio do Dragão, Porto
17:00
Ronaldo   90+3' Relatório Karagounis   7'
Basinas   51' (pen)
Público: 48 761
Árbitro:  ITA Pierluigi Collina
12 de junho Espanha   1 – 0   Rússia Estádio do Algarve, Faro
19:45
Valerón   60' Relatório Público: 28 182
Árbitro:  SUI Urs Meier

16 de junho Grécia   1 – 1   Espanha Estádio do Bessa Século XXI, Porto
17:00
Charisteas   66' Relatório Morientes   28' Público: 25 444
Árbitro:  SVK Ľuboš Micheľ
16 de junho Rússia   0 – 2   Portugal Estádio da Luz, Lisboa
19:45
Relatório Maniche   7'
Rui Costa   89'
Público: 59 273
Árbitro:  NOR Terje Hauge

20 de junho Espanha   0 – 1   Portugal Estádio José Alvalade, Lisboa
19:45
Relatório Nuno Gomes   57' Público: 47 491
Árbitro:  SUE Anders Frisk
20 de junho Rússia   2 – 1   Grécia Estádio do Algarve, Faro
19:45
Kirichenko   2'
Bulykin   17'
Relatório Vryzas   43' Público: 24 347
Árbitro:  FRA Gilles Veissière

Grupo BEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   França 7 3 2 1 0 7 4 +3
2   Inglaterra 6 3 2 0 1 8 4 +4
3   Croácia 2 3 0 2 1 4 6 −2
4   Suíça 1 3 0 1 2 1 6 −5
13 de junho Suíça   0 – 0   Croácia Estádio Dr. Magalhães Pessoa, Leiria
17:00
Relatório Público: 24 090
Árbitro:  PRT Lucílio Batista
13 de junho França   2 – 1   Inglaterra Estádio da Luz, Lisboa
19:45
Zidane   90+1',   90+3' (pen.) Relatório Lampard   38' Público: 62 487
Árbitro:  ALE Markus Merk

17 de junho Inglaterra   3 – 0   Suíça Estádio Cidade de Coimbra, Coimbra
17:00
Rooney   23',   75'
Gerrard   82'
Relatório Público: 28 214
Árbitro:  RUS Valentin Ivanov
17 de junho Croácia   2 – 2   França Estádio Dr. Magalhães Pessoa, Leiria
19:45
Rapaić   48' (pen.)
Pršo   52'
Relatório Tudor   22' (g.c.)
Trezeguet   64'
Público: 29 160
Árbitro:  DNK Kim Milton Nielsen

21 de junho Croácia   2 – 4   Inglaterra Estádio da Luz, Lisboa
19:45
N. Kovač   5'
Tudor   73'
Relatório Scholes   40'
Rooney   45+1',   68'
Lampard   79'
Público: 57 047
Árbitro:  ITA Pierluigi Collina
21 de junho Suíça   1 – 3   França Estádio Cidade de Coimbra, Coimbra
19:45
Vonlanthen   26' Relatório Zidane   20'
Henry   76',   84'
Público: 28 111
Árbitro:  SVK Ľuboš Micheľ

Grupo CEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   Suécia 5 3 1 2 0 8 3 +5
2   Dinamarca 5 3 1 2 0 4 2 +2
3   Itália 5 3 1 2 0 3 2 +1
4   Bulgária 0 3 0 0 3 1 9 −8
14 de junho Dinamarca   0 – 0   Itália Estádio D. Afonso Henriques, Guimarães
17:00
Relatório Público: 29 595
Árbitro:  ESP Manuel Mejuto González
14 de junho Suécia   5 – 0   Bulgária Estádio José Alvalade, Lisboa
19:45
Ljungberg   32'
Larsson   57',   58'
Ibrahimović   78' (pen)
Allbäck   90+1'
Relatório Público: 31 652
Árbitro:  ENG Mike Riley

18 de junho Bulgária   0 – 2   Dinamarca Estádio Municipal de Braga, Braga
17:00
Relatório Tomasson   44'
Grønkjær   90+2'
Público: 24 131
Árbitro:  PRT Lucílio Batista
18 de junho Itália   1 – 1   Suécia Estádio do Dragão, Porto
19:45
Cassano   37' Relatório Ibrahimović   85' Público: 44 926
Árbitro:  SUI Urs Meier

22 de junho Itália   2 – 1   Bulgária Estádio D. Afonso Henriques, Guimarães
19:45
Perrotta   48'
Cassano   90+4'
Relatório M. Petrov   45' (pen) Público: 16 002
Árbitro:  RUS Valentin Ivanov
22 de junho Dinamarca   2 – 2   Suécia Estádio do Bessa Século XXI, Porto
19:45
Tomasson   28',   66' Relatório Larsson   47' (pen)
Jonson   89'
Público: 26 115
Árbitro:  ALE Markus Merk

Grupo DEditar

Pos. Seleção Pts J V E D GP GC SG
1   República Checa 9 3 3 0 0 7 4 +3
2   Países Baixos 4 3 1 1 1 6 4 +2
3   Alemanha 2 3 0 2 1 2 3 −1
4   Letónia 1 3 0 1 2 1 5 −4
15 de junho República Checa   2 – 1   Letónia Estádio Municipal de Aveiro, Aveiro
17:00
Baroš   73'
Heinz   85'
Relatório Verpakovskis   45+1' Público: 21 744
Árbitro:  FRA Gilles Veissière
15 de junho Alemanha   1 – 1   Países Baixos Estádio do Dragão, Porto
19:45
Frings   30' Relatório van Nistelrooy   81' Público: 48 197
Árbitro:  SWE Anders Frisk

19 de junho Letónia   0 – 0   Alemanha Estádio do Bessa Século XXI, Porto
17:00
Relatório Público: 22 344
Árbitro:  ENG Mike Riley
19 de junho Países Baixos   2 – 3   República Checa Estádio Municipal de Aveiro, Aveiro
19:45
Bouma   4'
van Nistelrooy   19'
Relatório Koller   23'
Baroš   71'
Šmicer   88'
Público: 29 935
Árbitro:  ESP Manuel Mejuto González

23 de junho Países Baixos   3 – 0   Letónia Estádio Municipal de Braga, Braga
19:45
van Nistelrooy   27' (pen),   35'
Makaay   84'
Relatório Público: 27 904
Árbitro:  DNK Kim Milton Nielsen
23 de junho Alemanha   1 – 2   República Checa Estádio José Alvalade, Lisboa
19:45
Ballack   21' Relatório Heinz   30'
Baroš   77'
Público: 46 849
Árbitro:  NOR Terje Hauge

Fases finaisEditar

Quartas de final Semifinais Final
24 de junho – Lisboa        
   Portugal (pen) 2 (6)
30 de junho – Lisboa
   Inglaterra 2 (5)  
   Portugal 2
26 de junho – Loulé
     Países Baixos 1  
   Suécia 0 (4)
4 de julho – Lisboa
   Países Baixos (pen) 0 (5)  
   Portugal 0
25 de junho – Lisboa
     Grécia 1
   França 0
1 de julho – Porto
   Grécia 1  
   Grécia (pro) 1
27 de junho – Porto
     República Checa 0  
   República Checa 3
   Dinamarca 0  

Quartos-finaisEditar

24 de junho Portugal   2 – 2 (pro)   Inglaterra Estádio da Luz, Lisboa
19:45
Postiga   83'
Rui Costa   110'
Relatório Owen   3'
Lampard   115'
Público: 65 000
Árbitro:  SUI Urs Meier
    Penalidades  
Deco  
Simão  
Rui Costa  
Ronaldo  
Maniche  
Postiga  
Ricardo  
6 – 5   Beckham
  Owen
  Lampard
  Terry
  Hargreaves
  Cole
  Vassell
 

25 de junho França   0 – 1   Grécia Estádio José Alvalade, Lisboa
19:45
Relatório Charisteas   64' Público: 45 390
Árbitro:  SWE Anders Frisk

26 de junho Suécia   0 – 0 (pro)   Países Baixos Estádio do Algarve, Loulé
19:45
Relatório Público: 30 000
Árbitro:  SVK Ľuboš Micheľ
    Penalidades  
Källström  
Larsson  
Ibrahimović  
Ljungberg  
Wilhelmsson  
Mellberg  
4 – 5   van Nistelrooy
  Heitinga
  Reiziger
  Cocu
  Makaay
  Robben
 

27 de junho República Checa   3 – 0   Dinamarca Estádio do Dragão, Porto
19:45
Koller   49'
Baroš   63',   65'
Relatório Público: 41 092
Árbitro:  RUS Valentin Ivanov

Semi-finaisEditar

30 de junho Portugal   2 – 1   Países Baixos Estádio José Alvalade, Lisboa
19:45
Ronaldo   26'
Maniche   58'
Relatório Andrade   63' (g.c.) Público: 46 679
Árbitro:  SWE Anders Frisk

1 de julho Grécia   1 – 0 (pro)   República Checa Estádio do Dragão, Porto
19:45
Dellas   105+1' Relatório Público: 42 449
Árbitro:  ITA Pierluigi Collina

FinalEditar

4 de julho Portugal   0 – 1   Grécia Estádio da Luz, Lisboa
19:45
Relatório Charisteas   57' Público: 62 865
Árbitro:  ALE Markus Merk

GoleadoresEditar

EstatísticasEditar

Legenda
  •      Vencedor
  •      Vice-Vencedor
  •      3º Lugar (correspondente a 2 equipas, sem desempate)
# Equipa Pts J V E D GM GS +/-
Final
1   Grécia 13 6 4 1 1 7 4 +3
2   Portugal 10 6 3 1 2 8 6 +2
Eliminados nas Semi-Finais
3   República Checa 12 5 4 0 1 10 5 +5
3   Holanda 5 5 1 2 2 7 6 +1
Eliminados nos Quartos-de-Final
5   Inglaterra 7 4 2 1 1 10 6 +4
6   França 7 4 2 1 1 7 5 +2
7   Suécia 6 4 1 3 0 8 3 +5
8   Dinamarca 5 4 1 2 1 4 5 –1
Eliminados na Fase de Grupos
9   Itália 5 3 1 2 0 3 2 +1
10   Espanha 4 3 1 1 1 2 2 0
11   Rússia 3 3 1 0 2 2 4 –2
12   Alemanha 2 3 0 2 1 2 3 –1
13   Croácia 2 3 0 2 1 4 6 –2
14   Letónia 1 3 0 1 2 1 5 –4
15   Suíça 1 3 0 1 2 1 6 –5
16   Bulgária 0 3 0 0 3 1 9 –8

PremiaçõesEditar

CampeõesEditar

Campeonato Europeu de Futebol de 2004
 
Grécia
Campeão
(1º título)

Melhores do torneioEditar

De acordo com a UEFA, os melhores jogadores do Euro 2004 foram:[12][13]

Goleiros Defesas Médios Avançados

  Petr Cech

  Antonios Nikopolidis

  Ricardo

  Sol Campbell

  Ashley Cole

  Traianos Dellas

  Olof Mellberg

  Ricardo Carvalho

  Giourkas Seitaridis

  Gianluca Zambrotta

  Rui Costa

  Michael Ballack

  Luís Figo

  Frank Lampard

  Maniche

  Pavel Nedved

  Theodoros Zagorakis

  Zinédine Zidane

 Milan Baros

 Angelos Charisteas

 Henrik Larsson

 Cristiano Ronaldo

 Wayne Rooney

 Jon Dahl Tomasson

 Ruud van Nistelrooy

Chuteira de OuroEditar

Melhor jogadorEditar

O jogador eleito como melhor jogador do torneio foi:[14]

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Europeu de Futebol de 2004